Carmela morreu. | Ricardo de Mattos | Digestivo Cultural

busca | avançada
46744 visitas/dia
1,1 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
>>> Leminski, estações da poesia, por R. G. Lopes
>>> Crônica em sustenido
>>> Do inferno ao céu
Colunistas
Últimos Posts
>>> Analisando o Amazon Prime
>>> Amazon Prime no Brasil
>>> Censura na Bienal do Rio 2019
>>> Tocalivros
>>> Livro Alma Brasileira
>>> Steve Jobs em 1997
>>> Jeff Bezos em 2003
>>> Jack Ma e Elon Musk
>>> Marco Lisboa na Globonews
>>> Jorge Caldeira no Supertônica
Últimos Posts
>>> O céu sem o azul
>>> Ofendículos
>>> Grito primal V
>>> Grito primal IV
>>> Inequações de um travesseiro
>>> Caroço
>>> Serial Killer
>>> O jardim e as flores
>>> Agradecer antes, para pedir depois
>>> Esse é o meu vovô
Blogueiros
Mais Recentes
>>> 2005: Diário de bordo
>>> Alfa Romeo e os bloggers
>>> Defesa dos Rótulos
>>> O Jovem Bruxo
>>> Sua Excelência, o Ballet de Londrina
>>> O diabo veste Prada
>>> Hilda Hilst delirante, de Ana Lucia Vasconcelos
>>> Daniel Piza by Otavio Mesquita
>>> The Making of A Kind of Blue
>>> Dirty Dancing - Ritmo Quente
Mais Recentes
>>> Lusíada (Nº 1): Revista Ilustrada de Cultura.- Arte.- Literatura.- História.- Crítica de Martins Costa/ Portinari/ Texeira Pascoaes (obras de) pela Simão Guimarães & Filhos./ Porto (1952)
>>> Fábulas que Ajudam a Crescer de Vanderlei Danielski pela Ave Maria (1998)
>>> Ninguém é igual a ninguém de Regina Otero e Regina Rennó pela Do Brasil (1994)
>>> Você Pode Escolher de Regina Rennó pela Do Brasil (1999)
>>> Apelido não tem cola de Regina Otero e Regina Rennó pela Do Brasil (2019)
>>> Coração que bate, sente de Regina Otero e Regina Rennó pela Do Brasil (1994)
>>> A galinha que criava um ratinho de Ana Maria Machado pela Ática (1995)
>>> Pinote, o fracote e Janjão, o fortão de Fernanda Lopes de Almeida pela Ática (2000)
>>> A lenda da noite de Guido Heleno pela José Olympio (1997)
>>> A História de uma Folha de Leo Buscaglia pela Record (1999)
>>> Chapeuzinho Amarelo de Chico Buarque pela José Olympio (1999)
>>> O último judeu: uma história de terror na Inquisição de Noah Gordon pela Racco (2000)
>>> Confissões de um Torcedor: Quatro copas e uma Paixão de Nelson Motta pela Objetiva (1998)
>>> Controle de Infecções e a Prática Odontológica em Tempos de Aids de Vários pela Brasília (2000)
>>> A Roda do Mundo de Edimilson de Almeida Pereira e Ricardo Aleixo pela Mazza/ Belo Horizonte (1996)
>>> Roda Mundo de Fanny Abramovich/ Ilustrações: Paulo Bernardo Vaz pela Formato/ Belo Horizonte (1993)
>>> Roda Mundo de Fanny Abramovich/ Ilustrações: Paulo Bernardo Vaz pela Formato/ Belo Horizonte (1993)
>>> Roda Mundo de Fanny Abramovich/ Ilustrações: Paulo Bernardo Vaz pela Formato/ Belo Horizonte (1993)
>>> A Propagação do Amor: Sobre o Plantio e a Colheita do Bem de Betty J. Eadie pela Nova Era/ Record (2003)
>>> Auto- Estima: Amar a Si Mesmo para Conviver Melhor Com os Outros de Christophe André - Françoise Lelord pela Nova Era/ Record (2003)
>>> Os Lusíadas: Reprodução Paralela das duas Edições de 1572 / Ed. Ltd. de Luis de Camões pela Impr. Nac. Casa da Moeda/ Lis (1982)
>>> Administração de Marketing: Desvendando os segredos de: Vendas. Promoç de Stephen Morse pela McGraw Hill (1988)
>>> Obras Completas de Álvares de Azevedo - 02 Tomos ) de Álvares de Azevedo/ Org. Notas: Homero Pires pela Companhia Ed. Nacional (1942)
>>> Obras Completas (Poesia, Prosa e Gramática) de Laurindo José da Silva Rabelo/ Org: O. de M. Braga pela Companhia Ed. Nacional (1946)
>>> Sempre Em Desvantagem de Walter Mosley pela Record (2001)
>>> Sempre Em Desvantagem de Walter Mosley pela Record (2001)
>>> Os Anos 80: Contagem Regressiva para o Juízo Final de Hall Lindsey pela Record/ RJ.
>>> Na Linha de Frente de Lawrence Block pela Companhia das Letras/ SP. (2010)
>>> Na Linha de Frente de Lawrence Block pela Companhia das Letras/ SP. (2010)
>>> O Fator Psicológico na Evolução Sintática (Encadernado) de Cândido Jucá (filho)/ Autografado pela Organização Simões/ Rio (1958)
>>> Príncipe das Trevas, Ou Monsieur - o Quinteto de Avignon- I de Lawrence Durrell pela Estação da Liberdade (1989)
>>> Pare de Engordar- Obesidade: um Problema Psicológico de Dr. Nelson Senise pela Record/ RJ.
>>> Os Hospedeiros de Belém de Maria Pires pela Imprensa Oficial/ B. Horizonte (1984)
>>> Os Hospedeiros de Belém de Maria Pires (autografado) pela Imprensa Oficial/ B. Horizonte (1984)
>>> Catálogo dos Editores Brasileiros de Affonso Romano de Sant Anna: Presidente pela Biblioteca Nacional/INL (1994)
>>> Fontes do Latim Vulgar : o Appendix Probi de Serafim da Silva Neto/ Autografado pela Livr. Academica/ RJ. (1956)
>>> Camões e Fernão Lopes de Thiers Martins Moreira/ Autografado pela Rio de Janeiro (1944)
>>> Ver- o- Peso: Estudos Antropológicos no Mercado de belém (Vol. II de Wilma Marques Leitão (organização) pela Paka- Tatu Ed. (2016)
>>> O Pensamento Vivo de Montaigne de André Gide/ Tradução: Sérgio Milliet pela Livr. Martins Ed. (1953)
>>> Na Beleza dos Lírios de John Updike pela Companhia das Letras (1997)
>>> O Nariz Detetive de Stella Carr/ Ilustrações: Avelino Guedes pela Scipione (2019)
>>> Bouvard e Pécuchet: Dois Patetas Iluminados de Gustave Flaubert pela Scipione (1988)
>>> Bouvard e Pécuchet: Dois Patetas Iluminados de Gustave Flaubert pela Scipione (1988)
>>> A Filha da Noite de Marion Zimmer pela Imago/ Rio de Janeiro (1986)
>>> Família e Mudança: O Familismo Numa Sociedade Arcaica em Transformação de C. A. Medina pela Vozes/ Ceris (1974)
>>> Quando Meu Pai Perdeu o Emprego de Wagner Costa pela Moderna/ SP. (1993)
>>> Fernão Lopes: Suas Crónicas Perdidas e a Crônica Geral do Reino... de A. de Magalhães Basto pela Livr. Progredir/ Lisboa (1943)
>>> Decifrar pessoas de Jo-Ellan Dimitrius e Mark Mazzarella pela Alegro (2000)
>>> Como fazer sabões e artigos de toucador de Ribeiro de mello pela Icone (1987)
>>> Pokémon extreme Batalha épica no mundo de dentro de Venom Extreme pela Sextante (2016)
COLUNAS

Segunda-feira, 23/11/2015
Carmela morreu.
Ricardo de Mattos

+ de 3300 Acessos

"Os cães. São encantadores porque, além de nos permitir bancar o idiota com eles, sem que reclamem de coisa alguma, ainda bancam os idiotas conosco" (Valery Larbaud).

Na madrugada deste dezesseis de novembro deixou-nos a ilustre Carmela. Nossa labradora preta partiu com dez anos completos, em decorrência de complicações causadas pelo diabete e pela famigerada displasia coxofemoral. Ignoramos quão fulminantes podem ser estas doenças, mas sua decadência foi acelerada. Em casa, quando pensamos que ela ainda começaria a desenvolver os sintomas da displasia, logo caiu imobilizada. Porque passou pelo veterinário para indicação do tratamento necessário, descobrimo-la diabética. Semana retrasada, quando visitou pela última vez a clínica, mostrou tanto os dentes para o rapaz que lhe cortou as unhas que não imaginaríamos o rápido desfecho. Final acelerado, sofrimento abreviado, é o que nos consola.

Vez ou outra mencionamo-la em nossas colunas. Sua presença dentro de casa foi constante, a todo momento procurando alguém que lhe atenuasse a perpétua carência. Estivéssemos na sala ou no quarto, se ela não estivesse estritamente ao lado, estaria a poucos metros. Elas, no caso, pois sempre acompanhava e fazia-se acompanhar de nossa mestiça Bahiana. O que resmungássemos seria acompanhado do barulho de sua cauda a bater no chão: "está falando comigo? Estou atenta". Atendêssemos o telefone e de sua parte a mesma reação: "é para mim?".

Nossa ausência de hábito de tudo filmar e tudo fotografar fez com que perdêssemos cenas páreas para o cachorro "Nino", personagem célebre do Youtube.com. Ao chegar em casa, precisávamos abrir a porta com cuidado, pois a depender da hora ela estaria atrás, aguardando-nos no escuro. Ouvia o barulho do carro antes de todos. Não balançava apenas sua cauda, mas o corpo inteiro. Ao falarmos com ela, começava a gemer alto, como querendo responder: "sou eu que estou aqui, não se lembra de mim?". Nosso humor de cotidiano azedo rendia-se e ajoelhávamos para brincar. Era o sinal para ela virar uma espécie de cambalhota, em vez de simplesmente deitar-se como uma cachorra civilizada.

Carmela desenvolveu o hábito de segurar com os dentes a barra da roupa das pessoas e acompanha-las. Ora a perna de uma bermuda ou a perna de uma calça, ora a saia ou o vestido da mãe, ora um casaco ou qualquer pano que descuidássemos. Prendia o tecido e postava-se ao nosso lado, com o garbo de um cavalo marchador. Onde quer que andássemos, e andávamos à toa apenas para tentar medir sua birutice, e lá seguia-nos ela. Ganindo, de preferência, o que causou espanto em mais de uma faxineira. Da última vez que sonhamos com ela, era exatamente isto que fazia.

Desenvolveu desvios de ordem sexual. Sempre que um quadrúpede monta sobre o outro na época do acasalamento, ele monta por trás. Caso sejam duas fêmeas, a que está por cima esfrega seu ventre na traseira da que está por baixo. Carmela, pois bem, montava pelo lado, esfregando seu ventre nas costelas da parceira. Ela, e somente ela, quem desenvolvia depois a chamada "gravidez psicológica". O que nos rendia algumas noites mal dormidas. Passando o tempo e verificando que nada nascia, iniciava um período de lamentos noturnos por meio de uivos. Esta cachorra verbalizou seus sentimentos de maneira mais eficaz que muitas pessoas. Uivos longos e lamentosos, de preferência após a meia noite. "Está virando lobisomem?", perguntávamos nos dias seguintes.

Tudo que encontrava vinha mostrar-nos. Mesmo que obtivesse conosco. Um pedaço de pão que lhe déssemos era exibido, mostrado, ainda que jamais devolvido e muito menos compartilhado. Quando abríamos a porta do quintal, antes de maiores festas, ela saía à cata de algo para trazer-nos, fosse o que fosse - e sempre gemendo. Tratávamos como relíquia o que ela nos trazia, estímulo para mais uma peculiaridade. Nem tudo, porém, contava com nossa aprovação. Quando ainda criançona, entrou esfuziante na cozinha, pulando sobre nós com algo preto na boca. Parecia querer, isso sim, compartilhar. Era a asa de um pássaro que ela matou e estava comendo ao chegarmos. Ralhamos com ela, percebendo seu desapontamento: "mas está tão gostoso!". Doutra feita, abrimos a porta do quintal à noite e notamos a ausência de ambas. Chamamos e logo vem Carmela, requebrando-se como passista bêbada de escola de samba. Entrando em nosso campo de visão, vimos que trazia nos dentes um rato enorme, recém abatido. "Solta isso já!", gritamos. Novamente decepcionada, escondeu o rato no fundo de sua casa e deitou-se na frente, desafiadora. Deu-se ao desplante de cruzar as patas dianteiras. Retriever do Labrador é raça de busca! Não é para matar! Deve apenas localizar a presa abatida e trazer! Não houve argumento que a fizesse entregar o rato e, sinceramente, havíamos acabado de jantar e não insistimos demais. Quando afirmamos que ela era o genérico da raça, ninguém entendia porque...

Carmela foi esta composição de alegria e insanidade que durante dez anos conviveu conosco. Guardando o costume de almoçar com os cães à volta, sempre atiramos alguma sobra. Caso o hábito explique a diabete, não nos arrefece o espanto diante de uma prática familiar generalizada. Comia de tudo: o que devia e o que não devia. Demorássemos a dar-lhe algo, apoiava seu queixo em nossa perna. Certa vez, ela estava com aparência distraída ao nosso lado. Fizemos uma bola com o guardanapo de papel e atiramos em sua cabeça. Não tão distraída como pensamos, pegou a bola no ar e engoliu sem saber o que era. E qualquer coisa fazia-a salivar a ponto de pingar. Até casca de frutas. Banana foi sua paixão, a ponto de não se facilitar com fruteiras baixas. Devorava-as com casca e tudo. De onze cães que compuseram nossa família, cada qual com sua personalidade, Carmela aprontou tais que afirmávamos: "na próxima encarnação vem como gente". E que amiga daria.


Ricardo de Mattos
Taubaté, 23/11/2015


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Cidades do Algarve de Elisa Andrade Buzzo
02. Mais outro cais de Elisa Andrade Buzzo
03. Livrarias de Ricardo de Mattos
04. Have a nice day de Adriane Pasa
05. A firma como ela é de Adriane Pasa


Mais Ricardo de Mattos
Mais Acessadas de Ricardo de Mattos em 2015
01. Sobre caramujos e Omolu - 20/4/2015
02. Alcorão - 26/1/2015
03. Espírito e Cura - 20/7/2015
04. Carmela morreu. - 23/11/2015
05. Silêncio - 17/8/2015


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




OS MESTRES DA INTERCOIFFURE MODA, ESSA ESPECIE DE VIRUS, MUTANTE FUGAZ
FERNANDO NATIVIDADE
ORANGE STAR
(2005)
R$ 30,00



REDES MÓVEIS - TECNOLOGIAS E ESPECTRO DE FREQÜENCIAS
VINÍCIUS OLIVEIRA CARAM GUIMARÃES
NOVAS EDIÇÕES ACADÊMICAS
R$ 391,00



A DAMA E O UNICÓRNIO
TRACY CHEVALIER
BERTRAND BRASIL
(2006)
R$ 15,00



QUERIDO DIÁRIO OTÁRIO 8 - NÃO É MINHA CULPA SE EU SEI DE TUDO
JIM BENTON
FUNDAMENTO
(2015)
R$ 34,00



PENSADORES
MARIO VITOR SANTOS
REALEJO
(2015)
R$ 54,90



BIBLIOTECA DA MATEMÁTICA MODERNA - VOLUME 5
ANTÔNIO MARMO DE OLIVEIRA E AGOSTINHO SILVA
LISA
(1976)
R$ 15,00



UM CERTO SUICÍDIO
PATRICIA HIGHSMITH
BEST SELLER
R$ 15,00



POLUIÇÃO DO AR: SAMUEL MURGEL BRANCO, EDUARDO MURGEL
SAMUEL MURGEL BRANCO; EDUARDO MURGEL
MODERNA
(1995)
R$ 8,00



MEMÓRIAS DE ADRIANO
MARGUERITE YOURCENAR
NOVA FRONTEIRA
(1985)
R$ 4,90



OBSTETRÍCIA VOLUME 1 - DIAGNÓSTICO DE GRAVIDEZ
EQUIPE MEDCURSO
MEDCURSO
(2012)
R$ 4,99





busca | avançada
46744 visitas/dia
1,1 milhão/mês