Carmela morreu. | Ricardo de Mattos | Digestivo Cultural

busca | avançada
39917 visitas/dia
1,1 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Rinoceronte, poemas em prosa de Ronald Polito
>>> A forca de cascavel — Angústia (FUVEST 2020)
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
Colunistas
Últimos Posts
>>> Revisores de Texto em pauta
>>> Diogo Salles no podcast Guide
>>> Uma História do Mercado Livre
>>> Washington Olivetto no Day1
>>> Robinson Shiba do China in Box
>>> Karnal, Cortella e Pondé
>>> Canal Livre com FHC
>>> A história de cada livro
>>> Guia Crowdfunding de Livros
>>> Crise da Democracia
Últimos Posts
>>> Uma crônica de Cinema
>>> Visitação ao desenho de Jair Glass
>>> Desiguais
>>> Quanto às perdas I
>>> A caminho, caminhemos nós
>>> MEMÓRIA
>>> Inesquecíveis cinco dias de Julho
>>> Primavera
>>> Quando a Juventude Te Ferra Economicamente
>>> Bens de consumo
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Ser intelectual dói
>>> O Tigrão vai te ensinar
>>> O hiperconto e a literatura digital
>>> Aberta a temporada de caça
>>> Se for viajar de navio...
>>> Incompatibilidade...
>>> Alguns Jesus em 10 anos
>>> Blogues: uma (não tão) breve história (II)
>>> Picasso e As Senhoritas de Avignon (Parte I)
>>> Asia de volta ao mapa
Mais Recentes
>>> O Livro da moda de Alexandra Black pela Publifolha (2015)
>>> Rejuvelhecer a saude como prioridade de Sergio Abramoff pela Intrinseca (2017)
>>> O livro das evidencias de John Banville Tradução Fabio Bonillo pela Biblioteca Azul - globo (2018)
>>> O futebol explica o Brasil de Marcos Guterman pela Contexto (2014)
>>> O Macaco e a Essencia de Aldous Huxley pela Globo (2017)
>>> BATISTAS, Sua Trajetória em Santo Antônio de Jesus: o fim do monopólio da fé na Terra do Padre Mateus de Jorgevan Alves da Silva pela Fonte Editorial (2018)
>>> Playboy Bárbara Borges de Diversos pela Abril (2009)
>>> Sarah de Theresa Michaels pela Nova Cultural (1999)
>>> A Bela e o Barão de Deborah Hale pela Nova Cultural (2003)
>>> O estilo na História. Gibbon & Ranke & Macaulay & Burckhardt de Peter Gay pela Companhia das Letras (1990)
>>> Playboy Simony de Diversos pela Abril (1994)
>>> Invasão no Mundo da Superfície de Mark Cheverton pela Galera Junior (2015)
>>> José Lins Do Rego- Literatura Comentada de Benjamin Abdala Jr. pela Abril Educação (1982)
>>> A modernidade vienense e as crises de identidade de Jacques Le Rider pela Civilização Brasileira (1993)
>>> Machado De Assis - Literatura Comentada de Marisa Lajolo pela Abril Educação (1980)
>>> A Viena de Wittgenstein de Allan Janik & Stephen Toulmin pela Campus (1991)
>>> O Velho e o Mar de Ernest Hemingway pela Círculo do livro (1980)
>>> Veneno de Alan Scholefield pela Abril cultural (1984)
>>> O Livreiro de Cabul de Asne Seierstad pela Record (2007)
>>> Os Dragões do Éden de Carl Sagan pela Francisco Alves (1980)
>>> O Espião que sabia demais de John Le Carré pela Abril cultural (1984)
>>> Administração de Materiais de Jorge Sequeira de Araújo pela Atlas (1981)
>>> Introdução à Programação Linear de R. Stansbury Stockton pela Atlas (1975)
>>> Como lidar com Clientes Difíceis de Dave Anderson pela Sextante (2010)
>>> As 3 Leis do Desempenho de Steve Zaffron e Dave Logan pela Primavera (2009)
>>> Curso de Educação Mediúnica 1º Ano de Vários Autores pela Feesp (1996)
>>> Recursos para uma Vida Natural de Eliza M. S. Biazzi pela Casa Publicadora Brasileira (2001)
>>> Jesus enxuga minhas Lágrimas de Elza de Almeida pela Fotograma (1999)
>>> As Aventuras de Robinson Crusoé de Daniel Defoe pela LPM Pocket (1997)
>>> Bulunga o Rei Azul de Pedro Bloch pela Moderna (1991)
>>> Menino de Engenho de José Lins do Rego pela José Olympio (1982)
>>> Terra dos Homens de Antoine de Saint-Exupéry pela Nova Fronteira (1988)
>>> O Menino de Areia de Tahar Ben Jelloun pela Nova Fronteira (1985)
>>> Aspectos Endócrinos de Interesse à Estomatologia de Janete Dias Almeida pela Unesp (1999)
>>> Nociones de Historia Linguística y Estetica Literaria de Antonio Vilanova- Nestor Lujan pela Editorial Teide/ Barcelona (1950)
>>> El Estilo: El Problema y Su Solucion de Bennison Gray pela Editorial Castalia/ Madrid (1974)
>>> El Cuento y Sus Claves de Raúl A. Piérola/ Alba Omil (profs. Univ. Tucumán pela Editorial Nova, Buenos Aires (1955)
>>> Las Fuentes de La Creacion Literaria de Carmelo M. Bonet pela Libr. del Collegio/ B. Aires (1943)
>>> As Hortaliças na Medicina Doméstica/ Encadernado de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar (1976)
>>> A Flora Nacional na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Arlington Park de Rachel Cusk pela Companhia das Letras (2007)
>>> Muitas Vidas, Muitos Mestres de Brian L Weiss pela Salamandra (1991)
>>> As Frutas na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Coleção Agatha Christie - Box 8 de Agatha Christie; Sonia Coutinho; Archibaldo Figueira pela HarperCollins (2019)
>>> As Irmãs Aguero de Cristina García pela Record (1998)
>>> Não Faça Tempestade Em Copo Dágua no Amor de Richard Carlson pela Rocco (2001)
>>> Um Estudo Em Vermelho - Edição De Bolso de Arthur Conan Doyle pela Zahar (2013)
>>> Eu, Dommenique de Dommenique Luxor pela Leya (2011)
>>> Os Cavaleiros da Praga Divina de Marcos Rey pela Global (2015)
>>> O Futuro da Filosofia da Práxis de Leandro Konder pela ExpressãoPopular (2018)
COLUNAS

Segunda-feira, 23/11/2015
Carmela morreu.
Ricardo de Mattos

+ de 3400 Acessos

"Os cães. São encantadores porque, além de nos permitir bancar o idiota com eles, sem que reclamem de coisa alguma, ainda bancam os idiotas conosco" (Valery Larbaud).

Na madrugada deste dezesseis de novembro deixou-nos a ilustre Carmela. Nossa labradora preta partiu com dez anos completos, em decorrência de complicações causadas pelo diabete e pela famigerada displasia coxofemoral. Ignoramos quão fulminantes podem ser estas doenças, mas sua decadência foi acelerada. Em casa, quando pensamos que ela ainda começaria a desenvolver os sintomas da displasia, logo caiu imobilizada. Porque passou pelo veterinário para indicação do tratamento necessário, descobrimo-la diabética. Semana retrasada, quando visitou pela última vez a clínica, mostrou tanto os dentes para o rapaz que lhe cortou as unhas que não imaginaríamos o rápido desfecho. Final acelerado, sofrimento abreviado, é o que nos consola.

Vez ou outra mencionamo-la em nossas colunas. Sua presença dentro de casa foi constante, a todo momento procurando alguém que lhe atenuasse a perpétua carência. Estivéssemos na sala ou no quarto, se ela não estivesse estritamente ao lado, estaria a poucos metros. Elas, no caso, pois sempre acompanhava e fazia-se acompanhar de nossa mestiça Bahiana. O que resmungássemos seria acompanhado do barulho de sua cauda a bater no chão: "está falando comigo? Estou atenta". Atendêssemos o telefone e de sua parte a mesma reação: "é para mim?".

Nossa ausência de hábito de tudo filmar e tudo fotografar fez com que perdêssemos cenas páreas para o cachorro "Nino", personagem célebre do Youtube.com. Ao chegar em casa, precisávamos abrir a porta com cuidado, pois a depender da hora ela estaria atrás, aguardando-nos no escuro. Ouvia o barulho do carro antes de todos. Não balançava apenas sua cauda, mas o corpo inteiro. Ao falarmos com ela, começava a gemer alto, como querendo responder: "sou eu que estou aqui, não se lembra de mim?". Nosso humor de cotidiano azedo rendia-se e ajoelhávamos para brincar. Era o sinal para ela virar uma espécie de cambalhota, em vez de simplesmente deitar-se como uma cachorra civilizada.

Carmela desenvolveu o hábito de segurar com os dentes a barra da roupa das pessoas e acompanha-las. Ora a perna de uma bermuda ou a perna de uma calça, ora a saia ou o vestido da mãe, ora um casaco ou qualquer pano que descuidássemos. Prendia o tecido e postava-se ao nosso lado, com o garbo de um cavalo marchador. Onde quer que andássemos, e andávamos à toa apenas para tentar medir sua birutice, e lá seguia-nos ela. Ganindo, de preferência, o que causou espanto em mais de uma faxineira. Da última vez que sonhamos com ela, era exatamente isto que fazia.

Desenvolveu desvios de ordem sexual. Sempre que um quadrúpede monta sobre o outro na época do acasalamento, ele monta por trás. Caso sejam duas fêmeas, a que está por cima esfrega seu ventre na traseira da que está por baixo. Carmela, pois bem, montava pelo lado, esfregando seu ventre nas costelas da parceira. Ela, e somente ela, quem desenvolvia depois a chamada "gravidez psicológica". O que nos rendia algumas noites mal dormidas. Passando o tempo e verificando que nada nascia, iniciava um período de lamentos noturnos por meio de uivos. Esta cachorra verbalizou seus sentimentos de maneira mais eficaz que muitas pessoas. Uivos longos e lamentosos, de preferência após a meia noite. "Está virando lobisomem?", perguntávamos nos dias seguintes.

Tudo que encontrava vinha mostrar-nos. Mesmo que obtivesse conosco. Um pedaço de pão que lhe déssemos era exibido, mostrado, ainda que jamais devolvido e muito menos compartilhado. Quando abríamos a porta do quintal, antes de maiores festas, ela saía à cata de algo para trazer-nos, fosse o que fosse - e sempre gemendo. Tratávamos como relíquia o que ela nos trazia, estímulo para mais uma peculiaridade. Nem tudo, porém, contava com nossa aprovação. Quando ainda criançona, entrou esfuziante na cozinha, pulando sobre nós com algo preto na boca. Parecia querer, isso sim, compartilhar. Era a asa de um pássaro que ela matou e estava comendo ao chegarmos. Ralhamos com ela, percebendo seu desapontamento: "mas está tão gostoso!". Doutra feita, abrimos a porta do quintal à noite e notamos a ausência de ambas. Chamamos e logo vem Carmela, requebrando-se como passista bêbada de escola de samba. Entrando em nosso campo de visão, vimos que trazia nos dentes um rato enorme, recém abatido. "Solta isso já!", gritamos. Novamente decepcionada, escondeu o rato no fundo de sua casa e deitou-se na frente, desafiadora. Deu-se ao desplante de cruzar as patas dianteiras. Retriever do Labrador é raça de busca! Não é para matar! Deve apenas localizar a presa abatida e trazer! Não houve argumento que a fizesse entregar o rato e, sinceramente, havíamos acabado de jantar e não insistimos demais. Quando afirmamos que ela era o genérico da raça, ninguém entendia porque...

Carmela foi esta composição de alegria e insanidade que durante dez anos conviveu conosco. Guardando o costume de almoçar com os cães à volta, sempre atiramos alguma sobra. Caso o hábito explique a diabete, não nos arrefece o espanto diante de uma prática familiar generalizada. Comia de tudo: o que devia e o que não devia. Demorássemos a dar-lhe algo, apoiava seu queixo em nossa perna. Certa vez, ela estava com aparência distraída ao nosso lado. Fizemos uma bola com o guardanapo de papel e atiramos em sua cabeça. Não tão distraída como pensamos, pegou a bola no ar e engoliu sem saber o que era. E qualquer coisa fazia-a salivar a ponto de pingar. Até casca de frutas. Banana foi sua paixão, a ponto de não se facilitar com fruteiras baixas. Devorava-as com casca e tudo. De onze cães que compuseram nossa família, cada qual com sua personalidade, Carmela aprontou tais que afirmávamos: "na próxima encarnação vem como gente". E que amiga daria.


Ricardo de Mattos
Taubaté, 23/11/2015


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Píramo e Tisbe de Ricardo de Mattos
02. Omissão de Ricardo de Mattos
03. Livrarias de Ricardo de Mattos
04. Ação Social de Ricardo de Mattos
05. Antes que seque de Guilherme Pontes Coelho


Mais Ricardo de Mattos
Mais Acessadas de Ricardo de Mattos em 2015
01. Sobre caramujos e Omolu - 20/4/2015
02. Alcorão - 26/1/2015
03. Espírito e Cura - 20/7/2015
04. Carmela morreu. - 23/11/2015
05. Silêncio - 17/8/2015


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




INQUISIÇÃO - A ÉPOCA DAS TREVAS
ABEL GLASER
ALVORADA NOVA
(1999)
R$ 12,00



REVISTA GALILEU / EDIÇÃO 290
AUT. DIVERSOS
GLOBO
(2015)
R$ 8,00



ENSINAR E APRENDER A PENSAR
MARIA HELENA SALEMA
TEXTO
(1997)
R$ 23,10



O PODER MÁGICO DAS CORES
RAYMOND BUCKLAND
SICILIANO
(1989)
R$ 12,00



AS ESTGRATÉGIAS DE ZEUS
GARY HART
NOVA CULTURAL
(1987)
R$ 13,00
+ frete grátis



O TEATRO NA FRANÇA
RENÉ LALOU
DIFUSÃO EUROPEIA DO LIVRO
(1956)
R$ 12,00



PRÍNCIPE VALENTE Nº 16 - 9174
HAROLD FOSTER
SABER
(1974)
R$ 25,00



HISTÓRIA DA INGLATERRA
HUME, DAVID
UNESP
(2017)
R$ 57,13



EU SOU ASSIM E VOU TE MOSTRAR
HEINZ JANISCH
BRINQUE BOOK
(2017)
R$ 35,00



MINISTÉRO PÚBLICO - REFLEXÕES SOBRE PRINCIPIOS E FUNÇOES INSTITUCIONAI
CARLOS VINICIUS ALVES RIBEIRO
ATLAS
(2010)
R$ 33,90





busca | avançada
39917 visitas/dia
1,1 milhão/mês