O bosque das almas infratoras | Elisa Andrade Buzzo | Digestivo Cultural

busca | avançada
37883 visitas/dia
1,3 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Rinoceronte, poemas em prosa de Ronald Polito
>>> A forca de cascavel — Angústia (FUVEST 2020)
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
Colunistas
Últimos Posts
>>> Revisores de Texto em pauta
>>> Diogo Salles no podcast Guide
>>> Uma História do Mercado Livre
>>> Washington Olivetto no Day1
>>> Robinson Shiba do China in Box
>>> Karnal, Cortella e Pondé
>>> Canal Livre com FHC
>>> A história de cada livro
>>> Guia Crowdfunding de Livros
>>> Crise da Democracia
Últimos Posts
>>> Uma crônica de Cinema
>>> Visitação ao desenho de Jair Glass
>>> Desiguais
>>> Quanto às perdas I
>>> A caminho, caminhemos nós
>>> MEMÓRIA
>>> Inesquecíveis cinco dias de Julho
>>> Primavera
>>> Quando a Juventude Te Ferra Economicamente
>>> Bens de consumo
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Lobato e os amigos do Brasil
>>> A Promessa da Política, de Hannah Arendt
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Luciano do Valle (1947-2014)
>>> Por que as velhas redações se tornaram insustentáveis on-line
>>> Ação Social
>>> Dá-lhe, Villa!
>>> forças infernais
>>> 20 de Abril #digestivo10anos
>>> Pensando sozinho
Mais Recentes
>>> A Arvore dos Anjos de Lucinda Riley pela Arqueiro (2017)
>>> A Herdeira da Morte de Melinda Salisbury pela Fantastica Rocco (2016)
>>> Uma Gentileza por Dia de Orly Wahba pela Benvira (2017)
>>> Eu sou as Escolhas que Faço de Elle Luna pela Sextante (2016)
>>> Coroa Cruel - Série a Rainha Vermelha de Victoria Aveyard pela Seguinte (2016)
>>> Sade em Sodoma de Flávio Braga pela BestSeller (2008)
>>> Curso de Filosofia em Seis Horas e Quinze Minutos de Witold Gombrowicz pela José Olympio (2011)
>>> O pequeno Principe de Antoine de Saint Exupery pela Agir (2009)
>>> Zoloé e Suas Duas Amantes de Marquês de Sade pela Record (1968)
>>> Expressões Diante do Trono de Ministério de Louvor Diante do Trono pela Diante do Trono (2003)
>>> A separação dos amantes - uma fenomenologia da morte de Igor Caruso pela Cortez (1989)
>>> Os Titãs / A Saga da Família Kent (Volume V) de John Jakes pela Record/ RJ.
>>> A Universidade em Ritmo de Barbárie de José Arthur Giannotti pela Brasiliense (1986)
>>> A Mulher Só de Harold Robbins/ (Tradução) Nelson Rodrigues pela Record/ RJ.
>>> Dependência e desenvolvimento na América Latina - ensaio de interpretação sociológica de Fernando Henrique Cardoso e Enzo Faletto pela Zahar (1970)
>>> Tubarão de Peter Benchley pela Nova Cultural (1987)
>>> O Titã de Fred Mustard Stewart pela Record
>>> O Beijo da Mulher Aranha de Manuel Puig pela Codecri/ RJ. (1981)
>>> A Traição de Rita Hayworth/ Capa Dura de Manuel Puig pela Circulo do Livro/ SP. (1993)
>>> Boquitas Pintadas/ Capa Dura de Manuel Puig pela Circulo do Livro/ SP. (1988)
>>> Kit De Estudo Para Concursos: Só concursos (3 CDs + Folheto) + Guia do Concurseiro + Redação para Concursos de Equipe Mundial Editorial pela DCL - difusão cultural do livro (2016)
>>> Numa Terra Estranha de James Baldwin pela Rio Gráfica (1986)
>>> 1934 de Alberto Moravia pela Rio Gráfica (1986)
>>> Mil Platôs Vol. 1 de Gilles Deleuze e Félix Guattari pela 34 (2011)
>>> A Menina que Roubava Livros de Markus Zusak pela Intrínseca/RJ. (2007)
>>> Mil Platôs Vol. 2 de Gilles Deleuze e Félix Guattari pela 34 (2011)
>>> Mil Platôs Vol. 3 de Gilles Deleuze e Félix Guattari pela 34 (2012)
>>> Ajin - Demi-Human #01 de Gamon Sakurai pela Panini (2016)
>>> Ajin - Demi-Human #02 de Gamon Sakurai pela Panini (2016)
>>> Ajin - Demi-Human #03 de Gamon Sakurai pela Panini (2016)
>>> Incendio de Troia (capa dura couro) de Marion ZimmerBradley pela Circulo do Livro/ SP. (1994)
>>> Ajin - Demi-Human #04 de Gamon Sakurai pela Panini (2017)
>>> Ajin - Demi-Human #05 de Gamon Sakurai pela Panini (2017)
>>> Ajin - Demi-Human #06 de Gamon Sakurai pela Panini (2017)
>>> Ajin - Demi-Human #07 de Gamon Sakurai pela Panini (2017)
>>> Ajin - Demi-Human #08 de Gamon Sakurai pela Panini (2017)
>>> Ajin - Demi-Human #09 de Gamon Sakurai pela Panini (2017)
>>> The Buenos Aires Affair de Manuel Puig pela Nova Cultural (1987)
>>> Ajin - Demi-Human #10 de Gamon Sakurai pela Panini (2018)
>>> Ajin - Demi-Human #11 de Gamon Sakurai pela Panini (2018)
>>> Estratégia da Decepção de Paul Virilio pela Estação Liberdade (2000)
>>> Ajin - Demi-Human #12 de Gamon Sakurai pela Panini (2019)
>>> The Buenos Aires Affair de Manuel Puig pela Circulo do Livro/ SP. (1989)
>>> The Buenos Aires Affair de Manuel Puig pela Codecri (1981)
>>> Fort of Apocalypse #10 de Yu Kuraishi, Kazu Inabe pela JBC/Ink Comics (2016)
>>> The Buenos Aires Affair de Manuel Puig pela Codecri (1981)
>>> Fort of Apocalypse #09 de Yu Kuraishi, Kazu Inabe pela JBC/Ink Comics (2016)
>>> Fort of Apocalypse #08 de Yu Kuraishi, Kazu Inabe pela JBC/Ink Comics (2016)
>>> Festa Sob as Bombas - Os Anos Ingleses de Elias Canetti pela Estação Liberdade (2009)
>>> Fort of Apocalypse #07 de Yu Kuraishi, Kazu Inabe pela JBC/Ink Comics (2016)
COLUNAS

Quinta-feira, 23/6/2016
O bosque das almas infratoras
Elisa Andrade Buzzo

+ de 2600 Acessos

Caminha por esses resquícios de bosques cortados por ruelas e cingidos de bolsões de estacionamentos. Quem por aqui está acaso se lembra de seu próprio nome e o que exatamente o traz? Elevam-se as construções dos institutos do hospital que aos poucos invadiu as ruas próximas, devastando como uma doença se espalha e finca raízes para apodrecer. Aqui brotaram prédios, médicos, funcionários, e nos dias de semana chovem doentes buscando a cura, o alívio, ou o entendimento.

E nas ruazinhas destransitadas há cancelas separando os lugares ermos daqueles mais ermos ainda, onde só entram os perdidos ou quem tem muita certeza do destino, adentrando no interior do espigão prestes a descambar para o leito do rio. Pergunta: onde está o instituto? A entrada para os raros transeuntes é liberada pela borda. Nem tudo é trancafiado, há sempre locais de passagem obliterados. O segurança diz: é um prédio amarelo e alto; siga em frente e verá.

A partir daí, ninguém mais; a não ser uma inacessível mulher de branco fumando por trás de um gradeado. À medida que se caminha fica-se cada vez mais perto à avenida-rio, escoadouro. Ao ronco dos ônibus une-se o rumor vagaroso das árvores, de espécies tão indistinguíveis pela sua altura, tão bem-postas no final ameno do verão. Sabe que encontrará o instituto, mas isso já não lhe importa.

Explica: vou na triagem. No amplo hall o porteiro permite sua entrada na dimensão dos esquecidos, dos que inventam histórias e nelas acreditam. Corredores amplos e amarelos grudam na memória, e o grupo de entendidos aguarda quem chega num balcão. Nele chega dobrando um par de corredores vazios, cada sala com uma placa informativa. Aqui tudo tenta ser bem explicado, para que não haja meias verdades nem duplos entendimentos.

Depois de preencher uma longa ficha de inscrição, uma consulta em que se refazem as mesmas questões numa sala com uma grande janela. Lá está o último pedaço de vegetação visível, reconfortante. Suas respostas soam artificiais, interpretação de um ator de si mesmo, de uma vida recriada em palavras dosadas com dramaticidade.

O monólogo é entrecortado pelas questões moduladas com gentileza. Já pensou em suicídio? Já deixou de fazer alguma coisa por causa de alguma indisposição? Já... Por que “já”, se a vida é no agora e será no depois? Pensa: Os doentes do corpo, estes aqui estão todos dormindo. Acordados e andando nesses bosques estão os de alma infratora.


Elisa Andrade Buzzo
São Paulo, 23/6/2016


Quem leu este, também leu esse(s):
01. O que vai ser das minhas fotos? de Ana Elisa Ribeiro
02. Contra a breguice no Facebook de Marta Barcellos
03. Joana a Contragosto, Mirisola em queda livre de Jardel Dias Cavalcanti
04. Hilda Hilst, o IPTU e a Chave da Cidade de Yuri Vieira
05. A Onda de Protestos e o Erro de Jabor de Humberto Pereira da Silva


Mais Elisa Andrade Buzzo
Mais Acessadas de Elisa Andrade Buzzo em 2016
01. Um safra de documentários de poesia e poetas - 2/6/2016
02. A noite em que Usain Bolt ignorou nosso Vinicius - 25/8/2016
03. Antonia, de Morena Nascimento - 14/4/2016
04. Meu querido mendigo - 18/8/2016
05. O bosque das almas infratoras - 23/6/2016


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




EM BRASÍLIA, DEZENOVE HORAS
TIAGO
DO AUTOR
(1994)
R$ 23,00



AMIGOS DE DEUS
JOSEMARÍA ESCRIVA
QUADRANTE
(2000)
R$ 22,00



DEATH NOTE: ALVOS 8
TSUGUMI OHBA
JBC
(2001)
R$ 10,00



FÊNIX E HARPIA: FACES MÍTICAS DA POESIA E DA POÉTICA DE IVAN JUNQ
CHRISTINA RAMALHO
ACADEMIA BRASILEIRA DE LETRAS
(2005)
R$ 19,82



HENRI MATISSE -COLEÇÃO FOLHA GRANDES MESTRES DA PINTURA 8
TRAD MARTIN ERNESTO RUSSO
FOLHA DE SÃO PAULO
(2007)
R$ 5,90



MENINO DE OLHO VIVO
RICARDO AZEVEDO
ÁTICA
(1996)
R$ 14,24



O CONSTRUTIVISMO E A ALFABETIZAÇÃO - (AUTOGRAFADO)
IVANILDE MOREIRA
LIVRUS
(2009)
R$ 80,00



A HORA E VEZ DO RIO DE JANEIRO E NOVO GOVERNO
JOÃO PAULO DOS REIS VELLOSO
JOSÉ OLYMPIO
(2007)
R$ 14,00



BEIRA-MAR - MEMÓRIAS 4
PEDRO NAVA
NOVA FRONTEIRA
(1985)
R$ 15,00



GILSON MARTINS - VIAJANDO NO DESIGN
GLÁUCIA CENTENO, GILSON MARTINS
ESTAÇAO DAS LETRAS
(2008)
R$ 37,00





busca | avançada
37883 visitas/dia
1,3 milhão/mês