Um safra de documentários de poesia e poetas | Elisa Andrade Buzzo | Digestivo Cultural

busca | avançada
51690 visitas/dia
2,0 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Prefeitura de SP institui gratificação de até R$ 1.500 reais para diminuir rotatividade de docentes
>>> Queen Immortal faz show em homenagem ao aniversário de Freddie Mercury
>>> Projeto cultural gratuito traz cinema e teatro para cidades goianas
>>> Festival da Linguiça de Bragança retorna com expectativa de 70 mil visitantes
>>> O Buraco d’Oráculo leva dois espetáculos de seu repertório a praça em São Miguel Paulista
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Elvis, o genial filme de Baz Luhrmann
>>> As fezes da esperança
>>> Quem vem lá?
>>> 80 anos do Paul McCartney
>>> Gramática da reprodução sexual: uma crônica
>>> Sexo, cinema-verdade e Pasolini
>>> O canteiro de poesia de Adriano Menezes
>>> As maravilhas do modo avião
>>> A suíte melancólica de Joan Brossa
>>> Lá onde brotam grandes autores da literatura
Colunistas
Últimos Posts
>>> Canções Cruas, por Jacque Falcheti
>>> Running Up That Hill de Kate Bush por SingitLive
>>> Oye Como Va com Carlos e Cindy Blackman Santana
>>> Villa candidato a deputado federal (2022)
>>> A história do Meli, por Stelleo Tolda (2022)
>>> Fabio Massari sobre Um Álbum Italiano
>>> The Number of the Beast by Sophie Burrell
>>> Terra... Luna... E o Bitcoin?
>>> 500 Maiores Álbuns Brasileiros
>>> Albert King e Stevie Ray Vaughan (1983)
Últimos Posts
>>> Os chinelos do Dr. Basílio
>>> Ecléticos e eficazes
>>> Sarapatel de Coruja
>>> Descartável
>>> Sorria
>>> O amor, sempre amor
>>> The Boys: entre o kitsch, a violência e o sexo
>>> Dura lex, só Gumex
>>> Ponto de fuga
>>> Leite, Coalhada e Queijo
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Graciliano Ramos, o gigante
>>> Entrevista com Gerald Thomas
>>> O fim do (meu) automóvel
>>> Sobre o som e a fúria
>>> 27 de Fevereiro #digestivo10anos
>>> Minhas caixas de bombons
>>> Direto do show do Chickenfoot
>>> Suicídio da grande imprensa
>>> Como ser uma webcelebridade
>>> O abalo sísmico de Luiz Vilela
Mais Recentes
>>> O Defunto Adão e Eva no Paraiso e Outros de Eça de Queiros pela Edição de Ouro
>>> Encontro À Meia-noite de Liliana Iacocca pela Ftd (1988)
>>> Ó (de) Itabira de Marcus Accioly pela José Olympio (1980)
>>> O Moleque Ricardo de Jose Lins do Rego pela Jose Olympio (1981)
>>> Os Colegas de Lygia Bojunga pela Jose Olympio (1995)
>>> O Velho Feiticeiro de Assis Brasil pela Melhoramentos
>>> A Filosofia Contemporanea de Wolfgand Stegmuller pela Edusp
>>> O Negócio do Século XXI - o Guia do Pai Rico de Robert Kiyosaki pela Campus (2011)
>>> Alimentos Saudáveis, Alimentos Perigosos - Guia Prático de Readers Digest pela Do Autor
>>> Antes Que o Sol Apareça de Lucília Junqueira de Almeida Prado pela Brasiliense (1984)
>>> O Velho da Horta Auto da Barca do Inferno Farsa de Inês Pereira de Gil Vicente, Segismundo Spina pela Brasiliense (1996)
>>> A Herança de Beni - uma Aventura Histórica e Virtual de Enio Rechtman / Silvio Fisberg pela Hebraica
>>> Feliz Ano Velho de Marcelo Rubens Paiva pela Brasiliense (1995)
>>> O Muiraquitã - Coleção Jovens do Mundo Todo de Odette de Barros Mott pela Brasiliense
>>> Contos de Andersen de Monteiro Lobato pela Brasiliense (1958)
>>> Aprender Economia de Paul Singer pela Brasiliense (1994)
>>> Jesus de Paulo Leminski pela Brasiliense (1984)
>>> O Romance de Tristão e Isolda de Joseph Bédier pela Wmf Martins Fontes (2012)
>>> Fogo Morto de José Lins do Rego pela José Olimpio (1991)
>>> Qué Camino Tomar? de Edwin Becerra pela Santillana (2005)
>>> O Poder do Super Bicho de Edy Lima pela Melhoramentos (1979)
>>> Regras Oficiais de Beisebol de Não Consta pela Brasil (2008)
>>> Enigma na Televisão - Série Vaga-lume de Marcos Rey pela Atica (1991)
>>> Ímpar de Marcelo Carneiro da Cunha pela Projeto (2002)
>>> O Caso dos Modelos de Pernas Longas de Etle Stanley Garcher pela Circulo do Livro
COLUNAS

Quinta-feira, 2/6/2016
Um safra de documentários de poesia e poetas
Elisa Andrade Buzzo

+ de 5000 Acessos

Tivemos neste ano e em 2015 a exibição, em grandes festivais em São Paulo, de documentários sobre poetas ou personalidades visceralmente ligadas ao universo da poesia. Sabemos que haveria muito mais a fazer, mas já é um motivo de felicidade para quem gosta, para quem faz poesia e para a cultura brasileira em termos de memória e resgate.

Massao Ohno – poesia presente, de Paola Vargas, que estreou em 2015 na 39ª Mostra Internacional de Cinema, faz um registro da cena editorial da poesia paulistana nas décadas de 60 a 90 a partir da figura do editor Massao Ohno. Depoimentos de amigos e poetas editados por ele, assim como familiares, imagens de arquivo e entrevistas com Massao feitas pela diretora dão um tom multifacetado ao documentário, sobrepondo-se a personalidade irrequieta e com ares excêntricos do editor e artista gráfico, morto em 2010.

Já em abril deste ano, na 21º edição do É Tudo Verdade - Festival Internacional de Documentários, dois documentários cariocas sobre poetas estrearam. Walter Carvalho, na primeira exibição do documentário Manter a cordilheira sem o desmaio da planície, todo dedicado à vida e obra do poeta Armando Freitas Filho, falou rapidamente ao público de sua inclinação ao tema poetas e poesia. “Eu sempre quis saber como vive um poeta. Ele pega ônibus, vai ao supermercado? Como ele acha a palavra do poema?”, disse.

Reflexões sobre o amor, a morte, a condição existencial e também uma espécie de guia do pensamento poético de Armando são alinhavadas por uma montagem eficiente. O poeta, com sua gagueira e percepção de mundo sui generis, se mostra como uma personagem bastante cativante. As locações das filmagens, em sua casa na Urca, num hospital desativado (que acaba gerando uma brincadeira com sua hipocondria), rendem belas imagens com detalhes sutis, como o sol se pondo ao final do documentário, em uma conversa sobre a morte.

Cacaso na corda-bamba, dirigido por José Joaquim Salles e PH Souza, aborda de forma bastante completa a vida do poeta, compositor e desenhista Cacaso, Antônio Carlos de Brito. Um documentário vibrante, dinâmico e sensível, como se mostra o próprio Cacaso, com farto material de arquivo, depoimentos de familiares e figuras da música e literatura, e muitos originais do poeta, até mesmo algumas vezes mostrados em forma de animação. Na abertura do festival, Salles frisou o papel do documentário não deixar a obra de Cacaso, que morreu jovem, aos 43 anos, ser esquecida.

Considerado um dos grandes nomes da poesia marginal dos anos 1970, Cacaso não só teve grande atividade como autor, mas também agitador cultural no cenário carioca da época. O longa explora sua figura divertida, cabelos longos, sandálias de couro, bolsa a tiracolo; alguns depoimentos dão uma visão transparente de sua personalidade. O resgate de sua infância na fazenda em Minas Gerais, assim como sua mudança para o Rio de Janeiro ainda menino em decorrência de problemas com asma dão um panorama bem completo também de sua vida. Criado para ser fazendeiro, Cacaso teve um destino bem diferente do que era o esperado pela família, destacando-se no cenário das artes.

Tanto Armando quanto Cacaso nos contam histórias curiosas sobre encontros com grandes poetas, como Manuel Bandeira e Carlos Drummond de Andrade. E o que posso imaginar dessas histórias dos poetas iniciantes reverenciando os mais velhos é uma espécie de “passagem de bastão”. Em ambos os documentários há um interesse e preocupação em mostrar cadernos dos poetas, seus originais e processo criativo. Vemos uma abertura de processo de criação corajosa e bonita, por parte de Armando. Uma artista múltiplo que já parecia estar à frente de seu tempo, no caso de Cacaso. Toda uma vida baseada na poesia. Ainda, o que vemos nesses três documentários é a personalidade marcante e carismática de pessoas totalmente voltadas ao mundo da poesia, tendo-a como principal mote de suas vidas, que acabam sendo excelentes personagens, quase que ficcionais.


Elisa Andrade Buzzo
São Paulo, 2/6/2016


Mais Elisa Andrade Buzzo
Mais Acessadas de Elisa Andrade Buzzo em 2016
01. Um safra de documentários de poesia e poetas - 2/6/2016
02. A noite em que Usain Bolt ignorou nosso Vinicius - 25/8/2016
03. Meu querido mendigo - 18/8/2016
04. Antonia, de Morena Nascimento - 14/4/2016
05. O bosque das almas infratoras - 23/6/2016


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Um Tronco no Meio do Caminho
Rosana Rios
Positivo
(2010)



O Símbolo Perdido
Dan Brown
Sextante
(2009)



O Jogo das Contas de Vidro
Hermann Hesse
Brasiliense
(1973)



Sem Trabalho... por Quê?
Cnbb
Salesiana
(1999)



Desen - viver - volvendo ... Repensando o cotidiano
Carpinelli e Schabbel
Iglu
(1996)



Engineers Data Book
Clifford Matthews
Wiley
(2012)



Pandora
Sylvia Fraser
M&s
(1976)



Civilização Planetária
Leonardo Boff
Sextante
(2003)



Sempre Há uma Chance
Lucimara Breve
J. S.
(2000)



Plt 459 Direito Civil Brasileiro 3
Carlos Roberto Gonçalves
Saraiva
(2012)





busca | avançada
51690 visitas/dia
2,0 milhão/mês