A fotografia é um produto ou um serviço? | Fabio Gomes | Digestivo Cultural

busca | avançada
29791 visitas/dia
1,1 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
>>> Leminski, estações da poesia, por R. G. Lopes
>>> Crônica em sustenido
Colunistas
Últimos Posts
>>> Banco Inter É uma BOLHA???
>>> Não Aguento Mais a Empiricus
>>> Nubank na Hotmart
>>> O recente choque do petróleo
>>> Armínio comenta Paulo Guedes
>>> Jesus não era cristão
>>> Analisando o Amazon Prime
>>> Amazon Prime no Brasil
>>> Censura na Bienal do Rio 2019
>>> Tocalivros
Últimos Posts
>>> O céu sem o azul
>>> Ofendículos
>>> Grito primal V
>>> Grito primal IV
>>> Inequações de um travesseiro
>>> Caroço
>>> Serial Killer
>>> O jardim e as flores
>>> Agradecer antes, para pedir depois
>>> Esse é o meu vovô
Blogueiros
Mais Recentes
>>> O apanhador no campo de centeio
>>> Curriculum vitae
>>> O Salão e a Selva
>>> Ed Catmull por Jason Calacanis
>>> Por que a Geração Y vai mal no ENEM?
>>> Por que a Geração Y vai mal no ENEM?
>>> A massa e os especialistas juntos no mesmo patamar
>>> Entrevista com Jacques Fux, escritor e acadêmico
>>> Nuno Ramos, poesia... pois é
>>> Literatura e interatividade: os ciberpoemas
Mais Recentes
>>> Amor de Perdição / Eurico, o Presbítero de Camilo Castelo Branco / Alexandre Herculano pela Círculo do livro (1978)
>>> Carajás de Paulo Pinheiro pela Casa Publicadora Brasileira (2007)
>>> Menopausa de Diversos pela Nova Cultural (2003)
>>> Guia de Dietas de Diversos pela Nova Cultural (2001)
>>> Seguros: Uma Questão Atual de Coordenado pela EPM/ IBDS pela Max Limonard (2001)
>>> O Significado dos Sonhos de Diversos pela Nova Cultural (2002)
>>> A Dieta do Tipo Sanguíneo - A B O AB de Peter J. D'Adamo pela Campus (2005)
>>> Cem Noites - Tapuias de Ofélia e Narbal Fontes pela Ática (1982)
>>> Direito do Trabalho ao Alcance de Todos de José Alberto Couto Maciel pela Ltr (1980)
>>> Manon Lescaut de Abade Prévost pela Ediouro (1980)
>>> A Reta e a Curva: Reflexões Sobre o Nosso Tempo de Riccardo Campa (com) O. Niemeyer (...) pela Max Limonard (1986)
>>> Introdução às Dificuldades de Aprendizagem de Vítor da Fonseca pela Artes Médicas (1995)
>>> Dos Crimes Contra a Propriedade Intelectual: Violação... de Eduardo S. Pimenta/ Autografado pela Revista dos Tribunais (1994)
>>> O Cortiço de Aluísio Azevedo pela Ática (1988)
>>> A Voz do Mestre de Kahlil Gibran pela Círculo do livro (1973)
>>> O Jovem e seus Assuntos de David Wilkerson pela Betânia (1979)
>>> Emília no País da Gramática de Monteiro Lobato pela Brasiliense (1978)
>>> The Art Direction Handbook for Film de Michael Rizzo pela Focal Press (2005)
>>> A Escrava Isaura de Bernardo Guimarães pela Melhoramentos (1963)
>>> O Grande Conflito de Ellen G. White pela Casa Publicadora Brasileira (1983)
>>> Filosofia do Espírito de Jerome A. Shaffer pela Zahar (1980)
>>> Muito Além das Estrelas de Álvaro Cardoso Gomes pela Moderna (1997)
>>> A Grande Esperança de Ellen G. White pela Casa Publicadora Brasileira (2011)
>>> É Fácil Jogar Xadrez de Cássio de Luna Freire pela Ediouro (1972)
>>> O Espião que saiu do Frio de John Le Carré pela Abril cultural (1980)
>>> A Primeira Reportagem de Sylvio Pereira pela Ática (1988)
>>> Distúrbios Psicossomáticos da Criança de Haim Grunspun pela Atheneu
>>> Aprenda Xadrez com Garry Kasparov de G. Kasparov pela Ediouro (2003)
>>> Poemas para Viver de P. C. Vasconcelos Jr. pela Salesiana Dom Bosco (1982)
>>> A Casa dos Bronzes de Ellery Queen pela Círculo do livro (1976)
>>> Warcraft Roleplaying Game de Christopher Aylott e outros pela Blizzard / Arthaus / wizards (2004)
>>> A Dama do Lago de Raymond Chandler pela Abril cultural (1984)
>>> ABC do Vôo Seguro de Manoel J. C. de Albquerque Filho pela O Popular (1981)
>>> A Relíquia de Eça de Queirós pela Klick (1999)
>>> Manual Completo de Aberturas de Xadrez de Fred Reinfeld pela Ibrasa (1991)
>>> Para Sempre - Os Imortais - volume 1 de Alyson Noel pela Intrínseca (2009)
>>> A Máscara de Dimítrios de Eric Ambler pela Abril cultural (1984)
>>> Rômulo e Júlia - Os Caras-Pintadas de Rogério Andrade Barbosa pela Ftd (1993)
>>> O Nariz do Vladimir de José Arrabal pela Ftd (1989)
>>> Perigosa e Fascinante de Merline Lovelace pela Nova Cultural (2002)
>>> Brincar de Viver de Maggie Shayne pela Nova Cultural (2001)
>>> O Grande Conquistador de Rita Sofia Mohler pela Escala (1978)
>>> Comédias para se Ler na Escola de Luis Fernando Veríssimo pela Objetiva (2001)
>>> As 21 Irrefutáveis Leis da Liderança de John C. Maxwell pela Agir (2007)
>>> Dungeon master guide de Jonathan Tweet / Skip Williams pela Core Rulebook II (2000)
>>> Disfunção Cerebral Mínima de Antonio Branco Lefévre - Beatriz Helena Lefevre pela Sarvier (1983)
>>> Viagem Fantástica II - Rumo ao Cérebro de Isaac Asimov pela Best Seller (1987)
>>> Tpm Número 57 Maio 2009 de Caetano Veloso pela Trip (2009)
>>> Incorporações Imobiliárias de J. Nascimento Franco/ Nisske Gondo pela Revista dos Tribunais (1984)
>>> Cavalo-Marinho no Céu de Edmund Cooper pela Hemus
COLUNAS

Segunda-feira, 31/7/2017
A fotografia é um produto ou um serviço?
Fabio Gomes

+ de 2100 Acessos

Há alguns meses, uma cliente me perguntou quanto custava o meu pacote de ensaio fotográfico. Quatrocentos reais, respondi, esclarecendo a seguir que ela receberia todas as fotos produzidas, sem limite. Ah tá, mas eu quero só umas sete fotos, assim assim assado, ficaria quanto?, quis saber ela. Fiz algumas perguntas para entender bem o que ela queria, e orcei em R$ 250. Evidentemente que ela de imediato fez duas contas: a de que por "apenas sete fotos" eu cobraria mais que a metade do valor do ensaio, e de que ela estaria pagando mais de R$ 35 por foto. Concordei que, matematicamente, ela estava certa, mas que a questão não era esta. A questão é que, quisesse ela 7 ou 70 fotos, da mesma forma eu precisaria estar com o equipamento carregado, ficando X horas à disposição dela, mais aproximadamente Y horas editando o material, e que nem em sonho eu faria apenas 7 cliques - a chance de todos eles saírem "geniais" é tão mínima que pode ser considerada nula.

Evidentemente esta não foi a primeira (nem a última) vez que isto aconteceu, o que tem me feito pensar a respeito do assunto. Concluí que há um certo descompasso entre o que os clientes esperam (produto) e o que o profissional da fotografia entrega (serviço). 

Tradicionalmente, a economia foi sendo estruturada pelo ser humano com base em produtos. Antigamente, mesmo antes de existir dinheiro, se fazia o escambo: um agricultor trocava parte da produção dele de trigo por algumas cabeças de gado de um fazendeiro vizinho, ficando este com trigo para fazer seu pão e o outro com carne para comer e couro para vestir ou fazer tapetes. A criação do dinheiro gerou um parâmetro confiável de troca, já que ficava difícil a cada vez decidir quanto trigo equivalia a quantas reses. A população também ia aumentando, e com ela surgindo novas demandas e as especializações das funções. Em vez do pecuarista receber trigo em troca de seu gado e ele mesmo ter que fazer seu pão, ele passou a receber dinheiro, com o qual ia à padaria adquirir pães.

Então o pecuarista quando compra pão está adquirindo um produto, não é? Sim e não. Ou, melhor dizendo, ele está adquirindo um produto também. Inseparavelmente, ele também está pagando por um serviço. Se antes o pecuarista recebia trigo como escambo e ele mesmo fazia seu pão, agora está pagando para alguém - o padeiro - que vai atrás de trigo bom e a um preço razoável para fazer pão quentinho de hora em hora ao longo do dia. Sendo grande a demanda, só o padeiro e sua família não dão mais conta de tocar a padaria sozinhos, e então o padeiro precisa contratar outras pessoas que façam pão, cuidem do caixa, entreguem pão na vizinhança etc etc. Então o pecuarista, você, eu, todo mundo que compra pão está pagando pelo pão (produto) + pelos serviços que o padeiro nos presta (resumidamente, gerir todo esse sistema que nos garanta que a qualquer hora que cheguemos a seu estabelecimento haja pão quentinho), e no fim de tudo isso o padeiro ainda precisa ter lucro, do contrário não conseguirá manter essa roda girando. 

Então, a rigor, em quase tudo o que a gente compra está incluído o fator serviço. Algumas vezes ao serviço está acoplado um produto, ou seja, um objeto. Como não faz mais que quinze, vinte anos que a cultura digital passou a ser forte em nosso mundo, é natural que, ao efetuar um pagamento, boa parte das pessoas (ainda) espere receber algo material. Penso que este é um dos fatores que levaram à volta dos discos de vinil (os LPs) ou mesmo a explicação da longevidade da preferência pela foto em papel (já abordada por mim em outro artigo). 

É fácil entender o raciocínio da minha cliente, descrito no parágrafo de abertura deste texto. Antes de haver fotos digitais, você tinha que revelar todas as poses de um filme (havia os de 12, 24 e 36 poses) e o cliente escolhia quantas queria, e eventualmente se queria mais de uma cópia de determinada imagem, e aí o fotógrafo voltava ao laboratório para encomendar (ou eventualmente ele mesmo revelava). Eu mesmo trabalhava assim até por volta de 1993.

Esta cultura era tão forte que, mesmo na fase da foto digital, eu segui raciocinando nesses termos por algum tempo. Cheguei a fazer centenas de fotos de um show e levar ao artista para que ele escolhesse as fotos com as quais iria ficar - o que significa que precisei antes editar as centenas de fotos. Ou seja, eu mesmo seguia pensando em termos de produto. Esta experiência, e outras, acabaram me mostrando que o correto é tratar o trabalho de um fotógrafo como serviço. Não faz sentido ir cobrir um show, contratado pelo artista que o realiza, e depois vender as fotos individualmente para ele - sendo uma encomenda, você nem pode oferecer estas fotos para outra pessoa. 

Parei então de pensar em termos de fotografia como produto e passei a me considerar como um prestador de serviço. Tanto que em meu blog informo, no post de como encomendar um ensaio comigo, que a entrega das imagens se dará em formato digital; se o cliente preferir outro modo, que gere custos - por exemplo, que as fotos sejam impressas e dispostas num álbum -, terei que acrescentar estes custos ao valor orçado.

Pensando bem, como em praticamente todos os casos o fotógrafo produz as imagens especialmente para o cliente, hoje em dia só faz sentido pensar na venda de foto como produto se o cliente quiser adquirir fotos do acervo que o fotógrafo já possui - o que, convenhamos, é raríssimo.

A foto que ilustra o post foi feita em Maceió, no ano passado.


Fabio Gomes
Maceió, 31/7/2017


Mais Fabio Gomes
Mais Acessadas de Fabio Gomes em 2017
01. O jornalismo cultural na era das mídias sociais - 11/9/2017
02. Noel Rosa - 2/10/2017
03. Longa vida à fotografia - 20/2/2017
04. O que te move? - 29/5/2017
05. Inquietações de Ana Lira - 24/4/2017


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




PROSPECÇÃO DE JAZIDAS LÍTICAS EM ARQUEOLOGIA: PROPOSTA METODOLÓGICA
ULISSES CYRINO PENHA
NOVAS EDIÇÕES ACADÊMICAS
R$ 321,00



ASSISTENTES VIRTUAIS INTELIGENTES E CHATBOTS
LEÔNCIO TEIXEIRA CRUZ, ANTONIO JUAREZ ALENCAR, EBER ASSIS SCHMITZ
BRASPORT
R$ 80,00



O EVANGELHO SEGUNDO O FILHO
NORMAN MAILER
RECORD
(1998)
R$ 13,39



ATUALIDADES VESTIBULAR GUIA DO ESTUDANTE
GUIA DO ESTUDANTE - VÁRIOS AUTORES
ABRIL
(2009)
R$ 5,00



A QUESTÃO AMBIENTAL E AS CIÊNCIAS SOCIAIS
IDÉIAS ANO 8 (2) DE 2001
UNICAMP (CAMPINAS SP)
(2001)
R$ 26,82



MÁRIO DE ANDRADE - LITERATURA COMENTADA
JOÃO LUIZ LAFETA
NOVA CULTURAL
(1990)
R$ 5,00



CADERNO DE APOIO ESTATÍSTICA APLICADA À GESTÃO
CRISTINA VILHENA DE MENDONÇA J. CALDEIRA
UNIVERSIDADE ABERTA
(1997)
R$ 73,64



GUIA COMPLETO DO FUNCION DE UMA EMPRESA : MICRO MÉDIA E GRANDE 7239
ROGR BARKI JOSY ALZOGARAY
VOZES
(1985)
R$ 11,00



SEM TEMPO PARA CHORAR
MARILUSA MOREIRA VASCONCELLOS
RADHU
R$ 28,00



RAIO X DO LIVRO ESPIRITA
EURÍPEDES KUHL
ALIANÇA
(2003)
R$ 5,00





busca | avançada
29791 visitas/dia
1,1 milhão/mês