Existem vários modos de vencer | Fabio Gomes | Digestivo Cultural

busca | avançada
62542 visitas/dia
1,7 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Poeta Ivete Nenflidio lança obra 'Ataque - cale-se agora e para sempre'
>>> Alunos de Ribeirão Preto constroem maquete com trajetória das águas da cidade até o mar
>>> Coletivo oferece eventos de danças angolanas em outubro e novembro
>>> Releitura de Ian Soffredini, O Pequeno Príncipe faz sessões em Santos
>>> 4º Edição Point BlackCultural
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> A pior crônica do mundo
>>> O que lembro, tenho (Grande sertão: veredas)
>>> Neste Momento, poesia de André Dick
>>> Jô Soares (1938-2022)
>>> Casos de vestidos
>>> Elvis, o genial filme de Baz Luhrmann
>>> As fezes da esperança
>>> Quem vem lá?
>>> 80 anos do Paul McCartney
>>> Gramática da reprodução sexual: uma crônica
Colunistas
Últimos Posts
>>> Marcelo Tripoli no TalksbyLeo
>>> Ivan Sant'Anna, o irmão de Sérgio Sant'Anna
>>> A Pathétique de Beethoven por Daniel Barenboim
>>> A história de Roberto Lee e da Avenue
>>> Canções Cruas, por Jacque Falcheti
>>> Running Up That Hill de Kate Bush por SingitLive
>>> Oye Como Va com Carlos e Cindy Blackman Santana
>>> Villa candidato a deputado federal (2022)
>>> A história do Meli, por Stelleo Tolda (2022)
>>> Fabio Massari sobre Um Álbum Italiano
Últimos Posts
>>> Baby, a chuva deve cair. Blade Runner, 40 anos
>>> Conforme o combinado
>>> Primavera, teremos flores
>>> Além dos olhos
>>> Marocas e Hermengardas
>>> Que porcaria
>>> Singela flor
>>> O cerne sob a casca
>>> Assim é a vida
>>> Criança, minha melhor idade
Blogueiros
Mais Recentes
>>> 19 de Outubro #digestivo10anos
>>> Etapas da criação de uma pintura digital * VÍDEO *
>>> Separar-se, a separação e os conselhos
>>> Genealogia da Moral, de Nietzsche
>>> Robinson Shiba do China in Box
>>> Como escrever bem — parte 1
>>> Lendo no Kindle
>>> 89 FM, o fim da rádio rock
>>> O do contra
>>> Tecnologia de Minority Report
Mais Recentes
>>> Iniciação à história da filosofia: Dos pré-socráticos a Wittgenstein de Danilo Marcondes pela Zahar (2015)
>>> X-Men Extra 2ª Série - nº 9 - supersoldados de Editor: Rogério Saladino Declan Shalvey pela Panini (2014)
>>> O Primo Basílio de Eça de Queirós pela Klick (1997)
>>> The World of the First Australians de R. M ; C. H Berndt pela Lansdowne press (1977)
>>> O Guardião da Sétima Passagem: A Porteira Luminosa de Rubens Saraceni pela Madras (2018)
>>> Eleanor & Park de Rainbow Rowell pela Novo Seculo (2019)
>>> Pedagogia Crítica Uma metodologia na construção do conhecimento de Maria rosa cavalheiro marafon pela Vozes (2001)
>>> Edgar Cayce On Atlantis de Edgay Evans Cayce pela Greenhouse Publications (1989)
>>> Actas e Actos do Governo Provisório de Dunshee de Abranches pela Memória Federal (1998)
>>> Currículo: Teoria e História de Ivor F. GOodson pela Vozes (1995)
>>> O amor nos tempos do cólera de Gabriel García Márquez pela Record (2009)
>>> A Arte do Johrei - Ensinamentos Meishu Sama de Johrei no waza pela Luxriens (2000)
>>> O segredo de Jasper Jones de Craig Silvey pela Intrínseca (2012)
>>> A Família Moskat de Isaac Bashevis Singer pela Francisco Alves (1982)
>>> Guia Politicamente Incorreto da História do Mundo de Leandro Narloch pela Leya (2013)
>>> Sir Lancelote, Onde Esta Voce? de Kate Mcmullan pela Rocco (2006)
>>> O começo de tudo de Robyn Schneider pela Novo Conceito (2014)
>>> Livro Infantil? Projeto Gráfico Metodologia e Subjetividade de Guto Lins pela Rosari (2002)
>>> Ame e Dê Vexame de Roberto Freire pela Master Pop (2013)
>>> We - a Chave da Psicologia do Amor Romântico de Robert A. Johnson pela Mercuryo (1987)
>>> A Economia das Crises de Nouriel Roubini e Stephen Mihm pela Intrínseca (2010)
>>> A Mala de Hana de Karen Levine pela Melhoramentos (2007)
>>> Contos Folclóricos Brasileiros de Marco Haurélio; Mauricio Negro pela Paulus (2010)
>>> Geometria Analítica de Reis pela LTC (1996)
>>> Dropz de Rita Lee pela Globo (2017)
COLUNAS

Segunda-feira, 12/3/2018
Existem vários modos de vencer
Fabio Gomes

+ de 14000 Acessos

A ideia de escrever este artigo me ocorreu após publicar em meu blog - mais exatamente no post A Semana nº 47 - que fiquei em 5º lugar em recente seleção, via edital, para uma exposição em Maceió. Me parece natural divulgar isto em um blog criado para compartilhar informações sobre meu trabalho como fotógrafo e cineasta. Mas é evidente que não desconheço que, numa sociedade competitiva como a nossa, muitos não aprovam, ou ao menos não costumam, compartilhar "derrotas".

Coloco "derrotas" entre aspas porque não considero, a rigor, a aludida colocação no concurso como uma derrota de fato. Havia apenas uma vaga, e como houve cinco candidatos que preencheram todos os requisitos do edital - sendo eu um deles - evidentemente o júri apontou o trabalho que, no seu entender, melhor fechava com a proposta da instituição que abriu a seleção. Onde outros podem ver uma derrota, vejo uma oportunidade de aprendizado. Sim, porque você pode ficar se lamentando - ou pode analisar o resultado e pensar o que poderia ter feito melhor para, numa próxima oportunidade, obter melhor classificação.


Maré baixa na Ponta Verde
- Maceió, 8.10.17


Durante alguns anos no começo desta década, trabalhei como produtor/ produtor associado de alguns profissionais da área da Música, e o tema "editais" era tópico constante nas conversas. Certa vez uma cantora me questionou se valia a pena ela, morando no Sudeste, se inscrever em um festival do Norte, pois o evento não previa ajuda de custo para a viagem. Respondi que valia a pena sim se inscrever, pois era uma grande oportunidade de ter seu trabalho avaliado por profissionais do ramo - como vocês sabem, em geral as opiniões que nos chegam sobre nosso trabalho são de familiares e amigos próximos. Um júri de festival tem uma isenção em relação a nós que parentes e amigos não têm, por mais que possam querer. Obtida uma classificação, ela poderia pensar num modo de viabilizar as passagens. 

Ela aceitou meu conselho, se inscreveu e teve sua música classificada - porém não conseguiu, dentro do prazo, apoio para as passagens. Mas teve como saldo positivo para o fato de ter se inscrito a certeza de que sua música era no mínimo tão boa quanto as outras selecionadas. No ano seguinte, ela se inscreveu em outro festival, desta vez no estado vizinho no qual reside, classificou novamente e conseguiu as passagens a tempo, apresentando-se no evento e sendo muito elogiada - além de ter um vídeo de sua participação publicado no YouTube. Eis aqui outro "efeito colateral positivo" da decisão de se inscrever: muitas portas podem se abrir para você, o que não aconteceria de modo algum se você optasse por não enviar seu trabalho.

Há ainda outro aspecto que me parece altamente positivo em relação a submeter seu trabalho a editais. Você recebe um forte estímulo para pensar sobre o seu trabalho de formas que, ao natural, não faria. E não estou chamando de estímulo a premiação em dinheiro (embora ela claramente seja muito bem-vinda!). Falo exatamente da fase de inscrição, onde muitas vezes você precisa detalhar em textos de certo fôlego aspectos do seu trabalho sobre os quais, muitas vezes, você não parara para pensar racionalmente (isso, ao menos, acontece direto comigo!).

Por fim, determinados editais pedem como contrapartida a realização de alguma atividade aberta à comunidade, o que pode resultar, por vezes, na criação de novos produtos. Foi isto, aliás, que aconteceu no já mencionado edital de Maceió. Uma das exigências era que o artista oferecesse uma oficina ao público. Isto me levou a criar uma oficina de Fotografia.

Ora, se participo de um edital e não sou selecionado, mas nesse processo acabo tendo a "chave" que procurava para criar uma nova Oficina, que poderei inscrever em outros editais e também oferecer para contratação por instituições, não vejo como poderia me considerar "derrotado" nesse processo. A vida no geral é bem mais diversa do que as classificações simplórias querem nos fazer crer.


Fabio Gomes
Macapá, 12/3/2018


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Epitáfio do que não partiu de Luís Fernando Amâncio
02. O fim dos livros físicos? de Luís Fernando Amâncio
03. Partilha do Enigma: poesia de Rodrigo Garcia Lopes de Jardel Dias Cavalcanti
04. A desgraça de ser escritor de Luís Fernando Amâncio
05. O bosque inveterado dos oitis de Elisa Andrade Buzzo


Mais Fabio Gomes
Mais Acessadas de Fabio Gomes
01. Literatura Falada (ou: Ora, direis, ouvir poetas) - 11/5/2020
02. Existem vários modos de vencer - 12/3/2018
03. O jornalismo cultural na era das mídias sociais - 11/9/2017
04. Noel Rosa - 2/10/2017
05. Etapas em combustão - 18/4/2016


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Língua sem Vergonha
Josué Machado
Civilização Brasileira
(2011)



Os Inovadores - Como um Grupo de Hackers, Gênios e Geeks
Walter Isaacson
Intrinseca
(2020)



Ética, Estratégia e Comunicação
Luciano Zajdsznajder
FGV
(1999)



Bom-dia, Preguiça!
Corinne Maier
Campus
(2005)



Flying Home - Penguin Readers
Stephen Rabley
Pearson Longman
(2008)



Rá, Rá, Ri, Ró... Ria! Novas Piadas para Crianças
Paulo Tadeu
Matrix
(2009)



O Médico Jesus - 1ª Edição - Confira !!!
José Carlos de Lucca
Ebm
(2009)



doutor Goebbels
Roger Manvell e Heinrich
madras
(2012)



A Window on the Universe - Confira!
Jennifer Bassett
Oxford University Press
(1999)



365 Mensagens de Sabedoria e Compaixão
Dalai Lama
Sextante
(2007)





busca | avançada
62542 visitas/dia
1,7 milhão/mês