No palco da vida, o feitiço do escritor | Cassionei Niches Petry | Digestivo Cultural

busca | avançada
45137 visitas/dia
2,3 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Projeto Memória leva legado de Lélia Gonzalez ao CCBB BH
>>> DJ Erick Jay participa de A Quebrada É Boa, evento realizado pelo Monarckas em Sapopemba
>>> Circomuns Com Circo Teatro Palombar
>>> Prêmio AF de Arte Contemporânea abre inscrições para a edição comemorativa de 10 anos
>>> Inscrições abertas para o Prêmio LOBA Festival: objetivo é fomentar o protagonismo de escritoras
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> A pulsão Oblómov
>>> O Big Brother e a legião de Trumans
>>> Garganta profunda_Dusty Springfield
>>> Susan Sontag em carne e osso
>>> Todas as artes: Jardel Dias Cavalcanti
>>> Soco no saco
>>> Xingando semáforos inocentes
>>> Os autômatos de Agnaldo Pinho
>>> Esporte de risco
>>> Tito Leite atravessa o deserto com poesia
Colunistas
Últimos Posts
>>> Jensen Huang, da Nvidia, na Computex
>>> André Barcinski no YouTube
>>> Inteligência Artificial Física
>>> Rodrigão Campos e a dura realidade do mercado
>>> Comfortably Numb por Jéssica di Falchi
>>> Scott Galloway e as Previsões para 2024
>>> O novo GPT-4o
>>> Scott Galloway sobre o futuro dos jovens (2024)
>>> Fernando Ulrich e O Economista Sincero (2024)
>>> The Piper's Call de David Gilmour (2024)
Últimos Posts
>>> O mais longo dos dias, 80 anos do Dia D
>>> Paes Loureiro, poesia é quando a linguagem sonha
>>> O Cachorro e a maleta
>>> A ESTAGIÁRIA
>>> A insanidade tem regras
>>> Uma coisa não é a outra
>>> AUSÊNCIA
>>> Mestres do ar, a esperança nos céus da II Guerra
>>> O Mal necessário
>>> Guerra. Estupidez e desvario.
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Paciência e imediatismo
>>> Babação do popular
>>> A arte do romance, por Milan Kundera
>>> Micronarrativa e pornografia
>>> Os dois lados da cerca
>>> A primeira vez de uma leitora
>>> Se eu fosse você 2
>>> Banana Republic
>>> Da Poesia Na Música de Vivaldi
>>> Os autômatos de Agnaldo Pinho
Mais Recentes
>>> Livro Inventor de Poesia de Margarete Solange Moraes pela 8 (2014)
>>> Aqui, Agora: O Encontro De Jesus, Moises E Buda de Ian Mecler pela Record (2010)
>>> Remédio Maravilhoso De Jorge, O de Roald Dahl pela 34 (2018)
>>> A Longa Marcha Dos Grilos Canibais de Fernando Reinach pela Companhia Das Letras (2010)
>>> Universo e Vocabulário do Grande Sertão de Nei Leandro de Castro pela Livraria Jose Olympio (1970)
>>> Livro Literatura Estrangeira O Arqueiro e Suas Flechas de Jeffrey Archer pela Difel (1986)
>>> Estrategia Global de Mike W. Peng pela Cengage Learning Nacional (2008)
>>> Vintém De Cobre de Cora Coralina pela Global (2013)
>>> Die Brüder Karamasoff de Fjodor M. Dostojewskij pela C. Bertelmann
>>> Dictionnaire biographique des artistes contemporains 1910-1930 3 volumes de Edouard Joseph pela Art e edition (1930)
>>> Portões de Fogo de Steven Pressfield pela Marco Polo (2017)
>>> Posições Românticas na Literatura Inglesa - Antologia de Coord. Alvaro Pina pela Horizonte Universitario (1984)
>>> HQ Gibi nº 1 - Flash Gordon contra o Homem Elástico de Não Identificado pela Rge
>>> Livro Artes Sintaxe da Linguagem Visual de Donis A. Dondis pela Martins Fontes - Selo Martins (2007)
>>> Crônicas do Espírito Santo de Rubem Braga pela Ufes (1984)
>>> Um novo despertar de Maria Nazareth Dória pela Lúmen (2004)
>>> Les Leçons du Manuscrit - Questions de Génétique Textuelle de Diversos Autores pela Le Presses de Luniversite de Montreal (1992)
>>> Entre a História e a Liberdade de Margareth Rago pela Unesp (2001)
>>> A Longa Marcha Dos Grilos Canibais de Fernando Reinach pela Companhia Das Letras (2010)
>>> Livro Literatura Estrangeira Alta Fidelidade de Nick Hornby pela Companhia Das Letras (2013)
>>> Neoliberalismo Como Gestão Do Sofrimento Psíquico de Vladimir, Junior, Nelson Da Silva, Dunker, Christian Safatle pela Autêntica (2021)
>>> Amanhecer de Uma Nova Era de Divaldo Franco, pelo espirito Manoel Philomeno de Miranda pela Leal (2016)
>>> Espere O Inesperado de Roger Von Oech pela Bertrand (2003)
>>> Das Buch Der Ketzer de Walter Nigg pela Diogenes (1986)
>>> Filosofia Prática. Ética, Vida Cotidiana, Vida Virtual de Marcia Tiburi pela Record (2023)
COLUNAS

Quarta-feira, 13/2/2019
No palco da vida, o feitiço do escritor
Cassionei Niches Petry
+ de 4800 Acessos

O anfiteatro (1946) e O enfeitiçado (1954) são as duas novelas de Lúcio Cardoso que antecedem o monumental Crônica da casa assassinada (1959) e completam o volume As três histórias da cidade, junto com Inácio (1944), já comentada por aqui.

Na primeira, o narrador é Cláudio, mais um dos tantos personagens atormentados de Cardoso. Vivendo com seus pais e uma tia, o jovem de 19 anos começa a ter pressentimentos: “(...) a morte estava dentro daquela sala. E só eu a tinha visto. Só eu”. Logo seu pai morre e, a partir daí, se acentuam as brigas entre Margarida, sua mãe, e Laura, sua tia. A presença de um desconhecido no leito de morte do pai (“aqueles olhos fixos sobre mim causavam-me mal-estar”), que depois se tornará seu professor no curso de Medicina, será o motor que vai girar novos conflitos familiares. Aliás, está nesta novela um trecho que, de certa forma, resume os enredos do autor. É uma advertência da tia ao sobrinho: “(...) Ah, meu caro, você ignora o que são os segredos de família. Convivemos a vida toda com certas pessoas, sem que saibamos ao certo quem elas sejam”.

O enfeitiçado, por seu turno, retoma os personagens de Inácio. É a segunda parte da trilogia “Um mundo sem Deus”, que se completaria com Baltazar, novela que ficou inacabada devido à morte de Lúcio Cardoso. Em Inácio, Rogério Palma procura o pai (cujo nome dá título à novela), enquanto que em O enfeitiçado acontece o contrário. Inácio Palma está bem mais velho e sai em busca do filho pelos ambientes noturnos do Rio de Janeiro. Pede, para tanto, ajuda a um cartomante, que por sua vez, “empurra” a filha de 13 anos, Adélia, ao decrépito senhor, que acaba embebedando a adolescente e abusa dela enquanto dormia.

São narrativas fortes, angustiantes, no entanto ainda curtas, talvez por isso nos dando a sensação de incompletude, no sentido de obra aberta. Parece que nada se resolve, deixando o leitor mais perdido do que os próprios personagens. Gosto de literatura assim, que não me responde, mas sim me questiona e faz me sentir inquieto. Lúcio Cardoso enfeitiça. Sua feitiçaria, entretanto, alcança o auge na mais importante obra, que será tema de uma próxima coluna.


Cassionei Niches Petry
Santa Cruz do Sul, 13/2/2019

Quem leu este, também leu esse(s):
01. Anna Karenina, Kariênina ou a do trem de Eugenia Zerbini


Mais Cassionei Niches Petry
Mais Acessadas de Cassionei Niches Petry
01. Um conto-resenha anacrônico - 9/2/2022
02. Do canto ao silêncio das sereias - 14/11/2018
03. Notas confessionais de um angustiado (VII) - 4/9/2019
04. O abalo sísmico de Luiz Vilela - 1/9/2021
05. Por que HQ não é literatura? - 6/12/2017


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




O Mais Simples Presente
Stefanos Xenakis
Sextante
(2022)



Os Lusíadas
Luís de Camões
Ática
(1997)



Luís de Camões Coleção Vestibular
Luís de Camões
Klick
(1999)



Livro Auto Ajuda A História Do Outro Muda A Gente Por Que Precisamos Ouvir As Pessoas? Um Livro Do Ter.A.Pia
Alexandre Simone e Lucas Galdino
Nacional
(2023)



Proclim Programa de Atualização Em Clinica Médica
Antonio Carlos Lopes
Artmed
(2008)



The World of the First Australians
R. M ; C. H Berndt
Lansdowne press
(1977)



Asiáticos Podres De Ricos
Kevin Kwan
Record
(2018)



Guerras Secretas Guardiões da Galaxia - Nº 3
Panini Comics
Panini Comics
(2016)



A Metamorfose
Kafka
Sem



Exportar
Luiz Martins Garcia
Aduaneiras
(2004)





busca | avançada
45137 visitas/dia
2,3 milhões/mês