O Corpo que fala | Rennata Airoldi | Digestivo Cultural

busca | avançada
68513 visitas/dia
2,6 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Rinoceronte, poemas em prosa de Ronald Polito
>>> A forca de cascavel — Angústia (FUVEST 2020)
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
Colunistas
Últimos Posts
>>> Revisores de Texto em pauta
>>> Diogo Salles no podcast Guide
>>> Uma História do Mercado Livre
>>> Washington Olivetto no Day1
>>> Robinson Shiba do China in Box
>>> Karnal, Cortella e Pondé
>>> Canal Livre com FHC
>>> A história de cada livro
>>> Guia Crowdfunding de Livros
>>> Crise da Democracia
Últimos Posts
>>> Uma crônica de Cinema
>>> Visitação ao desenho de Jair Glass
>>> Desiguais
>>> Quanto às perdas I
>>> A caminho, caminhemos nós
>>> MEMÓRIA
>>> Inesquecíveis cinco dias de Julho
>>> Primavera
>>> Quando a Juventude Te Ferra Economicamente
>>> Bens de consumo
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Ser intelectual dói
>>> O Tigrão vai te ensinar
>>> O hiperconto e a literatura digital
>>> Aberta a temporada de caça
>>> Se for viajar de navio...
>>> Incompatibilidade...
>>> Alguns Jesus em 10 anos
>>> Blogues: uma (não tão) breve história (II)
>>> Picasso e As Senhoritas de Avignon (Parte I)
>>> Asia de volta ao mapa
Mais Recentes
>>> O Livro da moda de Alexandra Black pela Publifolha (2015)
>>> Rejuvelhecer a saude como prioridade de Sergio Abramoff pela Intrinseca (2017)
>>> O livro das evidencias de John Banville Tradução Fabio Bonillo pela Biblioteca Azul - globo (2018)
>>> O futebol explica o Brasil de Marcos Guterman pela Contexto (2014)
>>> O Macaco e a Essencia de Aldous Huxley pela Globo (2017)
>>> BATISTAS, Sua Trajetória em Santo Antônio de Jesus: o fim do monopólio da fé na Terra do Padre Mateus de Jorgevan Alves da Silva pela Fonte Editorial (2018)
>>> Playboy Bárbara Borges de Diversos pela Abril (2009)
>>> Sarah de Theresa Michaels pela Nova Cultural (1999)
>>> A Bela e o Barão de Deborah Hale pela Nova Cultural (2003)
>>> O estilo na História. Gibbon & Ranke & Macaulay & Burckhardt de Peter Gay pela Companhia das Letras (1990)
>>> Playboy Simony de Diversos pela Abril (1994)
>>> Invasão no Mundo da Superfície de Mark Cheverton pela Galera Junior (2015)
>>> José Lins Do Rego- Literatura Comentada de Benjamin Abdala Jr. pela Abril Educação (1982)
>>> A modernidade vienense e as crises de identidade de Jacques Le Rider pela Civilização Brasileira (1993)
>>> Machado De Assis - Literatura Comentada de Marisa Lajolo pela Abril Educação (1980)
>>> A Viena de Wittgenstein de Allan Janik & Stephen Toulmin pela Campus (1991)
>>> O Velho e o Mar de Ernest Hemingway pela Círculo do livro (1980)
>>> Veneno de Alan Scholefield pela Abril cultural (1984)
>>> O Livreiro de Cabul de Asne Seierstad pela Record (2007)
>>> Os Dragões do Éden de Carl Sagan pela Francisco Alves (1980)
>>> O Espião que sabia demais de John Le Carré pela Abril cultural (1984)
>>> Administração de Materiais de Jorge Sequeira de Araújo pela Atlas (1981)
>>> Introdução à Programação Linear de R. Stansbury Stockton pela Atlas (1975)
>>> Como lidar com Clientes Difíceis de Dave Anderson pela Sextante (2010)
>>> As 3 Leis do Desempenho de Steve Zaffron e Dave Logan pela Primavera (2009)
>>> Curso de Educação Mediúnica 1º Ano de Vários Autores pela Feesp (1996)
>>> Recursos para uma Vida Natural de Eliza M. S. Biazzi pela Casa Publicadora Brasileira (2001)
>>> Jesus enxuga minhas Lágrimas de Elza de Almeida pela Fotograma (1999)
>>> As Aventuras de Robinson Crusoé de Daniel Defoe pela LPM Pocket (1997)
>>> Bulunga o Rei Azul de Pedro Bloch pela Moderna (1991)
>>> Menino de Engenho de José Lins do Rego pela José Olympio (1982)
>>> Terra dos Homens de Antoine de Saint-Exupéry pela Nova Fronteira (1988)
>>> O Menino de Areia de Tahar Ben Jelloun pela Nova Fronteira (1985)
>>> Aspectos Endócrinos de Interesse à Estomatologia de Janete Dias Almeida pela Unesp (1999)
>>> Nociones de Historia Linguística y Estetica Literaria de Antonio Vilanova- Nestor Lujan pela Editorial Teide/ Barcelona (1950)
>>> El Estilo: El Problema y Su Solucion de Bennison Gray pela Editorial Castalia/ Madrid (1974)
>>> El Cuento y Sus Claves de Raúl A. Piérola/ Alba Omil (profs. Univ. Tucumán pela Editorial Nova, Buenos Aires (1955)
>>> Las Fuentes de La Creacion Literaria de Carmelo M. Bonet pela Libr. del Collegio/ B. Aires (1943)
>>> As Hortaliças na Medicina Doméstica/ Encadernado de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar (1976)
>>> A Flora Nacional na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Arlington Park de Rachel Cusk pela Companhia das Letras (2007)
>>> Muitas Vidas, Muitos Mestres de Brian L Weiss pela Salamandra (1991)
>>> As Frutas na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Coleção Agatha Christie - Box 8 de Agatha Christie; Sonia Coutinho; Archibaldo Figueira pela HarperCollins (2019)
>>> As Irmãs Aguero de Cristina García pela Record (1998)
>>> Não Faça Tempestade Em Copo Dágua no Amor de Richard Carlson pela Rocco (2001)
>>> Um Estudo Em Vermelho - Edição De Bolso de Arthur Conan Doyle pela Zahar (2013)
>>> Eu, Dommenique de Dommenique Luxor pela Leya (2011)
>>> Os Cavaleiros da Praga Divina de Marcos Rey pela Global (2015)
>>> O Futuro da Filosofia da Práxis de Leandro Konder pela ExpressãoPopular (2018)
COLUNAS

Quarta-feira, 24/7/2002
O Corpo que fala
Rennata Airoldi

+ de 2400 Acessos

As palavras traduzem muito de nossos sentimentos e pensamentos, se compreendidas com exatidão. Dizer e ouvir aquilo que se deseja é, sem dúvida, uma sensação sublime. No teatro, assim como na vida, as palavras têm um papel fundamental. Grandes autores, grandes obras não sobreviveriam através dos tempos se não fosse a escrita. Assim, à partir do instante em que as palavras lidas ecoam no espaço, temos a "fala", o texto dito, temos palavras vivas.

Teatro é uma soma de elementos. É o mesmo que uma imensa duna de areia. Pequenos grãos se unem e juntos fazem parte de algo muito maior: uma duna inteira! Uma só andorinha não faz verão! No fazer teatral, é a mesma coisa. Todos os detalhes somados de maneira coerente determinam um bom espetáculo. Do instante em que é "fecundado" por uma idéia inicial até o momento em que é concebido no contato com o espectador. E para que ele seja bem degustado, deve ser compreendido por aqueles que assistem. Alguns códigos são estabelecidos e, aos poucos, serão decodificados e traduzidos em sensações, sentimentos, pensamentos, questionamentos, lamúrias, etc. Não importa qual a escolha daquele que propõe o jogo teatral, mas sim que ele seja compreendido por um público determinado, para que cumpra seu papel enquanto veículo de comunicação e formação cultural.

Há cerca de uma semana, o grupo russo "CIA DEREVO" apresentou no teatro do Sesc Anchieta o espetáculo "Once...". Russos? Sim. E deu para "entender" tudo! (Sei que este texto pode estar parecendo conversa de bêbado mas logo, tudo se conectará! [Para usar a gíria atual.]) Essa companhia foi fundada em 1988 na cidade de São Petersburgo. Desde então desenvolve seu trabalho mesclando "commedia dell'arte", mímica, butoh e clown. Fazendo ainda utilização do cinema, literatura, artes plásticas unindo, num mesmo espetáculo, drama e comédia. A linguagem desenvolvida pelo grupo comunica tudo através de ações físicas, gestos, intenções, o que diz respeito ao Corpo. Respiração, presença cênica, sons, ruídos. Nenhuma palavra!

Não que a ausência da palavra seja determinante para a compreensão de um espetáculo em uma língua que não entendemos. Eu mesma já assisti a vários espetáculos em outras línguas, sem legenda e totalmente compreensíveis. Mas não é esse o ponto em questão. Quero falar de algo que é universal e que é compreendido em qualquer parte do mundo, sendo a matéria do homem: o corpo. Não importa a nacionalidade, seja onde for, o homem nu carrega a mesma essência. Assim, é fácil compreender um corpo com dor, um corpo alegre pois em toda a parte ele se manifesta de maneira semelhante. A memória física que carregamos durante toda a história da humanidade faz com que nossas reações se repitam e se expressem de maneira similar. Sempre!

O espetáculo "Once..." através de seus "tipos", identificáveis em qualquer cultura por serem arquétipos do ser humano, fala de um tema igualmente universal com muito humor: AMOR. O Amor e os devaneios de alguém que está perdidamente, cegamente apaixonado. Todo esse imaginário, somado a um "corpo que fala" contava sem enigmas toda a "história". Assim, os grãos das palavras não faziam falta. Elas estavam implícitas nas atitudes, grunidos, sons, músicas e gestos. Tudo se encaixava perfeitamente, como num quebra cabeça. Engana-se quem acha que o Teatro depende única e exclusivamente de uma "verborragia" infinita! Os mais sábios dizem: o bom ator se reconhece pela pausa! (Esclarecendo que a pausa não é o silêncio vazio. É algo muito mais complexo...)

É um desafio para o ator construir "um corpo que fala". Na arte oriental, não existe a separação dança e teatro. Ambas as manifestações artísticas se fundem. Para nós, existe a Dança e o Teatro. Fala-se muitas vezes que um ator difere-se de um bailarino por "um corpo que fala". Seria por pronunciar palavras? E um bailarino que só faz uma repetição de movimentos sem dizer nada com o corpo? Dança? Sem dúvida, a linguagem do corpo é a linguagem universal. Mas trabalhar o corpo e falar através dele não é tão simples. Na verdade, o corpo traduz externamente nossos sentimentos, sensações, desejos. Sem dúvida a "CIA DEREVO" conseguiu falar muito através da "dança-teatro" ou ainda do "teatro-dança" sem dizer uma palavra!

Boletim da "II Mostra de Teatro Cemitério de Automóveis"
Esta última semana na mostra foi um sucesso! É surpreendente a presença maciça do público que tem acompanhado todo o desenrolar desse grande "festival". Na sexta-feira, temos a última oportunidade para conhecer o primeiro texto de Joeli Pimentel. O ator, que participa de vários espetáculos da mostra, traz à cena sua primeira peça: "Comprei um Trêsoitão e fui brincar com Deus". É um texto que trata do submundo de maneira precisa, sem rodeios. Fala claramente do desejo, do relacionamento entre um homem e uma mulher. Dois amigos que um dia disputaram uma mesma mulher. Um já "saciado" e cansado da convivência. O outro ainda fascinado e tomado por um sentimento de perda muito grande. Ela, Gel, já não sabe se fez a opção certa: teria sido diferente se ficasse com Samuca ao invés de Pepe? Há, sem dúvida, muitas formas de amar alguém. As escolhas que fazemos são determinantes... Com cenas ágeis e objetivas, o texto traduz friamente os sentimentos e alma humana e o sofrimento é igual para qualquer classe social. O homem que tem poucas perspectivas, que trai, que pune, que ameaça, que agride. Que, de alguma forma, busca se salvar. A direção é de Mário Bortolotto, que também atua na peça trazendo o próprio autor: Joeli pimentel. O elenco conta ainda com Wilton Andrade e Junia Busch. Vale à pena conferir e conhecer mais um autor que desponta nos palcos da cidade.

Confira toda a programação da Mostra através do site: www.cemiteriodeautomoveis.hpg.ig.com.br


Rennata Airoldi
São Paulo, 24/7/2002


Quem leu este, também leu esse(s):
01. De olho em você de Marilia Mota Silva


Mais Rennata Airoldi
Mais Acessadas de Rennata Airoldi em 2002
01. Cartas que mudaram a História! - 10/4/2002
02. Do primeiro dia ao dia D - 13/3/2002
03. Enfim: Mário Bortolotto! - 25/9/2002
04. A Nova Hora, A Hora da Estrela! - 6/3/2002
05. Uma conversa com Reinaldo Moraes - 18/9/2002


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




SUPERVISORES CADERNOS DE GESTÃO
TREVOR FOXEN E TREVOR PECK
GRADIVA
(1992)
R$ 17,00



KEI MITSUUCHI: AI PIEDI DELLA CROCE (ITALIAN EDITION)
GIOVANNI TESTORI
MAZZOTTA
(1985)
R$ 45,82



PRINCÍPIOS DE RELAÇÕES HUMANAS - VOL. 3
NORMAN R. F. MAIER
RECORD
(1966)
R$ 6,90



NUEVO LISTO PARTE A . ESPAÑOL A TRAVES DE TEXTOS
ROBERTA AMENDOLA
SANTILLANA / MODERNA
(2012)
R$ 19,90



NOSSAS ACONTECÊNCIAS - CAUSOS DE IRAPÉ
ANDRÉIA CASSIA PINTO
CEMIG
(2006)
R$ 6,90



O COMPORTAMENTO ANIMAL
FERNANDO A. LUIS A. DE REYNA E FRANCISCO BRAZA
BIBLIOTECA SALVAT
(1979)
R$ 10,00



SENÕES DA BÍBLIA
ALDEONOFF POVOAS
ND
(1953)
R$ 24,50



CAETANO VELOSO LITERATURA COMENTADA
PAULO FRANCHETTI E ALCYR PÉCORA
NOVA CULTURAL
R$ 6,90



O REI BIGODEIRA E SUA BANHEIRA
AUDREY WOOD; DON WOOD; GISELA MARIA PADOVAN
ATICA
(2010)
R$ 40,00



ATLAS DE ANATOMIA HUMANA - VOLUME I
WERNER SPALTEHOLZ
ROCA
(1988)
R$ 39,90





busca | avançada
68513 visitas/dia
2,6 milhões/mês