Duas escritoras contemporâneas | Ricardo de Mattos | Digestivo Cultural

busca | avançada
59182 visitas/dia
2,1 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Exuberância - Moisés Patrício
>>> Missão à China
>>> Universidade do Livro desvenda os caminhos da preparação e revisão de texto
>>> Mississippi Delta Blues Festival será On-line
>>> Tykhe realiza encontro com Mauro Mendes Dias sobre O Discurso da Estupidez
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Alameda de água e lava
>>> Entrevista: o músico-compositor Livio Tragtenberg
>>> Cabelo, cabeleira
>>> A redoma de vidro de Sylvia Plath
>>> Mas se não é um coração vivo essa linha
>>> Zuza Homem de Mello (1933-2020)
>>> Eddie Van Halen (1955-2020)
>>> Prêmio Nobel de Literatura para um brasileiro - II
>>> Vandalizar e destituir uma imagem de estátua
>>> Partilha do Enigma: poesia de Rodrigo Garcia Lopes
Colunistas
Últimos Posts
>>> Zuza Homem de Mello no Supertônica
>>> Para Ouvir Sylvia Telles
>>> Van Halen ao vivo em 1991
>>> Metallica tocando Van Halen
>>> Van Halen ao vivo em 2015
>>> Van Halen ao vivo em 1984
>>> Chico Buarque em bate-papo com o MPB4
>>> Como elas publicavam?
>>> Van Halen no Rock 'n' Roll Hall of Fame
>>> A última performance gravada de Jimmi Hendrix
Últimos Posts
>>> Normal!
>>> Os bons companheiros, 30 anos
>>> Briga de foice no escuro
>>> Alma nua
>>> Perplexo!
>>> Orgulho da minha terra
>>> Assim ainda caminha a humanidade
>>> Três tempos
>>> Matéria subtil
>>> Poder & Tensão
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Led Zeppelin Vídeos
>>> Literatura na estrada (BH)
>>> Ser intelectual dói
>>> O hiperconto e a literatura digital
>>> Quem somos nós para julgar Michael Jackson?
>>> Culture to Digest
>>> Os novos filmes de Iñárritu
>>> Prêmio Nobel de Literatura para um brasileiro - II
>>> One-man show
>>> A difícil arte de fazer arte
Mais Recentes
>>> Feiticeiro do Norte - Rangers - Ordem dos Arqueiros 5 de John Flanagan pela Fundamento (2011)
>>> O Que é História 15ªed. -Coleção Primeiros Passos 17 de Vavy Pacheco Borges pela Brasiliense (1980)
>>> Estórias da Boca da Noite de Altimar Pimentel pela Thesaurus (1976)
>>> O Homem que calculava de Malba Tahan pela Record (2006)
>>> Só o Amor é Real - uma história de almas gêmeas que voltam a se unir de Brian L. Weiss pela Sextante (1996)
>>> Resgate de Erak - Rangers - Ordem dos Arqueiros 7 de John Flanagan pela Fundamento (2011)
>>> Cultura quilombola na Lagoa da Pedra, Arraias-TO de Wolfgang Teske pela Senado (2012)
>>> A Cartomante e outros Contos de Machado de Assis pela Moderna (2013)
>>> Constituições primeiras do arcebispado da Bahia de Arcebispo D. Sebastião Monteiro da Vide pela Senado (2007)
>>> Colônias imperiais na terra do café: camponeses trentinos (vênetos e lombardos) nas florestas brasileiras. Espírito Santo de Renzo Maria Grosselli pela Senado (2009)
>>> Reis de Clonmel - Rangers - Ordem dos Arqueiros 8 de John Flanagan pela Fundamento (2011)
>>> Caminhos do açúcar: engenhos e casas-grandes das Alagoas de Douglas Apratto Tenório e Cármen Lúcia Dantas pela Senado (2008)
>>> Cidades históricas - inventário e pesquisa: São Luís de Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional - IPHAN pela Senado (2007)
>>> Bandeiras nacional, históricas e estaduais de Derly Halfeld Alves pela Senado (2011)
>>> Halt em perigo - Rangers - Ordem dos Arqueiros 9 - de John Flanagan pela Fundamento (2011)
>>> Cidades históricas - inventário e pesquisa: Parati de Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional - IPHAN pela Senado (2007)
>>> Atualidade de Alberto Pasqualini de Pedro Simon pela Senado (2010)
>>> Grupo Galpão 15 Anos de Risco e Rito de Carlos Antonio Leite Brandão pela O Grupo (1999)
>>> As obras dos engenheiros militares Galluzzi e Sambuceti e do arquiteto Landi no Brasil colonial do século XVIII de Riccardo Fontana pela Senado (2005)
>>> Falando de Shakespeare de Barbara Eliodora pela Funarte Cultura Inglesa (1997)
>>> Um Minuto Para Morrer (Close-Up) de Arthur Hailey pela Nova Fronteira (1980)
>>> As constituições dos países da Comunidade de Língua Portuguesa comentadas de Fernando A. A. Mourão, Walter C. Porto e Thelmer M. Mantovanini pela Senado (2008)
>>> Candice Bergen de C. Bergen pela Francisco Alves (1987)
>>> Cidadania, sistema político e o Estado-juiz de Gabriel Portella Fagundes Neto e Glória Maria G. de Pádua Ribeiro Portella (organização) pela Senado (2017)
>>> Arte sacra de Alagoas: um tesouro da memória de Douglas Apratto Tenório, Leda Maria de Almeida, Cármen Lúcia Dantas pela Senado (2006)
>>> Os Fantoches de Deus de Morris West pela Record (1981)
>>> Apresentação de Afonso Arinos de Virgílio Costa pela Senado (2009)
>>> Grace Kelly - As Vidas Secretas da Princesa de James Spada pela Record (1987)
>>> Uma Longa Jornada de Nicholas Sparks pela Intrinseca (2013)
>>> A Paraíba e seus problemas de José Américo de Almeida pela Senado (2012)
>>> A noite das garrafadas de Chico Castro pela Senado (2012)
>>> Anotações de Vasconcelos de Drummond à sua biografia de Antonio de Meneses Vasconcelos de Drummond pela Senado (2012)
>>> À Primeira Vista de Nicholas Sparks pela Arqueiro (2012)
>>> Easy Guide to Multiplespeed Bicycling de Forest H. Beets pela Howard N. Sams (1974)
>>> A abolição de Osório Duque Estrada pela Senado (2005)
>>> De Eros a Gaia de Freeman Dyson pela Best Seller (1992)
>>> A presidência Campos Sales de Alcindo Guanabara pela Senado (2005)
>>> Querido John de Nicholas Sparks pela Novo Conceito (2010)
>>> A história dos símbolos nacionais de Milton Luz pela Senado (2005)
>>> O Capital e Manual de Economia Politica de Marta Harnecker e Lapidus e Ostrovitianov pela Global (1978)
>>> Formação histórica do Acre de Leandro Tocantins pela Senado (2001)
>>> A formação do capital e seu desenvolvimento de Leônidas de Resende pela Senado (2011)
>>> A Coluna Prestes no Piauí de Chico Castro pela Senado (2007)
>>> Amapá: a terra onde o Brasil começa de José Sarney e Pedro Costa pela Senado (2004)
>>> Diário de uma Paixão de Nicholas Sparks pela Novo Conceito (2010)
>>> O Guardião de Nicholas Sparks pela Arqueiro (2013)
>>> Um Homem de Sorte de Nicholas Sparks pela Novo Conceito (2011)
>>> Noites de Tormenta de Nicholas Sparks pela Arqueiro (2010)
>>> O Casamento de Nicholas Sparks pela Arqueiro (2012)
>>> O Casamento de Nicholas Sparks pela Arqueiro (2012)
COLUNAS

Segunda-feira, 26/7/2010
Duas escritoras contemporâneas
Ricardo de Mattos

+ de 7100 Acessos


Tatiana Salem Levy

"As pessoas vão ficando velhas e, com medo da morte, passam aos outros aquilo que deveriam ter feito mas, por motivos diversos, não fizeram" (Tatiana Salem Levy).

Um dos ensaios de Montaigne baseia-se em narrativa de Heródoto, cujo teor aconselha-nos a não declarar alguém feliz ou infeliz senão após o término de sua vida, visto que o julgamento pode ser alterado por um fato repentino e final. Embora discordemos que em sede biográfica uma ocorrência isolada possa comprometer o conjunto, reconhecemos a importância deste princípio para a Literatura. Devemos pronunciar-nos a respeito de um texto somente após leitura integral e cuidadosa. Perdoe-nos o leitor por constatar o óbvio, mas fazemo-lo como forma de penitência em relação aos livros de duas escritoras brasileiras contemporâneas: Tatiana Salem Levy e Nina Lemos.

A escritora e tradutora Tatiana Levy é autora do romance A chave de casa. A jornalista, blogueira e escritora Nina Lemos assina A ditadura da moda. Quanto ao primeiro, começamos a ficar enfastiados com a leitura, até o toque final revelar-nos o engenho da obra e cativar-nos. Quando recebemos um exemplar do segundo, lemos as orelhas e não sentimos grande motivação sequer para abri-lo. Contudo, identificado o ponto comum entre as obras, apostamos na leitura conjunta e deparamo-nos com seu valor.

A chave de casa ganhou em 2008 os prêmios São Paulo de Literatura e Jabuti. O título refere-se ao costume de antigos judeus que, expulsos de um lugar, levavam consigo a chave da casa e transmitiam-na de geração a geração na esperança de que um familiar voltasse a ela e retomasse a posse. É composto por duas palavras que merecem atenção pelo que simbolizam. "Casa" representa não somente o imóvel, mas contém um significado familiar e até dinástico outrora mais empregado: Casa de Bragança. "Chave" é o que permite decifrar, o que facilita compreender um assunto.

Desta feita, resgatando o passado, compreendendo seus familiares, entendendo-lhes a jornada, e acertando as contas, a narradora pode distinguir o que lhe era próprio do que era atávico e alcançar sua própria libertação pessoal. Embora seja relativamente discreta a afirmação desta atitude, sua execução consciente ou não é a base do texto. Notamos também a presença do círculo, do alfa e ômega, mas o leitor precisará correr as 206 páginas do romance para apreciar o efeito. Deveras, o estado psico-espiritual da narradora determina a opção pelo circular em detrimento do linear, e explica a estrutura fragmentada, praticamente cubista, do romance. Tentar adivinhar a partir do começo é arriscar-se em vão. Ler o final do livro para saciar a curiosidade é tarefa ociosa. O conhecimento do todo permitirá encontrar o talento onde parecia haver apenas uma sucessão indefinida de lamúrias.


Nina Lemos

Quatro os temas principais do romance: a viagem da narradora à Turquia (!), seu relacionamento com a mãe, a história do avô materno e o relacionamento doentio com um homem, que dos conflitos gratuitos degenera em sadismo. No meio caminho entre o autobiográfico e o ficcional, Tatiana Levy improvisa uma solução classificando a obra como autoficção: "Conto (crio) essa história ...". Trate-se da própria autora, ou de personagem, ou de "eu-lírico", chamemo-la simplesmente "narradora" a voz presente.

As referências autobiográficas podem ser traiçoeiras. Até que ponto uma vida é interessante o suficiente para servir à Literatura? "O 'eu' é uma comodidade gramatical, filosófica e psicológica", avaliou a escritora Marguerite Yourcenar, talvez porque falando de si, o escritor como que dispensa a investigação do que lhe é externo e privilegia o subjetivo, diminuindo os riscos da escrita e as chances de confronto. "O 'eu' é odioso", decretou Pascal. "O 'eu' é odioso, mas trata-se do eu dos demais", contraditou Valéry. "O 'eu' é odioso, dizeis. Não o meu", concluiu Gide a secular discussão francesa.

O ponto comum entre os dois livros são as referências à ditadura militar brasileira. Tatiana Levy e Nina Lemos descendem daquela parcela da geração anterior que se envolveu com a resistência. Sim, discorremos sobre livros escritos por pessoas com idade próxima a nossa, quiçá mais moças. O que muda é a abordagem individual. A narradora d'A chave de casa parece buscar na mãe a inspiração para a luta pela sobrevivência. No diálogo mantido com a mãe já desencarnada, esta "corrige" o texto da filha, atenuando-lha opção pelo doloroso. A confusão mental da personagem de Nina Lemos não a impede de descobrir que não gosta de ver malbaratados os valores defendidos por indivíduos que ainda são-lhe próximos e privam de seu afeto. Além disso, há coisas que, embora não sejam o foco de uma existência, acabam compondo históricos individuais e direcionamo-lhes o respeito e a consideração que tínhamos - ou temos - pelas pessoas a quem essas coisas eram caras.

O Ditadura da moda é ambíguo. Pode ser o despotismo estabelecido pela Moda, este ridículo sem objeção ou epidemia induzida, como sugeriram respectivamente Balzac e Shaw. Pode ser também a tirania do momento, da ocasião: no Brasil, a ditadura da moda é da Ignorância. Entre as piores consequências do regime ditatorial, seja ele qual for, está o descrédito em que lança o indivíduo quanto a sua capacidade de mudar. A personagem Ludimila Correa percebe a futilidade do meio em que vive. Embora enjoada, não cogita em procurar outro caminho pois a opção sequer consta de seu campo mental. As vozes que passa a escutar trazem a proposta intermitente de modificação, mas ela não consegue identificá-la. Quando encontrou um lugar onde pôde livrar-se das amarras e assumir-se, as vozes passaram, ela sossegou e abraçou, ainda que instintivamente a nova condição. Com as devidas reservas de tempo, lugar e estilo literário, Ludimila irmana-se a Jacinto, protagonista d'A cidade e a serra, de Eça de Queirós.

Como descrição sócio-espiritual de parcela da geração atual, o êxito do livro de Nina Lemos é inegável. O que pode causar rejeição é o vocabulário entremeado de palavrões e de referências vulgares. Não devemos confundir nem a autora, nem o livro com seus personagens. Ela escreveu o texto, mas não deu à luz nem criou as figuras que descreve. O registro fiel e detalhado das observações denuncia a postura crítica do escritor em relação ao observado, a menos que suavize seu discurso com justificativas condescendentes. Onde encontramos descontração e jocosidade numa primeira leitura, acabamos enxergando censura. Visitando um "congresso de modelos" e deparando-se com a pouca idade das candidatas à vida nas passarelas, Ludimila anota: "Olho de novo para as meninas e faço uma associação maluca com todos os produtos fabricados na China que comprei. Quem foi que disse que só eles trabalham com mão de obra infantil, heim?".



Ricardo de Mattos
Taubaté, 26/7/2010


Mais Ricardo de Mattos
Mais Acessadas de Ricardo de Mattos em 2010
01. Introdução ao filosofar, de Gerd Bornheim - 30/8/2010
02. O cérebro espiritual, de Mario Beauregard - 27/12/2010
03. Confissões do homem invisível, de Alexandre Plosk - 15/11/2010
04. Meu Marido, de Livia Garcia-Roza - 7/6/2010
05. Duas escritoras contemporâneas - 26/7/2010


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




ESPIANDO O MUNDO PELA FECHADURA
LAÉ DE SOUZA
ECO ARTE
(2008)
R$ 7,00



BLOGS DO ALÉM
VITOR KNIJNIK
REALEJO
(2011)
R$ 35,19



REVISTA CAROS AMIGOS Nº 25
SÉRGIO DE SOUZA (ED.)
CASA AMARELA
(1999)
R$ 20,00



REVOLTA DE COLONOS IMIGRANTES
ELIANE ROBERT MORAES
ÁTICA
(2000)
R$ 12,00



IT GIRL 2: UMA GAROTA ENTRE NÓS
CECILY VON ZIEGESAR
GALERA RECORD
(2006)
R$ 5,00



TÉCNICAS DE AUMENTO DA PRODUTIVIDADE
KEN SWANN
INTERCIÊNCIA (RJ)
(1977)
R$ 24,28



O PENSAMENTO VIVO DE HEITOR VILLA-LOBOS
JOÃO CARLOS RIBEIRO (ORG.)
MARTIN CLARET
R$ 20,00



SENHOR PRENDADO: UM HOMEM QUE SE DIVERTE NA COZINHA
JOÃO BAPTISTA DA COSTA AGUIAR
LEYA
(2011)
R$ 175,00



A CONQUISTA DE NÁPOLES
ALEXANDRE DUMAS
SARAIVA
(1967)
R$ 5,00



COLEÇÃO CONTA PRA MIM: BRANCA DE NEVE
IRMÃOS GRIMM
RIDEEL
(2000)
R$ 5,00





busca | avançada
59182 visitas/dia
2,1 milhões/mês