A Voz do fogo | Gian Danton | Digestivo Cultural

busca | avançada
72442 visitas/dia
2,4 milhões/mês
Mais Recentes
>>> MAB FAAP estará fechado nos próximos dois finais de semana, devido ao Plano SP
>>> Exposição de Pietrina Checcaci é prolongada no Centro Cultural Correios
>>> Escritora Luci Collin participa de encontro virtual gratuito
>>> Máscaras Decoloniais: Dança e Performance (edição bilingue)
>>> Prêmio Sesc de Literatura abre hoje inscrições para edição 2021
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Da fatalidade do desejo
>>> Cuba e O Direito de Amar (3)
>>> Isto é para quando você vier
>>> 2021, o ano da inveja
>>> Pobre rua do Vale Formoso
>>> O que fazer com este corpo?
>>> Jogando com Cortázar
>>> Os defeitos meus
>>> Confissões pandêmicas
>>> Na translucidez à nossa frente
Colunistas
Últimos Posts
>>> Mehmari, Salmaso e Milton Nascimento
>>> Gente feliz não escreve humor?
>>> A profissão de fé de um Livreiro
>>> O ar de uma teimosia
>>> Zuza Homem de Mello no Supertônica
>>> Para Ouvir Sylvia Telles
>>> Van Halen ao vivo em 1991
>>> Metallica tocando Van Halen
>>> Van Halen ao vivo em 2015
>>> Van Halen ao vivo em 1984
Últimos Posts
>>> Kate Dias vive Campesina em “Elise
>>> Editora Sinna lança “Ninha, a Bolachinha”
>>> “Elise”: Lara Oliver representa Bernardina
>>> Tonus cristal
>>> Meu avô
>>> Um instante no tempo
>>> Salvem à Família
>>> Jesus de Nazaré
>>> Um ato de amor para quem fica 2020 X 2021
>>> Os preparativos para a popular Festa de Réveillon
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Van Halen 2013
>>> Treehouse
>>> Música em 2004
>>> O pai tá on: um ano de paternidade
>>> Jornalismo em tempos instáveis
>>> Rasgos de memória
>>> História da leitura (II): o códice medieval
>>> Rufo, 80 II
>>> Jeitos de trabalhar
>>> The GigaOM Show
Mais Recentes
>>> Apostila workshop urbano curso perícias em avaliação de imóveis. de Caavi pela Caavi (2011)
>>> Stewardship: Choosing Service over Self-Interest de Peter Block pela Berrett-Koehler (1993)
>>> Fuvest 2000 - Literatura de Célia N. A. Passoni pela Núcleo (1999)
>>> Doze Contos Peregrinos de Gabriel Garcia Márquez pela Record (1992)
>>> Outeiro da Glória Marco na História da Cidade do Rio de Janeiro de Jorge de Souza Hue e Outros pela Artepadilla (2015)
>>> Le Voyageur et son Ombre de Nietzsche pela Mediations (1979)
>>> Avenidas da Saúde de Dr Haroldo Shryock pela Casa Publicadora Brasileira (1963)
>>> Livro Anne Whit An E Lucy Maud Bordando com as Estrelas de Lucy Maud Montgomery pela Ciranda Cultural (2021)
>>> O Flâneur - um Passeio Pelos Paradoxos de Paris de Edmund White pela Companhia das Letras (2001)
>>> Memórias de um Sargento de Milícias - Coleção o Globo de Manuel Antônio de Almeida pela O Globo (1997)
>>> O mulato de Aluísio Azevedo pela Ática (2000)
>>> Veneno Digital de Walcyr Carrasco pela Ática (2017)
>>> Uma Longa Jornada de Nicholas Sparks pela Arqueiro (2015)
>>> Um Olhar Sobre a Ciência: Desenvolvimento, Aplicações e Políticas de Eloi de Souza Garcia pela Interciência (2003)
>>> O Verão e a Cidade - Os Diários de Carrie de Candance Bushnell pela Galera Record (2011)
>>> O Cotidiano de um Deficiente de Patricia Vaitsman dos Santos pela Interciência (2001)
>>> Um Porto Seguro de Nicholas Sparks pela Novo Conceito (2012)
>>> Um Ano Inesquecível de Babi Dewet, Bruna Vieira, Paula Pimenta e Thalita Rebouças pela Gutenberg (2015)
>>> A Hora da Estrela de Clarice Lispector pela José Olympio (1978)
>>> A Terra dos Meninos Pelados de Graciliano Ramos pela Record (1983)
>>> A Linguagem e Seu Funcionamento - as Formas do Discurso de Eni Puccinelli Orlandi pela Brasiliense (1983)
>>> A Sociedade Literária e a Torta de Casca de Batata de Mary Ann Shaffer e Annie Barrows pela Rocco (2009)
>>> Poesia Que Transforma de Bráulio Bessa pela Sextante (2018)
>>> O Livro de Ouro da Mitologia de Thomas Bulfinch pela Harper Collins (2018)
>>> Memórias Quase Esquecidas: Aqueles Olhos - Vol 1 de Alduisio M. de Souza pela Literatura Brasileira (2001)
>>> A Gênese de Allan Kardec pela Feb (1999)
>>> A Guerra Não Tem Rosto de Mulher de Svetlana Aleksiévitch pela Companhia das Letras (2016)
>>> Mais Coisas Que Toda Garota Deve Saber de Antônio Carlos Vilela pela Melhoramentos (2006)
>>> Engenharia genética - O Sétimo dia da criação de Fátima Oliveira pela Moderna (1995)
>>> O Ladrão de sonhos e outras historias de Ivan Angelo pela Atica (1999)
>>> Necronomicon: the Best Weird Tales of de H. P. Lovecraft pela Gollancz (2008)
>>> Um Dia "Daqueles": Uma Lição de Vida Para Levantar o Seu Astral de Bradley Trevor Greive pela Sextante (2001)
>>> A Cidadela do Caos de Steve Jackson pela Marques Saraiva (1990)
>>> O Calabouço da Morte de Ian Livinstone pela Marques Saraiva (1984)
>>> O Feiticeiro da Montanha de Fogo de Steve Jackson; Ian Livinstone pela Marques Saraiva (1991)
>>> Rostos da Portugalidade de Luís Machado pela Vega (2010)
>>> LIVRO NOVO! A Revolução dos Bichos de George Orwell pela Principis (2021)
>>> A Nave Espacial Traveller de Steve Jackson pela Marques Saraiva (1982)
>>> Norse Mythology de Neil Gaiman pela W. W. Norton & Company (2017)
>>> A Mão e a Luva de Machado de Assis pela Prazer de Ler (2016)
>>> Buda: na Floresta de Uruvella -vol. VI de Osamu Tezuka pela Conrad (2005)
>>> Buda. Em Busca da Iluminação. Vol. IV de Osamu Tezuka pela Conrad do Brasil (2005)
>>> Literatura Ao Sul de Luis Augusto Fischer pela Universidade de Passo Fundo (2009)
>>> Buda. a Outra Margem do Rio. Vol. III de Osamu Tezuka pela Conrad do Brasil (2005)
>>> O Cavaleiro da Esperança de Jorge Amado pela Record (1987)
>>> A Amiga Genial de Elena Ferrante pela Globo (2015)
>>> Passagens da Antiguidade ao Feudalismo de Perry Anderson pela Brasiliense (1987)
>>> O Não Me Deixes - Suas Histórias e Sua Cozinha de Rachel de Queiroz pela Arx (2004)
>>> George Sand de René Doumic pela Perrin (1922)
>>> Sybil de Flora Rheta Schreiber pela Círculo do Livro
COLUNAS

Sexta-feira, 13/12/2002
A Voz do fogo
Gian Danton

+ de 5100 Acessos
+ 3 Comentário(s)

Aqueles que, na década de 80, se espantaram com a forma como o escritor inglês Alan Moore revolucionou os quadrinhos com obras como Watchmen e Monstro do Pântano, sempre se perguntaram como ele se sairia sem o auxílio de imagens. Como seria Alan Moore escrevendo literatura? Para os que ainda guardam essa curiosidade, a editora Conrad está lançando A Voz do Fogo, o romance de estréia do mestre inglês.

O livro é uma experiência literária curiosa: contar várias histórias ambientadas no mesmo local, mas em períodos históricos diferentes.

O primeiro conto, O porco do bruxo, é, provavelmente o mais interessante e também o mais difícil de ler. Ele conta a história de um garoto abandonado por sua tribo quando da morte de sua mãe. Mas, veja só, a história se passa no ano 4000 antes de Cristo. Para representar o pensamento do rapaz, Moore criou uma linguagem, uma espécie de inglês primitivo. Essa parte do livro, especificamente, deve ter dado um trabalho hercúleo para a tradutora (vale a pena mencionar o nome dessa heroína: Ludimila Hashimoto Barros), que, no final, acabou se saindo bem. Ela optou por transformar o texto em um português tosco, sem tempos verbais e muito limitado em termos de pronomes. Um exemplo: "Agora olha eu para baixo, para a grama em fundo da colina, vê porcos. Porcos grandes, compridos, um atrás de outro, traçando a fêmea, pelo que parece. Ver faz um osso subir dentro de eu vontade. Eu e barriga de eu, junto, posso descer colina correndo até porcos, acertar pedra em um e fazer ele sem vida, para comer ele todo. Antes é eu juntando isso. Agora é fazendo isso".

Só por curiosidade: vontade é pênis. Pênis ereto é vontade com osso dentro. Pênis murcho é vontade pequena...

Difícil de ler, como se percebe, mas quem se aventurar descobrirá que vale a pena. Moore revela um impressionante conhecimento de antropologia. A tribo do rapaz é composta de nômades. Ao ser expulso (pois era preguiçoso para procurar comida), o rapaz acaba se deparando com uma outra tribo, que já conhece a agricultura (povo-que-fica, como define o narrador). A diferença entre as duas culturas é gritante. A tribo nômade não tem a menor noção de higiene, ao contrário dos habitantes da aldeia, que, inclusive, reservam um local apenas para necessidades fisiológicas. Além disso, enquanto os nômades passam quase todo o tempo procurando comida, o povo-que-fica, devido à agricultura, dispõe de tempo livre, e começa a usá-lo, inclusive, na produção de arte. Moore imagina até mesmo uma música, que seu garoto troglodita ouve de uma aldeã:

Oh, como agora posso achar companheiro , ele menino-de-viagem é diz
Em beira de vale alto, em escuro de árvore, perto de colina de minhoca-de terra e tudo
E deito com ela enquanto eu ainda não colocado em terra todo cinza
Em beira de vale alto, em escuro de árvore macio
Perto de colina de michoca-terra e curva de joelho de rio
E ali está deitada eles, ele e ela, em baixo de grama e tudo.

A segunda história é igualmente interessante, "Os Campos de Cremação", é uma história policial e de suspense ambientada no ano 2.500 antes de Cristo. Uma menina está viajando para conhecer seu pai, um bruxo de uma aldeia rica, quando se depara com uma viajante e compartilha com ela seu conhecimento sobre as riquezas do pai. A outra, uma esperta, que já havia feito de tudo, inclusive vender uma menina perdida da mãe como escrava, mata-a e se apresenta na aldeia, fazendo-se passar por ela. A grande questão é saber se ela será descoberta ou não. A todo instante Alan Moore nos mantém no fio de uma navalha, jogando com os nervos da personagem e dos leitores.

Os que se lembram da narrativa poética de Moore em Monstro do Pântano, certamente vão reconhece-la em A Voz do Fogo. Suas descrições são perfeitas e exatas, mas, ao mesmo tempo, deliciosas de ler. Um exemplo: "Folhas cor de bronze formam pilhas encostadas nas árvores que parecem viúvas, ombros expostos e curvados de desgosto, cabeças caídas e cabelos grisalhos tocando a superfície do rio, onde correntes formam orlas prateadas, divididas pelas pontas dos ramos".

As outras narrativas vão avançando no tempo, mas não mudam de lugar: Northampton, a cidade natal de Moore, é o cenário de todas as histórias, que terminam em 1995, tendo o próprio escritor como personagem.

A Voz do Fogo mistura magia, reencarnação e sacrifícios em histórias que, em conjunto, formam um grande romance. Na história Os Campos de Cremação, o velho bruxo tatua no corpo o mapa de Northampton e, assim, através da magia, seu corpo influencia na cidade e a cidade influencia em seu corpo. O mesmo ocorre com Moore, suas palavras são uma espécie de magia simbólica que influencia e é influenciada pela cidade. Compreender como isso funciona e descobrir as coincidências entre as histórias é um dos atrativos do livro. Muitas vezes, a conclusão de uma narrativa se encontra em outra narrativa. Além disso, há personagens fixos, como arquétipos, que surgem aqui e ali, permeando a narrativa. O esperto e o sacrificado são os mais visíveis.

Ler A Voz do Fogo não é fácil, em decorrência da complexidade da narrativa, mas compensa. Há muito tempo eu não devorava um livro tão rápido. Se você também gosta de literatura que exige reflexão, não deixe de ler.

Para ir além





Gian Danton
Goiânia, 13/12/2002


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Manauara ou Manauense de Marcela Ortolan
02. Luz em agosto de Luiz Rebinski Junior
03. Fabio Weintraub, poesia em queda livre de Jardel Dias Cavalcanti
04. O mundo como ele realmente é de Cris Ambrósio
05. O Brasil é carioca de Luiz Rebinski Junior


Mais Gian Danton
Mais Acessadas de Gian Danton em 2002
01. A Teoria Hipodérmica da Mídia - 19/7/2002
02. A teoria do caos - 22/11/2002
03. Público, massa e multidão - 30/8/2002
04. A maçã de Isaac Newton - 16/8/2002
05. O filósofo da contracultura - 18/10/2002


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
15/12/2002
16h16min
Assino embaixo.A Voz do Fogo mostra um Alan Moore ainda mais genial que o roteirista revolucioário dos Quadrinhos.Só é lamentável que ele não se dedique mais à literatura.Parabéns Gian!
[Leia outros Comentários de jose carlos neves]
18/12/2002
09h49min
Grande Dica! Conheço os roteiros de Moore (escritos, antes de serem desenhados) e já são uma obra de arte em si; vou correr atrás deste livro agora mesmo!
[Leia outros Comentários de Alexandre Lobão]
26/12/2002
16h12min
Gian, o melhor de tudo é compartillhar a beleza do texto do bruxo de Northampton. Obrigada!
[Leia outros Comentários de ludimila]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.




Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Uma Mulher Inacabada
Lillian Hellman
Francisco Alves
(1981)
R$ 20,00



Administração de Medicamentos - Revisando uma Prática de Enfermagem
Nébia Maria Almeida de Figueiredo
Yendis
(2006)
R$ 44,10



Passando a Limpo - a Trajetória de um Farsante
Pedro Collor de Mello
Record
(1993)
R$ 14,99



Nuevo Recreo - Vol. 4 - Livro do Aluno + Multirom
Roberta Amendola
Moderna
(2014)
R$ 134,95



A Moreninha
De Macedo , Joaquim Manuel , Lafonte (Editor), Editora (Editor) & 2 Mais
Lafonte
(2018)
R$ 12,00



Redação Publicitária - Sedução pela Palavra
Celso Figueiredo
Thompson
(2005)
R$ 22,00



Os Teledependentes
M. Alfonso Erausquin/Luis Matilla/Miguel Vásquez
Summus
(1983)
R$ 5,00



Histoire Générale Du IV Siècle a nos Jours- Tomo VI Louis Xiv
Ernest Lavisse e Alfred Rambaud
Armand Colin
(1895)
R$ 49,00



Acendedor 11 a 20
Igreja Seicho no Ie
Seicho no Ie
(1968)
R$ 8,95



Descobrindo a Si Mesmo - 4º Ed.
Migule Perosa
Moderna
(1996)
R$ 5,00





busca | avançada
72442 visitas/dia
2,4 milhões/mês