Breve História do Cinismo Ingênuo | Alexandre Soares Silva | Digestivo Cultural

busca | avançada
58188 visitas/dia
2,0 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Unil oferece abordagem diferenciada da gramática a preparadores e revisores de texto
>>> Conversas no MAB com Sergio Vidal e Ana Paula Lopes
>>> Escola francesa de Design, Artes e Comunicação Visual inaugura campus em São Paulo
>>> TEATRO & PODCAST_'Acervo e Memória', do Célia Helena, relembra entrevista com Nydia Licia_
>>> Projeto Cultural Samba do Caxinha cria arrecadação virtual para gravação de seu primeiro EP
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Aos nossos olhos (e aos de Ernesto)
>>> Carol Sanches, poesia na ratoeira do mundo
>>> O fim dos livros físicos?
>>> A sujeira embaixo do tapete
>>> Moro no Morumbi, mas voto em Moema
>>> É breve a rosa alvorada
>>> Alameda de água e lava
>>> Entrevista: o músico-compositor Livio Tragtenberg
>>> Cabelo, cabeleira
>>> A redoma de vidro de Sylvia Plath
Colunistas
Últimos Posts
>>> Gente feliz não escreve humor?
>>> A profissão de fé de um Livreiro
>>> O ar de uma teimosia
>>> Zuza Homem de Mello no Supertônica
>>> Para Ouvir Sylvia Telles
>>> Van Halen ao vivo em 1991
>>> Metallica tocando Van Halen
>>> Van Halen ao vivo em 2015
>>> Van Halen ao vivo em 1984
>>> Chico Buarque em bate-papo com o MPB4
Últimos Posts
>>> O poder da história
>>> Caraminholas
>>> ETC. E TAL
>>> Acalanto para a alma
>>> Desde que o mundo é mundo
>>> O velho suborno
>>> Normal!
>>> Os bons companheiros, 30 anos
>>> Briga de foice no escuro
>>> Alma nua
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Uma História do Mercado Livre
>>> Prêmio Nobel de Literatura para um brasileiro - II
>>> Delicado, vulnerável, sensível
>>> De Kooning em retrospectiva
>>> O Tigrão vai te ensinar
>>> Aquele apoio
>>> A forca de cascavel — Angústia (Fuvest)
>>> Pouca gente sabe
>>> O chilique do cabeleireiro diante da modelo
>>> Paradiso por Metheny
Mais Recentes
>>> História das Américas (14 volumes) de Ricardo Levene (Dir); Pedro Calmon (Dir) pela W. M. Jackson (1964)
>>> Gestão Estratégica em Farmácia Hospitalar de Sonia Lucena Cipriano, Vanusa Barbosa Pinto e Cleuber Esteves Chaves pela Atheneu (2009)
>>> Prourgen – Ciclo 2 Módulo 4 de Vários Autores pela Artmed / Panamericana (2009)
>>> O Acaso e a Necessidade de Jacques Monod pela Vozes (1971)
>>> Técnicas Básicas em Biologia Molecular de Maristella de Oliveira Azevedo... (et al.)(Orgs.) pela Unb (2003)
>>> Claud Jacq – Coleção Pensamento Contemporâneo Nº 4 de Maria Andréa Loyola e Marilena Corrêa pela Uerj (2004)
>>> Ivanhoé de Walter Scott pela Nova Cultural (2003)
>>> National Geographic Brasil Nº 233 - Edição Especial de Diversos Autores pela National Geographic (2019)
>>> O Ateneu de Raul Pompéia pela Nova Cultural (2003)
>>> National Geographic Brasil Nº 215 de Diversos Autores pela National Geographic (2018)
>>> Mulheres Apaixonadas de D. H. Lawrence pela Nova Cultural (2003)
>>> Homens e cousas do Império de Visconde de Taunay pela Melhoramentos (1924)
>>> Servidores Illustres do Brasil de Visconde de Taunay pela Melhoramentos (1930)
>>> A Guerra do Pacífico de Visconde de Taunay pela Melhoramentos (1925)
>>> Mallet: o Patrono da Artilharia de Joaquim Victorino Portella Ferreira Alves pela Biblioteca do Exército (1979)
>>> Os Patronos das Forças Armadas de General Olyntho Pillar pela Biblioteca do Exército (1981)
>>> História Diplomática do Brasil de Hélio Vianna pela Biblioteca do Exército (1958)
>>> História Militar do Brasil de Leopoldo de Freitas pela Livraria Magalhães (1911)
>>> Presença de Alberto Torres (Sua vida e Pensamento) de Barbosa Lima Sobrinho pela Civilização Brasileira (1968)
>>> Alberto Torres e sua obra de A. Saboia Lima pela Companhia Ed. Nacional (1935)
>>> A Internacional do Dinheiro de Adolfo Coelho pela Livraria Clássica (1935)
>>> Anatomia Humana -tomo 3 [ idioma espanhol]Angiologia -Neurologia - Estesiologia de M.Prive N. Lisenkov V.Bushkovich pela Mir Moscou (1986)
>>> Servidão Humana de W. Somerset Maugham pela Círculo do Livro (1986)
>>> 4. A Ditadura Encurralada: O Sacerdote e o Feiticeiro de Elio Gaspari pela Intrínseca (2014)
>>> 1001 Filmes para Ver Antes de Morrer de Steven Jay Schneider pela Sextante (2010)
>>> Bush na Babilônia: A Recolonização do Iraque de Tariq Ali pela Record (2003)
>>> Espionologia: O Livro Completo da Espionagem de Ian Andrew; Anne Yvonne Gilbert; Outros pela Brinque Book (2010)
>>> Barão de Mauá: O Empreendedor de Gilberto Maringoni pela Aori (2007)
>>> El Mejor Medicamento Eres Tú: La Salud Está En Tus Manos de Frédéric Saldmann pela Aguilar (2014)
>>> O presidente Campos Salles na Europa de Tobias Monteiro pela F. Briguiet & Cia. (1928)
>>> As ideias de Alberto Torres de Alcides Gentil pela Companhia Ed. Nacional (1932)
>>> Recueil de discours prononcés au Parlement d'Angleterre de William Pitt & Charles James Fox pela Chez Le Normant (1819)
>>> Antidepresivos Naturales: Una Solución Alternativa al Gran Problema de Este Tiempo de Lucía Oliveira pela Ediciones Lea (2008)
>>> A Verdadeira Dieta Anticâncer de David Khayat pela Lua de Papel (2012)
>>> En Un Abrir y Cerrar de Boca: Historias de Problemas Gordos de Máximo Ravenna pela Ediciones B (2010)
>>> Grandes Católicos de Rev. Pe. Claude Williamson pela Globo (1943)
>>> Curso Básico de Teologia de Antônio Mesquita Galvão pela Pão e Vinho (2003)
>>> Guia politicamente incorreto da História do Mundo de Leandro Narloch pela Leya (2013)
>>> Síndrome do Estrangeiro de Málu Balona pela Editares (2006)
>>> Geographia Sentimental de Plínio Salgado pela José Olympio (1937)
>>> Chama Crística de Norberto Peixoto pela Do Conhecimento (2001)
>>> Obra Escolhida de Descartes pela Difusão Europeia do Livro (1962)
>>> O Lado Difícil Das Situações Difíceis de Ben Horowitz pela WMF Martins Fontes (2020)
>>> Medida provisória 1 6 1 de Ademir Antonio Bacca pela Toazza (1990)
>>> Autenticidade Consciencial de Tony Musskopf pela Editares (2012)
>>> Perdão: Opção Cosmoética de Seguir em Frente de Vera Tanuri pela Editares (2016)
>>> Criação de Delores Pires pela Do autor (1989)
>>> O castelo nos Pirineus de Jostein Gaarder pela Companhia das Letras (2010)
>>> Um Caso Muito Sujo de Shirley Souza pela Paulus (2011)
>>> Astronauta de Brinquedo de Marcelo Miguel pela Paulista (1995)
COLUNAS >>> Especial Guerra no Iraque

Sexta-feira, 11/4/2003
Breve História do Cinismo Ingênuo
Alexandre Soares Silva

+ de 7100 Acessos
+ 3 Comentário(s)

Criancinhas olham cinicamente pra você, com cara de Peter Lorre vendendo passaportes em Casablanca, e dizem as verdadeiras razões da guerra. O duro é ver cinismo saindo de uma boca manchada de chocolate.

Quanto mais ingênuos, mais cínicos: é uma regra. Isso porque os ingênuos estão acostumados a ser enganados em todos os cantos. Compram remédios pra emagrecer, tomam Confrei, pagam dízimo, pagam prestações sem nunca perceber os juros, são enganados no troco, entram em pirâmides. São roubados de tantos lados ao mesmo tempo, que se enfezam, passam a olhar feio pra todo mundo, e ficam com a certeza que todo mundo está tentando enganá-los. Até as nuvens.

Você diz que as nuvens são bonitas, e eles olham cinicamente pra você, como se só você não soubesse que canalhas são as nuvens. Especialmente os cúmulos-nimbos, esses são os piores, os líderes dessa roubalheira toda. Fica esperto...

Nada de novo nisso. Se você lê Ana Karenina, vai reparar que Liêvin está sempre querendo tomar alguma medida a favor dos mujiques que trabalham em suas terras. Lá vai Liêvin tentar explicar as mudanças que quer fazer na propriedade. E ele é sincero: se sente culpado pela renda que tem em relação à renda dos mujiques, e quer honestamente melhorar a condição de vida deles.

Os mujiques ouvem de cara desconfiada, vão ficando zangados, xingam. Aqui, ó, que eles são tão ingênuos que vão acreditar num ato desinteressado. Se o patrão propõe mudanças, obviamente há algum lucro pra ele em algum lugar. Recusam as mudanças. O próprio Liêvin vai ficando zangado com as objeções. Não é possível, pensa, que sejam tão estúpidos. Mas sim, sempre é possível.

Tenho a impressão que quando Jesus ressuscitou Lázaro, Lázaro ficou olhando desconfiado pra ver where was the catch. A família de Lázaro comentando sobre os motivos pecuniários de Jesus. Olhando cinicamente uns para os outros e murmurando sobre o capital essênio ou os interesses das grandes casas de carpintaria. Todos com as caras mais ingenuamente cínicas do mundo.

"É simples, se você pensar bem. Lázaro morto, a quem beneficia? É só o preço de um caixão. Mas Lázaro vivo, é cadeiras e mesas pruma vida inteira..."

Agora, a guerra.

São cínicos, em primeiro lugar, em relação a todas as guerras. O mais bobinho molequinho de colégio olha pra você com profunda piedade nos olhos e fala dos horrores da guerra de verdade, no mundo real, cara, como se ele fosse um veterano mutilado da guerra dos cem anos, e não um molequinho cheirando a vic-vaporub. Mas o mundo real pra ele, tanto quanto eu possa saber, é o filme Platoon.

Um filme como Platoon tem uma só verdade: que a guerra é feia. Mas Homero sabia duas verdades: que a guerra é feia, e gloriosa, de alguma forma. Mas já não se pode mais dizer isso.

Em segundo lugar, são cínicos com relação aos motivos desta guerra. Têm todos aquelas caras de bebezinhos profundamente vividos.

Desconfio, aliás, de qualquer motivo escuso de guerra que até molequinhos, mujiques e Sean Penn são capazes de compreender.

Expressões que só aparecem em textos antiguerra
- Arrogam (os EUA sempre se arrogam)
- Bush Pai (ou Bush o Pai)
- Bush Filho (ou Bush o Filho, ou Bush Júnior)
- Bushinho
- Bushizinho
- Cachorrinho (do Império Ianque: Blair. Ver também: poodle. Schnauzer. Sharpei.)
- Caubói (se referindo ao Bush)
- Estado títere (se referindo ao governo do Iraque pós-guerra) manipulado pelas forças unidas do capital sangrento (se referindo ao Burger King. Ah, perdão, esqueci que por algum motivo o Burger King não é ideológico, só o McDonald's é ideológico. Pizza Hut também não é ideológico.)
- Estadunidenses (frisar bem, para que não se confunda com americanos, que o autor do texto faz questão de exclamar - está preparado? - que somos todos nós.)
- Gângster (Bush)
- Ianque
- Império (os EUA são um Império Ianque; ou querem ser um Império Ianque - ainda não foi decidido se já são ou querem ser)
- Imprensa parcial (americana)
- Imprensa imparcial (Al-Jazeera)
- Massacre (em Bagdá. Em Israel, houve vítimas. Entre as tropas da coalizão, deve-se dizer, sorrindo: baixas crescentes).
- Precipitada (a invasão do Iraque. Ver: mal-planejada por um império arrogante que se arroga etc )
- Também não sou a favor (do Saddam; dizer em seguida: Mas acho que deviam ter buscado outros meios... Importante: não explicitar quais outros meios, para não ser alvo de zombarias. Murmurar alguma coisa sobre "as leis internacionais" - mesmo se você não sabe nenhuma delas.)

Antiamericanismo
O antiamericanismo está na moda, como o antisemitismo estava na década de trinta, e pode acabar igualmente mal (é típico da humanidade escolher sempre os povos mais legaizinhos pra implicar). Na tevê todo mundo odeia americanos: a professorinha com lábio leporino, o VJ muderninho, a garota bonitinha, o homem-sanduíche de tenros sentimentos. E chego em casa e vejo uma tia minha, que sempre achei suave, falando dos americanos, com ódio; e quando eu disse que ela estava com ódio, ela disse que não estava com ódio; só não gostava de gente sem-educação, prepotente, arrogante, com o rei na barriga, metida a besta, cruel, assassina, violenta, mentecapta, idiota, desgraçada, imunda. Mas ódio, não. Tentei dizer a ela que, sem os americanos, estaríamos todos lendo histórias edificantes sobre o camponês Ivan e seu magnífico, lustroso trator. O fato em si foi grandiloqüente, então me deixem ser grandiloqüente: os estados unidos salvaram o mundo. Pelo menos duas vezes, last time I checked. Não só isso como emprestam dinheiro para a minha tia ter estrada para ir à praia, desenvolvem remédio para minha tia controlar a osteoporose, e fizeram filme da Doris Day pra minha tia ver na tevê. Digo isso e a minha tia desvia os olhos, fica olhando pra parede, com ódio. O antiamericanismo está realmente no ar. Quanto a mim, lealdade para sempre ao país que me deu Columbo, Jornada nas Estrelas e Buffy.

Aforismo
O talento devia ter o talento de se esconder um pouco.

Nota do Editor
Alexandre Soares Silva assina hoje o soaressilva.wunderblogs.com, ondes estes textos foram originalmente publicados.


Alexandre Soares Silva
São Paulo, 11/4/2003


Mais Alexandre Soares Silva
Mais Acessadas de Alexandre Soares Silva em 2003
01. Defesa dos Rótulos - 30/5/2003
02. Que espécie de argumento é uma bunda? - 2/5/2003
03. Breve História do Cinismo Ingênuo - 11/4/2003
04. A Mente dos Outros - 23/5/2003
05. As Quatro Salas - 9/5/2003


Mais Especial Guerra no Iraque
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
30/4/2003
06h29min
Excelente matéria,Alexandre.
[Leia outros Comentários de Rodolfo Felipe Neder]
30/4/2003
23h57min
Obrigado, Rodolfo. Gostei de voltar ao Digestivo, estava com saudades.
[Leia outros Comentários de Alexandre Soares]
2/5/2003
16h05min
Gostei bastante do texto. Lúcido e equilibrado na maior parte do tempo. Só achei um certo exagero chamar os americanos e judeus de "legaizinhos" ou imaginar que o socialismo soviético (com seu execrável realismo socialista) pudesse se instalar no Brasil, terra da eguinha pocotó, da malemolência, da Vera Loyola, do Ratinho e da Ivete Sangalo. Nenhum esquema dogmático resistiria à nossa deliciosa esculhambação geral. No mais continue escrevendo suas análises divertidas e brilhantes.
[Leia outros Comentários de Cláudio José Adas]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.




Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




EM CARNE VIVA - 9A EDIÇÃO
MARIA DA GLÓRIA CARDIA DE CASTRO
MODERNA
(1989)
R$ 5,00



THERAPEUTIQUE DES MALADIES CHIRURGICALES DES ENFANTS
T. HOLMES
J -B BAILLIÈRE ET FILS
(1870)
R$ 50,00



COMO SER UM VENDEDOR DE SUCESSO
LINDA RICHARDSON
SEXTANTE
(2006)
R$ 19,90



O SÉCULO DOS MERCADOS EMERGENTES
ANTONIE VAN AGTMAEL
CULTRIX
(2009)
R$ 7,90



ELA CONFIOU NA VIDA
ZIBIA GASPARETTO
VIDA E CONSCIÊNCIA
(2015)
R$ 10,00



SUPER INTERESSANTE 358 - 20 SEGREDOS QUE OS MÉDICOS NÃO CONTAM
VARIOS AUTORES - SUPER INTERESSANTE
ABRIL
(2016)
R$ 14,00



CONTOS - TEXTO INTEGRAL
MACHADO DE ASSIS
CIRANDA CULTURAL
(2018)
R$ 20,00



MÚLTIPLA ESCOLHA
LYA LUFT
RECORD
(2010)
R$ 5,00



MEUS PRIMEIROS PASSOS NAS RUAS E NO TRÂNSITO
GÍLSON YOSHIOKA; MYRIAM CHINALLI
CORTEZ
(2014)
R$ 10,00



O VERSO E A CENA
FÁBIO DE MELO
GLOBO
(2010)
R$ 16,00





busca | avançada
58188 visitas/dia
2,0 milhões/mês