O gene da burrice | Urariano Mota | Digestivo Cultural

busca | avançada
32715 visitas/dia
1,4 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Rinoceronte, poemas em prosa de Ronald Polito
>>> A forca de cascavel — Angústia (FUVEST 2020)
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
Colunistas
Últimos Posts
>>> Revisores de Texto em pauta
>>> Diogo Salles no podcast Guide
>>> Uma História do Mercado Livre
>>> Washington Olivetto no Day1
>>> Robinson Shiba do China in Box
>>> Karnal, Cortella e Pondé
>>> Canal Livre com FHC
>>> A história de cada livro
>>> Guia Crowdfunding de Livros
>>> Crise da Democracia
Últimos Posts
>>> Uma crônica de Cinema
>>> Visitação ao desenho de Jair Glass
>>> Desiguais
>>> Quanto às perdas I
>>> A caminho, caminhemos nós
>>> MEMÓRIA
>>> Inesquecíveis cinco dias de Julho
>>> Primavera
>>> Quando a Juventude Te Ferra Economicamente
>>> Bens de consumo
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Ser intelectual dói
>>> O Tigrão vai te ensinar
>>> O hiperconto e a literatura digital
>>> Aberta a temporada de caça
>>> Se for viajar de navio...
>>> Incompatibilidade...
>>> Alguns Jesus em 10 anos
>>> Blogues: uma (não tão) breve história (II)
>>> Picasso e As Senhoritas de Avignon (Parte I)
>>> Asia de volta ao mapa
Mais Recentes
>>> O Livro da moda de Alexandra Black pela Publifolha (2015)
>>> Rejuvelhecer a saude como prioridade de Sergio Abramoff pela Intrinseca (2017)
>>> O livro das evidencias de John Banville Tradução Fabio Bonillo pela Biblioteca Azul - globo (2018)
>>> O futebol explica o Brasil de Marcos Guterman pela Contexto (2014)
>>> O Macaco e a Essencia de Aldous Huxley pela Globo (2017)
>>> BATISTAS, Sua Trajetória em Santo Antônio de Jesus: o fim do monopólio da fé na Terra do Padre Mateus de Jorgevan Alves da Silva pela Fonte Editorial (2018)
>>> Playboy Bárbara Borges de Diversos pela Abril (2009)
>>> Sarah de Theresa Michaels pela Nova Cultural (1999)
>>> A Bela e o Barão de Deborah Hale pela Nova Cultural (2003)
>>> O estilo na História. Gibbon & Ranke & Macaulay & Burckhardt de Peter Gay pela Companhia das Letras (1990)
>>> Playboy Simony de Diversos pela Abril (1994)
>>> Invasão no Mundo da Superfície de Mark Cheverton pela Galera Junior (2015)
>>> José Lins Do Rego- Literatura Comentada de Benjamin Abdala Jr. pela Abril Educação (1982)
>>> A modernidade vienense e as crises de identidade de Jacques Le Rider pela Civilização Brasileira (1993)
>>> Machado De Assis - Literatura Comentada de Marisa Lajolo pela Abril Educação (1980)
>>> A Viena de Wittgenstein de Allan Janik & Stephen Toulmin pela Campus (1991)
>>> O Velho e o Mar de Ernest Hemingway pela Círculo do livro (1980)
>>> Veneno de Alan Scholefield pela Abril cultural (1984)
>>> O Livreiro de Cabul de Asne Seierstad pela Record (2007)
>>> Os Dragões do Éden de Carl Sagan pela Francisco Alves (1980)
>>> O Espião que sabia demais de John Le Carré pela Abril cultural (1984)
>>> Administração de Materiais de Jorge Sequeira de Araújo pela Atlas (1981)
>>> Introdução à Programação Linear de R. Stansbury Stockton pela Atlas (1975)
>>> Como lidar com Clientes Difíceis de Dave Anderson pela Sextante (2010)
>>> As 3 Leis do Desempenho de Steve Zaffron e Dave Logan pela Primavera (2009)
>>> Curso de Educação Mediúnica 1º Ano de Vários Autores pela Feesp (1996)
>>> Recursos para uma Vida Natural de Eliza M. S. Biazzi pela Casa Publicadora Brasileira (2001)
>>> Jesus enxuga minhas Lágrimas de Elza de Almeida pela Fotograma (1999)
>>> As Aventuras de Robinson Crusoé de Daniel Defoe pela LPM Pocket (1997)
>>> Bulunga o Rei Azul de Pedro Bloch pela Moderna (1991)
>>> Menino de Engenho de José Lins do Rego pela José Olympio (1982)
>>> Terra dos Homens de Antoine de Saint-Exupéry pela Nova Fronteira (1988)
>>> O Menino de Areia de Tahar Ben Jelloun pela Nova Fronteira (1985)
>>> Aspectos Endócrinos de Interesse à Estomatologia de Janete Dias Almeida pela Unesp (1999)
>>> Nociones de Historia Linguística y Estetica Literaria de Antonio Vilanova- Nestor Lujan pela Editorial Teide/ Barcelona (1950)
>>> El Estilo: El Problema y Su Solucion de Bennison Gray pela Editorial Castalia/ Madrid (1974)
>>> El Cuento y Sus Claves de Raúl A. Piérola/ Alba Omil (profs. Univ. Tucumán pela Editorial Nova, Buenos Aires (1955)
>>> Las Fuentes de La Creacion Literaria de Carmelo M. Bonet pela Libr. del Collegio/ B. Aires (1943)
>>> As Hortaliças na Medicina Doméstica/ Encadernado de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar (1976)
>>> A Flora Nacional na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Arlington Park de Rachel Cusk pela Companhia das Letras (2007)
>>> Muitas Vidas, Muitos Mestres de Brian L Weiss pela Salamandra (1991)
>>> As Frutas na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Coleção Agatha Christie - Box 8 de Agatha Christie; Sonia Coutinho; Archibaldo Figueira pela HarperCollins (2019)
>>> As Irmãs Aguero de Cristina García pela Record (1998)
>>> Não Faça Tempestade Em Copo Dágua no Amor de Richard Carlson pela Rocco (2001)
>>> Um Estudo Em Vermelho - Edição De Bolso de Arthur Conan Doyle pela Zahar (2013)
>>> Eu, Dommenique de Dommenique Luxor pela Leya (2011)
>>> Os Cavaleiros da Praga Divina de Marcos Rey pela Global (2015)
>>> O Futuro da Filosofia da Práxis de Leandro Konder pela ExpressãoPopular (2018)
COLUNAS

Sexta-feira, 14/3/2003
O gene da burrice
Urariano Mota

+ de 3500 Acessos
+ 2 Comentário(s)

"....Supondo o espírito humano uma vasta concha, o meu fim é ver se posso extrair a pérola, que é a razão; por outros termos, demarquemos definitivamente os limites da razão e da loucura. A razão é o perfeito equilíbrio de todas as faculdades; fora daí insânia, insânia e só insânia."

Esta citação é do Dr. Simão Bacamarte, o maior dos médicos do Brasil, de Portugal e das Espanhas, do conto O Alienista, de Machado de Assis. Ela nos vem à lembrança quando lemos nos jornais as declarações de outro famoso cientista, o Dr. James Watson, que nos acordou para uma possível criação de homens sem burrice. São de James, um ilustre geneticista que há 50 anos descobriu a estrutura do DNA, as palavras:

"Se alguém é realmente burro, eu chamaria a isso de doença. Os 10% inferiores que realmente têm uma dificuldade, mesmo na escola elementar ... - qual é a causa disso? Muitas pessoas gostariam de dizer: 'é a pobreza', coisas assim. Provavelmente não é assim. Eu gostaria então de me livrar disso, para ajudar os 10% inferiores."

Em primeiro lugar, a lembrança do Dr. Simão Bacamarte nos vem porque o Dr. James Watson, com essa pérola de pensamento, também gostaria de extrair da concha humana uma outra pérola, a da burrice. Vejamos se o compreendemos: onde o Dr. Simão Bacamarte vê o espírito humano como uma vasta concha, o Dr. James Watson vê um complexo de genes. Onde o Dr. Bacamarte vê uma pérola na razão, no equilíbrio mental, o Dr. James vê somente genes de burro, na estupidez mental. Mas com finalidades diversas. Enquanto o Dr. Bacamarte gostaria de isolar a razão, para melhor defendê-la e guardá-la, o Dr. James gostaria de isolar a burrice para fazê-la correr da espécie humana. Se nos permitem uma burra metáfora, o Dr. James Watson gostaria de produzir um ser humano melhorado como alguém produziria um boi só filé.

Em segundo lugar, a lembrança nos vem porque o Dr. Simão Bacamarte, bem ou mal, melhor dizendo, mal, define o que deseja separar. Já o Dr. James Watson, não. Tentemos então melhor compreendê-lo, quem sabe, não fôssemos tão burros, ajudá-lo na sua nobre ciência. Tentemos.

Os genes da burrice, evidentemente, pois assim nos autoriza imaginar o nosso mínimo de inteligência, os genes da burrice não se anunciam em faixas, "somos nós os burros". Não, que são burros mas não se denunciam. Então, como obtê-los? Ora, evidentemente nos indivíduos burros, naqueles 10% de inferiores que vão mal até na escola elementar. Evidentemente? Os que se saem bem na escola, na universidade, na vida acadêmica, pertenceriam pois aos homens de nível de inteligência médio ou superior? Seria mesmo assim? Ponderemos. Por um lado, nunca é demais lembrar a observação de Shaw, a de que um estudante no século XV não poderia escrever numa prova as informações de Copérnico, ainda que as conhecesse, porque em vez de passar em primeiro lugar seria queimado na fogueira como herege. Ou a de que se um aluno possui idéias originais, deve escondê-las, principalmente do seu professor. Vale dizer: num sistema que premia a reprodução, ou para usar um jargão mais próprio, que premia a clonagem de conhecimento, é discutível achar que há necessariamente inteligência entre os primeiríssimos graduados.

Por outro lado, cairíamos em grande risco se escolhêssemos os 10% de inferiores, a partir da denúncia do seu rendimento na escola. Poderíamos estar excluindo da humanidade o compositor Cartola, o senhor Charles Chaplin, numa palavra, poderíamos excluir todos aqueles homens necessários que são e foram filhos de pais analfabetos, de mães loucas, de pais rufiões e senhoras prostitutas, em suma, todo filho de trabalhador braçal. Como, assim, excluí-los? Alguém precisaria lembrar ao Dr. James que um homem é filho da parte "boa" (os genes "inteligentes") e da parte "podre" dos que o antecedem, sem discriminação e sem escolha? Que um sêmen de um gênio em nada difere do sêmen de um idiota? Quem sabe, se diferença há, poderá ser para melhor no sêmen de um idiota?

Melhor encerrar o artigo a esta altura, até para não abusar da inteligência de quem nos acompanhou nestes parágrafos de genes descartáveis. Lembremos só que o The Times, onde primeiro saiu a notícia dessa pérola do geneticista, informou à parte, como num comentário de teatro, que o Dr. James Watson tem um filho que sofre de uma deficiência cognitiva, similar (negrito nosso) à doença do autismo. E que esse fato o Dr. James não costuma abordar em público. Well, se bem compreendemos, um ser idiota é semelhante a um autista, pois não? Pois sim. Por que, como, terá sido mesmo que um Nobel de ciência gerou um rapazinho de mal parecido ao de um autista? Well, se ainda assim o Dr. James sustenta a opinião de que genes burros existem, e se transmitem, somente é possível mesmo uma conclusão: do tipo que se anuncia e se denuncia, o ilustre Dr. James Watson é um idiota.


Urariano Mota
Olinda, 14/3/2003


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Os Doze Trabalhos de Mónika. 6. Nas Asas da Panair de Heloisa Pait
02. Era uma vez um inverno de Elisa Andrade Buzzo
03. O Quixote de Will Eisner de Celso A. Uequed Pitol
04. O que não fazer em época de crise de Fabio Gomes
05. Momento ideal & conciliação de Ana Elisa Ribeiro


Mais Urariano Mota
Mais Acessadas de Urariano Mota em 2003
01. Lulu Santos versus Faustão - 11/7/2003
02. A nova escola - 29/8/2003
03. Alfredo Bosi e a dignidade da crítica - 18/4/2003
04. O chimpanzé, esse nosso irmão - 20/6/2003
05. O rei nu do vestibular - 8/12/2003


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
17/3/2003
19h03min
Caro Urariano. Concordo com você que a segregação dos 10% ditos inferiores é uma árdua e perigosa tarefa, dado o risco de injustiças que você bem lembrou. Além disso, será que nós, usualmemte, não confundimos falta de cultura com burrice? Você nunca conheceu alguém rotulado de burra, mas olhando cuidado observou que na realidade ele apenas não quis aprender o que queriam que ele aprendesse? Será que pessoas que contam apenas com um acentuado instinto de sobrevivência não seriam também inteligentes? Será que nós não veremos, no futuro, descobrirem que há vários tipos de burrice, à semelhança da descoberta de vários tipos de inteligência? Abraços. Bernardo Carvalho - Goiânia/GO - bernardo_carvalho@yahoo.com
[Leia outros Comentários de Bernardo Carvalho]
19/3/2003
07h26min
Olá,Urariano Muito bom saber que temos mais um espaço para ler seus sentimentos. O exemplo de Bacamarte "mesmo na escola elementar...'" é muito infeliz, uma vez que a escola do jeito como ela se coloca ainda hoje (talvez com raríssimas exceções, tão raras que não conheço nenhuma)não dá nenhum parâmetro ou critérios válidos que dê alguma possibilidade de julgarmos um ser humano (em toda a sua complexidade) inteligente ou não. Neste âmbito, louvemos Gardner e sua teoria das múltiplas inteligências, téorico, talvez mais sano ou menos "insano". Pena Forte ao analisar esta teoria dá vários exemplos de pessoas que se destacaram na vida, nas mais diversas áres do conhecimento e que foram muito mal na vida escola. Acho que agora cabe a frase mais chavão: "O que seria de Pelé se não existisse o futebol? Quantos Pelés teremos em busca "daquilo" em que possam realmente manisfestar suas habilidades. Teorizei demais? Desculpe... Não sou poeta. Abraços. Rosana
[Leia outros Comentários de Rosana]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.




Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




A INVESTIGAÇÃO NAS CIÊNCIAS SOCIAIS
JOÃO FERREIRA DE ALMEIDA E JOSÉ MADUREIRA PIN
PRESENÇA
(1976)
R$ 12,82



MORRO DOS VENTOS UIVANTES: O AMOR NUNCA MORRE. . .
EMILY BRONTË
LUA DE PAPEL
(2009)
R$ 21,00



DESIGUALDADES REGIONAIS E DESENVOLVIMENTO
RUI DE BARROS ÁLVARES AFFONSO & PEDRO LUIZ BARROS
FUNDAP / UNESP
(1995)
R$ 20,00



FABULAS TIBETANAS
STOREO LENARDUCCI
PROL
(2015)
R$ 30,00



QUERIDO DIÁRIO OTÁRIO 3 - EU SOU A PRINCESA OU O SAPO?
JIM BENTON
FUNDAMENTO
(2015)
R$ 38,80



ESCRITOS REUNIDOS. 1952-1983
GÜNTHER DÜRIG
SARAIVA
(2013)
R$ 30,00



ALÉM DO NASCIMENTO E DA MORTE
A. C. BHAKTIVEDANTA SWAMI PRABHUPADA
THE BHAKTIVEDANTA BOOK TRUST
(1990)
R$ 6,00



SOGRAS E NORAS: APRENDENDO A CONVIVER
ABRAHAO GRINBERG
ROSA DOS TEMPOS
(1993)
R$ 4,00



LE SURRÉALISME: THÉORIES, THÈMES, TECHNIQUES
GÉRARD DUROZOI, BERNARD LECHERBONNIE
LAROUSSE
(1972)
R$ 25,82



NEW ENGLISH POINT - 1
ELIANA/ MARIA CLARA/ NEUZA
SARAIVA
(2012)
R$ 10,00





busca | avançada
32715 visitas/dia
1,4 milhão/mês