Comentários de I. Boris Vinha | Digestivo Cultural

busca | avançada
49036 visitas/dia
1,8 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Quilombaque acolhe 'Ensaios Perversos' de fevereiro
>>> Espetáculo com Zora Santos traz a comida como arte e a arte como alimento no Sesc Avenida Paulista
>>> Kura retoma Grand Bazaar em curta temporada
>>> Dan Stulbach recebe Pedro Doria abrindo o Projeto Diálogos 2024 da CIP
>>> Brotas apresenta 2º Festival de Música Cristã
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Garganta profunda_Dusty Springfield
>>> Susan Sontag em carne e osso
>>> Todas as artes: Jardel Dias Cavalcanti
>>> Soco no saco
>>> Xingando semáforos inocentes
>>> Os autômatos de Agnaldo Pinho
>>> Esporte de risco
>>> Tito Leite atravessa o deserto com poesia
>>> Sim, Thomas Bernhard
>>> The Nothingness Club e a mente noir de um poeta
Colunistas
Últimos Posts
>>> Bill Ackman no Lex Fridman (2024)
>>> Jensen Huang, o homem por trás da Nvidia (2023)
>>> Philip Glass tocando Opening (2024)
>>> Vision Pro, da Apple, no All-In (2024)
>>> Joel Spolsky, o fundador do Stack Overflow (2023)
>>> Pedro Cerize, o antigestor (2024)
>>> Andrej Karpathy, ex-Tesla, atual OpenAI (2022)
>>> Inteligência artificial em Davos (2024)
>>> Bill Gates entrevista Sam Altman, da OpenAI (2024)
>>> O maior programador do mundo? John Carmack (2022)
Últimos Posts
>>> Napoleão, de Ridley de Scott: nem todo poder basta
>>> Sem noção
>>> Ícaro e Satã
>>> Ser ou parecer
>>> O laticínio do demônio
>>> Um verdadeiro romântico nunca se cala
>>> Democracia acima de tudo
>>> Podemos pegar no bufê
>>> Desobituário
>>> E no comércio da vida...
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Making it new
>>> Nick Carr sobre The Shallows
>>> O bom e velho formato site
>>> Escrever não é trabalho, é ofício
>>> A metade da vida
>>> A última discoteca básica
>>> van Gogh: Os livros amarelos
>>> A terra do nunca
>>> O maior banco digital do mundo é brasileiro (2023)
>>> Digestivo empreendedor
Mais Recentes
>>> Os 12 Trabalhos de Hércules 587 de Marco Haurélio pela Cortez (2013)
>>> Turma Da Mônica - Princesas E Princesas de Mauricio de Sousa pela Girassol (2012)
>>> Livro Capa Dura Psicologia TAB: Transtorno Afetivo Bipolar Memórias de Kay Redfield Jamison pela Somos (2021)
>>> Nada Por Acaso de Richard Bach pela Hemus (1978)
>>> Livro Didático Gramática Teoria e Atividades de Paschoalin e Sapadoto pela Ftd (2014)
>>> Numeros Inteiros E Criptografia Rsa 587 de S. C. Coutinho pela Impa (2007)
>>> Nadando contra a morte de Lourenço Cazarré pela Formato (1998)
>>> Livro Gibis K-on! 2 de Kakifly pela New Pop (2011)
>>> Livro Literatura Brasileira O Aleph de Paulo Coelho pela Sextante (2010)
>>> Decisões de Marketing os 4 Ps 587 de Luciano Crocco pela Saraiva (2020)
>>> Livro Infanto Juvenis Simon And The Spy de Elizabeth Laird pela Pearson (2008)
>>> 10 Vols. La moda - Sécs. 16 a 20 (História da Moda) de Max Von Boehm pela Salvat (1928)
>>> Problemática da Amazônia de Vários Autores pela Bibliex (1971)
>>> A Segunda Simplicidade: Bem-Estar e Produtividade na Era da Sabedoria de Luciano Alves Meira pela Caminhos (2017)
>>> No tempo dos meus bisavós de Nye Ribeiro pela do Brasil (2013)
>>> Gótico Japonês de Akutagawa e outros pela Urso (2023)
>>> Livro Gibis Naruto Gold 1 de Masashi Kishimoto pela Panini Comics (2021)
>>> Serial Killers Made In Brasil de Ilana Casoy pela Arx (2004)
>>> Gótico Japonês de Akutagawa e outros pela Urso (2023)
>>> Parábolas E Ensinamentos De Jesus de Cairbar Schutel pela O Clarim (1979)
>>> Gótico Japonês de Akutagawa e outros pela Urso (2023)
>>> Arte 1 e 2 - FGB Ensino Médio de Vários Autores pela Somos Eleva (2023)
>>> Livro Ensino de Idiomas Paul, Lisa & Co Kursbuch A1.1 de Monika Bovermann pela Hueber Verlag (2017)
>>> Livro Ensino de Idiomas Windows of the Mind Level 5 de Frank Brennan pela Cambridge (2001)
>>> Paisagem e Memória de Simon Schama pela Companhia das Letras (1996)
COMENTÁRIOS >>> Comentadores

Quarta-feira, 30/1/2008
Comentários
I. Boris Vinha

Até eu já escrevi
Qualquer biólogo, qualquer antropólogo, qualquer cronista, qualquer um ou mesmo qualquer blogueiro, se arroga o direito de filosofar sobre Deus. Até ateu fala sobre ele! (Existe ateu porque deve existir Deus, senão pra quê ateu?) Nietzsche e tantos outros foram simplesmente coadjuvantes no verdadeiro assassinato de Deus... Charles Darwin, com sua teoria da evolução, sim, colocou dúvida na existência divina. O Chefe Criador não deve ser mais do que uma Enorme Energia Cósmica; não tem gênero nem número, não é nem O nem A, não tem barba e muito menos é Branquinho como queria o Constantino e demais inventores, como Da Vinci, Michelangelo e Rubens, por exemplo. Os antigos escritores bíblicos, ignorantes pela própria natureza, escreveram uma monte de insanidades que hoje não podem mais serem suportadas... Todos falam; por isso até eu escrevi um ensaio sobre isso. Abraços!

[Sobre "Deus não é Grande, de Christopher Hitchens"]

por I. Boris Vinha
http://oslivros-iborisvinha.blogspot.com
30/1/2008 às
09h56 201.52.247.134
 
Diogo, o moço
O Mainardi ainda é novinho e ainda irá mudar o modo de pensar! Na idade dele é assim mesmo; muitos nessa idade passam de radicais, às vezes de esquerda, para revoltados e críticos de tudo e de todos. Ainda bem que ele é crítico de quem merece ser criticado... Agora, saibam que o Diogo já foi comunista, desses de passeatas e quebrar tudo pelas ruas, um radical de esquerda. Era bonitinho ser radicalzinho! Depois ele cresceu, escreveu alguns textos, uns bons e outros nem tanto, vendeu alguns livros, e arrumou um emprego na Veja. Assim, de garoto revoltado e metido a comunista, hoje é um rapaz em transição e se tornando crítico, como todos fomos. Daqui a pouco ele envelhece e passa a ter bom senso, como "quase" todos tivemos. É difícil ficar velho radical. Notem como somente alguns energúmenos são, na maioridade, fanáticos radicalizados. Mas eu gosto do Diogo assim, deixemos que ele execre os medíocres atuais. Quando ficar mais velho ele muda!

[Sobre "Diogo Mainardi"]

por I. Boris Vinha
http://oslivros-iborisvinha.blogspot.com
27/1/2008 às
16h57 201.52.247.134
 
Enochatos e enopedantes
Baco nos livre! Todo mundo quer falar sobre vinhos! De uns tempos para cá pensamos conhecer vinhos, falamos sobre essa bebida santificada, adorada por deuses e por filhos de deuses, utilizada em santas ceias em copos simples ou em Santos Graals. Há os enólogos que entendem, de fato. Há os enófilos que pensam que entendem, mas são metidos, como eu próprio sou. Há os sommeliers que fazem um cursinho de nada e já derramam a sabedoria enobabaca sobre todos. Salvo rarríssimas exceções. Há os Enochatos que enchem o saco de todos, a todo momento, em qualquer lugar, sobre a bebida bendita. Existem enochatos em blogs, em sites, em programas de televisão, em livros. Ô gente desagradável! E há os enopedantes; esses são de amargar. Esses não entendem nada de vinho, mas dizem ter tomado vinhos caríssimos, como os Pètrus, os Romaneé Contis, o Vega Sicilias... Até escrevi sobre isso em meu blog.

[Sobre "De vinhos e oficinas literárias"]

por I. Boris Vinha
http://oslivros-iborisvinha.blogspot.com
27/1/2008 às
11h02 201.52.247.134
 
Escape para medíocres
Olá Matta! Já tive a oportunidade de comentar, ou pelo menos tentei fazê-lo, talvez não tão brilhante como em seus artigos, mas tenho concordado com o que você escreve. Novamente concordo que a Internet é um meio bom para nos comunicarmos, para aprendermos, para viajarmos, mas estou de pleno acordo que é também um escape para medíocres, para covardes que se acobertam sob seus endereços falsos e descarregam os efeitos de suas idiossincrasias falhas sobre os comentados. Por isso tenho receio, um pouco de "pé atrás", com blogueiros, alguns viciados em despejar suas frustrações e incapacidades sobre tudo e todos, alguns chegam a ser totalmente inversos aos bons tons de moral e da ética que regula essa moral. São idiotas! ...Opa! Estou falando sobre despejar xingamentos sobre os outros e aqui estou eu despejando os meus! Por isso a evolução humana é precária, aliás, estamos involuindo; até escrevi um romance falando nisso: "Involução, um alerta". Não publicado, ainda. Fala sobre isso.

[Sobre "Quais são os verdadeiros valores?"]

por I. Boris Vinha
http://oslivros-iborisvinha.blogspot.com
23/1/2008 às
10h40 201.52.247.134
 
Julio Daio Borges
Editor

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




La Isla Bajo El Mar
Isabel Allende
Sudamericana
(2009)



Ensaios de critica e Philosophia
Vários autores
Desconhecido



Livro Literatura Estrangeira A Sombra da Lua Três assassinatos numa pequena cidade. Não pode ser mera coincidência
John Sandford; Alves Calado
Arqueiro
(2012)



Introdução à Teoria dos Sistemas
C. West Churchman
Vozes
(1972)



Avon: a História da Primeira Empresa do Mundo Voltada para a Mulh
Laura Klepacki
Best Seller
(2006)



Punk Pedagogies Music, Culture and Learning
Gareth Dylan Smith
Sem



A corrosão do caráter
Richard Sennett
Record
(2008)



O Magistério Público na Vida de um Professor
Nilton Tolentino Espíndola
Tribo da Ilha
(2013)



Grandes Personagens da Nossa Historia - 5 Volumes
Abril Cultural
Abril Cultural
(1972)



Sexualidade: a Difícil Arte do Encontro
Lidia Rosenberg Aratangy
Ática
(1997)





busca | avançada
49036 visitas/dia
1,8 milhão/mês