Comentários de isa fonseca | Digestivo Cultural

busca | avançada
83745 visitas/dia
2,4 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Oficina de Objetos de Cena nas redes do Sesc 24 de Maio
>>> Lançamento: livro “A Cultura nos Livros Didáticos”, de Lara Marin
>>> Exposição coletiva 'Encorpadas - Grandes, largos, políticos: corpos gordos'
>>> Clássicos da Literatura Unesp ganha mais cinco títulos
>>> Bertolt Brecht inspira ÉPICO
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> 2021, o ano da inveja
>>> Pobre rua do Vale Formoso
>>> O que fazer com este corpo?
>>> Jogando com Cortázar
>>> Os defeitos meus
>>> Confissões pandêmicas
>>> Na translucidez à nossa frente
>>> A Velhice
>>> Casa, poemas de Mário Alex Rosa
>>> Doutor Eugênio (1949-2020)
Colunistas
Últimos Posts
>>> Mehmari, Salmaso e Milton Nascimento
>>> Gente feliz não escreve humor?
>>> A profissão de fé de um Livreiro
>>> O ar de uma teimosia
>>> Zuza Homem de Mello no Supertônica
>>> Para Ouvir Sylvia Telles
>>> Van Halen ao vivo em 1991
>>> Metallica tocando Van Halen
>>> Van Halen ao vivo em 2015
>>> Van Halen ao vivo em 1984
Últimos Posts
>>> Tonus cristal
>>> Meu avô
>>> Um instante no tempo
>>> Salvem à Família
>>> Jesus de Nazaré
>>> Um ato de amor para quem fica 2020 X 2021
>>> Os preparativos para a popular Festa de Réveillon
>>> Clownstico de Antonio Ginco no YouTube
>>> A Ceia de Natal de Os Doidivanas
>>> Drag Queen Natasha Sahar interpreta Albertina
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Ele, Francis
>>> A crítica e o custo Brasil
>>> Manual prático do ódio
>>> Greatest hits em forma de coluna
>>> Asia de volta ao mapa
>>> Jogando com Cortázar
>>> Robinson Shiba do China in Box
>>> Diálogos de Platão, pela editora da Universidade Federal do Pará
>>> Desligando o Cartoon Network
>>> Simonal e O Pasquim: nem vem que não tem
Mais Recentes
>>> Insurgente de Veronica Roth pela Rocco (2013)
>>> Cidades de Papel de John Green pela Intrínseca (2013)
>>> Os Miseráveis de Victor Hugo Adaptação de Silvana Salerno pela Seguinte (2014)
>>> 1808 de Laurentino Gomes pela Planeta do Brasil (2007)
>>> 1808 de Laurentino Gomes pela Planeta do Brasil (2007)
>>> 1808 de Laurentino Gomes pela Planeta do Brasil (2007)
>>> 1815 de Henry Houssaye pela Perrin et Cia. Libraires-édite (1912)
>>> 1919 de John dos Passos pela Abril (1980)
>>> 1919 de John dos Passos pela Abril (1980)
>>> "a" de álibi de Sue Grafton pela Ediouro (1993)
>>> "b" de Busca de Sue Grafton pela Ediouro (1993)
>>> "c" de Cadáver de Sue Grafton pela Ediouro
>>> "d" de Dívida de Sue Grafton pela Ediouro (1999)
>>> 007 Encontro Em Berlim de Ian Fleming pela Bloch
>>> 007 Goldfinger - uma Novela de James Bond de Ian Fleming pela Best Seller
>>> 007 o Satânico Dr. No de Ian Fleming pela Bestseller
>>> 1° Livro de Leitura de Alegria de Ler pela Abril
>>> 1° Livro de Leitura de Alegria de Ler pela Abril
>>> 10 Que Valem 30! de Atilio Bari; Patricia Lima pela Scipione (2002)
>>> 100 Cronicas de Mario Prata pela O Estado de S Paulo (1997)
>>> 100 Dicas para Viajar Melhor - Ideias para Antes, Durante e Depois Da de Ricardo Freire pela Globo (2008)
>>> 100 Impulsos Positivos para Viver Melhor de Eduardo Criado pela Folio (1996)
>>> 100 maneiras de conquistar um homem na cama de Hans Freud / Nadia Maggi pela Sampa
>>> 100 Reflexões Filosóficas e Cor Local nos Romances Mediúnicos de Victo de Divaldo Pereira Franco pela Leal (2009)
>>> 100 Segredos das Pessoas Felizes de David Niven pela Sextante (2001)
>>> 1000 Erros de Portugues de Luiz Antonio Sacconi pela Nossa
>>> 101 Dicas Essenciais - Gravidez de Outros pela Ediouro (1996)
>>> 101 Lugares para Fazer Sexo Antes de Morrer de Marsha Normandy; Joseph pela Best Seller (2010)
>>> 101 Segredos para Ser um Supervisor Bem-sucedido de Peter R. Garber; Mark S. Loper pela Futura (1999)
>>> 12 Semanas para Mudar uma Vida de Augusto Cury pela Academia de Intelige (2007)
>>> 127 Coisas para Ser Feliz de Donna Wilkinson; Vitoria Paranhos Mantovani pela Ediouro (2010)
>>> 13 á 18 de Fevereiro de 1922 - a Semana de 22: Revolução Estética de Marcia Camargos pela Lazuli (2007)
>>> 15 Minutos Espanhol de Ana Bremón pela Publifolha (2005)
>>> 15 Seconds de Andrew Cross pela Harper (2012)
>>> 1808 Juvenil - Laurentino Gomes de Laurentino Gomes pela Planeta Jovem (2008)
>>> 1808 Juvenil - Laurentino Gomes de Laurentino Gomes pela Planeta Jovem (2008)
>>> 1932 - São Paulo Em Chamas de Luiz Octavio de Lima pela Planeta
>>> 1961 o Brasil Entre a Ditadura e a Guerra Civil de Paulo Markun; Duda Hamilton pela Benvira (2011)
>>> 1968 - o Ano Que Não Terminou - a Aventura de uma Geração de Zuenir Ventura pela Nova Fronteira (1988)
>>> 20 Ficções Sobre o Amor e Ribeirão Preto de Alexandre Azevedo Etc pela Coruja (2013)
>>> 20. 000 Léguas Matemáticas de A. K. Dewdney pela Jorge Zahar (2000)
>>> 20. 000 léguas submarinas de Julio Verne pela Mônica Krauzs (2005)
>>> 20. 000 léguas submarinas de Julio Verne pela Mônica Krauzs (2005)
>>> 200 Músicas Inesquecíveis Volume Iii de Sérgio Roberto Rodrigues pela Coopim
>>> 200 Músicas Inesquecíveis Volume Iii de Sérgio Roberto Rodrigues pela Coopim
>>> 2011-12 Duvine Adventures de Andy Levine pela Do Autor (2012)
>>> 2012 a era do Ouro de C. Torres; S. Zanquim pela Madras (2012)
>>> 2012 uma Aventura no Fim do Mundo de Vanessa Bosso pela Novo Seculo (2010)
>>> 203 de Enlouquecer um Homem na Cama de Olivia St. Claire pela Ediouro (1997)
>>> 203 Maneiras de Enlouquecer um Homem na Cama de Olivia St. Claire pela Ediouro (1997)
COMENTÁRIOS >>> Comentadores

Sexta-feira, 25/12/2009
Comentários
isa fonseca


Simbólico/imaginário
Claro que dá para viver sem literatura, mas vive-se mais precariamente, a meu ver. A literatura está no âmbito das artes e está no âmbito do simbólico/imaginário. Psicanalistas que estudaram Lacan sabem da sua importância para o equilíbrio proposto pelo nó borromeano. Literatura é tão importante quanto brincar é importante para a criança. Há crianças pobres que jamais pegaram num brinquedo e sofrerão de uma falta simbólica. O mesmo se dá com os livros. Os livros não fazem ninguém melhor, no sentido de ser uma pessoa boa, mas é claro que, estando no âmbito da arte, amplia-lhe o repertório. Tenho para mim, também, que ao ler a história de outras pessoas, no caso eu falo de ficção e, consequentemente, de outros personagens, saímos de nosso mundinho e desenvolvemos a compaixão. Tornamo-nos menos egóicos. É isto. No mais, literatura é prazer, puro prazer... Mas nosso imaginário caminha junto e com ela, a literatura, sempre há um aprendizado. É isto...

[Sobre "Literatura para quê?"]

por isa fonseca
http://www.hisafarr.zip.net
25/12/2009 às
11h11 189.100.237.69
 
Ensaio sobre a Cegueira é ruim
Concordo e vou mais longe; o filme, ao qual consegui assistir por apenas 20 minutos, de tão ruim, é uma das piores coisas feitas pelo cinema brasileiro nos últimos anos. Assim como me envergonhei de estar na platéia de "Durval Discos", quando o filme dá uma virada e tenta a linguagem do nonsense, também me envergonhei pelo Meirelles e por ter representado o Brasil lá fora. A começar pela fotografia, que parece ter sido feita por um garoto do primeiro ano da escola de cinema. O personagem do japonês trabalha mal. A estética que cai para a propaganda é terrível. A história é ruim, inverossímil em termos de narrativa. Alguém fica cego e, ao invés de correr ao hospital, vai para casa. Enfim, é uma baboseira só. Não vi mais porque a minha sensibilidade já havia sido ferida e a minha bagagem na área me permitiu avaliar que o filme é ruim. No mais, não gosto de Saramago, jamais gostei e saio dizendo para quem quiser ouvir. Quem conhece boa literatura, não gosta de Paulo Coelho e nem de Saramago...

[Sobre "Ensaio sobre a Cegueira, por Fernando Meirelles"]

por isa fonseca
http://www.hisafarr.zip.net
9/2/2009 às
11h41 189.102.15.73
 
Ensaio Sobre a Cegueira é ruim
Sem sombra de dúvida, o melhor filme de 2008 chama-se "Luz Silenciosa". "Ensaio sobre a cegueira" é um dos piores filmes a que assisti na vida (e olha que assisto a muitos filmes, cotidianamente, desde a década de setenta, pelo menos); tosco, com alguns péssimos atores, como o japonês do início do filme (digo início porque só consegui ver 20 minutos de tal filme); uma fotografia publicitária voltada para o excesso de real, chapada, horrível; cortes mal feitos e, para piorar, é sobre um romance de Saramago, autor superestimado. Será que no livro as pessoas vão parar numa enfermaria sem a supervisão de nenhum enfermeiro? Erros toscos. E como alguém vai para casa, como o japonês, se fica cego e não a um pronto-socorro? OK, é ficção, mas, ainda assim, que o filme não subestime a nossa inteligência... não é? Muitos gostaram; os espectadores estão cada vez menos exigentes, o que é uma pena. E, sim, "Quando os fracos não têm vez" é um excelente filme, que merece entrar no ranking dos melhores de 2008.

[Sobre "Meus melhores filmes de 2008"]

por isa fonseca
http://www.hisafarr.zip.net
12/1/2009 às
11h22 189.102.26.23
 
Não espero nada de Batman
Toda a vez que vejo um texto que espera muito de filmes como Batman, eu me pergunto quando é que os adultos vão crescer. Não dá para esperar nada de Batman, porque foi concebido para crianças, enquanto divertimento, passatempo, era só um gibi e não dá para fazer nada melhor com uma proposta que se distorce e quer atingir adultos. OK, há adultos infantilizados, que jamais viram um filme de Carl Dreyer na vida, mas estes que se danem, para usar um português bem chulo -- não é mesmo? Não dá para esperar que chifres nasçam em cavalos. Ao menos esta é o meu modo de ver tudo o que envolve Batman e seu companheiro Robin. Ficou lá atrás, na minha infância. Não espero nada, enquanto adulta, destes filmes; aliás, nem perco meu tempo indo ao cinema vê-los.

[Sobre "Batman: O Cavaleiro das Trevas, o filme"]

por isa fonseca
http://www.hisafarr.zip.net
9/1/2009 às
11h19 189.102.8.173
 
Em defesa da prosódia (pt. 2)
Parte dois: quando se trocou pharmácia por farmácia, foi um alívio, creio. Mas não tem sentido alterar o credelevê, nem suprimir o trema (que vai interferir para pior na prosódia) - não só não tem sentido, como haverá um problema de lógica na explicação para as crianças quando começarem a ser alfabetizadas. Algumas normas são bem-vindas, outras aparecem de maneira ditatória, ou seja, de cima para baixo e sem respeitar as mudanças naturais da língua. É o caso da supressão do acento em vôo etc. Passa-se por cima da musicalidade da língua de uma maneira brutal! Enfim, essa reforma veio em má hora e lugar e, para mim, além de absurda e de mediocrizar a língua, é coisa de quem não tinha o que fazer. Abraço!

[Sobre "Cócegas na língua"]

por isa fonseca
http://www.hisafarr.zip.net
6/11/2008 às
11h13 189.102.31.56
 
Em defesa da prosódia
Pilar, gosto muito de seus textos e já o disse a você uma vez. Permita-me fazer algumas considerações. Estudei Semiótica, formei-me e graduei-me no estudo das linguagens... e não é possível concordar com este equívoco quanto à prosódia: "O voo do pássaro também ficou mais leve, assim como as ideias e as jiboias, que não serão propriamente um problema para os mineiros, já que por aqui os sons são naturalmente mais abertos. Os paulistas, por outro lado, vão ficar tentados a fechar o som dessas vogais e, mesmo que não confessem, mentalmente vão ouvir uma voz inconformada dizer 'idêias', 'jibôias'." Desculpe-me, mas o paulista jamais falaria idêias ou jibôias. Este grupo sonoro é consenso no Brasil inteiro. O que se tem é diferente: se o carioca fala "e aí, mérrrmão!" (E aí, meu irmão?), o paulistano fala "e aí, mêrmão" - deu para perceber a diferença? Mas o exemplo que colocou está deslocado de uma possível prosódia em qualquer parte do Brasil. Sempre será idéia e jibóia, mesmo. Abraço!

[Sobre "Cócegas na língua"]

por isa
http://www.hisafarr.zip.net
6/11/2008 às
11h06 189.102.31.56
 
comodista e deselegante
O acordo ortográfico é um atalho para a mediocrização, uma espécie de pacto entre o mundo globalizado e suas conseqüentes perdas localizadas e a necessidade de que tudo venha mais simplificado, não de uma maneira simples, porém comodista e deselegante. Além do quê, sofrerá a prosódia com a retirada do trema e sofrerão e tremerão os professores para fazer com que os alunos separem o joio do trigo. Não precisava. Coisa de gente que não tinha o que fazer... Pena.

[Sobre "Trema, sentirei saudades"]

por isa fonseca
http://www.hisafarr.zip.net
5/11/2008 às
11h24 189.102.10.116
 
Belíssimo poema!
Abraço! Isa

[Sobre "Meu tio"]

por isa fonseca
http://www.hisafarr.zip.net
13/10/2008 às
18h51 189.102.10.116
 
Que susto!
Rafael, eu cheguei a mandar uma carta para a Cult, que foi publicada, por achar muito ruim a escritura do Mirisola. Não entendo como alguém como ele ou Paulo Coelho possa ser chamado de escritor. Seu texto acerta em cheio nas questões cruciais... parabéns. (Quase levei um susto ao ler a chamada!) Abraço!

[Sobre "Três vezes Mirisola"]

por isa fonseca
http://hisafarr.zip.net
25/9/2008 às
19h30 189.102.14.197
 
Julio Daio Borges
Editor

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




O VERÃO ANTES DA QUEDA
DORIS LESSING
RECORD
R$ 10,00



RAMOM, O FILOTETO AMERICANO
CARLOS HENRIQUE ESCOBAR
SERVIÇO NACIONAL DE TEATRO
(1977)
R$ 10,00



O LIVRO DAS PEQUENAS INFIDELIDADES
EDGARD TELLES RIBEIRO
COMPANHIA DAS LETRAS
(1994)
R$ 10,00



DA JURISDIÇÃO E DAS AÇÕES ACAUTELATÓRIAS ESPECÍFICAS
ACELINO PEDRO GUIMARÃES
LEUD
(1977)
R$ 10,00



O ÚLTIMO PORQUÊ
PIERRE WEIL
VOZES
(1988)
R$ 10,00



BOAS VINDAS BEBÊ 2
DRA. ANA ESCOBAR
PRINCIPIUM
(2014)
R$ 10,00



MANTENEDOR E REPARADOR DE CIRCUITOS HIDRÁULICOS - COMANDOS HIDRÁULICOS
SÉRGIO NOBRE FRANCO
SENAC - SP
(1987)
R$ 10,00



GOTAS DE SABEDORIA PARA A ALMA
HERNANDES DIAS LOPES
LPC
(2011)
R$ 10,00



PRAZOS JUDICIAIS CLT CPC CPP LEGISLAÇÃO EXTRAVAGANTE
LUCIA HELENA LENTZ CASSOU
HS
(2003)
R$ 10,00



TUDO E MAIS UMA SURPRESA
RAY ROMANO
FRENTE
(2001)
R$ 10,00





busca | avançada
83745 visitas/dia
2,4 milhões/mês