Comentários de Zé Bueno Franco | Digestivo Cultural

busca | avançada
65494 visitas/dia
2,5 milhões/mês
Mais Recentes
>>> ESG como parâmetro do investimento responsável será debatido em evento da Amec em parceria com a CFA
>>> Jornalista e escritor Pedro Doria participa do Dilemas Éticos da CIP
>>> Em espetáculo de Fernando Lyra Jr. cadeira de rodas não é limite para a imaginação na hora do recrei
>>> São Paulo recebe exposição ‘À Meia Luz Na Pele’ em dois pontos da capital
>>> Santander instala painel eletrônico em prédio para levar arte ao centro de São Paulo
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Silêncio e grito
>>> Você é rico?
>>> Lisboa obscura
>>> Cem encontros ilustrados de Dirce Waltrick
>>> Poética e política no Pântano de Dolhnikoff
>>> A situação atual da poesia e seu possível futuro
>>> Um antigo romance de inverno
>>> O acerto de contas de Karl Ove Knausgård
>>> Assim como o desejo se acende com uma qualquer mão
>>> Faça você mesmo: a história de um livro
Colunistas
Últimos Posts
>>> Hemingway by Ken Burns
>>> Cultura ou culturas brasileiras?
>>> DevOps e o método ágil, por Pedro Doria
>>> Spectreman
>>> Contardo Calligaris e Pedro Herz
>>> Keith Haring em São Paulo
>>> Kevin Rose by Jason Calacanis
>>> Queen na pandemia
>>> Introducing Baden Powell and His Guitar
>>> Elon Musk no Clubhouse
Últimos Posts
>>> Mãe, na luz dos olhos teus
>>> PoloAC retoma temporada de Os Doidivanas
>>> Em um tempo, sem tempo
>>> Eu, tu e eles
>>> Mãos que colhem
>>> Cia. ODU conclui apresentações de Geração#
>>> Geração#: reapresentação será neste sábado, 24
>>> Geração# terá estreia no feriado de 21 de abril
>>> Patrulheiros Campinas recebem a Geração#
>>> Curtíssimas: mostra virtual estreia sexta, 16.
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Bar ruim é lindo, bicho
>>> A forca de cascavel — Angústia (Fuvest)
>>> A ilusão da alma, de Eduardo Giannetti
>>> O Oratório de Natal, de J. S. Bach
>>> Minha experiência com rádio
>>> Fiz sim, e daí?
>>> Quem é (e o que faz) Julio Daio Borges
>>> Por que quero sair do Orkut (mas não consigo)
>>> Jornaleiros
>>> Lula, PT, essas coisas...
Mais Recentes
>>> Faces do Fanatismo de Maria Luiza Tucci Carneiro pela Contexto (2004)
>>> O Homem e Seus Símbolos de Carl Gustav Jung pela Nova Fronteira (1977)
>>> Contracomunicação de Décio Pignatari pela Perspectiva (1973)
>>> Exercicios de Matematica, V. 3: Progressoes Aritmeticas e Geometria de Manoel Benedito Rodrigues; Alvaro Zimmermann pela Policarpo (1994)
>>> Vida, Amor e Riso de Osho pela Gente (2001)
>>> Como Trabalhar os Conteúdos Procedimentais Em Aula de Antonio Zabala (org.) pela Artmed (1999)
>>> Comédias: a Tempestade - Sonho de uma Noite de Verão - Merc - Vol. I de William Shakespeare pela Edições Melhoramentos (1969)
>>> Médico de Homens e de Almas de Taylor Caldwell pela Record (2004)
>>> O Treinamento Autógeno de J. H. Schultz pela Mestre Jou (1978)
>>> Constantin Meunier de Hilde Van Gelder pela Cornell University P (2004)
>>> Exercícios de Matemática Volume 1 - Revisão do Ensino Fundamental de Alvaro Zimmermann; Manoel Benedito pela Policarpo (1994)
>>> Viagem ao Fim do Milênio de A. B. Yehoshua pela Companhia das Letras (2001)
>>> Middlesex de Jeffrey Eugenides pela Bloomsbury Uk (2002)
>>> Estátua! de Steve Barlow; Steve Skimore pela Companhia das Letrinhas (2000)
>>> A Clínica de Dor - Organização, Funcionamento e Bases Científicas de Antonio Bento de Castro pela Maio (2003)
>>> A Casa no Lago de Thomas Harding pela Anfiteatro (2017)
>>> A Sociedade Em Rede Volume I de Manuel Castells pela Paz e Terra (2002)
>>> Cozinha Mediterrânea de Paula Wolfert pela Companhia das Letras (1997)
>>> Destino: La Templanza de María Dueñas pela Planeta do Brasil (2015)
>>> Os Velhos Marinheiros de Jorge Amado pela Martins (1977)
>>> Administração Financeira: Teoria e Prática de Eugene F. Brigham pela Cengage (2006)
>>> Cálculo - Volume 2 de James Stewart pela Cengage (2009)
>>> Administração de Produção e Operações de Henrique L. Corrêa; Carlos A. Corrêa pela Atlas (2006)
>>> Geometria Descritiva - Conceitos, Metodologia, Aplicações de Rubens Mamar pela Plêiade (2008)
>>> Keynote de Paul Dummett,Helen Stephenson, Lewis Lansford pela Tedtalks (2018)
COMENTÁRIOS >>> Comentadores

Segunda-feira, 6/6/2011
Comentários
Zé Bueno Franco


Cadê o Daniel Daibem?
Impressionante a tendência insuportável da merdificação do rádio! Pensei que só eu que tinha ficado espantado, mas estou vendo que muita gente sentiu. Cadê o Geraldo Nunes? Cadê o Daniel Daibem? Cadê o Leitura de Domingo? Cadê as músicas dos melhores ouvintes? Cadê o Manoel Beato? Pra que esse monte desvairado de esporte? Querem competir com o Milton Neves pra ver quem fala mais porcaria? Não merecemos. O Grupo Estadão é mestre em estragar tudo... Que pena!

[Sobre "A morte da rádio Eldorado"]

por Zé Bueno Franco
6/6/2011 às
17h48 187.48.60.10
 
Gozação e autogozação
João Ubaldo Ribeiro é o maior cronista brasileiro, fácil. Imbatíveis a ironia, a gozação, a autogozação, a qualidade do texto, o não-conformismo, o ritmo, a profundidade não-aparente, e mais um monte de qualidades. [São Paulo - SP]

[Sobre "Promoção Sábado dos Meus Amores"]

por José Bueno Franco
15/6/2009 às
10h02 201.63.121.154
 
tudo vai ficar normal
Eu já havia palpitado, num comentário sobre um texto da Adriana Baggio, que o trema nunca serviu para nada, além de ser apenas bonitinho. Eu sempre desobedeci a regra, nunca usei, por achá-lo absolutamente desnecessário. Já o hífen, não. São muito feios, usando seus exemplos, 'contrarregra' e 'antissemita'. Não sei por que, mas... não são horríveis? E, olha, eu sou paulista e paulistano, e acho que nenhum paulista vai falar jibôia ou idêia. Não sei de onde você tirou isso. De qualquer maneira, daqui a algum tempo tudo vai ficar normal e 'assembléia' vai ficar tão estranho como é hoje 'êle', com acento.

[Sobre "Cócegas na língua"]

por De novo, a reforma..
7/11/2008 às
11h57 200.218.208.14
 
Pô, discordo
Eu acho que, embora bonitinho, o trema não serve para nada. Mesmo sabendo-me errado, nunca usei, a não ser em provas. Ele serviria para diferenciar o quê do quê? Alguém confundiria a pronúncia de linguiça, aguentar, tranquilo, consequência, aguerrido, querido? Não acho. Já as palavras duplas, com hífen no meio, acho-as muito mais bonitas do que sem o hífen. Uma pena. Ó que coisa feia: agronegócio. Assim também a eliminação dos acentos em epopéia, assembléia, enjôo. Parece que acinzentou tudo. Bom, a gente se acostuma com cada coisa, não será diferente com isso.

[Sobre "Trema, sentirei saudades"]

por José Bueno F. Neto
5/11/2008 às
10h36 201.63.121.154
 
No saldo, é legal
Tem coisas estranhas, mas a gente se acostuma. Difícil escrever "heróico", "assembléia", "paranóia" sem acento, né? Por outro lado, o trema já vai tarde. No saldo, é legal. [São Paulo - SP]

[Sobre "Promoção Cartas de Antônio Vieira"]

por José Neto
3/9/2008 às
11h41 201.63.121.154
 
um quê de Pedro de Lara
Muito bom, isso! Ri muito. Eu nunca entendi o bigode. Como pode alguém, principalmente as mulheres, gostar? Sempre achei que caras do tipo Olivio Dutra, Aloizio Mercadante, José Sarney e quase todos os nossos intrépidos senadores, têm alguma coisa a menos (ou a mais, dependendo da coisa) na cabeça. Todos têm, no fundo, um quê de Pedro de Lara...

[Sobre "Barba e bigode"]

por Jose Bueno Franco Ne
4/7/2007 às
14h26 201.63.121.154
 
Bunda, bunda, bunda
Eu me admiro com esses "comentadores". Todo mundo fica arrumando mil pretextos para fazer uma crítica "cabeça" do filme. Política, falta de política, opressor, oprimido, superficialidade, hedonismo... Mas, no final, todo mundo se embasbaca mesmo é com a política da bunda. Bunda, bunda, bunda. Ensaia-se, desvia-se, disfarça-se e se chega na... bunda. E é isso mesmo, uma bunda majestosa e dominante, num filme muito original, divertido e absorvente, no bom sentido. Assisti fascinado, sentindo que, apesar de esse Selton Mello quase estragar tudo, como sempre, esse sim é um filme muito melhor do que essas leguminosas a que vamos assistir no fim de semana nos Cinemarks dos shoppings.

[Sobre "A política de uma bunda"]

por Jose Bueno Franco
27/4/2007 às
14h43 201.63.121.154
 
clima de casa de praia
Muito bom isso! Tão legal ter sensibilidade e bom humor para trazer tanta atmosfera para o texto. Já senti tantas vezes esse clima de casa de praia, cheio de dezembros e janeiros vencidos e com cheiro de maresia misturado com chuva de verão. E nada como revistas femininas (ou masculinas!) para matar nosso tempo com questões profundíssimas...

[Sobre "Revistas velhas na praia"]

por Jose Bueno Franco
12/3/2007 às
17h55 201.63.121.154
 
azeitologia
Eu só posso me render e aprender com uma azeitóloga desse nível. Assim como vc é doente por azeite, sou doente por pizza, mas só como atleta amador, não tenho conhecimento teórico/gastronômico suficiente para avaliar as ditas com profundidade. Em um ponto concordamos: uma boa pizzaria é comovente. Quando for a Ubatuba, vou lembrar disso. Abrass.

[Sobre "Pizzaria São Paulo"]

por Jose Bueno Franco Ne
1/3/2007 às
17h47 201.63.121.154
 
sim, os azeites
Adriana, sem querer criar uma "polêmica dos azeites", na Braz tem um azeite diferente em cada mesa. Tá certo que não são marcas diferentes, mas sim azeites de ótima qualidade, um com alho, outro com ervas, outro com pimentas, outro com isso e outro com aquilo, "montados" lá mesmo. Posso considerar isso uma "variedade" de azeites?

[Sobre "Pizzaria São Paulo"]

por Jose Bueno Franco Ne
1/3/2007 às
10h53 201.63.121.154
 
A cadeia alimentar
Ótimo esse post, ri muito, mesmo. Mas, pô, cada um na sua selva e cada um na sua posição na cadeia alimentar. Não acredito que tem gente discutindo se o nível de stress do bicho-bicho é maior do que o do bicho-humano urbano! Eu juro, às vezes morro de vontade de, feito o crocodilo risonho, pular no hipopotão do meu chefe e no seu respectivo hipopotinho, o sub-chefe... Mas gosto muito do ar condicionado e do Johnny Red de que desfruto graças a eles e outros animaizinhos.

[Sobre "Mamãe Natureza"]

por Jose Bueno Franco
28/2/2007 às
17h17 201.63.121.154
 
corniccioni em SP, sim
Como assim? Aqui em SP tem mil pizzarias que fazem corniccioni deliciosos, inclusive as que foram citadas. A melhor (e mais bonita) talvez seja a Quintal do Braz (filha bonita da Braz).

[Sobre "Pizzaria São Paulo"]

por Jose Bueno Franco
28/2/2007 às
16h49 201.63.121.154
 
Julio Daio Borges
Editor

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Temas de Nutrição Em Pediatria
Sociedade Brasileira Pediatria
Especial
(2001)



Cultura Empresarial: Motivação e Liderança : Psicologia das Organ
Luís Rosa
Presença (lisboa)
(1994)



A Princesa Apaixonada
Meg Cabot
Record
(2004)



Mega 4 Workbook
Olivia Johnston
Macmillan
(2004)



O Despertar da Empresa Brasileira
Rachel Regis Jair Moggi
Cultrix
(1994)



Der Einsame Cop
Jerry Cotton
Bastei Lubbe
(1986)



Novas Tendências nos Estudos do Direito Civil
Revista Arché Interdisciplinar Nº 24 Vol Viii
Ucam (rj)
(1999)



O Que Acontece Quando Amamos ?
Vários Autores
Torá Livraria e Ed
(1998)



Lições de Princesa
Meg Cabot
Galera Record
(2008)



Couleurs des Étoiles
David Malin e Paul Murdin (capa Dura)
Masson
(1986)





busca | avançada
65494 visitas/dia
2,5 milhões/mês