Comentários do IP 200.152.98.9 | Digestivo Cultural

busca | avançada
57428 visitas/dia
2,1 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Zé Guilherme recebe o pianista Matheus Ferreira na série EntreMeios
>>> Chamada Vale recebe cadastro de cerca de 3 mil projetos
>>> Lançamento do Mini Doc Tempo dell'Anima
>>> Cinema in Concert com João Carlos Martins une o cinema à música sinfônica em espetáculo audiovisual
>>> Editora Unesp lança 20 livros para download gratuito
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> A redoma de vidro de Sylvia Plath
>>> Mas se não é um coração vivo essa linha
>>> Zuza Homem de Mello (1933-2020)
>>> Eddie Van Halen (1955-2020)
>>> Prêmio Nobel de Literatura para um brasileiro - II
>>> Vandalizar e destituir uma imagem de estátua
>>> Partilha do Enigma: poesia de Rodrigo Garcia Lopes
>>> Meu malvado favorito
>>> A pintura do caos, de Kate Manhães
>>> Nem morta!
Colunistas
Últimos Posts
>>> Zuza Homem de Mello no Supertônica
>>> Para Ouvir Sylvia Telles
>>> Van Halen ao vivo em 1991
>>> Metallica tocando Van Halen
>>> Van Halen ao vivo em 2015
>>> Van Halen ao vivo em 1984
>>> Chico Buarque em bate-papo com o MPB4
>>> Como elas publicavam?
>>> Van Halen no Rock 'n' Roll Hall of Fame
>>> A última performance gravada de Jimmi Hendrix
Últimos Posts
>>> Normal!
>>> Os bons companheiros, 30 anos
>>> Briga de foice no escuro
>>> Alma nua
>>> Perplexo!
>>> Orgulho da minha terra
>>> Assim ainda caminha a humanidade
>>> Três tempos
>>> Matéria subtil
>>> Poder & Tensão
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Nem tudo é pessoal
>>> Jeff Beck em Big Block
>>> 10 de Fevereiro #digestivo10anos
>>> Chama Atenção
>>> 9 de Fevereiro #digestivo10anos
>>> Scott Weiland (1967-2015)
>>> 7 de Setembro
>>> Sobre jabutis, o amor, a entrega
>>> Hiperbóreo nos trópicos: a poesia de Oleg Almeida
>>> Imagens do Grande Sertão de Guimarães Rosa
Mais Recentes
>>> Império de Michael - Antonio Negri pela REcord (2003)
>>> Oxford Advanced Learnes Dictionary of Current English de A. S. Hornby pela Oxford University Press (1988)
>>> O Matuto de Zibia Gasparetto pela Vida & Consciência (1997)
>>> The Secret - O Segredo de Rhonda Byrne pela Ediouro (2007)
>>> Semideuses e Monstros de Rick Riordan pela Intrínseca (2014)
>>> 5 Lições Sobre Império de Antonio Negri pela DP&a (2003)
>>> Peter Lawford - O Homem que Guardava o Segredo dos Kennedys de James Spada pela Record (1993)
>>> Os Irmãos Karamázovi de Dostoiévski pela Nova Cultural (1995)
>>> Tequila Vermelha de Rick Riordan pela Record (2011)
>>> A Dança do Viúvo de Rick Riordan pela Record (2014)
>>> O Ladrão de Raios - Percy Jackson e os Olimpianos 1 de Rick Riordan pela Intrínseca (2010)
>>> Vá Em Frente! Não Deixe Nada Pra Depois de Zibia Gasparetto pela Evd/ Vida e Consciência (2016)
>>> O Último Olimpiano - Percy Jackson e os Olimpianos 5 de Rick Riordan pela Intrínseca (2010)
>>> A Criança e Seus Jogos de Arminda Aberastury pela Artes Médicas (1992)
>>> A Batalha do Labirinto - Percy Jackson e os Olimpianos 4 de Rick Riordan pela Intrínseca (2010)
>>> O Construtivismo na Sala de Aula de Vários Autores pela Ática (2001)
>>> A Função do Filho – Espelhos e Labirintos da Infância de Esteban Levin pela Vozes (2001)
>>> A Infância em Cena – Constituição do Sujeito e Desenvolvimento Psicomotor de Esteban Levin pela Vozes (2002)
>>> Psicologias – Uma Introdução ao Estudo de Psicologia de Ana M. Bahia Bock, Odair Furtado e Maria de Lourdes T. Teixeira pela Saraiva (1999)
>>> Vigiar e Punir - História da Violência nas Prisões de Michel Foucault pela Vozes (1998)
>>> Psicanálise & Pedagogia de Lino de Macedo e Bernadete Amêndoa de Assis (Orgs.) pela Casa do Psicólogo (2002)
>>> Os Segredos da Mente Milionária de T. Harv Eker pela Sextante (Gmt) (1992)
>>> Ensaio sobre a cegueira de Jose Sarmago pela Companhia Das Letras (2004)
>>> Poesia na varanda de Sonia junqueira pela Autentica
>>> O Ano da Morte de Ricardo Reis de José Saramago pela Caminho (1984)
>>> Dorme,menino,dorme de Laura herrera pela Lm
>>> A culpa e da pipoca de Dayse torres pela Papirus
>>> Talisma do tibet de Anna flora pela Ftd
>>> Quinho e o seu caozinho,um caozinho especial de Lae de souza pela Eco arte
>>> O umbigo do mar de Lucia martinez pela Brasil s.a
>>> O trem e o maquinista nos trilhos da fantasia de Sandra zeni carli pela Giordani (2012)
>>> Lino de Andre neves pela Callis
>>> A terra vista do alto de Fernando carraro pela Ftd
>>> Menino gato de Pablo david sanches pela Aletria
>>> Super fotos especiaç--as grandes fotos publicadas em superinteressante de Abril pela Abril
>>> Vida boa de Fabio zimbres pela Zarabatana
>>> As máscaras de Deus - Volume 3 - Mitologia ocidental de Joseph Campbell pela Palas Athena (2004)
>>> As máscaras de Deus - Volume 2 - Mitologia oriental de Joseph Campbell pela Palas Athena (1994)
>>> As máscaras de Deus - Volume 1 - Mitologia primitiva de Joseph Campbell pela Palas Athena (2010)
>>> Pulsão - Tempo Psicanalítico Nº 25 de Sociedade de Psicanálise Iracy Doyle pela Spid (1991)
>>> Educação Biocêntrica: um movimento de construção dialógica de Ruth Cavalcante; Cezar Wagner; Fatima Diógenes; Cristiane Arraes; Cássia Regina pela Cdh (2007)
>>> Mamória de minhas putas tristes de Gabriel Garcia Marques pela Record (2007)
>>> Emmanuel Levinas: Um estudo sobre a ética da alteridade de Abimael Francisco do Nascimento pela Brazil Publishing (2020)
>>> Coleção folha grandes vozes Tom Jobim - Wave nº 5 de Folha de São Paulo pela Mediafashion (2012)
>>> A Colonização - uma Mancha no Espaço de Felippe Siciliano pela Multifoco (2017)
>>> Uma História do Capitalismo: das origens até a primeira guerra mundial de Osvaldo Coggiola pela Brazil Publishing (2020)
>>> A questão social e a cidadania no neocapitalismo de Evandro Prestes Guerreiro pela Brazil Publishing (2020)
>>> Coleção folha grandes vozes Dean Martin nº 24 de Folha de São Paulo pela Mediafashion (2012)
>>> Fortaleza Avançada - Uma Mancha no Espaço II de Felippe Siciliano pela Anthology (2017)
>>> Um dia: vinte anos, duas pessoas de David Nicholls pela Intrínseca (2011)
COMENTÁRIOS >>> Comentadores

Sábado, 29/6/2002
Comentários
200.152.98.9


Sem vara de condão
A discussão sobre cinema no Brasil é tão antiga, mas tão antiga, que já morreram Mário Peixoto, Alberto Cavalcante, morreram a Vera Cruz, a Atlântida, as revistas de cinema, os velhos cinemas de praça do país e ainda não sabemos onde chegar. Será que somos tão incompetentes, imaturos, ou ignorantes mesmo, a ponto de não conseguirmos elucidar uma questão tão necessária? Sim, somos. Tudo isso e muito mais. Venho acompanhando a discussão sobre a ANCINE, desde as propostas de sua criação - coisa de uns dois ou três anos atrás. Venho acompanhando algumas poucas discussões nos bastidores, travadas entre cineastas de longa data e aspirantes. O que se percebe é um misto de angústia adolescente e de disparates egocêntricos. De um lado, advoga-se a causa do cinemão, da criação de uma indústria, mas voltada para o grande público, quando as bases que aí temos, os tais "fundamentos", estão explícitos neste artigo. Como se a arrecadação de um tributo fosse satisfazer a necessidade histórica de profissionalização de uma imensa cadeia produtiva. De outro, os chatos de sempre - não chatos porque reclamam, mas porque são chatos mesmo - quebram com qualquer iniciativa que pretenda dar viabilidade à indústria - em qualquer acepção que a palavra possa tomar -, uma vez que inseridos em um mercado audiovisual, terão que caminhar com as próprias pernas, sem o ancoradouro seguro das benesses concedidas pelo Estado. Mas antes de qualquer mal-entendido, é preciso dizer uma coisa: não são só estes que querem evitar a todo custo a retirada do seio estatal. Também muitos dos velhos cineastas aguardam a varinha de condão salvar as suas idéias e transformá-las em grandes obras de longo alcance, como mísseis culturais. O que resta são os parcos cinemas pelo território brasileiro, inundados de porcarias made in qualquer lugar, seja Brasil, EUA ou mesmo França, a meca da pseudo-intelectualidade. Uma certeza podemos ter. E é uma certeza que pode nos auxiliar a pensar em saídas. Há espaços para todos os gostos, para todas as produções. O que precisamos ocupa uma boa lista: boas escolas de cinema, técnicas e críticas; que o Estado deixe de atrapalhar a produção (já seria uma grande ajuda); que se criem verdadeiros produtores no país, com conhecimento sobre o mercado, sobre a indústria; e demais mecanismos que permitam a auto-suficiência. Sem ela, não há como se pensar sequer em médio prazo.

[Sobre "Que tipo de cinema se quer fazer no Brasil?"]

por Homer
29/6/2002 às
14h51 200.152.98.9
(+) Homer no Digestivo...
 
Atirar no escuro
Pois é, meu caro Rafael (não vou aqui te chamar pelo apelido, porque pode tornar-se incômodo). Olha a ironia, olha a ironia! A seu convite apareci para saborear a sua primeira coluna gastronômica e posso te dizer que o seu futuro, meu amigo, o seu futuro é o infinito! Brilhante coluna, como aquelas que se espargem. É como naqueles pequeníssimos vasilhames de perfume francês, que borrifados alcançam séculos de história da arte dos odores. Escrever é atirar a esmo, já dizia um amigo meu. E eu, naqueles tenros anos de zona colegial e frustração intelectual, a tentar e tentar tornar-me um verdadeiro "sniper", ilhado no bairro da Glória ou, agora, aqui em São Conrado. Aguardo ansiosamente por nossa ida à "Vênus de Milo". Espero poder quebrar alguns pratos, embora minha consciência de ocidental boboca ainda me traga alguns pesares pela culpa do vandalismo inexistente. Se não me segurarem, acabo por quebrar Versalhes no dia seguinte. Ou pelo menos o Palácio do Itamaraty, que fica aqui mais perto. Abraços!

[Sobre "Quebrar pratos com Afrodite"]

por Homer
30/5/2002 às
10h46 200.152.98.9
(+) Homer no Digestivo...
 
México
Marcelo, grande artigo! Mesmo para quem conhece bem a história do chocolate, foi uma bela rememoração. Intrigante foi que estive em março no México, justamente um dos principais sítios de cultura do cacau e do tchocolatl na América Pré-Colombiana, e hoje percebe-se que o chocolate ganha mais páginas de livros de História que vida prática nas cozinhas e restaurantes mexicanos. Os americanos foram em muito ultrapassados pela tecnologia e pelo gosto que desenvolveram os europeus pelo produto derivado do cacau. As poucas chocolaterias que lá se encontram são, em sua maior parte, insossas e vívidas como uma daquelas lojinhas de chocolate brasileiras que vendem produtos industrializados como Garoto e afins. É triste. Ainda mais se contrastarmos a realidade dos dias de hoje com a riqueza que emana dos murais de Rivera no Palácio Nacional na Cidade do México, onde o cacau é alçado à catergoria de patrimônio das culturas aztecas, tlaxcalanos e tarascanos.Mas ainda há uma prato de resistência que é um dos poucos resquícios da força que teve o chocolate na cultura mexicana: o Mole Poblano, considerado um dos pratos nacionais, originário de Puebla que é uma carne de peru cozida, coberta por um molho escuro emuito rico, feito com os oniprsentes chilis, condimentos especiais, nozes e um pouco de chocolate, justamente o que confere a cor tão singular do molho que também é utilizado em outros pratos da cozinha poblana. Abraços e votos de sucesso.

[Sobre "Eu só quero chocolate"]

por Homer
30/5/2002 às
10h12 200.152.98.9
(+) Homer no Digestivo...
 
Menos
Gostei do texto, especialmente pelo tom irônico. Seria legal, no entanto, para adicionar ainda mais ironia, que aqueles operários fossem apenas um grupo de amigos literatos, como Bukowski e pares, num dia de trabalhos nos correios da cidade angelical, ignorados em suas facetas mais verdadeiras pela visão míope do observador, apenas a descansar sobre a relva urbana. Creditar à leitura a qualidade da superação da condição humana, que aqui já se traveste de proto-humana, como bem deve ser ressaltado, é de bom tom acatar. Mesmo porque a crença segue igual sentido. Interessante é que o autor parte do princípio que ser homo literalis já é, para si próprio, uma verdade tão absoluta, que a refutação é digna de considerações obsequiosas. De um cavalo ao chão poderia ter nascido a teoria newtoniana. Foi de uma maçã. Bem, ao menos alguns podem nisso crer: Um charuto também pode ser só um charuto. Menos, Alexandre, menos. Mas ainda assim, meus parabéns.

[Sobre "Quem Não Lê Não É Humano"]

por Homer
3/5/2002 às
09h55 200.152.98.9
(+) Homer no Digestivo...
 
Doce irresponsabilidade
Civilization é um jogo que faz parte das minhas intermináveis batalhas mentais entre a responsabilidade de estudar para uma prova, que se aproxima mais e mais, e a doce irresponsabilidade de passar horas a fio, com a bunda doendo ao cabo de uma madrugada, sentado em frente a uma tela de computador. E o prazer da vingança, como bem ressaltado, é tão forte, que me lembro até hoje das boas sovas que dei em franceses, romanos e persas - nesses últimos principalmente - após mais um acordo de cessar-fogo quebrado. Adeus, que tenho que ir para a aula...

[Sobre "Civilizado?"]

por Homer
3/5/2002 às
09h55 200.152.98.9
(+) Homer no Digestivo...
 
Julio Daio Borges
Editor

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




NOSTRADAMUS E O INQUIENTANTE FUTURO
EITORE CHEYNET
PENSAMENTO
(1976)
R$ 12,00



FESTA SOB AS BOMBAS - OS ANOS INGLESES
ELIAS CANETTI
ESTAÇÃO LIBERDADE
(2009)
R$ 18,00



NO EXPLODIR DA INSPIRAÇÃO
LAURA S PORPINO
N/D
R$ 19,90



ESTE LADO DA VIDA
HERMANN HESSE
CIVILIZAÇÃO BRASILEIRA
(1971)
R$ 15,00
+ frete grátis



COLETÂNEA - CLÁSSICOS DA POESIA BRASILEIRA
FREDERICO BARBOSA (ORG)
ESTADÃO
(1997)
R$ 5,00



JONAS E A BALEIA
CEDIC
CEDIC
(2013)
R$ 9,42



HISTÓRIA UNIVERSAL HISTÓRIA DA CIVILIZAÇÃO VOLUME 2
OLIVEIRA LIMA
MELHORAMENTOS
R$ 15,00



ZUMBIZINHO
JOÃO PEREIRA DE ABREU
SALESIANAS
(2000)
R$ 5,00



O SONHO DE UM VENCEDOR (ROMANCE MEDIÚNICO)
ZÉLIA CARNEIRO BARUFFI
EME
(2005)
R$ 7,00



FOGOS CRUZADOS - OS DEUSES RIEM
A J CRONIN
JOSE OLYMPIO
(1959)
R$ 6,90





busca | avançada
57428 visitas/dia
2,1 milhões/mês