Comentários #22-24 (respostas) | Julio Daio Borges

busca | avançada
56607 visitas/dia
1,8 milhão/mês
Mais Recentes
>>> FAAP discute Semana de Arte Moderna de 22
>>> Toda Quinta retoma 1ª edição no Teatro Vivo com menção a Dominguinhos
>>> ENSINAR A FAZER - MARCENARIA
>>> O Peso do Pássaro Morto faz duas sessões online dias 30 e 31/10
>>> Exposição recupera a memória da ditadura brasileira
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Eleições na quinta série
>>> Mãos de veludo: Toda terça, de Carola Saavedra
>>> A ostra, o Algarve e o vento
>>> O abalo sísmico de Luiz Vilela
>>> A poesia com outras palavras, Ana Martins Marques
>>> Lourival, Dorival, assim como você e eu
>>> O idiota do rebanho, romance de José Carlos Reis
>>> LSD 3 - uma entrevista com Bento Araujo
>>> Errando por Nomadland
>>> É um brinquedo inofensivo...
Colunistas
Últimos Posts
>>> Michael Dell on Play Nice But Win
>>> A história de José Galló
>>> Discoteca Básica por Ricardo Alexandre
>>> Marc Andreessen em 1995
>>> Cris Correa, empreendedores e empreendedorismo
>>> Uma história do Mosaic
>>> Uma história da Chilli Beans
>>> Depeche Mode no Kazagastão
>>> Uma história da Sambatech
>>> Uma história da Petz
Últimos Posts
>>> Mundo Brasil
>>> Anônimos
>>> Eu tu eles
>>> Brasileira muda paisagens de Veneza com exposição
>>> Os inocentes do crepúsculo
>>> Inação
>>> Fuga em concerto
>>> Unindo retalhos
>>> Gente sem direção
>>> Além do ontem
Blogueiros
Mais Recentes
>>> 12 de Junho #digestivo10anos
>>> crônica - ou ensaio - à la hatoum
>>> Prenda-me se for capaz
>>> Sobre futebol e hinos nacionais
>>> Zeitgeist
>>> Capacidade de expressão X capacidade linguística
>>> Silêncio e grito
>>> Sejam Bem-Vindos
>>> A alma boa de Setsuan e a bondade
>>> O samba de Donga na Festa da Penha
Mais Recentes
>>> A ciência da meditação - Como transformar o cérebro, a mente e o corpo de Daniel Goleman; Richard J. Davidson pela Objetiva (2017)
>>> Hotel Planejamento e Projeto de Wilson Edson Jorge, Paulo Lucio de Brito e Nelson Andrade pela Senac (2007)
>>> A Física da Alma: A explicação científica para a reencarnação, a imortalidade e as experiências de quase morte de Amit Goswami pela Goya (2015)
>>> Aprendendo Metodologia Científica uma Orientação para os Alunos de Alex Moreira Carvalho e Outros pela Nome da Rosa (2000)
>>> O Brinquedo-Sucata e a Criança de Marina Marcondes Machado pela Loyola (1995)
>>> Fundamentos De Teosofia de C. Jinarajadasa pela Teosófica (2014)
>>> 50 Ideias de Física quântica que você Precisa Conhecer de Joanne Baker pela Planeta (2017)
>>> Faz Escuro Mas Eu Canto de Thiago de Mello pela Civilização Brasileira (1966)
>>> Bridge - Regras do Jogo de Cordélia Dias d'Aguiar pela Tecnoprint (1979)
>>> Dogma e ritual de alta magia de Eliphas Levi pela Madras (2018)
>>> Manual da Igreja Adventista do Sétimo Dia de Não Consta pela Casa Publicadora Brasileira (2005)
>>> Você é a sua cura: 7 passos para turbinar a imunidade e ter saúde a vida inteira de Deepak Chopra pela Alaúde (2018)
>>> Ovnis. S. O. S. a Humanidade de J. J. Benitez pela Nova Era (1995)
>>> Wicca: a Religião da Deusa de Claudiney Prieto pela Alfabeto (2012)
>>> Conexões espirituais de Sylvia Browne pela Prumo (2012)
>>> I Ching - O Livro das Mutações de Não Consta pela Renes (1972)
>>> Filosofia das ciências de Pascal Nouvel pela Papirus (2013)
>>> Tomates verdes fritos no café da Parada do Apito de Fannie Flagg pela Globo (2018)
>>> O caldeirão azul de Marcelo Gleiser pela Record (2019)
>>> Quando Eu For Grande Quero Ir À Primavera - e Outras Histórias de José Pacheco pela Eds (2003)
>>> 11:11 A abertura dos portais de Solara pela Madras (2006)
>>> Assassin's creed renascença de Oliver Bowden pela Galera Record (2011)
>>> Cura te a ti mesmo de João Nunes Maia pela Fonte Viva (2010)
>>> O pequeno príncipe de Antoine de Saint-Exupéry ( pela Pé da Letra (2018)
>>> Reforma íntima sem martírio de Wanderley Oliveira pela Sed (2006)
COMENTÁRIOS

Sexta-feira, 18/5/2007
Comentários
Leitores


Comentários #22-24 (respostas)
Lauro (#22): eu prefiro sacrificar o fetichismo a ler autores ruins; aliás, autores ruins acabam com qualquer fetiche --- não há livro bonito e gostoso (na forma) que resista! Isa (#23), você está vendo? Autores ruins desencorajam até autores bons a publicar --- alguém tem de acabar com isso! Albarus (#24, você tem certeza de que quer publicar um livro com essa assinatura?): o Daniel Galera é um bom exemplo, sim! Ele começou na internet, você sabia? Seu primeiro livro de contos foi todo publicado --- e testado antes --- na internet! É o melhor livro dele, na minha opinião. Ah, e eu já falei isso pra ele... Outra coisa: eu bem que tento ler os autores novos (ninguém pode me acusar de omissão!), mas é que, na maioria das vezes, não consigo nem passar da primeira página --- realmente, não é por má vontade, mas é que não dá...

[Sobre "Publicar em papel? Pra quê?"]

por Julio Daio Borges
18/5/2007 às
20h20 200.177.21.215
(+) Julio Daio Borges no Digestivo...
 
Comentários #18-21 (respostas)
Diogo (#18): a diferença, como eu disse por e-mail, é que as bandas que se lançam em CD não querem logo o Grammy, mas os nossos autores novos não querem nada menos que a consagração do Nobel! Newton (#19): o problema é que, hoje, você perde muito mais tempo encontrando livros bons na livraria, porque os ruins abundam nas estantes; as editoras abriram as pernas e lançam cada vez mais títulos (e cada vez mais autores novos... Socorro)! Não acho, Camila (#20): um blog só sobrevive se tiver audiência; um livro, sim, qualquer um publica. Um blog é um teste para um escritor --- para mantê-lo vivo, é preciso trabalhar bastante; já o livro, não é mais teste nenhum, para publicar basta pagar a edição! Brauer (#21): livro é sonho; realidade é o que eu descrevi aqui --- desmanchei, isso sim, os sonhos de muita gente, por isso, agora, estão bravos comigo... (Tudo bem, depois vão me agradecer por terem economizado uma grana...)

[Sobre "Publicar em papel? Pra quê?"]

por Julio Daio Borges
18/5/2007 às
20h18 200.177.21.215
(+) Julio Daio Borges no Digestivo...
 
Persista!
Ô Marcelo. Legal sua reflexão. Mas acho que sua angústia atrapalha (o que estou dizendo? Tem gente que só consegue escrever sob angústia, sofrimento, mal-estar...). Mas o que quero dizer é que querer escrever (no sentido de ter de cumprir uma missão) é ruim! O ideal é querer escrever (no sentido de estar com vontade). Mas para tudo tudo existe técnica. Aprendi com o mestre Raimundo Carrero que quem espera uma ninfa vir do Olimpo soprar a inspiração no ouvido para só daí escrever, vai morrer sem datilografar uma lauda na vida. Escrever requer persistência, diciplina e teimosia mesmo! A princípio, vai escrever por obrigação. Vai fazer uns troços horríveis e dispa-se de orgulho, pois você (necessariamente) tem de reconhecer que são péssimos! Só assim, no dia em que escrever algo de qualidade, vai estar sendo justo consigo mesmo e com seu texto. Aí sorria. Tente repetir a dose. Veja porque este ficou melhor que o outro. Guarde-o na gaveta e continue. Sem esmorecer. O treino é tudo! Sucesso

[Sobre "Sobre escrever"]

por Albarus Andreos
http://www.albarusandreos.blogspot.com
18/5/2007 às
14h15 200.218.186.190
(+) Albarus Andreos no Digestivo...
 
Fui eu quem perguntou!
Uai, você estava lá? Fui eu o tal do rapaz que perguntou ao Hatoum sobre os autores novos! :)

[Sobre "Hatoum e os novos autores"]

por Leandro Oliveira
http://odisseia2005.blogspot.com
18/5/2007 às
14h08 200.198.16.241
(+) Leandro Oliveira no Digestivo...
 
Fama ou talento?
Pertinente o texto "Publicar em Papel? Pra quê?". Mas, permite também a pergunta: "Publicar em 'blog'? Por quê?". Nunca perder de vista que o livro permite pensar na perenidade do texto, enquanto o "blog" não, pois tudo que é virtual se desmancha no HD. Alguém por acaso daria um "blog" para alguém de presente? Alguém se disporia a perpetuar um "blog" em CD ou outro meio eletrônico qualquer de um texto que lhe agradasse? Por outro lado, cabe também perguntar: por que o mercado editorial brasileiro edita publicações de quinta categoria de autores "famosos" em outras atividades que não a literária ou intelectual e recusa autores novos de boa, às vezes excelente, qualidade, só por que são novos e exigiriam mais esforços de venda? O resumo da ópera é que no Brasil - em todas as atividades artísticas e não apenas a literária - a "fama" deve anteceder ao sucesso resultlante do talento, pouco importando a causa da fama, podendo ser até má-fama. F. G. Yazbeck

[Sobre "Publicar em papel? Pra quê?"]

por Fuad Gabrie Yazbeck
18/5/2007 às
11h41 200.177.208.91
(+) Fuad Gabrie Yazbeck no Digestivo...
 
Onde vou publicar, então?
Eu nem sei como se faz um blog, não tenho conhecimento sobre web design e essas coisas, esses programas de arte como photoshop etc. Além disso, não tenho paciência para atualizar um blog. Onde vou "tornar públicos" meus textos literários? Abraços.

[Sobre "Publicar em papel? Pra quê?"]

por juliana
18/5/2007 às
11h17 150.164.101.76
(+) juliana no Digestivo...
 
Reacendendo o debate (cont.)
O que nos deixa – é, eu me incluo naquele rol de (pretensos) escritores em busca do Papel Sagrado – sem pai, nem mãe, no mato sem cachorro, com uma mão na frente, outra atrás, etc... Bem, sem querer mais usar clichês, concluo que essa discussão deixou algumas arestas à mostra e mais do que me acordar para esse novo desafio (o de usar a internet para escrever) agora me põe de frente à necessidade de escrever (e publicar) no papel. O país ainda não atingiu o nível de outras (grandes) nações, mas mesmo que atinja o livro eletrônico (ainda) não substituiu aquele velho ocupante das prateleiras. Isso algum dia vai acontecer?

[Sobre "Publicar em papel? Pra quê?"]

por Pepê Mattos
18/5/2007 às
08h01 200.164.57.3
(+) Pepê Mattos no Digestivo...
 
Requentando o debate
...e do acesso às novas tecnologias, Julio (pegando um gancho do teu último comentário – de nº 13, em resposta ao Adroaldo). Ou seja, para que tanto a educação quanto a literatura se imiscua de vez no cotidiano do Zé e da Maria é preciso que se popularize o uso do computador na família brasileira – sob o ponto de vista defendido aqui por você. São inúmeros os entraves para a prática de qualquer política de educação num país como o nosso passando primordialmente pela falta crônica de interesse da politicanalhada brasileira. Esse seu posicionamento o qual respeito muito nos põem de encontro à realidade avassaladora dos nossos dias. Temos poucos leitores, e muito menos escritores. Para se chegar ao pódio dos bons escritores há 377 entraves, que vão do mais elementar deles (o que escrever) ao mais sofisticado (como escrever), esbarrando aqui e ali nos 375 no meio do caminho tortuoso do sofrido candidato a Daniel Galera ou Marçal Aquino, só pra citar dois escritores do momento...

[Sobre "Publicar em papel? Pra quê?"]

por Pepê Mattos
18/5/2007 às
07h56 200.164.57.3
(+) Pepê Mattos no Digestivo...
 
a bossa nova jovem outra vez
Rosa Passos canta e encanta. Como disseram uma vez, Rosa faz a bossa nova jovem outra vez. Aproveito para informar que Rosa tem um novo site.

[Sobre "Doce presença"]

por Vinny Andrade
http://www.rosaforfans.com
17/5/2007 às
20h18 71.250.18.219
(+) Vinny Andrade no Digestivo...
 
Lúcido, mas livro é fetiche
Caríssimo, parabéns pela lucidez de suas palavras. Mas a escrita é paixão. O livro é fetiche, encerra mais do que declara. Livros têm cheiro, volume, "temperamento", vão com a gente para cama, alguns envelhecem com quem pertencem. Por prazer, passei a frequentar seu espaço, depois de publicada. E fui muito bem recebida. Meu caminho foi o dos concursos, atalho rápido em todos os sentidos: tiragem grande, acesso facilitado à mídia, mas nem por isso diferente do que você retratou. Sempre gostei de escrever; lia e escrevia para não enlouquecer. Ganhava a vida, porém, me atormentando no setor financeiro. A publicação foi o presente da maturidade. Logo que me inscrevi no concurso, criei um blog. Acho que não soube levar a coisa, mas os que sabiam achavam "cool". Desencanei quando percebi que, no meu caso, era gastar boa vela a troco de nada: ninguém me lia. Agora, até que senti vontade de voltar. Compro livro de estreante: se abro e gosto da primeira página. Cada um com sua história.

[Sobre "Publicar em papel? Pra quê?"]

por eugenia zerbini
http://netasdaema.zip.net
17/5/2007 às
19h26 201.27.80.217
(+) eugenia zerbini no Digestivo...
 
Julio Daio Borges
Editor
mais comentários

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Frommers Buenos Aires. Guia Completo de Viagens
Michel Luongo
Alta Books
(2010)



A Mancha
Johannes Klement
Eee
(1995)



Adultos sem Filtro e Outras Cronicas
Thalita Reboucas
Rocco
(2012)



Very Easy Reading 2
Casey Malarcher
Sbs
(2004)



Apocalipse Português o Mito dos Descobrimentos e o Futuro da Humanidad
Günter Kollert
R & C



O poder político na URSS - De Kruschev a atualidade
Jacques Tatu
Expressão e Cultura
(1970)



Assim É Que Se Fala: Como Organizar a Fala e Transmitir Ideias
Reinaldo Polito
Saraiva
(2011)



Por que é Assim Diálogos na Academia da Vida
Seicho Taniguchi
Seicho-no-ie
(1994)



Memórias de um Sargento de Milícias
Manuel Antonio de Almeida
Ática
(1995)



Pertubações Espirituais
Divaldo Franco
Leal
(2015)





busca | avançada
56607 visitas/dia
1,8 milhão/mês