Deus ou Força Maior | Danielle

busca | avançada
58445 visitas/dia
1,8 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Céu se apresenta no Sesc Guarulhos
>>> Projetos culturais e acessibilidade em arte-educação em cursos gratuitos
>>> Indígenas é tema de exposição de Dani Sandrini no SESI Itapetininga
>>> SESI A.E. Carvalho recebe As Conchambranças de Quaderna, de Suassuna, em sessões gratuitas
>>> Sesc Belenzinho recebe cantora brasiliense Janine Mathias
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Lá onde brotam grandes autores da literatura
>>> Ser e fenecer: poesia de Maurício Arruda Mendonça
>>> A compra do Twitter por Elon Musk
>>> Epitáfio do que não partiu
>>> Efeitos periféricos da tempestade de areia do Sara
>>> Mamãe falhei
>>> Sobre a literatura de Evando Nascimento
>>> Velha amiga, ainda tão menina em minha cabeça...
>>> G.A.L.A. no coquetel molotov de Gerald Thomas
>>> O último estudante-soldado na rota Lisboa-Cabul
Colunistas
Últimos Posts
>>> The Number of the Beast by Sophie Burrell
>>> Terra... Luna... E o Bitcoin?
>>> 500 Maiores Álbuns Brasileiros
>>> Albert King e Stevie Ray Vaughan (1983)
>>> Rush (1984)
>>> Luiz Maurício da Silva, autor de Mercado de Opções
>>> Trader, investidor ou buy and hold?
>>> Slayer no Monsters of Rock (1998)
>>> Por que investir no Twitter (TWTR34)
>>> Como declarar ações no IR
Últimos Posts
>>> Asas de Ícaro
>>> Auto estima
>>> Jazz: 10 músicas para começar
>>> THE END
>>> Somos todos venturosos
>>> Por que eu?
>>> Dizer, não é ser
>>> A Caixa de Brinquedos
>>> Nosferatu 100 anos e o infamiliar em nós*
>>> Sexta-feira santa de Jesus Cristo.
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Eitonilda rumo aos 100K
>>> Um conto-resenha anacrônico
>>> A concisão dos meus poemas
>>> 13 de Novembro #digestivo10anos
>>> O altar das montanhas de Minas
>>> Dez obras da literatura latino-americana
>>> Prelúdio, de Júlio Medaglia
>>> Soul Bossa Nova
>>> Bill & Melinda Gates #Code2016
>>> A proposta libertária
Mais Recentes
>>> Dr. Odilon de Carlos A. Baccelli pela Didier (1998)
>>> Evolução das Espécies: o Pensamento Científico, Religioso e Filosófico de Samuel Murgel Branco pela Moderna (2004)
>>> Gestão de Pessoas Modelo, Processos, Tendências e Perspectivas de Joel Souza Dutra pela Atlas (2002)
>>> Geek Parenting de Stephen H. Segal; Valya Dudycz Lupescu pela Random House (2016)
>>> Terra Sagrada de Rose Tremain pela Rocco (1999)
>>> 200 Receitas Irresistíveis Com Chocolate de Felicity Barnum Bobb pela Publifolha (2010)
>>> A Harpa Emudecida de Gasparino José Romão pela Scortecci
>>> Ferrugens - Diversidade de Uredinales do Parque Nacional do Itatiaia de Mauricio Salazar Yepes / Anibal Alves de Carvalho pela Technical Books (2010)
>>> A Mágica do Marketing de Clóvis Tavares pela Navegar (1999)
>>> Meditazioni su Luca de Richard Gutzwiller pela San Paolo Edizioni (1982)
>>> Mulheres Perigosas- Contos de Otto Penzler pela Record (2007)
>>> Veneno Nas Veias de M. G. Scarsbrook; Eliana Sabino pela Geração Editorial (2012)
>>> Direito Digital de Patricia Peck Pinheiro pela Saraiva (2008)
>>> O Brasil e o mundo ásio-africano de Adolpho Justo Bezerra de Menezes pela Fundação Alexandre de Gusmão (2022)
>>> O Caçador de Pipas de Khaled Hosseini pela Nova Fronteira (2005)
>>> Sangue na Neve de Jo Nesbo; Gustavo Mesquita pela Record (2015)
>>> Paciente Crítico de Guilherme Schettino; e Outros pela Manole (2012)
>>> Stendhal de O Vermelho e o Negro - Parte 1 pela Nova Cultural
>>> Histórias para Aquecer o Coração - 50 Histórias de Vida de Mark Victor Hansen; Jack Canfield; Heather pela Sextante (2001)
>>> Por Dentro das Equipes de Luiz Contro pela Ágora (2014)
>>> Manual do Chefe de Coleção Você Em Ação pela Abril
>>> Bilionários por Acaso: a Criação do Facebook de Ben Mezrich pela Intrinseca (2010)
>>> Novos Temas Em Educação, Cultura e Comunicação Nas Periferias Urbanas de Liliane Lerox e Outros pela Garamond (2012)
>>> Relações intracoloniais: Goa-Bahia 1675-1825 de Philomena Sequeira Antony pela Fundação Alexandre de Gusmão (2013)
>>> Casais Inteligentes Enriquecem Juntos de Gustavo Cerbasi pela Gente (2004)
COMENTÁRIOS

Quinta-feira, 8/11/2007
Comentários
Leitores


Deus ou Força Maior
Oi, Mário. Mas sabe, eu acredito muito em mim mesma e nos meus ideais, tenho plena certeza de minha existência, o problema, não apenas meu, mas de todos seres humanos é que necessitamos dar um sentido, uma razão, um saber porquê, como e para onde vamos depois de morrermos, é aí que a idéia de um Deus ou uma força maior entra, consciente ou inconscientemente em todos nós, e toda religião se apropria dessa necessidade humana para levantar seus negócios, que indubtavelmente são doutrinários e coercitivos, além de ser mesmo o que disse. Mas a necessidade de ter uma idéia de Deus ou Força Maior, não necessariamente nos impõe uma religião a ser seguida, apenas nos acalenta de uma ausência de sentidos para a nossa vida tão efêmera. Afinal, ter a consciência da própria morte, faz grande diferença em nossas vidas!

[Sobre "Deus, um delírio, de Richard Dawkins"]

por Danielle
http://www.bloguisteria.blogspot.com
8/11/2007 às
14h43 201.27.238.6
(+) Danielle no Digestivo...
 
Religião: um negócio
Discordo, Danielle! Acreditar em um deus é não acreditar em si mesmo! Quem se enche de fé religiosa, fé doutrinada, é porque é vazio por dentro... É possivel sim viver bem, fazer o bem, sem acreditar em nada disso... a simples libertação dessa doutrinação maléfica e manipuladora nos faz pessoas mais esclarecidas e livres, porém não melhores. Isso depende de cada um. Acho que já temos provas suficientes de que religião é e sempre foi apenas um negócio, ou não? De que ela sempre foi causa ou consequência da aquisição de poder e dinheiro. Se os próprios religiosos que tanto doutrinaram este mundo fossem tementes ao seu próprio deus, não teriam feito 1/4 do deserviço que fizeram até hoje. Respeito tua opinião, mas, pra mim, não há como defender a religião doutrinada, o catolicismo romano ou qualquer outra religião que se espelhe em uma figura de um ser maior. Deus (e o diabo) somos nós mesmos.

[Sobre "Deus, um delírio, de Richard Dawkins"]

por Mario
8/11/2007 às
13h30 189.27.240.116
(+) Mario no Digestivo...
 
Saber ser plural
De setembro de 2006 a novembro de 2007 já passa um bom tempo. Mas esta entrevista competentemente dirigida está sempre atual. Sem deixar de ser necessário ler algo sobre Mia, eis aqui uma exposição de um homem que o destino o entregou a caneta para dela viver e dinamizar a vida dos outros. Mia Couto, tens tú o tamanho do mundo. O intercontinentalismo das tuas obras te eleva a um lugar de destaque na vida. Tú nasceste como qualquer outro, cresceste, estudaste e trabalhaste (e ainda trabalha) como qualquer outro, mas a tua coragem e decisão só tem lugar em si . Fiquei bastante comovido quando a dado passo da entrevista dizias: "uma das razões pela qual eu deixei o jornalismo foi porque entrei em ruptura com certos tipos de atitude". É sempre bom um singular saber ser plural. Ser democrata na vivência e nas ideias. Ser fonecedor da independência aos dependentes. Ser moçambicano a maúscula. Esta é a mensagem que a entrevista carrega. Parabéns por estas palavras prosadas. A luta continua!

[Sobre "Mia Couto revisitado"]

por Jorge Julio Manhique
8/11/2007 às
09h26 196.28.227.126
(+) Jorge Julio Manhique no Digestivo...
 
Gosto é gosto
Gosto é gosto. O que não se pode fazer são afirmações do tipo: "JG é repetitivo". Tecnicamente, JG modifica a harmonia em cada suposta repetição. Os complexos acordes nunca são os mesmos, as diferenças acentuam novos temperos à sonoridade e já deixaram Eric Clapton maluco, quando cismou de gravar um disco com bossa nova. Felizes os que conseguem captar esta riqueza.

[Sobre "A contradição de João Gilberto"]

por Juca Azevedo
7/11/2007 às
18h47 189.2.184.40
(+) Juca Azevedo no Digestivo...
 
Dois polos
A arte e a crítica nunca se deram bem, naturalmente. Parecem dois polos num universo cultural. A crítica exige um volume de informação que a arte descarta, ou precisa descartar. A arte que pretende ser informativa já começou mal. No entanto cabe à crítica extrair alguma informação onde, praticamente, não existe nenhuma. Ou então a crítica cria a informação necessária. Um trabalho meio insano. Ainda mais que a crítica, eventualmente, incorre no paroxismo da auto-crítica. É até uma sorte que o artista, no geral, não tenha uma consciência crítica, senão ia embolar o meio de campo de uma vez. Muito bom o texto.

[Sobre "A arte da crítica"]

por Guga Schultze
7/11/2007 às
02h42 201.80.157.230
(+) Guga Schultze no Digestivo...
 
Eu odeio João Gilberto
Eu não odeio o João Gilberto, porque não o conheço. O que não suporto é a voz dele, o jeito dele cantar... nossa, quando toca na minha querida Inconfidência, sou obrigada a mudar de rádio ou desligar o aparelho, porque é realmente intolerável para mim.

[Sobre "A contradição de João Gilberto"]

por Juliana Galvão
http://www.escritabrasil.blogspot.com
5/11/2007 às
19h15 150.164.116.237
(+) Juliana Galvão no Digestivo...
 
Aprendendo com a experiência
Lendo o Piza, percebo quanto é importante o exercício da leitura, para quem pretende escrever melhor. Ele nos mostra claramente que as idéias se avolumam e fluem com mais clareza a partir da troca de informações entre escritor e leitor. E que tal processo comunicativo enriquece e fortalece a ambos, em áreas que extrapolam a literatura. O escritor amadurece, ao se exercitar no seu ofício. Adquire um aprofundamento que o torna cada vez mais coerente e lógico. E conviver com a realidade à sua volta, segundo Daniel Piza, faz o resto. Excelente!

[Sobre "Bate-papo com Daniel Piza"]

por Beth Silveira
5/11/2007 às
12h07 201.8.4.157
(+) Beth Silveira no Digestivo...
 
Análises
Embora discorde de você, politicamente, confio extremamente na sua análise, quando se trata de cinema, música ou coisas parecidas. Ainda não me dispus a assistir à Tropa de Elite, mas acho que vou, depois que li o seu comentário. Também esse: Les visiteurs, que deve ser o próximo. Valeu, Big Fish!!

[Sobre "Les visiteurs"]

por Adriana
5/11/2007 às
11h39 201.58.150.59
(+) Adriana no Digestivo...
 
O dramaturgo e o cronista
Oi Rafa, compartilho com você a experiência de ter lido esta nova edição do livro, que, arrisco dizer, é uma das melhores coisas que já li. Sempre admirei Nelson Rodrigues, não apenas como dramaturgo, mas principalmente como cronista. E no universo das cronicas, O Obvio Ululante é uma obra singular.

[Sobre "O óbvio ululante, de Nelson Rodrigues"]

por Diogo Salles
http://www.diogosalles.com.br
5/11/2007 às
11h12 189.33.50.101
(+) Diogo Salles no Digestivo...
 
Bons livros
É muito importante que se façam cometários sobre bons livros, como é o caso do "O homem dentro de um cão" e que se digam que também se publicam coisas ruins, pois vejo livros na bancas apenas por serem de escritores famosos, mas que na verdade não deveriam estar nas mãos de ningúem. Tem muita gente nova com bons textos e que não conseguem editoras por não ter ainda nome na praça. Cultura é cultura, e curtura não é nada. Abraços.

[Sobre "Contos inteligentes para rir"]

por Miguel Limberger
5/11/2007 às
10h55 189.30.22.66
(+) Miguel Limberger no Digestivo...
 
Julio Daio Borges
Editor
mais comentários

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Radio Nacional - o Brasil Em Sintonia
Luiz Carlos Saroldi e Sonia Virginia Moreira
Funarte
(1984)



Os Donos do Poder 1 e 2
Raymundo Faoro
Globo
(2000)



Tudo Sobre Drogas - Heroína
Fred Zackon
Nova Cultural
(1988)



Confissões de um peregrino
Paulo Coelho
Objetiva
(2000)



The Photoshop Cs Book - For Digital Photographers
Scot Kelby
New Riders
(2003)



Ser Protagonista - Física 3 Ensino Médio
Ser Protagonista
Sm
(2013)



Jogo de cintura - como as mulheres podem conciliar lazer e trabalho
Rebecca Abrams
Rosa dos tempos
(2001)



Ensinamentos Sobre o Amor
Thich Nhat Hanh
Sextante
(2005)



Educação Infantil Enfoques Em Diálogo
Eloisa A. C. Rocha e Sonia Kramer
Papirus
(2011)



O Rosário Em São Vicente
João Adriano Ribeiro
Calcamar





busca | avançada
58445 visitas/dia
1,8 milhão/mês