Les visiteurs | Eduardo Mineo | Digestivo Cultural

busca | avançada
61456 visitas/dia
1,8 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Projetos culturais e acessibilidade em arte-educação em cursos gratuitos
>>> Indígenas é tema de exposição de Dani Sandrini no SESI Itapetininga
>>> SESI A.E. Carvalho recebe As Conchambranças de Quaderna, de Suassuna, em sessões gratuitas
>>> Sesc Belenzinho recebe cantora brasiliense Janine Mathias
>>> Natália Carreira faz show de lançamento de 'Mar Calmo' no Sesc Belenzinho
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Lá onde brotam grandes autores da literatura
>>> Ser e fenecer: poesia de Maurício Arruda Mendonça
>>> A compra do Twitter por Elon Musk
>>> Epitáfio do que não partiu
>>> Efeitos periféricos da tempestade de areia do Sara
>>> Mamãe falhei
>>> Sobre a literatura de Evando Nascimento
>>> Velha amiga, ainda tão menina em minha cabeça...
>>> G.A.L.A. no coquetel molotov de Gerald Thomas
>>> O último estudante-soldado na rota Lisboa-Cabul
Colunistas
Últimos Posts
>>> The Number of the Beast by Sophie Burrell
>>> Terra... Luna... E o Bitcoin?
>>> 500 Maiores Álbuns Brasileiros
>>> Albert King e Stevie Ray Vaughan (1983)
>>> Rush (1984)
>>> Luiz Maurício da Silva, autor de Mercado de Opções
>>> Trader, investidor ou buy and hold?
>>> Slayer no Monsters of Rock (1998)
>>> Por que investir no Twitter (TWTR34)
>>> Como declarar ações no IR
Últimos Posts
>>> Asas de Ícaro
>>> Auto estima
>>> Jazz: 10 músicas para começar
>>> THE END
>>> Somos todos venturosos
>>> Por que eu?
>>> Dizer, não é ser
>>> A Caixa de Brinquedos
>>> Nosferatu 100 anos e o infamiliar em nós*
>>> Sexta-feira santa de Jesus Cristo.
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Soul Bossa Nova
>>> Bill & Melinda Gates #Code2016
>>> A proposta libertária
>>> A compra do Twitter por Elon Musk
>>> A morte absoluta
>>> O Marceneiro e o Poeta
>>> Dom Quixote, matriz de releituras
>>> À Sua imagem e semelhança
>>> Download: The True Story of the Internet
>>> Mistério em Moscou
Mais Recentes
>>> Doce Água Doce de Regina Rennó pela Mercuryo Jovem (2008)
>>> Quando Chega o Natal de Mauro Camargo pela Lachãtre (2013)
>>> Educação é a Solução de Mauro Mourão pela Js
>>> Ensopados e Cozidos Culinária Ilustrada Passo a Passo de Anne Willan pela Publifolha (1999)
>>> Til de José de Alencar pela Melhoramentos (2012)
>>> Delicia Receber de Lenny Niemeyer pela Fontanar (2009)
>>> Vinheta: do Pergaminho ao Vídeo de Sidney Carlos Aznar pela Unimar (1997)
>>> As Sandalias do Pescador de Morris West pela Circulo do Livro
>>> Confrontando o Esquema Acabe de Maurivam Galdino Costa pela Imprensa da Fé (2009)
>>> Histórias das Ruas do Rio - 5ª Edição de Brasil Gerson pela Bem-te-vi (2000)
>>> Introdução ao Pert de Harry F Evarts pela Atlas (1977)
>>> Coleção Aplauso Perfil - a Estrela, o Mistério - Marisa Prado de Luiz Carlos Lisboa pela Imprensa Oficial (2006)
>>> Skyline Students Book 2 de Kate Fuscoe pela Macmillan Education (2001)
>>> Minhas Vidas Passadas de Shirley Maclaine pela Record (1983)
>>> Conecte Química 1 - Caderno de Competências de Editora Saraiva pela Saraiva (2014)
>>> Sussurre Coisas Eróticas para Mim de Sallie Tisdale pela Objetiva (1995)
>>> Biblioteca do Lider - Vol. 5 de Prof. Alberto Montalvão pela Nova Brasil (1978)
>>> A Dádiva da Esperança de Robert Veninga pela Círculo do Livro (1991)
>>> Edipo Rei. Antigona - Sofocles de Sófocles pela Martin Claret (2008)
>>> Seleções de Livros - o Testamento; Inveja +2 de John Grisham pela Seleções do Readers Digest (2002)
>>> O Caminho do Louco Guerras do Tarot Vol 1 de Alex Mandarino pela Avec (2016)
>>> A Mae no Terceiro Milenio de Simone Martins pela Butterfly (2003)
>>> Contrato de Seguro - Novos Paradigmas de Walter Antonio Polido pela Roncarati (2010)
>>> Tempo de Camélia de Zelita Seabra pela Record (1996)
>>> Gilles e Jeanne de Michel Tournier pela Bertrand Brasil (1983)
COLUNAS

Segunda-feira, 5/11/2007
Les visiteurs
Eduardo Mineo

+ de 4100 Acessos
+ 2 Comentário(s)

É incômodo quando vejo minhas convicções serem questionadas, mesmo porque geralmente elas são muito boas e espertas, mas começou a acontecer com uma certa freqüência de um tempo pra cá. Outro dia mesmo assisti Tropa de Elite e todo aquele meu papo de que só imbecil gostava de cinema nacional não fazia mais sentido algum porque o filme é ótimo. Percebem a gravidade? Um filme brasileiro bom. Onde já se viu, um filme brasileiro bom? Falei mal em outro texto no Digestivo Cultural sobre a atuação do Wagner Moura como o professor Higgins num espetáculo em São Paulo porque, bem, foi ruim mesmo, mas em Tropa de Elite ele está - como dizer isto sem parecer gay? - formidável. Formidavelmente impecável. Quer coisa mais incômoda que ter de dizer isto? Estou constrangido, vejam, ó, ó.

Mas não só esta minha convicção foi abalada. Uma outra, muito, muito mais sólida e mais bem fundamentada também foi. Escutem sem fazer barulho: existem filmes franceses agradáveis. Sim, estão lá, escondidos embaixo de toda aquela meleca existencialista. Antes de conhecer Jean-Marie Poiré, jurava que, se Disney fosse francês, Mickey seria algum sociopata com olheiras como meio de questionar os valores morais de uma sociedade pós-industrial hipócrita e exploradora, ao passo que agora vejo a possibilidade de um filme francês ser verde e divertido. É a minha autoridade intelectual esmorecendo diante das circunstâncias. Como dizer para meus filhos - que terei um dia - que eu gostei de um filme francês?

Bom, dois filmes, para ser exato, porque estou falando de Les visiteurs, que teve seqüência em Les couloirs du temps: Les visiteurs 2. São tão bons, tão legais que obrigo, por vezes agressivamente, todos os meus amigos a assistirem e gostarem. E eles gostam, claro, como se fosse possível não gostar. Oras, oras.

É sobre viagem no tempo, que parece, a princípio, e é até um assunto meio desgastado. Desde H.G. Wells até a trilogia De volta para o futuro, dá a impressão de que não há mais o que dizer sobre isto, mas Les visiteurs conseguiu ser um dos meus filmes prediletos nos primeiros quinze minutos. Foi fácil, fácil me convencer.

Lá na Idade Média, um cavaleiro recebe o direito de se casar com uma garota da nobreza por ter salvado a vida do rei da França. Receber uma garota da nobreza como prêmio por salvar o rei da França pode parecer miséria, pode parecer ridículo, uma vez que salvar um rei na França nunca foi das atividades mais simples de se fazer, mas o cavaleiro, conde de Montmirail, interpretado por Jean Reno, ficou satisfeito e feliz com seu prêmio. Até que ele foi enfeitiçado por uma bruxa má, que é o que as bruxas são, e acaba matando o nobre que era pai da garota. Para arrumar toda esta confusão, ele fez o que qualquer pessoa de bom senso faria: recorre ao mago do rei para voltar no tempo - e consegue, lógico, por que não conseguiria? Mas como o mago era atrapalhado, que é o que os magos são, deixou de colocar um dos ingredientes da poção e, em vez de enviá-lo ao passado, enviou o conde de Montmirail junto com seu servo para o futuro, nos dias atuais. Mil novecentos e noventa e pouco e tal.

Poderia resumir o resto do filme como eles tentando voltar ao passado, mas estaria jogando fora o essencial do filme, que é Jean-Marie Poiré contando o choque cultural entre alguém da Idade Média e a sociedade contemporânea sem nenhuma cena de estupro ou espancamento impressionante para isto. Apenas senso de humor. Cada cena tem um senso de humor tão preciso que me faz querer assisti-lo para sempre. E a atuação de Christian Clavier, o servo, também me faz querer assisti-lo durante não menos que a eternidade. É um dos melhores comediantes que já vi em vida, seguramente. E olhem que eu assisto regularmente a noticiários políticos.

Não apenas eu, como Hollywood gostou. Gostou tanto que comprou o filme e fez uma versão norte-americana chamada Just visiting, mantendo Jean Reno e Christian Clavier no elenco, mas colocando atrizes bonitas - sorry a indelicadeza - no lugar, como Christina Applegate fazendo a garota nobre. Acho que a idéia era apresentar uma boa obra para pessoas que, como eu, não assistiriam um filme francês nem debaixo de cinta. O roteiro permaneceu praticamente o mesmo, mantendo as melhores cenas e tirando algumas não tão necessárias. A continuação ainda não foi refilmada, mas é um dos poucos casos em que a continuação chega a ser melhor que o primeiro filme. O único detalhe é que ela deixa o final em aberto, como chamando um terceiro filme. Oremos.

Lembro de ter considerado bom outro filme francês também, o Amélie Poulain, do Jean-Pierre Jeunet, mas foi uma coisa particularmente estética e nem sei se eu realmente o considero bom. A rigor, não gosto, mas é um filme pelo menos bonito. A história é chatinha de tudo, mas é bonito de se ver, entende? Assim como outro de Jean-Pierre Jeunet, o Delicatessen, que é caótico do começo ao fim, chato daqui até o Japão, mas bonito, bonito. Cenas bem feitinhas e tudo que quase me fazem gostar. Mas com Les visiteurs e Tropa de elite não teve jeito. Fui derrotado. Gostei, gostei mesmo. Bons pra caramba. Podem anotar. Sério mesmo.


Eduardo Mineo
São Paulo, 5/11/2007


Quem leu este, também leu esse(s):
01. On the Road, 60 anos de Luís Fernando Amâncio
02. Meta-universo de Adriana Carvalho


Mais Eduardo Mineo
Mais Acessadas de Eduardo Mineo em 2007
01. O físico que era médico - 23/4/2007
02. A comédia de um solteiro - 3/12/2007
03. A propósito de Chapolin e Chaves - 24/9/2007
04. Eduardo Mineo, muito prazer - 9/4/2007
05. Um plano - 2/7/2007


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
5/11/2007
11h39min
Embora discorde de você, politicamente, confio extremamente na sua análise, quando se trata de cinema, música ou coisas parecidas. Ainda não me dispus a assistir à Tropa de Elite, mas acho que vou, depois que li o seu comentário. Também esse: Les visiteurs, que deve ser o próximo. Valeu, Big Fish!!
[Leia outros Comentários de Adriana]
16/11/2007
01h38min
Apenas como complemento: os filmes em questão foram lançados em DVD no Brasil pela Versátil, sob o título "Coleção Os Visitantes", com "Os Visitantes", que é de 1993, e "Os Visitantes II", de 1998. Quem se interessar pode checar neste link.
[Leia outros Comentários de Marcelo Miranda]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.




Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Novo Dicionário Folha Websters - Inglês/português - Português/inglês
Antônio Houaiss / Ismael Cardim
Folha de S. Paulo
(1985)



Publications Du Centre de Recherches Latino Americaines
Clarice Lispector Drummond Graciliano 3 Mlivre
Poitiers
(1973)



Collaborative Divorce
Pauline & Thompson Tesler
Harpercollins
(2006)



Um Amor Submisso
Sophie Morgan
Fontanar
(2013)



Novo Atlas do Corpo Humano - Vol 3
Editora Agora
Agora
(2001)



Lolo E O Computador
Maria Julieta Drummond De Andrade
Companhia Nacional
(2005)



Calvin, o detetive: Crimes e mistérios que só a matemática resolve
Bill Wise
Melhoramentos
(2007)



Brasil Pós-Crise
Fabio Giambiagi e Octavio de Barros
Elsevier
(2009)



Revista Asas nº102 - Tiger Meet 2018
Claudio Lucchesi Cavalca - editor
C&r
(2018)



Os Investidores Institucionais no Brasil
Claudio R. Contador
Ibmec
(1975)





busca | avançada
61456 visitas/dia
1,8 milhão/mês