Palhaçada | Eduardo Carvalho

busca | avançada
87108 visitas/dia
2,2 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Contos do Índio e da Floresta estreia dias 03 e 04 de outubro na Sympla Streaming
>>> “Conversa de Criança – Coronavírus” discute o acolhimento das emoções das crianças durante pandemia
>>> São Paulo ganha grafitti gigante que propõe reflexão sobre igualdade racial
>>> Buena Onda Reggae Club faz maratona de shows online a partir de 1ª de outubro
>>> Filó Machado e Felipe Machado dividem o palco em show online pelo CulturaEmCasa
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Meu malvado favorito
>>> A pintura do caos, de Kate Manhães
>>> Nem morta!
>>> O pai tá on: um ano de paternidade
>>> Prêmio Nobel de Literatura para um brasileiro - I
>>> Contentamento descontente: Niketche e poligamia
>>> Cinemateca, Cinemateca Brasileira nossa
>>> A desgraça de ser escritor
>>> Um nu “escandaloso” de Eduardo Sívori
>>> Um grande romance para leitores de... poesia
Colunistas
Últimos Posts
>>> A última performance gravada de Jimmi Hendrix
>>> Sebo de Livros do Seu Odilon
>>> Sucharita Kodali no Fórum 2020
>>> Leitura e livros em pauta
>>> Soul Bossa Nova
>>> Andreessen Horowitz e o futuro dos Marketplaces
>>> Clair de lune, de Debussy, por Lang Lang
>>> Reid Hoffman sobre Marketplaces
>>> Frederico Trajano sobre a retomada
>>> Stock Pickers ao vivo na Expert 2020
Últimos Posts
>>> Assim ainda caminha a humanidade
>>> Três tempos
>>> Matéria subtil
>>> Poder & Tensão
>>> Deu branco
>>> Entre o corpo e a alma
>>> Amuleto
>>> Caracóis me mordam
>>> Nome borrado
>>> De Corpo e alma
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Minhas Férias (reloaded)
>>> Poema em Linha Reta - Pessoa
>>> Perturbador e cosmogônico
>>> O Fino da Fina
>>> Poesia, no tapa
>>> Asia de volta ao mapa
>>> Um safra de documentários de poesia e poetas
>>> É Julio mesmo, sem acento
>>> Leitura, curadoria e imbecilização
>>> Robinson Shiba do China in Box
Mais Recentes
>>> Contos de Machado de Assis pela Agir (1963)
>>> Contos de Machado de Assis pela L&PM Pocket (1999)
>>> O Alienista de Machado de Assis pela L&PM Pocket (1998)
>>> Helena de Machado de Assis pela Tecno Print (1967)
>>> Uma mulher na escuridão de Charlie Donlea pela Faro Editorial (2017)
>>> Morte Súbita de J.K. Rowling pela Casa dos Livros (2012)
>>> Ressurreição de Machado de Assis pela Sociedade (1962)
>>> Levando a Vida Numa Boa de Ernie J. Zelinski pela Sextante (2003)
>>> Corpos Inversos de Rodrigo Noval pela LP-Books (2017)
>>> Parábolas Eternas - Reflexões para enriquecer a vida com sabedoria, alegria e emoção de Legrand pela Soler (2004)
>>> Memórias Póstumas de Brás Cubas de Machado de Assis pela Ciranda Cultural / W. Bucb (2007)
>>> Dom Casmurro de Machado de Assis pela Abril Cultural (1981)
>>> Dom Casmurro de Machado de Assis pela Ática (1976)
>>> Fundamentos em Ecologia de Colin R. Townsend, Michael Begon e JohnL. Harper pela Artmed (2006)
>>> Dom Casmurro de Machado de Assis pela Zero Hora / Click (1997)
>>> Folhas do Jardim de Morya Livro 2 de Mestre Morya pela Agna Yoga (1973)
>>> O banquete dos sentidos de Lúcia faria Nascimento e Edir Nascimento e Silva pela Bei (1998)
>>> Revista da Faculdade de Direito da FMP nº 06 de Fundação Escola Superior do Ministério Público (org) pela Fmp (2011)
>>> Repartição da renda - pobres e ricos sob o regime militar de Paulo Singer pela Zahar (1986)
>>> O código Da Vinci de Dan Brown pela Sextante (2004)
>>> O Grande Conflito de Ellen G. White pela Casa (2004)
>>> Tropical Sol da Liberdade de Ana Maria Machado pela Nova Fronteira (1988)
>>> Manuscritos do Mar Morto de Adam Blake pela Novo Conceito (2013)
>>> Estudios del Trabajo - nº 37/38 de Asociación Argentina de Especisalistas en Estudios del Trabajo (org) pela Aset (2009)
>>> Contos de amor rasgados de Marina Colasanti pela Rocco (1986)
>>> Quincas Borga de Machado de Assis pela Tecno Print
>>> Ciranda de pedra de Lygia Fagundes Telles pela José Olympio (1981)
>>> Amplitude 1- Você onde se põe -só para quem quer a verdade de Gasparetto pela Vida E Consciencia (1997)
>>> O que é psicologia de Richard H. Henneman pela José Olympio (1982)
>>> Amar, verbo intransitivo de Mário de Andrade pela Ime (1980)
>>> Menino de Engenho de José Lins do Rego pela José Olympio (2010)
>>> Quincas Borba de Machado de Assis pela Globo (1997)
>>> Estudios del Trabajo - nº 34 de Asociación Argentina de Especisalistas en Estudios del Trabajo (org) pela Aset (2007)
>>> Magno de Maria Luiza de Queiroz pela José Olympio (2007)
>>> Filhotes de Cube Book pela Sextante (2010)
>>> A extinção do crédito tributário por decurso de prazo de José Hable pela Brasília Jurídica (2004)
>>> Procedimentos Básicos em Microbiologia Clínica de Vários pela Sarvier (2000)
>>> Canine - Feline Nutricion de Vários pela Mosby (2010)
>>> Você é Insubstituível - este livro revela a sua biografia de Augusto Cury pela Sextante (2002)
>>> Da ação cautelar fiscal de Carlos Henrique Abrão pela Universitária de direito (1992)
>>> Adão e Eva Voavam em Atlântida de José Francisco pela Futurama (2013)
>>> O mundo mudou ... bem na minha vez! de Dado Schneider pela Integrare (2013)
>>> Coreção monetária: concordata e créditos fiscais de Eros roberto Grau pela Revista dos Tribunais (1984)
>>> O Lugar dos Inocentes - A Trilha levava até a entrada dessa clareira de Núbia Moura Ribeiro pela Pensamento (1999)
>>> Memorial de Aires / Ressurreição de Machado de Assis pela Iracema (1975)
>>> Quincas Borba de Machado de Assis pela Iracema (1975)
>>> Iaiá Garcia / Helena de Machado de Assis pela Iracema (1975)
>>> Esaú e Jacó de Machado de Assis pela Iracema (1975)
>>> A aventura de Miguel Littin clandestino no Chile de Gabriel García Márquez pela Record (1986)
>>> A chave do tamanho de Monteiro Lobato pela Brasiliense (1950)
COMENTÁRIOS

Segunda-feira, 22/4/2002
Comentários
Leitores


Palhaçada
Isso é mesmo uma palhaçada. Já é quase impossível confiar nos cadernos de cultura dos jornais brasileiros. Em geral, os textos estão fraquíssimos, inclusive, me desculpem, os do Caderno 2, apesar de lá ainda colaborarem gente como o Ruy Castro e o Sergio Augusto. Na Ilustrada, então, não há exceção: parece que todos os textos são escritos por uma molecada deslumbrada e ignorante. Muito obrigado, Sergio Augusto, pela oportunidade em reler seu ensaio.

[Sobre "O frenesi do furo"]

por Eduardo Carvalho
22/4/2002 às
10h06 200.213.203.195
(+) Eduardo Carvalho no Digestivo...
 
só por falar
não é por nada não, mas você nem precisa de lecionar literatura para faturar "alunas"- basta olhar os autores dos comentários do artigo. E, a propósito, é impressão minha ou existe realmente uma campanha nacional contra o magistério, que começa desde o presidente, indo até o analfabeto?

[Sobre "Antologia dos Poetas Feios"]

por peterson
22/4/2002 às
09h54 200.170.136.50
(+) peterson no Digestivo...
 
Evitemos um caos ainda maior..
Sim, Fabio, você realmente deve estar sendo vítima de uma conspiração do Mal. E por que esses agentes da Indústria do Caos haveriam de querer perturbar a sua bucólica vidinha? A resposta pode ser surpreendente: você deve ser intolerável, quando feliz. Deve ficar muito bobão, improdutivo, devaneador, autocomplacente e "atucanado". A sua praia é obviamente a Praia do Quase, ou a Praia do Indachegolá Mirim. Graças às frustrações cotidianas, benditas sejam elas, você consegue escrever crônicas interessantes. No dia em que a Indústria do Caos falir, Fabio Danesi Rossi será devolvido à vala comum dos jornalistas pão-com-ovo. Já pensou você escrevendo com o mesmo talento que usa para flertar com as leitoras? Isso, sim, seria o verdadeiro caos. Um abraço (antes, espere eu ajeitar meu galhinho de arruda). Dennis

[Sobre "a indústria do caos"]

por Dennis D.
22/4/2002 às
09h22 200.204.143.186
(+) Dennis D. no Digestivo...
 
antes tarde
Nem sei por onde começar: se pelo preconceito repulsivo contra os pobres que não têm dinheiro para comprar shampoos caros ou se pela genialidade exaltada do crítico, um arauto da "Arte" "bem desenhada"- afinal de contas,parece ser o que ele gosta de ver, desenhos bem pintadinhos, como na natureza. Afinal, quem precisa ir ver um quadro se já existem mulheres e árvores de verdade tão "perfeitas" na natureza. Infelizmente é assim mesmo: sempre o que nos salva é um iluminado como o sr. Paulo Salles para instruir os "nativos" sobre a Beleza.

[Sobre "Os adequados"]

por peterson josé
22/4/2002 às
09h30 200.170.136.50
(+) peterson josé no Digestivo...
 
Simples como um tiro de canhão
Caros Jaques e Eduardo Complicar o q é simples, é uma técnica bastante antiga quando não se encontram argumentos para defender uma tese errada. Se vc não consegue convencer com seus argumentos, confunda com complexidades. A outra técnica, também velha como a serra morena, é desqualificar o opositor, para ver se suas teses ficam também desqualificadas por extensão. O tema em questão é: colonização," manu malitari", da Cisjordânia, contra a aprovação da ONU , de toda a comunidade das nações e de parte da comunidade israelense (inclusive parte da diáspora). Ariel criou mais 34 colônias, além das q já encontrou montadas e a política da direita israelense é essa mesmo: colonizar a Cisjordania. Não dá nem para explicar, é roubo mesmo, a mão armada. Então a saída é imaginar outras intenções de quem crítica ou ve se ele está sem crédito no SPC ou algo equivalente para dizer q seus argumentos não valem. Já desafiei e acusei, e só recebo de volta insinuações. Não dá para defender em campo aberto a tese da colonização salvo com razões religiosas ou "realpolitic". Insisto, é tudo muito simples, nada de novo entre o céu e a terra. Meus bisavós fizeram o mesmo com os tupinambás, só q há 500 anos. Israel ainda está no século 19. Larga o osso sharon, acorda, o 3o milênio já surgiu. Cumpra as resoluções da ONU. Não vai dar para conseguir 1% a mais q os 78% da palestina "dados" pela ONU. A palestina será construída nos 22% restantes e se as colônias judaicas não forem desmontadas pelo exèrcito israelense o será pelo americano, por incrível , ou complexo, q possa parecer a quem não quer enxergar.Tiro de canhão é simples, complexo é tentar defende-los.

[Sobre "Nas garras do Iluminismo fácil "]

por pedroservio
22/4/2002 às
08h46 200.179.78.2
(+) pedroservio no Digestivo...
 
deve ser preenchido
Sem exageros, este é um de seus melhores textos. O comentário "genial" é sem dúvida o que melhor se encaixa. Gostei. Parabéns.

[Sobre "A garganta da reclamação"]

por Chico
22/4/2002 às
08h35 200.230.35.2
(+) Chico no Digestivo...
 
Menino...
Meu pequeno ornitorrinco, eu devia parar de falar com você! Como você esculhamba minha classe... entretanto, justamente por conhecer a classe desde dentro, entendo perfeitamente o que você quer dizer. Mas não perca a esperança! Isso é apenas a indústria do caos tentando separar você de sua eleita! Ligue imediatamente para os Rebeldes e peça para que eles a encontrem, presto!Beijão da Sue

[Sobre "a indústria do caos"]

por Assunção Medeiros
22/4/2002 às
06h30 200.184.36.211
(+) Assunção Medeiros no Digestivo...
 
Errata
Ih, isso que dá responder email de madrugada! Por favor, onde estiver escito à muito tempo, leia-se HÁ muito tempo! Obrigada! Beijos da Sue

[Sobre "Banana Republic"]

por Assunção Medeiros
22/4/2002 às
06h26 200.184.36.211
(+) Assunção Medeiros no Digestivo...
 
Não tergiversarei!
Caro ensolarado filho do sol! Porque os sofistas adoram generalizar quando falamos de coisas específicas? Será que é para fugir do assunto? Ninguém aqui que tenha apoiado que se retirasse o Chávez do poder fez apologia de golpe nenhum. O que foi dito, inclusive por mim, é que ser eleito não legitimiza a atitude de um governante coisa nenhuma. Só as atitudes em si fazem isto. E a urna não torna uma pessoa ungida por Deus para governar, ou pelo povo que seja. Fez porcaria, o mesmo povo que o colocou lá pode tirá-lo de lá. Se ele se recusa a sair como um bom menino e aponta armas para o povo, bem, é para isso que os militares existem: para proteger o povo das balas, mesmo que sejam as do governante. A guarda pretoriana acabou à muito tempo. É pela falta de proteção militar que o povo cubano sofre atrozmente na mão daquele barbudo. Faltam uns milicos valentes para tirar ele de lá no muque! Chame a mim do que quiser. Ou vai dizer que Fidel é democrata!?!?!?!

[Sobre "Banana Republic"]

por Assunção Medeiros
22/4/2002 às
06h16 200.184.36.211
(+) Assunção Medeiros no Digestivo...
 
golpismo e tergiversação
Mas puxa, como as pessoas têm dificuldade em assumir que apóiam um golpe de estado contra alguém eleito pelo voto! Os argumentos a favor do golpe vão desde aqueles do calibre de dizer que Hitler também foi eleito pelo voto até aqueles que argumentam que Chávez também tentou dar um golpe. É verdade, e por isso mesmo ele mereceu o repúdio que hoje merecem Carmona e os que conspiraram, inclusive provavelmente o governo norte-americano. A questão é que a situação hoje é a de ele estar contra os golpistas. Daqui a pouco vão argumentar com Caim e Abel, Tiradentes, Esaú e Jacó, para justificar a tentativa de golpe na Venezuela...

[Sobre "Banana Republic"]

por Helion
22/4/2002 às
03h01 200.191.178.133
(+) Helion no Digestivo...
 
Julio Daio Borges
Editor
mais comentários

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




A FAMÍLIA MODERNA E A SOLUÇÃO DOS SEUS PROBLEMAS
SÉRGIO COLLINS
BRASILIENSE
(1968)
R$ 7,50



INSPEÇÃO AMBIENTAL IMOBILIÁRIA
FERNANDO COELHO DE CASTRO E ELOIZA LUTERO ALVES
LEUD
(2004)
R$ 30,00



PERIGO ENTRE ESPIÕES, OS MESTRES DA LITERATURA POLICIAL
PETER CHEYNEY
LIVROS DO BRASIL
(1999)
R$ 18,98



AMOR DE PERDIÇÃO
CAMILO CASTELO BRANCO
CIRANDA CULTURAL
(2017)
R$ 9,00



CLÁSSIICOS DA LITERATURA JUVENIL - O CAPITÃO TORMENTA
EMÍLIO SALGARI
ABRIL
(1972)
R$ 7,90



RUI BARBOSA E JOSÉ MARCELINO
MARIA MERCEDES LOPES DE SOUZA
CASA DE RUI BARBOSA
(1950)
R$ 70,00



A REVOLUÇÃO DA DIALETICA
SAMAEL AUN WEOR
AEF
(2015)
R$ 28,00



MACHADO DE ASSIS, MAS ESTE CAPÍTULO NÃO É SÉRIO
FOLHETO
NÃO INFORMADA
R$ 10,00



JULIA ESTRANHA FASCINAÇÃO
LAURA MARTIN
NOVA CULTURAL
R$ 9,00



A VIUVINHA ENCARNAÇAO
JOSE DE ALENCAR
MARTIN CLARET
(2001)
R$ 5,00





busca | avançada
87108 visitas/dia
2,2 milhões/mês