Cromossomos desequilibrados | Adriana Godoy

busca | avançada
75143 visitas/dia
2,1 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Unil oferece curso sobre preparação e revisão de texto
>>> Sesc 24 de Maio apresenta o terceiro episódio do Desafinados Entrevista
>>> Anexo LONA - Interações 1 - Cristina Elias & Thais Stoklos
>>> Viaje ao som de 'Sky', novo single de Dizin
>>> Lewis Wolpert explica como os organismos multicelulares se formam a partir de um simples óvulo
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Um antigo romance de inverno
>>> O acerto de contas de Karl Ove Knausgård
>>> Assim como o desejo se acende com uma qualquer mão
>>> Faça você mesmo: a história de um livro
>>> Da fatalidade do desejo
>>> Cuba e O Direito de Amar (3)
>>> Isto é para quando você vier
>>> 2021, o ano da inveja
>>> Pobre rua do Vale Formoso
>>> O que fazer com este corpo?
Colunistas
Últimos Posts
>>> Queen na pandemia
>>> Introducing Baden Powell and His Guitar
>>> Elon Musk no Clubhouse
>>> Mehmari, Salmaso e Milton Nascimento
>>> Gente feliz não escreve humor?
>>> A profissão de fé de um Livreiro
>>> O ar de uma teimosia
>>> Zuza Homem de Mello no Supertônica
>>> Para Ouvir Sylvia Telles
>>> Van Halen ao vivo em 1991
Últimos Posts
>>> Canção corações separados
>>> Relógio de pulso
>>> Centopéia perambulante
>>> Fio desemcapado
>>> Verbo a(fiado)
>>> Janelário
>>> A vida é
>>> (...!)
>>> Notívagos
>>> Sou rosa do deserto
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Pensar Não é Viver
>>> Caminhos para Roma
>>> Solitária cidadã do mundo
>>> Breve biografia
>>> Washington Olivetto no Day1
>>> A importância da virtude
>>> Deus ex machina
>>> Mulher-Flamingo
>>> O hiperconto e a literatura digital
>>> Frederico Trajano sobre a retomada
Mais Recentes
>>> Mafalda - Volume 5 de Quino pela Ediciones de La Flor
>>> Assembléia de Luz de Francisco Cândido Xavier pela Geem (1988)
>>> Dicionário Etimológico Nova Fronteira da Língua Portuguesa de Antônio Geraldo da Cunha pela Nova Fronteira (1996)
>>> Clones Humanos - Nossa Autobiografia Coletiva de Clara Pinto Correia pela Rocco (2002)
>>> Presente Diário de Roland Kober - Dórias Kober pela Rtm (2014)
>>> Decência Já de J. o . de Meira Penna pela Nórdica (1992)
>>> Ensinando Crianças de Três a Oito Anos de Bernard Spodek & Olivia N. Saracho pela Artmed (1998)
>>> Sombras Que Sofrem (crônicas) de Humberto de Campos pela Livraria José Olympio (1935)
>>> Cinderela pop (Capa do filme) EAN: 9788501116161 de Paula Pimenta pela Galera (2019)
>>> Critica - 3ª Série de Humberto de Campos pela Livraria José Olympio (1935)
>>> Mysterium Salutis A Igreja IV 6 Vida e Estruturas na Igreja de Johannes Feiner Magnus Loehrer pela Vozes (1977)
>>> Carroções - Outras Histórias de Arnoldo Monteiro Bach pela Uepg (2005)
>>> Critica - 1ª Série de Humberto de Campos pela Livraria José Olympio (1935)
>>> A Literatura Infantil de Monteiro Lobato de Rose Lee Hayden pela Espm (2012)
>>> O Poder das Pirâmides - Comv Piramide Experimental de Emilio Salas pela Record (1978)
>>> Partituras Publicitárias de Amilton Godoy pela Espm (2013)
>>> Os Noivos I Promessi Sposi de Alessandro Manzoni pela Vozes (1990)
>>> O Buda Vivo - uma Interpretação Biográfica de Daisaku Ikeda pela Record
>>> Viagem pelo Rio Amazonas de Paul Marcoy pela Sec /edua (2001)
>>> A Linguagem Corporal da Criança de Samy Molcho pela Gente (2007)
>>> Colecionador de Desafios de Henrique Loyola pela Dubon (2012)
>>> Handing Down the Light: the Biography of Venerable Master Hsing Yun de Fu Chi-ying; Amy Lui- Ma pela Hsi Lai University Press (1996)
>>> Chatô, o Rei do Brasil de Fernando Morais pela Companhia das Letras (1994)
>>> Inspiração Nordestina. de Patativa do Assaré pela Hedra (2003)
>>> Santo Agostinho (354-430) em 90 minutos de Paul Strathern pela Jorge Zahar Editor (1999)
COMENTÁRIOS

Quarta-feira, 24/9/2008
Comentários
Leitores


Cromossomos desequilibrados
Não deixa de ser polêmica essa afirmação generalizada de que mulher gosta do "Poderoso Chefão" pelas razões que você citou, porém, sou obrigada a concordar com tal afirmação. Este fascínio que o filme exerce nas mulheres trabalha em um campo sutil do subconsciente, mexendo com raízes atávicas do modelo homem-protetor com metas definidas/mulheres na preservação da espécie. Essa questão da família atinge em cheio as mulheres, mesmo que muitas feministas tentem provar o contrário. Não sou um paradigma de mulher, meu filme preferido ainda é "Blade Runner" e todos aqueles que você citou fazem parte de minha lista de prediletos. Contudo, os homens também gostam desse filme, porque, segundo a sua teoria, podem exercitar seu lado feminino camuflado nos mafiosos e charmosos machões, além, obviamente, de ser um grande filme sob todos os aspectos. Meus cromossomos hoje devem estar meio desequilibrados, mas posso dizer que seu texto é, no mínimo, estimulante, incitante. Parabéns!

[Sobre "Don Corleone e as mulheres"]

por Adriana Godoy
24/9/2008 às
09h20 201.78.151.161
(+) Adriana Godoy no Digestivo...
 
La isla perdida
Eu, toda a vez que vou a um destes barzinhos da Vila Madalena, cheios de intelectuais, fico feliz em ver que o país tem solução. Falta apenas vontade política. Fico feliz em ver que a relação homem x mulher está resolvida. Eles não chegam nelas. Fico feliz de ver que as classes sociais foram igualadas e os garçons são chamados pelo nome. Me alegra ver que as elites são culpadas de todos os problemas do mundo, e me acabo bebendo à saúde delas. Me encanta ver a impecável manifestação da democracia racial, sexual, social, corporal. Só não vale o regime. Me anima ver tudo esclarecido pelos chistes incompreensíveis, que matam os ouvintes de rir. Ah, uma pena furar esta atmosfera seleta, de homens destacados e singulares, indistintos na fumaça de cubanos, e voltar para a vida comum.

[Sobre "Lembrando a Tribo"]

por mauro judice
http://www.gizeditorial.com.br/maurojudice
24/9/2008 às
09h18 200.100.72.185
(+) mauro judice no Digestivo...
 
Vox populi vox Dei
De qual TV estamos falando? Colocar a culpa no aparelho receptor/reprodutor de imagens é um caminho muito simples. Com o aparecimento do video-cassete (aínda existe!) e do DVD, a "caixa maldita" transformou-se em opção para os cine-clubes mofados e cheios de figuras estranhas. Dá para ver um filme clássico sem sair de casa e com segurança, a mesma que falta e nos encarcera depois das 20hrs. O problema não está no aparelho! A programação e o público que a assiste sinalizam o caminho dos bons negócios. Vox populi vox Dei. A porcaria está na razão direta de quem a consagra e consome. De um modo geral, a TV é para o povão, é para quem não entende o que lê nem faz qualquer esforço para entender. Fazer o que, né? É assim no mundo inteiro. Então, nada de gastar dinheiro com TV a cabo, nem com antenas para TV aberta. Sai a Vitrola, entra o DVD e a gente escolhe o que vai ver: O Bocceli ou a Furacão 2000. O resto fica como está: Pânico, Datena, Didi, Silvio, Super Pop, Milagres & Cia.

[Sobre "Comunicado importante: TV mata!"]

por Raul Almeida
24/9/2008 às
08h58 189.106.75.120
(+) Raul Almeida no Digestivo...
 
É tombo!
Prezada Andréa Trom, do jeito que o nosso país se arrasta, haverá tempos que mesmo com armadura medieval não conseguiremos sequer dar um passo, é tombo mesmo! Abraços do Sílvio Medeiros. Campinas, é primavera de 2008.

[Sobre "Eu não sei dançar"]

por Sílvio Medeiros
http://imprimis.arteblog.com.br
24/9/2008 às
02h31 201.42.116.100
(+) Sílvio Medeiros no Digestivo...
 
Como somos ou não somos?!
Caro Guga, leio o seu texto de madrugada e vou às gargalhadas com o impasse dos cromossomos! Como somos ou não somos?! Eu gosto da tríade. Todavia, do meu ponto de vista, o impasse dos cromossomos também ganha grandeza no belíssimo "Era uma vez na América", de Sergio Leoni, sobretudo a partir da personagem de Elizabeth McGovern - putz! a belíssima Deborah, que, para além dos cromossomos, silencia em absoluto sobre aquilo que ouviu no Jardim do Éden. Abraços do Sílvio Medeiros. Campinas, é inverno de 2008.

[Sobre "Don Corleone e as mulheres"]

por Sílvio Medeiros
http://imprimis.arteblog.com.br
24/9/2008 à
01h33 201.42.116.100
(+) Sílvio Medeiros no Digestivo...
 
É você, o artista?
Olá, comprei um quadro vinte anos atrás em Belo Horizonte cujo autor era Guga Schultz. Seria por acaso você?

[Sobre "Contra reforma ortográfica"]

por Breno Calazans
23/9/2008 às
22h41 201.19.106.139
(+) Breno Calazans no Digestivo...
 
Tamo junto!
Valeu pelo post. Tamo junto...

[Sobre "Curitiba"]

por Daniel Caron
http://www.blogdocaron.blogspot.com
23/9/2008 às
19h12 200.181.168.178
(+) Daniel Caron no Digestivo...
 
O livro das vidas
sou fã dessa coleção da Companhia! tenho alguns títulos dela por aqui e, sempre que posso, me pego comprando mais algum. dificilmente me decepciono. com "O livro das vidas", que estou lendo atualmente, não tem sido diferente. incrível como um obituário pode ser tão prazeiroso de ser lido!

[Sobre "Crônicas do anonimato"]

por Jorge Wagner
23/9/2008 às
17h55 201.16.60.5
(+) Jorge Wagner no Digestivo...
 
Tem todo dia
Millôr não poderia deixar de ser uma dessas coisas geniais. Mas é GENIAIS mesmo, sem usar essa palavra romanticamente ou desperdiçadamente.

[Sobre "Lembrando a Tribo"]

por Pardal
http://nomedacousa.wordpress.com
23/9/2008 às
17h20 189.122.17.126
(+) Pardal no Digestivo...
 
sim, por que não?
Mais um caso "clássico" das tais 50 páginas iniciais de um livro - principalmente quando se trata do romance. Houve livros, que, mesmo não me cativando nessas primeiras páginas, tive que levar a leitura até o fim, porque se tratavam de "consagrados", e que precisavam ser lidos, mas que se tornaram para mim um "estorvo", isso nem se discute. Outros, porém, não tiveram a mesma sorte e foram abandonados pelo caminho sem a menor piedade. Minha tese é essa: independente do tema (leve/pesado), de palavras (altas/baixas) ou de ideologia (esquerda/direita), se a(s) "história(s)" me cativar, e a leitura fluir tranquilamente, não vejo porque não concluí-la. E tem mais: o autor pode "bater" em quem quiser, com ou sem razão, não me interessa, embora nem sempre tenha que concordar com ele. Esse tal de Mirisola pode ser um escritor, sim, por que não? Talvez ruim, como tantos outros que estão por aí, publicando livros todo ano. PS: Chico Buarque, para mim, é um grande escritor.

[Sobre "Três vezes Mirisola"]

por Américo Leal Viana
23/9/2008 às
15h17 200.223.252.194
(+) Américo Leal Viana no Digestivo...
 
Julio Daio Borges
Editor
mais comentários

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




O Romance da Revolução (Como e Porque Aconteceu a Revolução de Março)
Albérico Barroso Alves
Artenova
(1979)
R$ 18,00



Sines Sagres Vol 7 Sagres Albuferia
Diversos Autores
Público
R$ 11,33



Maze Runner: Arquivos
James Dashner
Vergara & Riba
(2014)
R$ 9,00



Tratado elementar de magia prática
Papus
Pensamento
(1978)
R$ 125,00



Um feminismo decolonial
Françoise Vergès
Ubu
(2020)
R$ 55,00



O Grande Despertar
Celso Brant
Independente
(1994)
R$ 5,00



Farda Fardão Camisola de Dormir
Jorge Amado
Record
(1979)
R$ 8,00



Hospital
Arthur Hailey
Nova Fronteira
(1959)
R$ 5,00



Sarney: a biografia
Echeverria, Regina
Leya
(2011)
R$ 7,00



Cultura, Dialética e Hegemonia: Pesquisas Em Educação - 2ª Edição
Bernd Fichtner e Outros (orgs)
Edufes (vitória)
(2013)
R$ 28,28





busca | avançada
75143 visitas/dia
2,1 milhões/mês