Não posso deixar de perder! | Luiz Augusto Lima

busca | avançada
45137 visitas/dia
2,3 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Projeto Memória leva legado de Lélia Gonzalez ao CCBB BH
>>> DJ Erick Jay participa de A Quebrada É Boa, evento realizado pelo Monarckas em Sapopemba
>>> Circomuns Com Circo Teatro Palombar
>>> Prêmio AF de Arte Contemporânea abre inscrições para a edição comemorativa de 10 anos
>>> Inscrições abertas para o Prêmio LOBA Festival: objetivo é fomentar o protagonismo de escritoras
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> A pulsão Oblómov
>>> O Big Brother e a legião de Trumans
>>> Garganta profunda_Dusty Springfield
>>> Susan Sontag em carne e osso
>>> Todas as artes: Jardel Dias Cavalcanti
>>> Soco no saco
>>> Xingando semáforos inocentes
>>> Os autômatos de Agnaldo Pinho
>>> Esporte de risco
>>> Tito Leite atravessa o deserto com poesia
Colunistas
Últimos Posts
>>> Jensen Huang, da Nvidia, na Computex
>>> André Barcinski no YouTube
>>> Inteligência Artificial Física
>>> Rodrigão Campos e a dura realidade do mercado
>>> Comfortably Numb por Jéssica di Falchi
>>> Scott Galloway e as Previsões para 2024
>>> O novo GPT-4o
>>> Scott Galloway sobre o futuro dos jovens (2024)
>>> Fernando Ulrich e O Economista Sincero (2024)
>>> The Piper's Call de David Gilmour (2024)
Últimos Posts
>>> O mais longo dos dias, 80 anos do Dia D
>>> Paes Loureiro, poesia é quando a linguagem sonha
>>> O Cachorro e a maleta
>>> A ESTAGIÁRIA
>>> A insanidade tem regras
>>> Uma coisa não é a outra
>>> AUSÊNCIA
>>> Mestres do ar, a esperança nos céus da II Guerra
>>> O Mal necessário
>>> Guerra. Estupidez e desvario.
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Paciência e imediatismo
>>> Babação do popular
>>> A arte do romance, por Milan Kundera
>>> Micronarrativa e pornografia
>>> Os dois lados da cerca
>>> A primeira vez de uma leitora
>>> Se eu fosse você 2
>>> Banana Republic
>>> Da Poesia Na Música de Vivaldi
>>> Os autômatos de Agnaldo Pinho
Mais Recentes
>>> Livro Inventor de Poesia de Margarete Solange Moraes pela 8 (2014)
>>> Aqui, Agora: O Encontro De Jesus, Moises E Buda de Ian Mecler pela Record (2010)
>>> Remédio Maravilhoso De Jorge, O de Roald Dahl pela 34 (2018)
>>> A Longa Marcha Dos Grilos Canibais de Fernando Reinach pela Companhia Das Letras (2010)
>>> Universo e Vocabulário do Grande Sertão de Nei Leandro de Castro pela Livraria Jose Olympio (1970)
>>> Livro Literatura Estrangeira O Arqueiro e Suas Flechas de Jeffrey Archer pela Difel (1986)
>>> Estrategia Global de Mike W. Peng pela Cengage Learning Nacional (2008)
>>> Vintém De Cobre de Cora Coralina pela Global (2013)
>>> Die Brüder Karamasoff de Fjodor M. Dostojewskij pela C. Bertelmann
>>> Dictionnaire biographique des artistes contemporains 1910-1930 3 volumes de Edouard Joseph pela Art e edition (1930)
>>> Portões de Fogo de Steven Pressfield pela Marco Polo (2017)
>>> Posições Românticas na Literatura Inglesa - Antologia de Coord. Alvaro Pina pela Horizonte Universitario (1984)
>>> HQ Gibi nº 1 - Flash Gordon contra o Homem Elástico de Não Identificado pela Rge
>>> Livro Artes Sintaxe da Linguagem Visual de Donis A. Dondis pela Martins Fontes - Selo Martins (2007)
>>> Crônicas do Espírito Santo de Rubem Braga pela Ufes (1984)
>>> Um novo despertar de Maria Nazareth Dória pela Lúmen (2004)
>>> Les Leçons du Manuscrit - Questions de Génétique Textuelle de Diversos Autores pela Le Presses de Luniversite de Montreal (1992)
>>> Entre a História e a Liberdade de Margareth Rago pela Unesp (2001)
>>> A Longa Marcha Dos Grilos Canibais de Fernando Reinach pela Companhia Das Letras (2010)
>>> Livro Literatura Estrangeira Alta Fidelidade de Nick Hornby pela Companhia Das Letras (2013)
>>> Neoliberalismo Como Gestão Do Sofrimento Psíquico de Vladimir, Junior, Nelson Da Silva, Dunker, Christian Safatle pela Autêntica (2021)
>>> Amanhecer de Uma Nova Era de Divaldo Franco, pelo espirito Manoel Philomeno de Miranda pela Leal (2016)
>>> Espere O Inesperado de Roger Von Oech pela Bertrand (2003)
>>> Das Buch Der Ketzer de Walter Nigg pela Diogenes (1986)
>>> Filosofia Prática. Ética, Vida Cotidiana, Vida Virtual de Marcia Tiburi pela Record (2023)
COMENTÁRIOS

Quarta-feira, 19/11/2008
Comentários
Leitores

Não posso deixar de perder!
Caro Diogo, adorei seu texto. Sobre ouvir o CD ou ver o show desta nova formação do Queen, adoto uma antiga frase de um amigo meu: "Não posso deixar de perder!". Constrangedor, melancólico... São apenas alguns adjetivos que me vêm à cabeça sobre este assunto. Triste é ver dois músicos históricos se prestarem a este papel. Abraços!

[Sobre "Necrófilos da vanguarda roqueira"]

por Luiz Augusto Lima
http://www.esportefino.net
19/11/2008 às
21h45 200.244.157.240
(+) Luiz Augusto Lima no Digestivo...
 
Olga e o comunismo BR
Gostei muito do filme pois retrata bem a história de Olga e do comunismo no Brasil, o resumo é esclarecedor e bem elaborado.

[Sobre "Olga e a história que não deve ser esquecida"]

por silmara
19/11/2008 às
14h33 201.24.157.152
(+) silmara no Digestivo...
 
Era o que faltava
Agora só falta a ditadura das mídias convencionais invadirem a então democracia da internet, com censura, repressão, afogamento, e tudo o que se faz hoje para tornar a sociedade o presídio que é.

[Sobre "E a blogosfera virou mainstream..."]

por pardal
http://nomedacousa.wordpress.com
19/11/2008 às
12h51 201.53.98.77
(+) pardal no Digestivo...
 
Deacon, Queen e Paul Rodgers
Bom... Não comentarei o seu artigo, pois discordo em quase tudo o que você escreveu. Apenas faço uma correção: John Deacon se aposentou em 92, depois do show Tributo ao Freddie Mercury, e fez isso pois a vida de Rock Star não combinava com ele. Desde então, ele não participou de nada relacionado à banda, e nem de nada relacionado a música. E outra: Deacon NUNCA, JAMAIS disse preferir George Michael! Me mostra onde ele disse isso, que só você leu. Concordo que a perfomance de George Michael no tributo foi primorosa, e é a minha interpretação de Somebody To Love favorita. Mas Deacon nunca disse isso. Ah! Só por informação, se Roger e Brian usam o nome Queen e tocam músicas do Queen nos shows atuais (inclusive o filho pródigo de John, Another One Bites The Dust), é porque John Deacon deu o seu aval pra que eles fizessem isso, assim como os retentores dos direitos de Freddie Mercury. Então, de uma certa forma, Deacon está SIM relacionado ao projeto Queen + Paul Rodgers.

[Sobre "Necrófilos da vanguarda roqueira"]

por Shirley Anizio
19/11/2008 às
11h40 189.46.134.209
(+) Shirley Anizio no Digestivo...
 
Foi a glória!
Na verdade, faz pouco tempo que vim compreender o que são situações-limite. Foi quando busquei saber o que é a superação. Essa palavra, assim escrita, diz pouco. Não nos conscientizamos de que ela envolve algo grandioso, além, em princípio, da nossa capacidade: é uma super-ação. Penso que situações-limite são as que exigem superação. Me lembro de um momento particularmente terrí­vel. Eu era soldado e estava fazendo curso para cabo. Era uma pista de aplicação militar e o obstáculo era o temido "comando crawl". Atravessar de uma torre a outra, sobre uma corda, totalmente equipado e armado de FAL. O sargento comandou: "Vou subir na torre 'A' e vou dar um apito. A cada apito que eu der, sobe um de vocês, aborda a corda e faz a travessia para a torre 'B'". Falou e subiu. Mais de 20 metros de altura. Entre as torres, um riacho lá embaixo, cheio de pedras. Eu olhei para a cara de meus companheiros e vi o medo de cada um. Quando soou o apito eu fui o primeiro. Caminhei para a torre. Alguma força dentro de mim fez com que eu superasse o medo e caminhasse na direção daquela torre, daqueles degraus que me levariam para cima. Subi a escada segurando dos lados, quase sem sentir os braços e as mãos. Sentia meu coração bater forte, não estava disparado, apenas batia forte. Cheguei ao topo, olhei para o sargento e ele: "Tá me olhando por quê, animal? Vá em frente..." Lembrei-me da técnica, abordei a corda, soltei a perna esquerda para equilibrar-me e dei duas puxadas firmes, uma com cada braço. Foi a glória! Quando me vi equilibrado, só pensei na chegada à torre "B". Devo ter levado um minuto no percurso. Cheguei ao outro lado e percebi no outro sargento um olhar de admiração. Desci a escada, vi­ o segundo companheiro subindo. Peguei meu cantil e bebi um bom gole de água. Essa foi uma situação-limite porque eu não podia me recusar a fazer o exercício e, ao fazer, não podia errar. Enfim, primeiro vencer o medo e, segundo, controlar os nervos para aplicar a técnica. E sair vitorioso. Inesquecí­vel! [Nova Iguaçu - RJ]

[Sobre "Promoção André de Leones"]

por José Accacio
19/11/2008 às
10h39 189.106.73.209
(+) José Accacio no Digestivo...
 
Situação insustentável
Eu estou vivendo uma situação-limite. Sou aposentado e, mesmo com uma complementação de aposentadoria, devido ao fator previdenciário e à politica da empresa em que trabalhei, para reajuste dos inativos, recebo hoje quatro vezes menos que o salário que recebia logo após me aposentar. Estou vivendo numa situação insustentável. [Nova Friburgo - RJ]

[Sobre "Promoção André de Leones"]

por Carlos Siqueira
19/11/2008 às
10h36 189.1.56.113
(+) Carlos Siqueira no Digestivo...
 
Schopenhauer e Borges
Não de se desprezar o fato de ele ser admiradíssimo pela forma de escrever, e pelas suas reflexões, por ninguém menos que Jorge Luis Borges. Que o coloca como indispensável. E este parece ser um dos homens que leu tudo...

[Sobre "Arthur Schopenhauer, por Oswaldo Giacóia Júnior"]

por Djabal
http://havesometea.net/nonliquet/
19/11/2008 às
08h03 201.27.130.236
(+) Djabal no Digestivo...
 
Saber quando calar
Exatamente, Diogo. Se o artista não tem mais nada a dizer, melhor que se cale e pressinta com isto a dignidade do silêncio em hora precisa. É o gesto majestoso do homem que conhece seu limite, de um servidor sem senhores que sai de cena antevendo o desejo do público, evitando o constrangimento de ser retirado pelo gancho. Saber quando falar é quase tão importante quanto saber quando calar.

[Sobre "Necrófilos da vanguarda roqueira"]

por mauro judice
http://www.gizeditorial.com.br/maurojudice
18/11/2008 às
21h51 201.69.68.205
(+) mauro judice no Digestivo...
 
menos incenso e mais senso
Também fiquei com a mesma impressão do filme. O filósofo do samba, como ele é chamado, foi injustiçado. A obra musical dele é magnífica. Bem-humorada e com requintes fantásticos. Conseguiu cantar o prepúcio... Com leveza e picardia. Ele e o Cartola precisam de menos incenso e mais senso.

[Sobre "Noel — Poeta da Vila"]

por Djabal
http://havesometea.net/nonliquet/
18/11/2008 às
15h22 201.27.130.236
(+) Djabal no Digestivo...
 
Professor vs. Escritor
A entrevista é um primor. Sou leitor do Miguel desde o princípio. Ele tem uma característica particular na escrita. Aquela que grava em nossa memória determinadas cenas. E assim tornadas inesquecíveis, nos aproximam nosso desejo ao último lançamento. Tornando essa corrente de muito proveito para a literatura e o gosto do leitor. Suas idéias são sensatas, de professor, mas é como escritor que ele se mostra 'ibérico' e apaixonado. Assim, apaixonante. Parabéns.

[Sobre "Miguel Sanches Neto"]

por Djabal
http://havesometea.net/nonliquet/
18/11/2008 às
15h13 201.27.130.236
(+) Djabal no Digestivo...
 
Julio Daio Borges
Editor
mais comentários

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




O Mais Simples Presente
Stefanos Xenakis
Sextante
(2022)



Os Lusíadas
Luís de Camões
Ática
(1997)



Luís de Camões Coleção Vestibular
Luís de Camões
Klick
(1999)



Livro Auto Ajuda A História Do Outro Muda A Gente Por Que Precisamos Ouvir As Pessoas? Um Livro Do Ter.A.Pia
Alexandre Simone e Lucas Galdino
Nacional
(2023)



Proclim Programa de Atualização Em Clinica Médica
Antonio Carlos Lopes
Artmed
(2008)



The World of the First Australians
R. M ; C. H Berndt
Lansdowne press
(1977)



Asiáticos Podres De Ricos
Kevin Kwan
Record
(2018)



Guerras Secretas Guardiões da Galaxia - Nº 3
Panini Comics
Panini Comics
(2016)



A Metamorfose
Kafka
Sem



Exportar
Luiz Martins Garcia
Aduaneiras
(2004)





busca | avançada
45137 visitas/dia
2,3 milhões/mês