Incrível!!!! | Anilson Gomes

busca | avançada
87666 visitas/dia
2,7 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Nova Exposição no Sesc Santos tem abertura online nessa quinta, 17/06
>>> Arte dentro de casa: museus e eventos culturais com exposições virtuais
>>> “Bella Cenci” Estreia em formato virtual com a atriz Thais Patez
>>> Espetáculo teatral conta a história de menina que sonha em ser astronauta
>>> Exposição virtual 'Linha de voo', de Antônio Augusto Bueno e Bebeto Alves
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Ao pai do meu amigo
>>> Paulo Mendes da Rocha (1929-2021)
>>> 20 contos sobre a pandemia de 2020
>>> Das construções todas do sentir
>>> Entrevista com o impostor Enrique Vila-Matas
>>> As alucinações do milênio: 30 e poucos anos e...
>>> Cosmogonia de uma pintura: Claudio Garcia
>>> Silêncio e grito
>>> Você é rico?
>>> Lisboa obscura
Colunistas
Últimos Posts
>>> Cidade Matarazzo por Raul Juste Lores
>>> Luiz Bonfa no Legião Estrangeira
>>> Sergio Abranches sobre Bolsonaro e a CPI
>>> Fernando Cirne sobre o e-commerce no pós-pandemia
>>> André Barcinski por Gastão Moreira
>>> Massari no Music Thunder Vision
>>> 1984 por Fabio Massari
>>> André Jakurski sobre o pós-pandemia
>>> Carteiros do Condado
>>> Max, Iggor e Gastão
Últimos Posts
>>> A lei natural da vida
>>> Sem voz, sem vez
>>> Entre viver e morrer
>>> Desnudo
>>> Perfume
>>> Maio Cultural recebe “Uma História para Elise”
>>> Ninguém merece estar num Grupo de WhatsApp
>>> Izilda e Zoroastro enfrentam o postinho de saúde
>>> Acentuado
>>> Mãe, na luz dos olhos teus
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Hemingway by Ken Burns
>>> A sétima temporada de 24 horas
>>> De olho neles
>>> Saudações cinemusicais
>>> 1998 ― 2008: Dez anos de charges
>>> The Book of Souls
>>> Carta ao pai morto
>>> Rousseau e a Retórica Moderna
>>> A vida mais ou menos
>>> Amores & Arte de Amar, de Ovídio
Mais Recentes
>>> Odisséia de Homero pela Abril Cultural (1981)
>>> Sobre a morte e o morrer de Elisabeth Kübler-Ross pela Martins Fontes (1994)
>>> O deus odioso, o diabo amoroso de Jacques Cazotte pela Escuta (1991)
>>> Odisséia de Homero pela Abril Cultural (1981)
>>> Sobre a morte e o morrer de Elisabeth Kübler-Ross pela Martins Fontes (1994)
>>> Chapeuzinho Vermelho e Outras Histórias Fábulas de Ouro de Paulinas pela Paulinas (2001)
>>> Biologia Volume Único 5ª Edição de César; Sezar; Caldini pela Saraiva (2011)
>>> Move Up Intermadiate Students Book de Simon Greenall pela Macmillan (1995)
>>> Move Up Advanced Students Book de Simon Greenall pela Macmillan (1999)
>>> Biologia Integrada Volume Único Ensino Médio de Luiz Eduardo Cheida pela Ftd (2003)
>>> Universo da Química Volume Único + Caderno de Resoluções de Bianchi; Albrecht; Daltamir pela Ftd (2005)
>>> Emagreça & Apareça! - Autografado de Wilson Rondó Júnior pela Gaia (2007)
>>> Entrega ao Deus Interior de Eva Pierrakos; Donovan Thesenga pela Cultrix (1999)
>>> Nosso Homem Em Havana de Henry Graham Greene pela Abril Cultural (1972)
>>> A Luz no Túnel de Jorge Amado pela Record (1982)
>>> Prática de Ensino os Estágios na Formação do Professor de Anna Maria Pessoa de Carvalho pela Pioneira (1987)
>>> Adolescência, psicanálise e educação: o mestre "possível" de adolescentes de Beatriz C. Cruz Gutierres pela Avercamp (2003)
>>> Nas Terras do Rei Café de Francisco Martins pela Melhoramentos (1973)
>>> A startup enxuta de Eric Ries pela Lua de Papel (2012)
>>> Prática pedagógica, aprendizagem e avaliação em educação a distância de Iolanda, B. de Camargo Cortelazzo pela Intersaberes (2013)
>>> Em Tudo, uma Lição água da Vida de Árvore da Vida pela Árvore da Vida (2001)
>>> Qutro vidas de um cachorro de W. Bruce Cameron pela Harper-Collins (2016)
>>> Adolescência, psicanálise e educação: o mestre "possível" de adolescentes de Beatriz C. Cruz Gutierres pela Avercamp (2003)
>>> A Pedagogia de Jesus de J. M. Price pela Juerp (1975)
>>> Os colegas de Lygia Bojunga pela Casa Lygia Bojunga (2004)
COMENTÁRIOS

Quarta-feira, 21/8/2002
Comentários
Leitores


Incrível!!!!
Não poderia deixar de expressar minha indignação ao fato de ler argumentos tão perversos e infundados em prol de uma ditadura. O Sr. Félix é altamente anti-democrático e injusto com o discurso de defesa ao regime. Ademais, essa forma leviana de acusar as pessoas (no caso do Prof. Helion) é espúria. E eu repilo com veêmencia. Que seus argumentos sejam convincentes e não tentem disfarçadamente sugerir a ameaça. Arq. Anilson Gomes De Salvador

[Sobre "Digestivo nº 95"]

por Anilson Gomes
21/8/2002 às
13h51 200.254.245.1
(+) Anilson Gomes no Digestivo...
 
Matar cem também é desumano.
Não li muita coisa ainda do MSM. Mas o Olavo de Carvalho tenho acompanhado há tempos. Concordo quando ele aponta o absurdo que é uma universidade imbelicizada pela dogmatização política (dogma é dogma), quando aponta os tumores da estrutura burocrática brasileira, o Etado teratóide, etc. Mas o que me causa algum desconforto não é nem tanto a intensidade e a freqüência como que ele escreve sobre articulações de esquerdistas que pretendem dominar o mundo. Ele pode estar certo, e se não estiver, resta ainda a possibilidade de isso ser um recurso adotado por um articulista que pretende ser um farol cuja luz tem como fonte a replicação infatigável de um tema que merece ser avaliado com cuidado. O que sempre fica claro é que ele não escreve sem antes pesquisar bem o assunto. Se alguém não concorda com as conclusões que as refute. Mas eu pretendia dizer que o que me causa desconforto é a falta de referência nos textos do filósofo aos números de mortos caídos pelas mãos de um ditador como Pinochet. Quando Olavo fala sobre Pinochet é somente paa compará-lo com Fidel e concluir que matar vinte mil é pior que matar três mil. Não acho, por isso, que ele aprove métodos de natureza sangrenta. E é daí que vem o desconforto. O professor Olavo diz que se Pinochet matou mil Fidel matou vinte. Aí é querer relativizar, né? Se sou contra ditaduras, sou contra Fidel e Pinochet. O fato de Fidel ter matado mais que Pinochet não deveria impedir que eu, farol que fosse, detonasse também os métodos do chileno de vez em quando e não apenas usasse os números da ditadura chilena como parâmetro de comparação. Para afastar um pouco a imagem de monotemático, que tal o professor Olavo de vez em quando meter o pau na ditadura chilena, fazendo um esforçozinho dá até para evitar citar comparações com Fidel. Sei que matar vinte é pior que matar cem. Mas não posso me calar diante de cem mortos, sob pena de não me sentir à vontade para falar mal de qualquer outro assassino.

[Sobre "Digestivo nº 95"]

por Rogério Macedo
21/8/2002 às
13h21 200.217.219.4
(+) Rogério Macedo no Digestivo...
 
Not losing hope
Prezado Evandro, na coluna de ontem o professor Butler Shaffer (da Southwestern University of Law) tece comentários a propósito da polaridade indivíduo X coletividade que praticamente complementam os pontos que você está salientou em "Hipermediocridade". Segundo Shaffer, "great music and other artistic expressions, inventions and discoveries, and other creative acts and ideas, have always come from individuals". Veja só, já somos três...!

[Sobre "Hipermediocridade"]

por Toni
21/8/2002 às
12h11 200.154.144.165
(+) Toni no Digestivo...
 
burrice
O que mais me irrita no mundo é a burrice,a obtusidade.Apesar de considerar-me conservador tenho dificuldades de comungar com muitos dos que se dizem tambem conservadores por identificar neles uma irrefreavel tendencia ao embotamento mental.Nao quero dizer,Felix, que voce se enquadra nesse modelo porque não te conheço, mas porque não admitir de uma vez que o militarismo para livrar o pais das trevas o mergulhou nelas.Que matou, cometeu arbitrariedades, torturou.Isso não é capitular ante os comunistas mas honestidade intelectual.Creio que o pensamento conservador ou de direita (por que não? ) precisa se afastar do peso e da boçalidade dos coturnos e expressar-se de modo tolerante e inteligente vide alguns momentos luminosos de Roberto Campos e Olavo de Carvalho que no caso do ultimo anuviam-se ocasionalmente descambando para o radicalismo.PS: como ficarão agora os defensores das armas diante do caso chocante da menina Tainá vitimada por um cidadão armado.Sou conservador mas não me sinto obrigado a alinhar-me entre os armamentistas que inexplicavelmente tentam transplantar para o Brasil uma agenda americana.

[Sobre "Digestivo nº 95"]

por carlos caldas
21/8/2002 às
11h53 200.128.28.67
(+) carlos caldas no Digestivo...
 
Me my self and i
Como você pode me conhecer tão bem , rapaz?? Eu que sou tão única!! Perfeito, tirando a parte do celular: EU ODEIO CELULAR!!

[Sobre "Retrato do jovem quando artista no século XXI"]

por Luisa Amedé
21/8/2002 às
11h09 200.186.217.183
(+) Luisa Amedé no Digestivo...
 
Parabens para voce duas vezes!
Concordo com as palavras acima do escritor Haroldo Amaral. Se julgarmos pelos atuais componetes da ABL, sera possivel malhar tanto assim o PC? Com certeza. O motivo de tudo isso sera porque o cara esta ganhando dinheiro??? Abracos. Jorge

[Sobre "Paulo Coelho na Loucademia"]

por Jorge
21/8/2002 às
10h01 64.231.82.16
(+) Jorge no Digestivo...
 
Analise...
Eh isso mesmo! Nao entendo o motivo da malhacao da eleicao de Paulo Coelho para ocupar uma cadeira na ABL. Acredito que para fazer uma critica a essa eleicao deveria, primeiramente, ser feito uma analise de cada componente da ABL. E certamente, nao sobrarao tantas criticas ao PC. Parabens! Vagner

[Sobre "Paulo Coelho na Loucademia"]

por Vagner
21/8/2002 às
09h55 64.231.82.16
(+) Vagner no Digestivo...
 
pare de escrever bobagem!
Parece que o nobre autor deste texto se sente um privilegiado na arte de escrever... Discordo de praticamente tudo que escreveu acima, caro colega. O que acontece atualmente é que tem muita gente jovem e com a cabeça totalmente aberta e ligada no que acontece no mundo. É claro que continuaremos a ler muita bobagem, mas o poder da palavra, este sim, não é mais posse de pessoas como você, que pensa que a vastidão do mundo só chega até o seu umbigo. E tenho DITO e pare de escrever bobagem!

[Sobre "Hipermediocridade"]

por Adriano Américo
20/8/2002 às
21h25 200.218.176.15
(+) Adriano Américo no Digestivo...
 
Mídia mascarada
Mídia mascarada Engana-se Júlio Daio quando afirma que o Mídia Sem Máscara não pode ser levado a sério, por ser feito por velhinhos saudosistas dos tenebrosos “anos de chumbo” da ditadura militar. Eu, com 52 anos de idade, vivi aquele momento, li muito sobre o assunto e, apenas devido à idade, não aceito que alguém possa desconsiderar minha opinião como “alucinógena”. Os “velhinhos” de "Mídia" ainda não estão delirando, caro Júlio... O que é escrito por articulistas de "Mídia" – no qual também me incluo – é exatamente esclarecer aos mais jovens o que foram realmente aqueles anos: muito difíceis para terroristas, muito fáceis para as pessoas de bem. Como até as duas tartaruguinhas aqui em casa sabem que toda a mída nacional (e também a dos EUA) é dominada por uma dita “esquerda”, apesar da ruína da URSS e da queda do Muro de Berlim, convém orientar os mais jovens para que não comam o milho da mentira daqueles tempos pela mão de quem está interessado, em causa própria, em distorcer a verdade, mas que vão diretamente à fonte da verdade, ou seja, aos jornais publicados na época. Fazendo assim, toda nossa juventude saberá: - que o povo do Rio de Janeiro, em uma passeata de 1 milhão de pessoas, foram aplaudir os militares, que tinham deposto o desordeiro Jango, que em vez de governar em Brasília, fazia comícios na Central do Brasil, no Rio, instigando marinheiros a fazer motins; - que o “perverso” ditador Emílio Garrastazu Médici era aplaudido de pé quando entrava no Maracanã; - que aqueles tristes anos de dinamite foram vencidos por brasileiros patriotas, que não entregaram a alma à mais cruenta ideologia que já apareceu no mundo: o Comunismo. Muito pelo contrário, colocaram a vida em risco para acabar com as guerrilhas urbana e rural da época, que tantas vítimas provocaram; - que é uma falácia das esquerdas radicais dizer que combatiam a ditadura para instalar a democracia; guerrilheiros foram fazer cursos em Cuba para tentar plantar aqui um regime do tipo cubano, uma ditadura, portanto, não uma democracia. No dizer de Fidel Castro, ao fundar a OLAS, queria o tirano “criar um Vietnã em toda a América Latina”, a exemplo do que Che Guevara tentou na Bolívia, e José Dirceu, membro do serviço secreto cubano, também tentou o mesmo aqui no Brasil com o MOLIPO. Para isso, não utilizaram apenas "estilingues", como disse o boquirroto Arnaldo Jabor, em um de seus acessos talibãs; utilizaram dinamite. A enumeração dos verdadeiros fatos que ocorreram na época poderia continuar por muitas laudas mais, para desmentir o que a esquerda vem dizendo há anos. Basta dar uma espiada em Ternuma (www.ternuma.com.br) para se ter uma idéia das mentiras e dos crimes cometidos pela esquerda radical em nosso País. Não vivemos, Daio, de nostalgias. Apenas tentamos colocar os pingos nos iis.

[Sobre "Digestivo nº 95"]

por Félix Maier
20/8/2002 às
16h54 200.193.251.163
(+) Félix Maier no Digestivo...
 
Obrigado
A todos, obrigado pelos incentivos e comentários. Aos que não deixaram endereço de email, não pude responder em particular, mas obrigado (ouviu, Carol?). Queria chamar a atenção também para a minha colega de infortúnio, Mariana Ianelli; sobre a beleza inacreditável dela não vou falar nada, porque não vem ao caso, ela pode se ofender; prefiro mencionar os poemas dela, que podem ser lidos no site www.uol.com.br/marianaianelli. Dêem uma olhada, e depois me digam se não são perfeitos (em especial "Variações Para Morte": "A gota ácida, o mármore em cima./Coroa de espinhos./Mais outra vez um chamado de carinho,/uma flor dedicada./ A ganância do escuro querer ser mais negro...") . Um abraço - Alexandre.

[Sobre "Falsos intelectuais"]

por alexandre
20/8/2002 às
03h08 200.207.125.11
(+) alexandre no Digestivo...
 
Julio Daio Borges
Editor
mais comentários

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




O Hotel Salusse Em Nova Friburgo
Sérgio Ioset Salusse Bittencourt Sampaio
Zmf (rj)
(1997)



Lunité Française - 2ª Edição
Régine Pernoud
Puf
(1949)



Aprender Matemáticas, Es Cosa de Juego
Juan Luis Hidalgo Guzmán
Pueblo Nuevo (méxico)
(2005)



Private Renaissance
Maria Bellonci (capa Dura)
William Morrow (nova Iorque)
(1989)



Panoramas de Educação: Contribuições À Formação de Professores
Vuilmar Malacarne, Adrian Alvarez e Outros
Crv (curitiba)
(2015)



O Treco
Artur Eduardo Souza
Gutenberg
(2008)



Viver Melhor: É Possível?
Rubens Azevedo
Helvetia
(2016)



Newinterchange Students Book 2a
Jack C. Richards, J. Hull e Susan Proctor
Cambridge
(1997)



Womens Devotional Guide to the Bible, The
Jean E. Syswerda
Thomas Nelson
(2006)



Bispo Sa: a Igreja Universal do Reino de Deus e o Exercício
Odemio Antonio Ferrari
Ave Maria
(2007)





busca | avançada
87666 visitas/dia
2,7 milhões/mês