Nada a comentar... | Anilson R. C. Gomes

busca | avançada
70777 visitas/dia
2,4 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Clube do Conto Apresenta: Criaturas, de Carol Bensimon
>>> Vancouver Animation School apresenta webinário gratuito de animação
>>> Núcleo Menos1 Invisível evoca novas formas de habitar o mundo em “Poemas Atlânticos”
>>> Cia O Grito faz intervenção urbana com peças sonoras no Brás
>>> Simbad, o Navegante está na mostra online de teatro de Jacareí
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Ao pai do meu amigo
>>> Paulo Mendes da Rocha (1929-2021)
>>> 20 contos sobre a pandemia de 2020
>>> Das construções todas do sentir
>>> Entrevista com o impostor Enrique Vila-Matas
>>> As alucinações do milênio: 30 e poucos anos e...
>>> Cosmogonia de uma pintura: Claudio Garcia
>>> Silêncio e grito
>>> Você é rico?
>>> Lisboa obscura
Colunistas
Últimos Posts
>>> Blue Origin's First Human Flight
>>> As últimas do impeachment
>>> Uma Prévia de Get Back
>>> A São Paulo do 'Não Pode'
>>> Humberto Werneck por Pedro Herz
>>> Raquel Cozer por Pedro Herz
>>> Cidade Matarazzo por Raul Juste Lores
>>> Luiz Bonfa no Legião Estrangeira
>>> Sergio Abranches sobre Bolsonaro e a CPI
>>> Fernando Cirne sobre o e-commerce no pós-pandemia
Últimos Posts
>>> Renda Extra - Invenção de Vigaristas ou Resultado
>>> Triste, cruel e real
>>> Urgências
>>> Ao meu neto 1 ano: Samuel "Seu Nome é Deus"
>>> Rogai por nós
>>> Na cacimba do riacho
>>> Quando vem a chuva
>>> O tempo e o vento
>>> “Conselheiro do Sertão” no fim de semana
>>> 1000 Vezes MasterChef e Nenhuma Mestres do Sabor
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Seriados made in the USA
>>> American Horror Story: Asylum
>>> Nos braços de Tião e de Helena
>>> Sabemos pensar o diferente?
>>> A semente da impunidade
>>> Não existem autores novos
>>> Have a Book in You?
>>> O desafio dos media-watching
>>> Gerald Thomas: arranhando a superfície do fundo
>>> Realismo fantástico
Mais Recentes
>>> Armas Secretas Alemãs - Plataforma para Marte de Brian Ford pela Renes (1973)
>>> Lart de Conjuguer Dictionnaire - a Arte de Conjugar de Bescherelle pela Itatiaia (1959)
>>> Armas da Infantaria de John Weeks pela Reines (1974)
>>> Estado-maior Alemão História Ilustrada da 2ª Guerra Mundial Politica 5 de Barrt Leach pela Renes (1975)
>>> Patton Nº 6 Líderes- História Ilustrada da 2ª Guerra Mundial de Charles Whiting/ Edmond Jorge pela Renes (1975)
>>> Divisões Panzer os Punhos de Aço - História Ilustrada da 2ª Guerra Mundial de K. J. Macksey pela Renes (1974)
>>> O Engenhoso Fidalgo D. Quixote de La Mancha de Dom Quixote de la Mancha pela Abril Coleções (2010)
>>> Graça radical: Curtir a vida é viver com Deus de Max Lucado pela Thomas Nelson Brasil (2021)
>>> Barbarossa - a Invasão da Rússia - Campanhas 3 de John Keegan pela Renes (1974)
>>> Kit Saga Crepúsculo 4 Livros de Stephenie Meyer pela Intrinseca (2008)
>>> Ponte aérea para a China de William J. Koenig pela Renes (1977)
>>> Histórias do Modernismo de Ivan Marques pela Scipicione (2011)
>>> Mísseis Ar-ar e Antitanque - Guias de Armas de Guerra de Bill Gunston pela Nova Cultural (1986)
>>> Mísseis Ar-ar e Antitanque - Guias de Armas de Guerra de Bill Gunston pela Nova Cultural (1986)
>>> Guias de Armas de Guerra: Marinha Soviética Volume 2 de John Jordan pela Nova Cultural (1986)
>>> Guias de Armas de Guerra: Marinha Soviética Volume 1 de Nova Cultural pela Nova Cultural (1986)
>>> Submarinos Convencionais e Com Mísseis - Guias de Armas de Guerra de Nova Cultural pela Nova Cultural (1982)
>>> BIOLOGIA - volume único de Armênio Uzunian e Ernesto Birner pela Harbra (2004)
>>> Guias de Armas de Guerra : Tanques da Segunda Guerra Mundial de Nova Cultural pela Nova Cultural (1983)
>>> Guias de Armas de Guerra - Usaf a Moderna Força Aerea dos Eua de Nova Cultural pela Nova Cultural (1986)
>>> Guias de Armas de Guerra - Usaf a Moderna Força Aerea dos Eua de Nova Cultural pela Nova Cultural (1986)
>>> Guias de Armas de Guerra Caças e Aviões de Ataque Modernos de Novo Cultural pela Novo Cultural (1986)
>>> Caças dos Eua e Aeronaves de Ataque - Volume I - Guias de Armas de Guerra de Barry Wheeler pela Nova Cultural (1986)
>>> Caças da Otan - Volume II - Guias de Armas de Guerra de Bill Gunston pela Nova Cultural (1986)
>>> Guias de Armas de Guerra - Aviação Naval de Carmo Chagas pela Nova Cultural (2000)
COMENTÁRIOS

Domingo, 21/10/2001
Comentários
Leitores


Nada a comentar...
Caro Júlio, Fico imaginando como vcs do Digestivo Cultural permitem, cidadão tão grosseiro, irresponsável e e despretensiosamente preconceituoso se pronunciar em tão magnífico organismo cultural. Aliás creio que este seja o mais bem humorada colunista do Digestivo, pois simplesmente acho suas considerações chulas, pífias e esdrúxulas. As vezes penso que a intenção seja meramente proposital, numa vontade freudiana de se parecer com o colunista imbecil da revista "veja" - Diogo Mainardi - a quem considero um palhaço infanto-juvenil. Saudações cordiais Arq. Anilson Gomes De Salvador

[Sobre "os universiotários"]

por Anilson R. C. Gomes
21/10/2001 à
00h00
(+) Anilson R. C. Gomes no Digestivo...
 
não entendo
Sendo eu um reles "universiotário" (expressão cunhada pelo eminente poeta guanabarino Evandro Mesquita, que por sinal não necessitou desta inútil instituição que é a universidade pública brasileira), não entendo certas considerações tecidas por vocês.

[Sobre "os universiotários"]

por Mishkin
23/10/2001 à
00h00
(+) Mishkin no Digestivo...
 
Desinformado
Deve ter escrito sua coluna baseado apenas no que parece ser o beisebol para você. Duvido muito que ache fácil rebater uma bola com o taco, como disse, se tivesse realmente praticado o esporte uma vez na vida. Indicar que alguém com mais de oito anos teria facilidade de rebater um arremesso profissional de beisebol é muito falso. Aposto que você nem acertaria a bola em 10 tacadas, mesmo que eu arremessasse para você. E nas primeiras 100 tacadas que acertasse, a bola não iria a mais de 2 mestros de seu corpo. Beisebol é um esporte que possui suas táticas, agilidade, força e concentração, como TODAS as modalidades de esporte no mundo. Dizer que beisebol ou futebol americano são esportes fáceis, bestas ou complicados demais é uma visão pobre que muito brasileiro possui, se bem que você conseguiu na maior parte de sua coluna mostrar várias verdades da sociedade norte-americana. Praticar o beisebol profissional ou muito menos do que isso é uma atividade de prática, treino e talento. Assim como você joga uma pelada e nunca vai ser um Pelé, vai no mini golfe e nao será um Tiger Woods, corta as faixas na avenida e não será um Alain Prost, não adianta pensar que é só pegar um taco de beisebol que acertará a bola facilmente. Parabéns!

[Sobre "Uma encantadora imbecilidade"]

por Juliano Maesano
23/10/2001 à
00h00
(+) Juliano Maesano no Digestivo...
 
Hora de parar... ou de voltar!
Gostei Adriano! Parece que escrever bem e com clareza é uma característica de família. Parabéns!

[Sobre "Hora de parar... ou de voltar!"]

por Roger
23/10/2001 à
00h00
(+) Roger no Digestivo...
 
Calma, calma...
Calma turminha, vocês todos, incluindo o Sr. Castanon, deveriam ler com mais calma e bom humor tudo o que encontram em páginas e monitores... Pra começar, estudei em uma universidade pública e algumas privadas e garanto aos malandrões que consideram as públicas como a "nata" do ensino: vocês não enganam ninguém. Todo mundo sabe que as instituições públicas não são NADA de excepcional, amigos. Viu Rafael Evangelista? (Que deve estar na USP e se acha malandro, pois acha que a USP é demais)...Não adianta vir defender a USP, a UFRJ ou a Federal de Sei-lá-onde, pois elas são tão ruins quanto todas as outras. Existem cursos que são melhores em algumas universidades, outros que não prestam... eu mesmo senti na pele dois cursos que são UM LIXO na USP e acho que deviam fechá-los para o bem da sociedade. O mesmo acontece nas universidades ou faculdades privadas. Eu sei de uma coisa e não aceito discussão: em 90% dos cursos do país se consegue passar de ano faltando várias aulas, lendo cópias xerox dos colegas e bebendo nos bares. Não adianta vir dizer que não. Eu sei, eu vi, eu vivi.... E isso é de tempo, amigo Daniel Couto, não é coisa de FHC não... não adianta vir reclamar com seu textinho "Abaixo FHC" que não vai colar.... Ninguém arrumou isso até hoje, nem o PTzinho querido... em nenhum nível de educação.... O Daniel Couto acertou, culpando a corrupção. Viva! Descobriram... É óbvio que se não houvesse corrupção, nosso ensino seria nota 10, assim como tudo nesse país. Mas enquanto ninguém faz nada, não mandam vírus, bactérias ou bombas aos nossos senadores, deputados e vereadores, nada vai melhorar, não é? Alguém aqui é macho pra protestar direito? Só vejo um bando de coitados babacas invadindo terras, outros fazendo greves ridículas, punks zoando os movimentos, etc... Mas quem vai cobrar justiça? Quem vai marchar seriamente contra a impunidade e a corrupção, quem vai tirar os corruptos na força? Ninguém, somos um país de frangotes e esquerdistas idiotas muito mais manipulados... Adianta pedir aumento pra professor ou servidor, num país que NÃO tem esse dinheiro para aumentar? Eu nunca trabalhei pro governo e passo muito tempo sem aumento nenhum... vou chorar agora? Se liga, amigo. Você vive num país pobre (devido aos roubos) e tem que aceitar. Se quiser melhorar, vote direito ou se una pra tirar os safados dos seus lugares... E não pense que é votando numa Martinha do PT que as coisas melhoram fácil, não.... é só ver como São Paulo está. Existe uma Câmara inteira de ratos podres controlando a cidade, e enchendo seus bolsos.... Um recado ao Julião "nordestino nervoso": tá bravo? Ele estava se referindo às pessoas que passam com carros caindo aos pedaços fazendo barulho, colega... Por acaso, esses figuras na rua dele que têm esses carros são nordestinos, e daí? Algum problema? Se isso é preconceito, você não é muito brilhante. Então se for assim, ele xingou todo mundo: as meninas bonitas, os velhos, as senhoras ricas e os poodles. Ele está mostrando, com humor, a vida numa rua como a dele. Eu sofro o mesmo: acordo todo dia de manhã com um "caipira" vendendo morangos aos gritos. Quer dizer que odeio "caipiras"? Não, somente não suporto o tal cidadão do interior que vende morangos na MINHA RUA e por acaso tem sotaque de CAIPIRA. E não seja babaca dizendo que o autor é vagabundo somente por não estar trabalhando às oito horas, Julião. Eu mesmo costumo estar na cama, pois chego do meu emprego às 2 da manhã. Quem é você para saber dos horários dos outros, nordestino??? (Isso foi uma simples constatação pelo que você mesmo afirmou, e você pode me chamar de paulista, pois sou mesmo...com o mesmo orgulho que você possui pelo Nordeste) PS.: Nada aqui nessas linhas é tão sério...

[Sobre "os universiotários"]

por Juliano Maesano
22/10/2001 à
00h00
(+) Juliano Maesano no Digestivo...
 
Greve nas Universidades
Com certeza pouca gente sabe do que vem a seguir. Desde 94 os servidores públicos federais não recebem aumento. Mas pelo que me consta a inflação neste período não foi de 0%. Em 97 os servidores das Universidades federais fizeram uma greve. Depois de negociações o governo prometeu um aumento, com papel assinado e tudo. Eles voltaram ao trabalho, mas o aumento não veio. Em 2000 fizeram outra greve, pra ver se dessa vez o aumento vinha. Negociações, acordo, papel assinado de novo. Voltaram ao trabalho. E o aumento? Ainda estão esperando. Como papel assinado pelo governo parece não valer nada, qual outra opção o autor sugere para que se façam valer os direitos dos funcionários? Quanto aos professores, é verdade que eles tiveram alguns aumentos nos últimos anos. Mas a maior parte destes aumentos vieram como gratificações, ou seja, não foram incorporados no salário. Por mim isto significa que eles não recebem esta parcela no 13o salário, e o que vai todo mês pro FGTS é calculado sobre um valor menor do que o que eles realmente recebem. Li em algum lugar que o valor destas gratificações atualmente correspondem a 75% do salário. Como não sei se a fonte era fidedigna, não ponho a mão no fogo por este valor, mas sei que é uma porcentagem significativa. O governo do Sr. FHC tem sucateado a Universidade pública em todos os anos de seu mandato. Não acredito que isto tenha sido feito com o objetivo de acabar com o ensino superior gratuito, mas do jeito que tudo foi conduzido, fica muito mais fácil justificar tal ação, caso venha a ocorrer. E não concordo que o fim das Universidades públicas seja a solução para melhorar o ensino básico, como sugere o autor. Apesar de não saber as cifras, acredito piamente que acabar com a corrupção geraria verbas mais que suficientes para que se tivesse um ensino básico e universitário, público e de qualidade.

[Sobre "os universiotários"]

por Daniel Couto
22/10/2001 à
00h00
(+) Daniel Couto no Digestivo...
 
NÃO HÁ BIO-TERRORISMO!
É um absurdo a forma como tem sido divulgado a questão do bio-terrorismo no Brasil. A quem interessa realmente essa total desinformação de nossos sofridos brasileiros?

[Sobre "os universiotários"]

por renato p. perrenoud
21/10/2001 à
00h00
(+) renato p. perrenoud no Digestivo...
 
texto inteligente
Depois de ser obrigado a ler porcarias como Veja,Isto é, Época,salvo Carta Capital seu texto é muilto bem vindo.Obrigado pela dica Edmund Wilson.Vou correndo comprar. Um abraço

[Sobre "Promessas"]

por heraldo Vasconcellos
22/10/2001 à
00h00
(+) heraldo Vasconcellos no Digestivo...
 
a biblia dos betweens
Parabéns, seu Digestivo é a biblia de nós, os betweens. Bom gosto, Bom senso, habilidade, continuidade nos projetos e sentido de progresso, between somos, brava gente que não tem medo do fogo cruzado, nem do fogo "mui amigo" da onça. Um abraço. José Maria da Silveira. (PS - "Betweens" é invenção do Sergio Augusto, ainda do tempo do Pasquim. São aqueles que escapam do dilema esquerda/direita, que estão dispostos a trabalhar conceitualmente com o que há de melhor, ponderando os argumentos e procurando propostas que criem elos, redes, novas opiniões que mobilizem as pessoas em torno de objetivos amplos, no seu caso, a difusão do conhecimento e da arte.)

[Sobre "Digestivo nº 52"]

por José Maria Silveira
22/10/2001 à
00h00
(+) José Maria Silveira no Digestivo...
 
as freirinhas peladas
fabio, li o seu texto e achei genial; vc expressou exatamente tudo que eu senti em relação ao memórias póstumas de brás cubas. nem tanto na comparação com o livro, que não conheço o suficiente para perceber as infidelidades cometidas, mas em todo o mais. grande sacada a figura do diálogo entre um manequim e um muro de pedra. mais ainda a das freirinhas peladas da noviça rebelde...

[Sobre "memórias péssimas de brás cubas"]

por clara candida
22/10/2001 à
00h00
(+) clara candida no Digestivo...
 
Julio Daio Borges
Editor
mais comentários

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




1970 - 1980 One Hundred Greatest Hits Piano-vocal-guitar
Vários
Wise Publications
(1980)



Virei empresário. E agora?
Beth Martins
Literare Books International
(2017)



Promoção de Vendas - o Gatilho do Marketing
Paulino da San Pancrazio
Futura
(2000)



Mosaico do Sentir
Fernando Hernadez Junior
Gente
(2004)



Qual É a Cor do Amor
Patrícia Senna e Emerson Pontes
Prazer de Ler
(2011)



Para um Homem de êxito
Lídia Maria Riba
Vergara & Riba
(2007)



The Finale Primer
Bill Purse
Miller Freeman Books
(1998)



ética Em Ginecologia e Obstetricia
Varios Autores
Cadernos Cremesp
(2011)



Concerto Duas para Vozes
Fernando Lara Michael Nicolau
Annablume
(2008)



Above Paris
Robert Cameron
Cameron
(1985)





busca | avançada
70777 visitas/dia
2,4 milhões/mês