Não há tradução... sorry | Marko

busca | avançada
48334 visitas/dia
1,6 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Residência Artística FAAP São Paulo realiza Open Studio neste sábado
>>> CONHEÇA OS VENCEDORES DO PRÊMIO IMPACTOS POSITIVOS 2022
>>> Espetáculo 'Figural', direçãod e Antonio Nóbrega | Sesc Bom Retiro
>>> Escritas de SI(DA) - o HIV/Aids na literatura brasileira
>>> Com Rincon Sapiência, Samanta Luz prepara quiche vegana no Sabor & Luz
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Home sweet... O retorno, de Dulce Maria Cardoso
>>> Menos que um, novo romance de Patrícia Melo
>>> Gal Costa (1945-2022)
>>> O segredo para não brigar por política
>>> Endereços antigos, enganos atuais
>>> Rodolfo Felipe Neder (1935-2022)
>>> A pior crônica do mundo
>>> O que lembro, tenho (Grande sertão: veredas)
>>> Neste Momento, poesia de André Dick
>>> Jô Soares (1938-2022)
Colunistas
Últimos Posts
>>> Lula de óculos ou Lula sem óculos?
>>> Uma história do Elo7
>>> Um convite a Xavier Zubiri
>>> Agnaldo Farias sobre Millôr Fernandes
>>> Marcelo Tripoli no TalksbyLeo
>>> Ivan Sant'Anna, o irmão de Sérgio Sant'Anna
>>> A Pathétique de Beethoven por Daniel Barenboim
>>> A história de Roberto Lee e da Avenue
>>> Canções Cruas, por Jacque Falcheti
>>> Running Up That Hill de Kate Bush por SingitLive
Últimos Posts
>>> Nosotros
>>> Berço de lembranças
>>> Não sou eterno, meus atos são
>>> Meu orgulho, brava gente
>>> Sem chance
>>> Imcomparável
>>> Saudade indomável
>>> Às avessas
>>> Amigo do tempo
>>> Desapega, só um pouquinho.
Blogueiros
Mais Recentes
>>> As mulheres e o futebol
>>> São Luiz do Paraitinga
>>> Discurso de William Faulkner
>>> Road Warrior
>>> O crime da torta de morango
>>> PT saudações
>>> Oscar Wilde, dândi imortal
>>> 30 de Novembro #digestivo10anos
>>> Uma história do Jazz
>>> Quando morre uma paixão
Mais Recentes
>>> Dicionário Jurídico Tributário de Eduardo Marcial Ferreira Jardim pela Dialética (2005)
>>> Pão Nosso de Chico Xavier pela Feb (2019)
>>> O caso do hotel Bertram / o misterioso caso de styles de Agatha Christie pela Best Bolso (2010)
>>> Teoria da personalidade na sociedade de massa - A contribuição de Gramsci de Dario Ragazzini pela Autores Associados (2005)
>>> Ética de Spinoza pela Autêntica (2009)
>>> A origem da desigualdade entre os homens de Jean-Jacques Rousseau pela Penguin e Companhia das Letras (2017)
>>> A dominação masculina - a condição feminina e a violência simbólica de Pierre Bourdieu pela Bertrand Brasil (2019)
>>> História da Sexualidade - 1. A vontade de saber de Michel Foucault pela Editora Paz e Terra (2020)
>>> Sociedade do Cansaço de Byung-chul Han pela Editora Vozes (2015)
>>> O mito de Sísifo de Albert Camus pela Edições Bestbolso (2022)
>>> Os sete pilares da sabedoria de T E Lawrence pela Circulo do livro
>>> P.S.: Ainda Amo Você de Jenny Han pela Intrínseca (2016)
>>> Escandalo na sociedade de Harold Robbins pela Circulo do livro
>>> O vale do medo de Arthur Conan Doyle pela Ediouro (2006)
>>> O veu pintado de Somerset Maugham pela Circulo do livro
>>> Se houver amanhã / Nada dura para sempre vira-vira de Sidney Sheldon pela Best Bolso (2010)
>>> Doze anos de escravidão de Solomon Northup pela Penguin Books (2014)
>>> Livro dos sonhos de Jorge Luis Borges pela Circulo do livro
>>> Enterrem meu coração na curva do rio de DeeBrown pela Circulo do livro
>>> Confie em mim de Harlan Coben pela Sextante (2009)
>>> Assassins creed renegado de Oliver Bowden pela Record (2012)
>>> Assassins creed unity de Oliver Bowden pela Record (2015)
>>> Confesso Que Vivi - memórias de Pablo Neruda pela Difel (1974)
>>> A rosa da meia-noite de Lucinda Riley pela Novo Conceito (2014)
>>> O Poder da Visualização Criativa: Conheça a técnica que mudou a vida de milhares de pessoas em todo o mundo de Elizabeth Mednicoff pela Universo dos Livros (2007)
COMENTÁRIOS

Sábado, 29/5/2010
Comentários
Leitores


Não há tradução... sorry
Quando li o original acima em inglês, pensei "impossível traduzir", depois ao deparar com a tradução abaixo... bom, confirmei minha suspeita. Assim, com todo respeito aos grandes, tanto o falecido autor como Millôr, há certas coisas para as quais realmente, não há tradução... sorry.

[Sobre "O dia em que traduzi Renato Russo"]

por Marko
http://twitter.com/yakolev
29/5/2010 à
01h42 189.33.204.218
(+) Marko no Digestivo...
 
Onde errou o nazareno?
Jesus ensinou os indivíduos a lutarem contra o ego, o que os torna mais fortes, a ponto de os verdadeiramente sinceros se tornarem o super homem estimado por Nietzche. Assim sendo, posso lhes perguntar onde errou o nazareno segundo o filósofo?

[Sobre "O cristianismo para Nietzsche"]

por mauro judice
http://www.gizeditorial.com.br/maurojudice
28/5/2010 às
22h28 201.93.70.202
(+) mauro judice no Digestivo...
 
Pedras e pontes
Há sábios e tolos, santos e vermes, lúcidos e cegos em ambos os lados desse riacho estreito e é fácil encontrá-los, aos pares, comendo na mesma mesa, religiosa ou agnóstica. Não há um único lugar em que não se os encontre, uma única instituição imaculada, basta observar. Mas qual teria sido o motivo e o objetivo deste enxovalhamento exclusivo da fé cristã feito por Nietzsche? Seria em louvor ao judaísmo? Ao budismo? Ao islamismo? Ao politeísmo? Ao ateísmo? Com pedras, melhor é construir pontes. Do contrário, atirá-las poderá, no máximo, ferir alguém, aqui ou acolá, sejam arremessadas por Nietzsche ou outro, menos culto, seja por qualquer cristão. A intolerância independe do QI e em nada ajuda a melhorar o planeta e a vida.

[Sobre "O cristianismo para Nietzsche"]

por ENEAS FINESSI
28/5/2010 às
20h14 189.5.41.99
(+) ENEAS FINESSI no Digestivo...
 
Cristianismo e cristandade
Confundem cristianismo com cristandade. Cristianismo é seguir a conduta do Cristo. E quem segue, exceto uns poucos? Não é porque padres e pastores desvirtuaram as palavras de Jesus que Ele deixou de dizer a coisa certa. Estaria se revirando no túmulo se não tivessem roubado seu corpo (nem bem morreu e já começaram a fazer besteira). Aliás, foram roubar um cadáver de quem ia ressuscitar. Tiranos e sanguinários de todos os tempos diziam agir em nome da verdade. E, por isto, a verdade deve deixar de existir? E que marotice é esta, Jardel, que vemos no livro citado? Pedir para um pastor falar em nome do cristianismo é o mesmo que criar debate sobre comportamento e confrontar um professor e um aluno da pior turma do ginásio. E para não dizerem que não acredito na existência de padres ou pastores sinceros, existem uns poucos, apesar dos horrores que fazem suas igrejas. São homens de fé inabalável.

[Sobre "Para que o Cristianismo?"]

por mauro judice
http://www.gizeditorial.com.br/maurojudice
28/5/2010 às
17h46 200.100.72.95
(+) mauro judice no Digestivo...
 
Nietzsche não errou!
Realmente alguns não entendem mesmo Nietzsche, pois ele realmente atacou a religião cristã, e não só a igreja católica. Compará-lo a Lutero é ridículo (pois o próprio já o havia atacado), dizer que ele atacou padres pedófilos é desmoralizante... ele atacou a ignorância cristã que vendeu e matou a consciência do homem para seus instintos, que colocou uma espessa nuvem de ilusão nos olhos do homem pequeno, que o faz inverter os reais valores da vida... e sim, definitivamente Nietzsche não acreditava em um Deus supremo e muito menos no deus dos judeus, portanto Nietzsche não errou!

[Sobre "O cristianismo para Nietzsche"]

por Carlos Patez
http://capatez.zip.net
28/5/2010 às
11h43 189.19.67.141
(+) Carlos Patez no Digestivo...
 
Penso como Nietzsche
Nietzsche mostra claramente o quanto o povo vive no escuro, e que não quer sair da escuridão em nome de Deus. Ele foi e sempre será fabuloso, brilhante, inteligente... Ele pensava como um todo e mostrava a todos que ele estava certo. Só que as pessoas não aceitam por medo de serem castigadas por Deus. Que Deus é esse que castiga? Penso como Nietzsche. Como uma pessoa pode falar tudo o que você pensa? É, é ele, ele falou, ele escreveu. Como não sou boa para escrever e nem me atreveria, leio Nietzsche. Quando você ler Nietzsche, ele fala por você. Acredito até que, mesmo as pessoas que não concordam com os pensamentos dele, no fundo, no fundo, sabem que ele tem razão. Mas... o medo de encarar essa realidade de pensamento não é fácil. Precisa ter coragem e não temer nada.

[Sobre "O cristianismo para Nietzsche"]

por Elizabete de Sá
http://twitter.com/elizabetedesa
28/5/2010 às
11h24 187.40.193.193
(+) Elizabete de Sá no Digestivo...
 
Outros deuses mortos
O cemitério dos deuses mortos: "Houve uma época em que Júpiter era o rei dos deuses, e qualquer homem que duvidasse de seu poder era ipso facto um bárbaro. Haverá hoje um único homem no mundo que adore Júpiter? E que fim levo Huitzilopochtli? Em um só ano - e isto foi há apenas cerca de quinhentos anos - 50 mil jovens foram mortos em sacrifício a ele. Hoje, se alguém se lembra dele, só pode ser um selvagem perdido nos cafundós da floresta mexicana. Falando em Huitzilopochtli, logo vem à memória seu irmão Tezcatilpoca, quase tão poderoso: devorava 25 mil virgens por ano. Levem-me a seu túmulo... prometo chorar e depositar uma coroa de flores. Mas quem sabe onde fica? Peça ao seu vigário que lhe empreste um bom livro sobre religião comparada: você encontrará todos eles devidamente listados. Todos foram deuses da mais alta dignidade - deuses de povos civilizados - adorados e venerados por milhões. Todos eram onipotentes, oniscientes e imortais. E todos estão mortos." H. L. Mencken

[Sobre "O cristianismo para Nietzsche"]

por LUCKYLUCK
28/5/2010 às
10h57 189.1.128.82
(+) LUCKYLUCK no Digestivo...
 
A ignorância religiosa
Viva Nietzsche! Quantos analfabetos já tornei ateus? Vários. Quantos doutores já tornei ateus? Vários. A ignorância religiosa é um baralho de cartas facilmente desmoronável, ainda mais em época de padres pedófilos, e cada ser é responsável pela lucidez da humanidade diante das trevas religiosas. Viva Nietzsche!

[Sobre "O cristianismo para Nietzsche"]

por LUCKYLUCK
28/5/2010 às
10h20 189.1.128.82
(+) LUCKYLUCK no Digestivo...
 
Qual o erro de Nietzsche?
Qual o erro de Nietzsche? Morrendo ele renegou o Deus religioso, ou atacar o Cristianismo? Primeiro que a intenção dele não era o Cristianismo, mas a Igreja Católica, a representação de Roma. Neste aspecto assemelhou-se a Martin Lutero, o que originou os Evangélicos, por sua teoria Protestante. Ele pecou em um ponto, talvez... Ao atacar o Deus da Igreja, deveria ter tomado uma posição e definir ele mesmo qual o conceito que ele tinha sobre Deus, a vida, o básico de existência! Ser contrário a qualquer coisa é aceitável, desde que tenha argumentos. Ele teve muitos BONS argumentos, talvez um dos maiores pensadores desta humanidade, mas não morreu feliz, protestando contra o que ele talvez não tenha compreendido... Deus existe, a questão é defini-lo, pois os que o definirem saberão que são assemelhados, e aí, quem sabe, o Deus religioso não possa mesmo ser aceito como o Pai... Daí a derivação de tantos Ateus, que se baseiam na definição religiosa à qual protesto! Repensar é bom.

[Sobre "O cristianismo para Nietzsche"]

por Celito Medeiros
http://www.celitomedeiros.com
28/5/2010 à
01h54 201.86.43.96
(+) Celito Medeiros no Digestivo...
 
Nietzsche atraente
Bacanérrimo o post! Simplesmente Nietzsche, pra mim um dos pensadores mais complexos, interessantes, atraentes! Fico "de cara" por muito interpretarem erroneamente sua obra, ele não foi um ateu que simplesmente se rebelou... o cara tem toda uma história no próprio cristianismo, nasceu numa família luterana, enfim, o fato é que sua análise sobre o assunto é brilhante, lembrando também que, assim como o Cristianismo, o mesmo considera o Budismo uma decadência. Devoremos Nietzsche, devoremos!

[Sobre "O cristianismo para Nietzsche"]

por Nágela Fernanda
http://www.dependedomeurumor.blogspot.com
28/5/2010 à
00h58 201.22.104.132
(+) Nágela Fernanda no Digestivo...
 
Julio Daio Borges
Editor
mais comentários

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Boa Nova
Chico Xavier
feb
(2010)



Dicionario Ilustrado Ingles-portugues
Tony Wolf
Moderna
(2003)



A Serra do Mar e a Baixada
Samuel Murgel Branco
Moderna
(1992)



O Que é Corpo
Jose A. Gaiarsa
Brasiliense
(1986)



doutor Goebbels
Roger Manvell e Heinrich
madras
(2012)



Divorcio e Separação 2 Volumes 8ª Edição
Yussef Said Cahali
Revista dos Tribunais
(1995)



Paiva Chaves - e as Janelas de Sua Mente
Armando L M de Paiva Chaves
Bibliex
(2010)



Pique
Regis Castro
Cupolo
(1982)



Natureza e Agroquimicos
Samuel Murgel Branco
Moderna
(2012)



OP genter
Tom Clancy
Record
(1997)





busca | avançada
48334 visitas/dia
1,6 milhão/mês