Qual o erro de Nietzsche? | Celito Medeiros

busca | avançada
22100 visitas/dia
1,2 milhão/mês
Mais Recentes
>>> BuZum! encena “Perigo Invisível” em Itaguaí, Mangaratiba, Angra dos Reis e Paraty (RJ)
>>> Festival de Teatro de Curitiba para Joinville
>>> TIETÊ PLAZA INAUGURA A CACAU SHOW SUPER STORE
>>> A importância da água é tema de peças e oficinas infantis gratuitas em Vinhedo (SP)
>>> BuZum! encena “Perigo Invisível” em SP e público aprende a combater vilões com higiene
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> O batom na cueca do Jair
>>> O engenho de Eleazar Carrias: entrevista
>>> As fitas cassete do falecido tio Nelson
>>> Casa de bonecas, de Ibsen
>>> Modernismo e além
>>> Pelé (1940-2022)
>>> Obra traz autores do século XIX como personagens
>>> As turbulentas memórias de Mark Lanegan
>>> Gatos mudos, dorminhocos ou bisbilhoteiros
>>> Guignard, retratos de Elias Layon
Colunistas
Últimos Posts
>>> Barracuda com Nuno Bettencourt e Taylor Hawkins
>>> Uma aula sobre MercadoLivre (2023)
>>> Lula de óculos ou Lula sem óculos?
>>> Uma história do Elo7
>>> Um convite a Xavier Zubiri
>>> Agnaldo Farias sobre Millôr Fernandes
>>> Marcelo Tripoli no TalksbyLeo
>>> Ivan Sant'Anna, o irmão de Sérgio Sant'Anna
>>> A Pathétique de Beethoven por Daniel Barenboim
>>> A história de Roberto Lee e da Avenue
Últimos Posts
>>> Nem o ontem, nem o amanhã, viva o hoje
>>> Igualdade
>>> A baleia, entre o fim e a redenção
>>> Humanidade do campo a cidade
>>> O Semáforo
>>> Esquartejar sem matar
>>> Assim criamos os nossos dois filhos
>>> Compreender para entender
>>> O que há de errado
>>> A moça do cachorro da casa ao lado
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Livre talento, triste exílio, doces brasileiros
>>> Paris é uma Festa
>>> Belham: nossa maior voz infantil
>>> Por um Brasil livre
>>> Cordiais infâmias de Satie
>>> Dando a Hawthorne seu real valor
>>> Por que a crítica, hoje, não é bem-vinda
>>> Os últimos soldados da Guerra Fria
>>> Henry Ford
>>> A pós-modernidade de Michel Maffesoli
Mais Recentes
>>> Folclore Brasileiro de Fúlvio Giannella Júnior pela Globo (2006)
>>> A Origem de Deus de Laurence Gardner pela Madras (2011)
>>> Cosmorama de Huberto Rohden pela Sabedoria (1969)
>>> Livro - Tudo É Rio de Carla Madeira pela Record (2021)
>>> Serviço social identidade e alienação de Maria Lúcia Martinelli pela Cortez (2014)
>>> Livro - Maria Ruth de Ruth Escobar pela Guanabara (1987)
>>> Astrologia árabe de Catherine Aubier pela Melhoramentos
>>> Livro - A Cientificação do Amor de Michel Odent pela Terceira Margem (2000)
>>> Paixão - Série Fallen - Vol. 3 - Edição Econômica de Lauren Kate pela Galeria Record (2012)
>>> Livro - My Lady Jane de Cynthia Hand e Outros Autores pela Haroer Teen (2016)
>>> Livro - Agenda Poética de Telma Guimaraes M. pela Scipione (1997)
>>> Um conto de duas cidades de Charles Dickens pela Nova Cultural (2002)
>>> Livro - Dom Quixote de Cervantes pela Abril Cultural (1981)
>>> Livro - O Fantasma do Sol do Meio-dia de Sid Fleischman pela Salamandra (2006)
>>> Libertação de Francisco Cândido Xavier pela Federação Espírita Brasileira (1996)
>>> Tratado De Psicologia Revolucionaria de Samael Aun Weor pela Gnostico (1976)
>>> Livro - Front Lines: 1 de Michael Grant pela Katherine Tegen Books (2016)
>>> Livro - A Presença dos Irmãos Grimm na Literatura Infantil e no Folclore Brasileiro de Adelino Brandão pela Livros que Constroem (1995)
>>> Livro - Trilogia da Fundação - Volume 1 de Issac Asimov pela Aleph (2019)
>>> Livro - 100 Dicas de Gestão Empresarial de Caio Colombo pela Rg. Editores (2014)
>>> Livro - Os Barcos de Papel de José Maviael Monteiro pela Ática (1991)
>>> Livro - Funny Girl de Nick Hornby pela Penguin Books (2014)
>>> Livro - El Oro de los Sueños Nível 4 de José María Merino pela Santillana Español (2010)
>>> Livro - Os Lusíadas de Luis de Camões pela Circulo do Livro
>>> Livro - Ataque do Comando P.Q. de Moacyr Scliar pela Ática (2018)
COMENTÁRIOS

Sexta-feira, 28/5/2010
Comentários
Leitores

Qual o erro de Nietzsche?
Qual o erro de Nietzsche? Morrendo ele renegou o Deus religioso, ou atacar o Cristianismo? Primeiro que a intenção dele não era o Cristianismo, mas a Igreja Católica, a representação de Roma. Neste aspecto assemelhou-se a Martin Lutero, o que originou os Evangélicos, por sua teoria Protestante. Ele pecou em um ponto, talvez... Ao atacar o Deus da Igreja, deveria ter tomado uma posição e definir ele mesmo qual o conceito que ele tinha sobre Deus, a vida, o básico de existência! Ser contrário a qualquer coisa é aceitável, desde que tenha argumentos. Ele teve muitos BONS argumentos, talvez um dos maiores pensadores desta humanidade, mas não morreu feliz, protestando contra o que ele talvez não tenha compreendido... Deus existe, a questão é defini-lo, pois os que o definirem saberão que são assemelhados, e aí, quem sabe, o Deus religioso não possa mesmo ser aceito como o Pai... Daí a derivação de tantos Ateus, que se baseiam na definição religiosa à qual protesto! Repensar é bom.

[Sobre "O cristianismo para Nietzsche"]

por Celito Medeiros
http://www.celitomedeiros.com
28/5/2010 à
01h54 201.86.43.96
(+) Celito Medeiros no Digestivo...
 
Nietzsche atraente
Bacanérrimo o post! Simplesmente Nietzsche, pra mim um dos pensadores mais complexos, interessantes, atraentes! Fico "de cara" por muito interpretarem erroneamente sua obra, ele não foi um ateu que simplesmente se rebelou... o cara tem toda uma história no próprio cristianismo, nasceu numa família luterana, enfim, o fato é que sua análise sobre o assunto é brilhante, lembrando também que, assim como o Cristianismo, o mesmo considera o Budismo uma decadência. Devoremos Nietzsche, devoremos!

[Sobre "O cristianismo para Nietzsche"]

por Nágela Fernanda
http://www.dependedomeurumor.blogspot.com
28/5/2010 à
00h58 201.22.104.132
(+) Nágela Fernanda no Digestivo...
 
Tarantino foi original
Segundo sua crítica, a única forma de se abordar o tema da Segunda Guerra é narrar os fatos que todo mundo já narrou. Tarantino foi original em sua abordagem; criticar o filme baseado justamente nesse aspecto que o diferencia dos demais é, no mínimo, paradoxal.

[Sobre "Bastardos Inglórios e O Caso Sonderberg"]

por Miguel Lannes Fernan
27/5/2010 às
16h22 189.43.49.125
(+) Miguel Lannes Fernan no Digestivo...
 
A brutalidade do cristianismo
E se for possivel, completo com as palavras do artigo que escrevi "Feliz Páscoa" que pode ser encontrado no aqui e que dá a dimensão da "brutalidade" do cristianismo, a começar por cultuar um ser que sequer existiu. Se vale a opinião, que seja autorizada a sua inserção, junto ao e com os "conhecedores" e "sabedores" dos "poderes" únicos do Ser Supremo.

[Sobre "Para que o Cristianismo?"]

por Cilas Medi
27/5/2010 às
12h56 201.1.215.98
(+) Cilas Medi no Digestivo...
 
Respondendo
Os ateus formam a classe de credo que mais cresce no mundo, e não apenas no Brasil, onde já somam mais de cinco milhões. Se houver armário tão grande, então realmente eles cabem em um. O livro a que o artigo se refere trata da utilidade do cristianismo, enquanto Paulo Athayde apresenta apenas argumentos sobre o fato de a igreja ser tão criminosa quanto a sociedade; ou seja, mais um argumento contra a utilidade do cristianismo. Se aqueles que se dizem representantes de deus na Terra são tão criminosos quanto os pecadores que têm a tarefa de guiar para a salvação, então por que não deixar que os próprios pecadores se guiem? Pior: o próprio contra-argumento sugere que os pedófilos ingressam no clero para ser acobertados. Dizer que os Estados Unidos não têm problemas democráticos com o fundamentalismo é de uma ignorância geopolítica tão grande que nem vou considerar como algo que se deva responder.

[Sobre "Para que o Cristianismo?"]

por Amâncio Siqueira
http://amanciosiqueira.wordpress.com
27/5/2010 às
12h55 200.196.168.40
(+) Amâncio Siqueira no Digestivo...
 
Sempre roubando ideias
Já prestaram atenção? Estes grandes negócios da Web, da informática em geral, sempre têm uns casos interessantes como este. Lembram da história do Bill Gates? Quase a mesma coisa. Sempre estão roubando ideias de alguém. "Ben Mezrich conta que Zuckerberg praticamente roubou a ideia do Facebook do site Harvard Connection - enquanto era seu desenvolvedor -, e que também passou a perna em seu sócio investidor, por coincidência um brasileiro de nascimento, Eduardo Saverin." Antes o Facebook era restrito, hoje qualquer um pode entrar. Se o seu fim está decretado, não vou perder quase nada, frequentei muito pouco o Facebook.

[Sobre "O começo do fim do Facebook?"]

por Manoel Amaral
http://osvandir.blogspot.com
27/5/2010 às
11h08 189.107.99.50
(+) Manoel Amaral no Digestivo...
 
O valor do palavrão
Muito perspicaz e bastante coerente os seus argumentos. O palavrão é como todas as outras palavras, junção de letras (grande e emérito pensamento) e só faz mal a quem a interpreta diferente do modo com que é dito. Tropicou, um "palavrão" faz um bem melhor que gelo para abrandar a cólera. Parabéns!

[Sobre "Palavrão também é gente"]

por Cilas Medi
27/5/2010 às
08h42 201.1.215.98
(+) Cilas Medi no Digestivo...
 
Andar com os próprios pés
O ser humano deve ser criado nos prícipios básicos culturais, sociais e religiosos de sua sociedade. Ele deve ser treinado para andar com seus próprios pés, ser independente e andar na companhia dos justos.

[Sobre "Como treinar um ser humano"]

por Maíra Barbosa
http://@mairabarbosa43
26/5/2010 às
20h24 189.76.215.202
(+) Maíra Barbosa no Digestivo...
 
O diálogo é essencial
A pior coisa do mundo é você conviver com alguém quardando uma mágoa desta pessoa. É essencial que exista diálogo entre as pessoas, principalmente com as que moram conosco; o esposo ou a esposa, principalmente. Nós nos sentimos muito melhores sabendo que estamos bem com todos ao nosso redor - e eles também.

[Sobre "Simplicidade ou você quer dormir brigado?"]

por Maíra Barbosa
http://twitter.com/mairabarbosa43
26/5/2010 às
19h33 187.73.255.134
(+) Maíra Barbosa no Digestivo...
 
Religião e democracia
Completando: ainda segundo o El País, que consultou especialistas religiosos e leigos, a pedofilia nas instituições religiosas refletiria um quadro estatístico equivalente ao da propria sociedade como um todo e, provavelmente, os religiosos pedófilos teriam buscado a religião como uma maneira de facilitar a sua vida e ter a proteção da instituição. "A conclusão de sua tese é de que existem maiores chances de se viver democraticamente em países onde a religião é pouco presente do que em países fortemente religiosos (veja-se o caso dos totalitarismos do Irã, Afeganistão talibã e Arábia Saudita). Por isso, entre outras coisas, o cristianismo é inútil para o mundo..." O preconceito contra o Islamismo, que não é de hoje, explica o argumento entre aspas. É notório que nos EUA se professa um dos dois maiores fundamentalismos religiosos do mundo - protestante -, ao lado do próprio Irã e, pelo que se sabe, os EUA não tem qualquer problema com: "... chances de se viver democraticamente...".

[Sobre "Para que o Cristianismo?"]

por Paulo Athayde
http://metanoverde.blogspot.com
26/5/2010 às
14h07 187.106.3.82
(+) Paulo Athayde no Digestivo...
 
Julio Daio Borges
Editor
mais comentários

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Método para Gaita Cromática -membi - 48 Vozes
Zezinho de Lima
Irmãos Vitale
(1996)



S. Antonio M. Zaccaria Anuario de 1951
S. Antonio M. Zaccaria
Laemmert
(1951)



O início da era Vargas 1934 1936
Hélio Silva
Três
(2004)
+ frete grátis



Anais do Museu Paulista, História e Cultura Material V. 13
Usp
Usp
(2005)



As Memorias do Livro
Geraldine Brooks
Ediouro
(2008)



Livro - Opções Reais: um Novo Paradigma para Reinventar a Avaliação de Investimentos
Tom Copeland e Vladimir Antikarov
Campus
(2002)



Cyrano de Bergerac
Edmond Rostand
Scipione
(1999)



Guia Politicamente Incorreto da História do Mundo
Leandro Narloch
Leya
(2013)



Saquarema Sete Três
Zé Mcgill
Tinta Negra
(2018)



Les Équipes Pédagogiques Caprice, Épouvantail Ou Panacée Non!outil De
Équipes Pédagogiques de Linstitut Coopér
François Maspero
(1980)





busca | avançada
22100 visitas/dia
1,2 milhão/mês