Ainda acredito | Leandro Pessoa

busca | avançada
49036 visitas/dia
1,8 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Quilombaque acolhe 'Ensaios Perversos' de fevereiro
>>> Espetáculo com Zora Santos traz a comida como arte e a arte como alimento no Sesc Avenida Paulista
>>> Kura retoma Grand Bazaar em curta temporada
>>> Dan Stulbach recebe Pedro Doria abrindo o Projeto Diálogos 2024 da CIP
>>> Brotas apresenta 2º Festival de Música Cristã
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Garganta profunda_Dusty Springfield
>>> Susan Sontag em carne e osso
>>> Todas as artes: Jardel Dias Cavalcanti
>>> Soco no saco
>>> Xingando semáforos inocentes
>>> Os autômatos de Agnaldo Pinho
>>> Esporte de risco
>>> Tito Leite atravessa o deserto com poesia
>>> Sim, Thomas Bernhard
>>> The Nothingness Club e a mente noir de um poeta
Colunistas
Últimos Posts
>>> Bill Ackman no Lex Fridman (2024)
>>> Jensen Huang, o homem por trás da Nvidia (2023)
>>> Philip Glass tocando Opening (2024)
>>> Vision Pro, da Apple, no All-In (2024)
>>> Joel Spolsky, o fundador do Stack Overflow (2023)
>>> Pedro Cerize, o antigestor (2024)
>>> Andrej Karpathy, ex-Tesla, atual OpenAI (2022)
>>> Inteligência artificial em Davos (2024)
>>> Bill Gates entrevista Sam Altman, da OpenAI (2024)
>>> O maior programador do mundo? John Carmack (2022)
Últimos Posts
>>> Napoleão, de Ridley de Scott: nem todo poder basta
>>> Sem noção
>>> Ícaro e Satã
>>> Ser ou parecer
>>> O laticínio do demônio
>>> Um verdadeiro romântico nunca se cala
>>> Democracia acima de tudo
>>> Podemos pegar no bufê
>>> Desobituário
>>> E no comércio da vida...
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Capitu, a melhor do ano
>>> Vontade de abraçar todo mundo
>>> Italo Calvino: descobridor do fantástico no real
>>> Notícias do Brasil
>>> Making it new
>>> Nick Carr sobre The Shallows
>>> O bom e velho formato site
>>> Escrever não é trabalho, é ofício
>>> A metade da vida
>>> A última discoteca básica
Mais Recentes
>>> Gramática de Hoje - Curso Ilustrado para 5º a 8º Série de Ernani e Nicola pela Scipione (1995)
>>> Guia do Brigadeiro de Sem Autor pela Alto astral (2012)
>>> Dinâmicas de Grupo: Redescobrindo Valores de Giovanna Leal Borges pela Vozes (2002)
>>> A Chave dos Lusíadas 11ª edição. de Luís de Camões (prefacio e notas de José Agostinho pela Figueirinhas Porto
>>> Guia Arte e Artesanato Bonecas de Pano de Varios Autores pela Casadois (2014)
>>> Guia de Ouro: Patch Apliquê - 290 Ideias de Moldes de Guia de Ouro pela Alto Astral (2013)
>>> Páginas Preferidas (versos) primeiro volume de Armando Gonçalves pela Autor (1964)
>>> Guia Arte e Artesanato Applique 52 Modelos Passo a Passo de Janaina Medeiros pela Artesanato (2013)
>>> Market Leader Upper Intermediate Business English Practice File de John Rogers pela Pearson Longman (2006)
>>> Os Temperamentos - a Face Revela o Homem- II de Norbert Glas pela Antroposofica (2011)
>>> Noções fundamentais da língua latina de Napoleão Mendes de Almeida pela Saraiva (1957)
>>> Dom Casmurro de Machado de Assis (14) pela Folha (2008)
>>> Uma Historia de Sabedoria e Riqueza de Mark Fisher pela Ediouro (1997)
>>> Five-minute Activities: a Resource Book of Short Activities de Penny Ur e Andrew Wright pela Cambridge University Press (1992)
>>> Sexo e Sexualidade Adolescência: Feliz... Idade de TodoLivro pela Todolivro
>>> Quem mexeu na minha bagunça ? de Celi Piernikarz pela Cortez
>>> Viagem ao Centro da Terra Em Quadrinhos de Júlio Verne pela Farol Hq (2010)
>>> Crianca Aos 9 Anos, A de Hermann Koepke pela Antroposofica (2014)
>>> Dom Quixote. O Cavaleiro Da Triste Figura - Coleção Reencontro Literatura de Miguel De Cervantes pela Scipione (paradidaticos) (2007)
>>> Quando os Lobos Uivam de Aquino Ribeiro pela Livraria Bertrand (1958)
>>> Amargo Despertar de Sardou Victorien pela O Clarim (1978)
>>> Querida Mamãe: Obrigado Por Tudo de Bradley Trevor Greive pela Sextante (2001)
>>> Os Mais Relevantes Projetos de Conclusão dos Cursos - Mbas 2014 de Strong Educacional pela Fgv (2015)
>>> Mobimento: Educação e Comunicação Mobile de Wagner Merije pela Peirópolis (2012)
>>> Go beyond students book pack 2 workbook de Nina Lauder, Ingrid Wisniewska pela Macmillan Education (2018)
COMENTÁRIOS

Sexta-feira, 12/9/2003
Comentários
Leitores

Ainda acredito
Seria simplista dizer que a culpa de não incorporar a arte dos Hermanos é sua. Esqueçamos os culpados então. Mate o seu preconceito para com a postura dos caras (a "sem compromisso"). Tente depois desfazer a ânsia por novas "Anna Júlias" e parta para ouvir Los Hermanos. Boa sorte. Só não desmereça os caras, que de hype fajuto o mundo tá cheio. Na sincera: Los Hermanos é arte para quem acredita na música. Ainda acredito.

[Sobre "Os superestimados da música no Brasil"]

por Leandro Pessoa
12/9/2003 às
22h24 200.217.94.139
(+) Leandro Pessoa no Digestivo...
 
informação
Essa edição de 83 tem tradução do Paulo Leminski e só se encontra em sebos e a preços não muito convidativos.

[Sobre "John Fante: literatura como heroína e jazz"]

por Leonardo Alonso
12/9/2003 às
11h06 200.207.158.94
(+) Leonardo Alonso no Digestivo...
 
a cada qual seu quinhão
É preciso acabar no Brasil com essa mania de grandeza dos diretores, que faz com que delirantes como esse Gerald Thomas ou o insano Zé Celso coloquem suas fanfarronices acima dos textos, músicas e idéias originais dos autores. Alguém tem que colocar esses caras nos seus devidos lugares. Ora, Tristão é Isolda é Tristão e Isolda, senhor Thomas, e se quiser colocar mulher se masturbando e Freud cheirando coca, sinceramente, escreva sua própria obra.

[Sobre "A bunda do Gerald Thomas"]

por Tadeu Barolo
12/9/2003 às
02h42 200.161.6.124
(+) Tadeu Barolo no Digestivo...
 
O "violeiro simplório"
Silva (Alessandro): uma vez comentei com um amigo que o Gilberto Gil tinha o 3º grau - Administração de Empresas, até por isto trabalhou numa muitinacional em S.P. - e o amigo não acreditou. Agora vem você e chama o cara (que além de ser um cara e, talvez até por isso mesmo, por ser ministro) de "violeiro simplório"? Se ele, Gil, fosse criticado por outros de seus defeitos, como o de seu vernáculo suntuoso, com cheiro dos píncaros acadêmicos das eleitas elites intelectuais, ou seja, o contrário de smplório, ainda ia... Depois dizem que não somos racistas...

[Sobre "A bunda do Gerald Thomas"]

por Nestor Cozetti
11/9/2003 às
17h20 200.216.56.68
(+) Nestor Cozetti no Digestivo...
 
esterilidade
Fabio. A Folha e o Estadão deveriam estabelecer um pacto: Os respectivos cadernos poderiam ser intitulados Folha Ilustrada POP e Caderno 2 POP:assim não perderíamos tempo em criticar os "cadernos culturais".Como você bem lembrou caro Fábio para cada Sergio Augusto,existem 200 críticos culturais,versados em obviedades,beirando a esterilidade.E a covardia? Pergunte a algum deles se tem coragem de criticar o Caetano Veloso,esse mesmo que entende até de física nuclear,que vomita sandices impunemente.Sei,seriam demitidos sumariamente.Saudades de Paulo Francis,mesmo que não concordasse com ele...Gostei de seu texto,Fábio.

[Sobre "Notas sobre Jornalismo Cultural"]

por Heraldo Vasconcellos
11/9/2003 às
13h47 200.205.180.249
(+) Heraldo Vasconcellos no Digestivo...
 
entendo o oposto de você
Concordo... Ana, eu entendo o oposto de você. Acho que o trecho não generaliza os mais pobres como sendo marginais, nem tenta justificar esta marginalização pela pobreza. O que o trecho me passa é que esta parte da população mais pobre que acaba caindo neste tipo de vida acaba não encontrando um caminho de volta, fica sem oportunidades nem perspectivas. Acho que é a isto que o texto se refere como injustiça.

[Sobre "Radiografia de um matador brasileiro"]

por Suzana
11/9/2003 às
11h03 150.163.132.197
(+) Suzana no Digestivo...
 
Calma lá...
Concordo com algumas coisas que o Alessandro colocou no texto, mas (como dizia um jogador) disconcordo com outras. Vejo na atitude o Gerald, um desabafo, um "acorda gente!!", para uma sociedade que caminha para um empobrecimento cultural sem volta (alguém precisa colocar uma placa de retorno nesse caminho). Agora, quanto a malhada no Gil, aí acho que pegou pesado. Não dá para minimizar o Gil a um violeiro simplório, o cara é de uma cultura enorme, deixa um legado musical e cultural fabuloso. Não por eu ser músico há 17 anos, mas acho que ele pode fazer um bom trabalho.

[Sobre "A bunda do Gerald Thomas"]

por Tatá Vaz
11/9/2003 às
11h02 200.141.132.105
(+) Tatá Vaz no Digestivo...
 
Virei seu leitor
Cara Adriana Baggio, Concordo inteiramente com o teor da sua coluna sobre o S. Vieira de Mello. Fui durante muitos anos responsavel pelo escritorio de uma grande editora brasileira na Europa. Varias vezes propusemos que se fizessem entrevistas ou matérias com Sérgio Vieira de Melo, desde que ele foi nomeado para a Iugoslavia (bem antes de Timor). Sem resultado. So' muito depois, se bem me recordo, foi feita uma unica entrevista. Como explicar essa hostilidade? Confesso que até hoje não consigo entender completamente, porém creio que ha' duas razões principais. A primeira é que os jornalistas brasileiros consideram que brasileiro tem de ter sucesso no Brasil, se um brasileiro tiver sucesso no exterior, de alguma forma ele deixa de ser brasileiro. No caso do Sérgio Vieira de Mello, a questão se agravava pelo fato de ele ser formado no exterior (em filosofia na Sorbonne, se ainda fosse um MBA em Harvard....). A menos claro, se for um Airton Sena: ai vira o maior do mundo. Ja' o Guga..., se o sujeito não for premio Nobel é porque anda "metido a besta". E' uma espécie de covardia por transferência, assunto digno de um psiquiatra. Em segundo lugar os jornalistas brasileiros consideram que não so' politica internacional não interessa ao leitor, como qualquer assunto so' merece matéria se ja' for conhecido e de sucesso no Brasil. Pode parecer ridiculo, um circulo vicioso, mas essa é a verdade. Se um livro ou filme tiver sucesso no Brasil, merece matéria. Se for bom, mesmo se tiver sucesso no exterior e estiver para ser lançado no Brasil, não é suficiente. Sem sucesso no Brasil nada feito. O mesmo acontece com personagens politicos, ou quaisquer outros. Não se noticiava Sergio Vieira de Mello por que ele não era conhecido. E' ridiculo mas é a verdade. Antigamente os jornalistas corriam para apresentar novidades de sucesso. Hoje não. Hoje correm para apresentar algo a mais, se possivel exclusivo, sobre um assunto que ja' for um sucesso. Ou seja, o que se faz hoje nas redações não é bem jornalismo, é uma outra coisa que se chama comunicação, isto é, o jornalista deixa de criar informação para apenas repercuti-la. Virei seu leitor. Um abraço Pedro de Souza

[Sobre "O jornalismo que dá nojo"]

por Pedro de Souza
11/9/2003 às
10h14 212.198.0.94
(+) Pedro de Souza no Digestivo...
 
Machado de Assis
Certa vez ouvir dizer que machado de Assis era comparado a James Joyce, não é a toa, quando se pensa numa grande obra, se pensa em Dom casmurro,por causa da grande sacada de machado de Assis, que é deixar o leitor entrar na obra, como se fosse um personagem,por iiso, isto já é um grande requisito para lê-lo, seja com que propósito for, garndes obras literárias inspiram grandes teóricos. Por exemplo, Karl Marx , dizem inspirou Vigotsky ( que construiu a teoria da psicologia sócio- histórica),quem sabe se grandes sociólogos não se inspiraram em obras literárias, penso que Machado de Assis deveria ser leitura obrigatória a todas áreas metodológicas do conhecimento.Dizem que Freud, talvez, tenha lido Machado de Assis, quem sabe não ocorreu isso mesmo?Num país de analfabetos políticos e iletrados, a leitura tem que ser levada a sério,e um bom começo é fazer com que esses grandes escritores sejam lidos pelos estudantes acadêmicos, um grande país só se faz se houver bons leitores, seja de que área for.

[Sobre "O Sociólogo Machado de Assis"]

por Fernanda Pires
11/9/2003 às
09h33 200.249.25.4
(+) Fernanda Pires no Digestivo...
 
GT, conforme o tamanho do...
Um texto engraçado, sem dúvida. Não só por tentar defender as ridiculices do GT, que descobriu que a "alta sociedade" não tá com nada e partiu de vez para a "classe mídia", mas sobretudo por lamber a botina de quem não fala português, na forma mais legítima e preocupante de expressão colonizada, subalterna; ao estilo poodle de alegria idiotizante. Alessandro, se não te derem um osso suculento para morder, tente a bunda do GT.

[Sobre "A bunda do Gerald Thomas"]

por Marco Toledo
11/9/2003 às
04h33 200.98.36.29
(+) Marco Toledo no Digestivo...
 
Julio Daio Borges
Editor
mais comentários

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




A Razão da Vida
Cesar Romão
Mandarim
(1999)



Mais que Vencedor
Alex Dias Ribeiro
Alex
(1981)



A Floresta Adormecida
Naoma Zimmerman
Melhoramentos
(1969)



Arcangelo Ianelli
Maria Carolina Duprat Ruggeri
Cultural
(2013)



Cancer Nursing: Principles and Practice
Connie Henke Yarbro e Outros
Jones & Bartlett Learning
(2010)



Just Promoted!
Edward Betof / Frederic Harwood
Mc Graw Hill
(1992)



El Mundo Del Jardín de Infantes
Willi Vogt
Kapelusz
(1976)



Mate-me por Favor: a História sem Censura do Punk
Legs Mcneil e Gillian Mccain
L&Pm Editores
(2021)



Livro Literatura Brasileira Onze Minutos
Paulo Coelho
Rocco
(2003)



Reforma Economica para o Brasil
Abilio Diniz
Nobel
(1990)





busca | avançada
49036 visitas/dia
1,8 milhão/mês