Gosto de quem me faz rir... | Regina Mas

busca | avançada
70300 visitas/dia
2,6 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Shopping Granja Vianna de portas abertas
>>> Teatro do Incêndio lança Ave, Bixiga! com chamamento público para grupos artistas e crianças
>>> Amantes do vinho celebram o Dia Mundial do Malbec
>>> Guerreiros e Guerreiras do Mundo pelas histórias narradas por Daniela Landin
>>> Conheça Incêndio no Museu. Nova obra infantil da autora Isa Colli fala sobre união e resgate cultura
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Poética e política no Pântano de Dolhnikoff
>>> A situação atual da poesia e seu possível futuro
>>> Um antigo romance de inverno
>>> O acerto de contas de Karl Ove Knausgård
>>> Assim como o desejo se acende com uma qualquer mão
>>> Faça você mesmo: a história de um livro
>>> Da fatalidade do desejo
>>> Cuba e O Direito de Amar (3)
>>> Isto é para quando você vier
>>> 2021, o ano da inveja
Colunistas
Últimos Posts
>>> Hemingway by Ken Burns
>>> Cultura ou culturas brasileiras?
>>> DevOps e o método ágil, por Pedro Doria
>>> Spectreman
>>> Contardo Calligaris e Pedro Herz
>>> Keith Haring em São Paulo
>>> Kevin Rose by Jason Calacanis
>>> Queen na pandemia
>>> Introducing Baden Powell and His Guitar
>>> Elon Musk no Clubhouse
Últimos Posts
>>> Patrulheiros Campinas recebem a Geração#
>>> Curtíssimas: mostra virtual estreia sexta, 16.
>>> Estreia: Geração# terá sessões virtuais gratuitas
>>> Gota d'agua
>>> Forças idênticas para sentidos opostos
>>> Entristecer
>>> Na pele: relação Brasil e Portugal é tema de obra
>>> Single de Natasha Sahar retrata vida de jovem gay
>>> A melancolia dos dias (uma vida sem cinema)
>>> O zunido
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Alfredo Bosi e a dignidade da crítica
>>> Pi, o [fi]lme, e o infinito no alfa
>>> Sábia, rubra, gorda (e gentil)
>>> Sol sem luz
>>> Letícia Sabatella #EuMaior
>>> Réquiem reloaded
>>> Fábio Porchat no Comedia em Pé
>>> La dolce vita
>>> Discurso de Isaac B. Singer
>>> O Iconoclasta, de Gregory Berns
Mais Recentes
>>> O livro da dança de Inês Bogéa e pela Companhia das Letrinhas (2002)
>>> O Deserto é Fertil de Dom Helder Câmara pela Civilização Brasileira (1976)
>>> Poemas de Fagundes Varela de Fagundes Varela pela Cultrix
>>> A Polaquinha de Dalton Trevisan pela Record (1986)
>>> O Voo do Cisne de José Luiz Tejon Megido- Autografado pela Gente (2004)
>>> Maggie e a Guerra do Chocolate de Michelle Mulder e Renata Tufano Ho pela Melhoramentos (2010)
>>> Porque é Importante Sonhar de Clovis Tavares pela Gente (1999)
>>> A Utopia de Thomas Morus pela Ediouro
>>> Facil Viagem a Outros Planetas de A C Bhaktivedanta Swami Prabhupada pela Fundação Bhaktivedanta (1986)
>>> Sociedade M a Força do Trabalho Em Equipe de William Gouchi pela Nobel (1985)
>>> Panorama do Movimento Simbolista Brasileiro-vol. II de Andrade Muricy- Organizador pela Imprensa Nacional (1951)
>>> Desespero Blue de Lucila Nogueira pela Bagaço (2003)
>>> A Ponte de Haven de Francine Rivers pela Verus (2015)
>>> A Poesia Piauiense no Seculo xx de Assis Brasil- Organizador pela Imago (1995)
>>> O Profeta da Inovação de Thomas K. Mccraw pela Record (2012)
>>> Bandeira, uma Poética de Multiplos Espaços de Eduardo Martins pela Edufro (2003)
>>> A Mão na Massa de Marina Colassanti pela Rovelle (2021)
>>> Mananciais do Deserto de Lettie Cowman pela Betania (1986)
>>> Bairro do Recife Porto de Muitas Historias de Antonio Torres Montenegro e Outros pela Grafica Recife (1989)
>>> Trabalho Dirigido de Filosofia de Parisi Cotrim pela Saraiva (1987)
>>> Elite da Tropa de Luiz Eduardo Soares André Batista Rodrigo Pimentel pela Objetiva (2005)
>>> Treze Noites De Terro de Luiz Roberto Guedes pela Do Autor (2001)
>>> Caminhos de Gusmão e Outros Contos de José Américo de Lima pela Fccr (1981)
>>> Iacocca uma Autobiografia de Lee Iacocca pela Cultura (1985)
>>> Os Escravos de Castro Alves pela Livraria Progresso (1950)
COMENTÁRIOS

Sábado, 20/3/2004
Comentários
Leitores


Gosto de quem me faz rir...
Ainda a insustentável leveza... muito bom, Ana Elisa. Não sei quando os homens se livrarão desse machismo... porque nós já nos livramos! Sobre a mortandade dos namorados, só posso dizer que ri muito. Gosto da maneira jocosa como vc escreve. O próximo... acho que fica sem resposta... ou vc tem esperanças??? bjs, gina

[Sobre "Ainda a insustentável leveza do cérebro feminino"]

por Regina Mas
20/3/2004 à
01h14 200.167.32.176
(+) Regina Mas no Digestivo...
 
Não tem título não
Apesar da abordagem bem-humorada do Alexandre, chego a levar um pouco a sério o assunto: um autor não é o dono da verdade, e sendo ele de bom senso (e eu sei que há exceções, ok?,mas a regra é que um autor tenha bom senso, pombas!), não vai pensar que o é. Mas ele escreveu lá seu texto, tem seu mérito, e com certeza existem argumentos extremamente bons contra a sua idéia, a questão é só ter alguém para lançá-los. Só que não dá pra ficar discutindo um bendito de um texto ad infinitum, acredito que é isso que o Alexandre quer colocar. Acho que o autor de um texto tem que ter um mínimo de reserva para com suas idéias e não tem que ficar se defendendo de toda e qualquer colocação que seja feita contra elas. É como se o presidente da República fosse obrigado a ouvir e/ou contra-argumentar as reivindicações de todo e qualquer eleitor que votou nele.

[Sobre "Polêmicas"]

por Rodrigo
19/3/2004 às
16h44 200.210.219.171
(+) Rodrigo no Digestivo...
 
Zeca Pagodinho: quem diria!
Oportuna a matéria sobre o traira Zeca. Assistimos, dia desses a demissão de Joelmir Betting da Rede Globo, por associar sua crédula imagem de economista ao perfil de um grande banco. A falta de ética do pagodeiro me parece estar centrada na mesma que qualificou o Gerson como o "rei" da malandragem, quando de sua campanha publicitária por uma linha de cigarros, lançando assim a "lei de Gerson" hà alguns anos. Gerson foi execrado e até hoje amarga sua postura. O povo não perdoa os trairas. Quem viver, verá.

[Sobre "O pagode das cervejas"]

por Marco Linhares
19/3/2004 às
16h39 200.163.15.246
(+) Marco Linhares no Digestivo...
 
futuros publicitários
Muito legal levantar essa discussão que esta na cabeça do povo e tb nos deixa intrigados. Essa é a real, a propaganda é feita para persuadir, vender e não dizer a verdade. Triste mas é assim que funciona. E o Conar? As leis precisam realmente ser revistas.

[Sobre "O pagode das cervejas"]

por Kézia
19/3/2004 às
14h55 200.210.31.190
(+) Kézia no Digestivo...
 
Essa revolução é possível...
É isso ai Julio, Acho que vc captou o sentimento da mídia musical de uma geração inteira. Tudo a ver a história do LP para explicar o apreço pelos encartes e capas... Acho que a relutância ao MP3 também deve, um dia, se esvair. Estes dipositivos minusculos que tocam MP3, MP3 em carros, memory keys e etc. vão tornar isso realidade. Seja Kazaa, CD "wav" ou MP3 - 40 reais não dá. Abaixo a "mais-valia" do CD. Essa revolução é possível... Um abraço.

[Sobre "Para mim e para você, o CD teve vida curta"]

por Daniel Petrini
19/3/2004 às
10h18 200.242.60.140
(+) Daniel Petrini no Digestivo...
 
Muito boa a idéia exposta
Campanhas publicitárias, tanto da Schin quanto da Brahma, excluindo aquelas transações financeiras... demonstram claramente o que muitas pessoas fazem ou são capazes de fazer. A atitude de se retratar (não tomando a pessoa influente do Zeca Pagodinho como exemplo) muitas vezes é rara...

[Sobre "O pagode das cervejas"]

por Mauro
19/3/2004 às
13h33 200.207.9.74
(+) Mauro no Digestivo...
 
A situação do CD
Excelente e muito oportuno o seu ensaio sobre a situação do CD e as suas perspectivas. Você não faz idéia de como eu me identifiquei com tudo o que você escreveu. Também me recordo da primeira vez que vi um CD. Foi em 1986, na casa de um velho amigo, numa época em que CD ainda era chamado de “disco laser” (ou “disco a laser”, sei lá...). Ter um CD player naquele tempo era para poucos, algo como, hoje, em 2004, possuir um aparelho de DVD que grava. Com o passar dos anos, fui acompanhando os LPs nas prateleiras das lojas de discos gradativamente cederem espaço para os CDs, antes confinados num cantinho dourado estrategicamente isolado do restante da loja, até que estes ocuparam todo o espaço e exilaram os vinis nos sebos. De qualquer maneira, mantive minha coleção de LPs, conservo intacto o meu toca discos "belt drive", limpo o prato e a agulha periodicamente e continuo escutando LPs normalmente, como se não tivesse acontecido nenhuma revolução fonográfica nas últimas duas décadas. Até voltei a comprar alguns, usados naturalmente, mas em perfeito estado. O que vemos hoje, mais até do que o fim dos próprios CDs, que encontram abrigo em lojas de departamentos e livrarias, é o desaparecimento gradual das lojas de discos, confrontadas com o avanço da pirataria e do MP3, do qual, diga-se de passagem, ainda não sou adepto, embora tenha ficado bem mais simpático à idéia depois de ler o seu depoimento. Tenho uma lista de mais de vinte músicas das quais estou atrás há meses, algumas há anos, sem encontrá-las em lugar nenhum. Nem nas diversas lojas de Paris e de Hamburgo, que praticamente virei de cabeça para baixo, com o auxílio desesperado de pelotões de vendedores, aflitos para resolver logo o meu problema e, assim, me ver à distância o quanto antes.

[Sobre "Para mim e para você, o CD teve vida curta"]

por Luis Eduardo Matta
19/3/2004 à
00h02 200.157.16.232
(+) Luis Eduardo Matta no Digestivo...
 
O Sexo das Letras
É tal o impacto causado pelos seus textos que, muitos, procurando uma explicação "razoável" para o assombro, quedam para a resposta mais ingênua: "Nossa, foi uma mulher que escreveu isto!?!". Mas fosses tu do sexo oposto, tenho certeza, a carga de estupefação seria a mesma, pois o estranhamento/encantamento é derivado pura e simplesmente de seu imenso talento para nos desconcertar com os seus versos.

[Sobre "Ainda a insustentável leveza do cérebro feminino"]

por Mendelson
18/3/2004 às
16h24 200.190.245.41
(+) Mendelson no Digestivo...
 
Concordo
Belo texto, Eduardo. Mas não é só São Paulo, aqui no Rio tb é um inferno. Para coibir a violência urbana, o governo confisca armas e promete levar à cadeia quem as carregar. Mas com isso desarma só a população, criminoso não precisa se preocupar com a lei - afinal, ele não vive dentro da lei. O governo (e a grande mídia, que fez campanha contra as armas) parece querer que o cidadão esteja bem desamparado, resignado à violência. Que guarde o relógio de pulso no bolso quando entre num ônibus. Afinal, é apenas um pagador de impostos, não deve ter nenhuma ilusão de estar no controle.

[Sobre "O lugar certo"]

por Mauricio Dias
18/3/2004 às
15h00 200.151.103.30
(+) Mauricio Dias no Digestivo...
 
Zeca Pagodinho nunca mais!!
Ótimo artigo e concordo em gênero, número e grau - não é possível que achemos normal a ética ser colocada de lado por um bom punhado de dinheiro. Zeca Pagodinho nunca mais!!

[Sobre "O pagode das cervejas"]

por Malu
18/3/2004 às
10h26 200.207.1.71
(+) Malu no Digestivo...
 
Julio Daio Borges
Editor
mais comentários

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




The Sankov Confession
P S Donoghue (capa Dura)
Donald Fine
(1989)



Os Astecas - Povos do Passado
Judith Crosher
Círculo do Livro
(1976)



Caim e Abel - Biblia Sonora 3
Poliana R. Ramos
Casa Publicadora Brasileira
(1974)



De São Paulo Cinco Crônicas de Mário de Andrade
Mário de Andrade
Senac Sp
(2004)



Liderança de Alto Impacto
Robert Slater
Campus
(1999)



Mônica Nº 83 a árvore Encantada
Maurício de Souza
Panini Comics
(2013)



Les Visiteurs Du Passé
K. H. Scheer
Fleuve Noir
(1985)



Aqueça Meu Coração ( Sabrina Nº1415 )
Kimberly Llewellyn
Nova Cultural
(2006)



É Hora de Mudança
Deanna Beisser
Market Books
(2002)



Brasil, País do Presente
Alexander Busch
Cultrix
(2010)





busca | avançada
70300 visitas/dia
2,6 milhões/mês