Os alemães e os clichês | Homero

busca | avançada
33173 visitas/dia
955 mil/mês
Mais Recentes
>>> Inscrições para processo seletivo da Escola de Atores Wolf Maya começa dia 2 de maio
>>> Palestra faz um panorama da gravura brasileira e norte-americana
>>> MANU LAFER APRESENTA SHOW NOBODY BUT YOU - TRIBUTO A KIKA SAMPAIO
>>> Sesc Belenzinho recebe a banda E a Terra Nunca me Pareceu Tão Distante
>>> Sesc Belenzinho recebe a atriz e cantora Zezé Motta
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Era uma casa nada engraçada
>>> K 466
>>> 2 leituras despretensiosas de 2 livros possíveis
>>> Minimundos, exposição de Ronald Polito
>>> Famílias terríveis - um texto talvez indigesto
>>> O Carnaval que passava embaixo da minha janela
>>> A menos-valia na poesia de André Luiz Pinto
>>> Lançamentos de literatura fantástica (1)
>>> Cidadão Samba: Sílvio Pereira da Silva
>>> No palco da vida, o feitiço do escritor
Colunistas
Últimos Posts
>>> Weezer & Tears for Fears
>>> Gryphus Editora
>>> Por que ler poesia?
>>> O Livro e o Mercado Editorial
>>> Mon coeur s'ouvre à ta voix
>>> Palestra e lançamento em BH
>>> Eleições 2018 - Afif na JP
>>> Lançamentos em BH
>>> Lançamento paulistano do Álbum
>>> Pensar Edição, Fazer Livro 2
Últimos Posts
>>> Sem palavras
>>> Kleber Mendonça volta a Cannes com 'Bacurau'
>>> Nem só de ilusão vive o Cinema
>>> As Expectativas de um Recrutador e um Desempregado
>>> A Independência Angolana além de Pepetela
>>> Porque dizer adeus?
>>> Direções da véspera IV
>>> Direções da véspera IV
>>> A pílula da felicidade
>>> Dispendioso
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Legião o quê?
>>> Nas redes do sexo
>>> Em defesa dos cursos de Letras
>>> Geração Coca Zero
>>> O Pedaço da Pizza: novidades depois de uma década
>>> O Vendedor de Passados
>>> O Paulinho da Viola de Meu Tempo é Hoje
>>> Dois dedos a menos
>>> Palavra de Honra
>>> Peru com whisky
Mais Recentes
>>> Nos Passos de Jesus de Edir Macedo pela Universal (2019)
>>> Nos Passos de Jesus de Edir Macedo pela Universal (2019)
>>> Nos Passos de Jesus de Edir Macedo pela Universal (2019)
>>> Perdas e Ganhos de Lya Luft pela Record (2004)
>>> Me Traga de Volta - a Superação do Luto Através do Amor de r Rogério H. Leite pela Supergraf (2012)
>>> Constituição da republica federativa do brasil de Saraiva legislação pela Saraiva (1998)
>>> Como Ganhar sua Eleição para Prefeito de Carlos Manhanelli pela Manhanelli Editorial (2019)
>>> Novo codigo civil de Fazenda Brasil pela Manole (2002)
>>> Como Ganhar sua Eleição Para Vereador de Carlos Manhanelli pela Manhanelli Editorial (2019)
>>> A Vida Breve de Juan Carlos Onetti pela Planeta Literário (2009)
>>> Educação dos Filhos de Edição Constancio C. Vigil pela Melhoramentos
>>> A Região Submersa de Tabajara Ruas pela Record (2001)
>>> Casamento: Ternura & Desafio de etor Família/ Cnbb pela Vozes (1993)
>>> A era dos Reformadores - uma História Ilustrada do Cristianismo Vol. 6 de Justo L. Gonzalez pela Vida Nova (1989)
>>> A Filha do Fabricante de Fogos de Artifício de Philip Pullman pela Bertrand Brasil (2007)
>>> O tapete de penélope - O relacionamento entre as espécies e a evolução orgânica de Walter A. Boeger pela Unesp (2009)
>>> Fé e saber de Jürgen Habermas pela Unesp (2013)
>>> Normas da ABNT de Jamil Ibrahim Iskandar pela Juruá (2012)
>>> A rebeldia e a trama da desobediência de Maria Lúcia de Oliveira pela Unesp (2010)
>>> As aventuras do Barão de Munchausen de Rudolf Erich Raspe pela Ilumiuras (2011)
>>> O poço do Visconde - Edição comentada de Monteiro Lobato pela Globo (2010)
>>> Potência, limites e seduções do poder de Marco Aurélio Nogueira pela Unesp (2008)
>>> História da Evangelização do Brasil de Elben M. Lenz César pela Ultimato (2019)
>>> Esperança Diante da Morte de Christine Longaker pela Rocco (1998)
>>> Filosofando Introdução à filosofia - volume único de Maria Lúcia de Arruda Aranha pela Moderna (2009)
>>> A Grande Esperança de Ellen G. White pela Casa publicadora (2011)
>>> Fé e Paixão de Aline Barros pela Thomas Nelson Brasil (2010)
>>> Vocabulário Bíblico de J. J. Von Allmen pela Aste (1972)
>>> Arquiologia nas teraas Bíblicas de John D. Currid pela Cultura Cristã (2003)
>>> Crime e Castigo de Fiódor Dostoiévski pela Abril (2010)
>>> Introdução à exegese Novo Testamento de Udo Schnelle pela Loyola (2004)
>>> Inventamos ou Erramos de Simón Rodriguez pela Autêntica (2016)
>>> Dicionário do Novo testamento Grego de Grego W. C. Taylor pela Juerp (1996)
>>> Dicionário Bíblico Universal de Buckland pela Vida (1981)
>>> Gestão de Projetos - Uma abordagem global plt- 123 anhanguera de Ralph Keelling pela Saraiva (2008)
>>> Arqueologia do Velho Testamento de Merril F. Unger pela Batista regular (2004)
>>> Álgebra Linear - P l t - 195 Anhanguera de Alfredo Steinbruch pela Pearson Anhanguera (2010)
>>> Tranca-Rua das Almas - do real ao sobrenatural de Omolubá pela Cristalis (2007)
>>> Programação Estruturada - Plp - 193 Anhanguera de Victorine Viviane Mizrahi pela Pearson Anhanguera (2010)
>>> As Três Irmãs de Tchecov pela Nova Cultural (1995)
>>> Nêmesis de Philip Roth pela Companhia das Letras (2011)
>>> Cinquenta Tons Mais Escuros de E. L. James pela Intrínseca (2012)
>>> Cinquenta Tons de Liberdade de E. L. James pela Intrínseca (2012)
>>> Cinquenta Tons de Cinza de E. L. James pela Intrínseca (2012)
>>> Campo da Morte de Jack Higgins pela Record (2011)
>>> A Promessa de Richard Paul Evans pela Lua de Papel (2011)
>>> Desterrado de Michelle Paver pela Rocco (2009)
>>> No Rabo do Cometa de Anna Muylaert pela Globo (1996)
>>> Planejamento Urbano e Ativismos Sociais de Marcelo Lopes de Souza e Glauco Bruce Rodrigues pela Unesp (2004)
>>> Sociedade do Cansaço de byung-Chul Han pela Vozes (2019)
COMENTÁRIOS

Quinta-feira, 15/7/2004
Comentários
Leitores


Os alemães e os clichês
Cara Daniela, não só adorei o seu texto como, por morar em Colônia, me identifiquei bastante com a sua indignação em relação à visão que os alemães fazem do Brasil. Entretanto, por trás desse imenso choque de culturas que os movimentos migratórios contemporâneos propiciam está a incapacidade de todos nós de fugir do clichê: "Como pode um historiador que se diz liberal e de esquerda proferir em sóbria consciência o clichê mais raso e gasto sobre o nosso país?". Será que nós, que nos consideramos "liberais e de esquerda", estamos realmente livres de ser agentes de propagação do preconceito? Abraços, Homero.

[Sobre "Brasil em alemão"]

por Homero
15/7/2004 às
10h33 213.168.105.140
(+) Homero no Digestivo...
 
Cantou, compôs, contou e ...
Cazuza, um bom cantor e compositor? Acho que sim. O sofrimento de sua mãe, que possibilitou a ela um papel bonito na novela da vida, que se corporifica na instituição que criou, é comovente, como o são os das demais mães que viveram a gradual extinção do filho. A transformação de Cazuza em ícone de uma geração é natural, dado o fato de o mesmo ser filho da alta classe média carioca, contestador de uma série de costumes que são sustentados por essa mesma casta e, por fim, pelo fato de ter tido a coragem de expor publicamente sua doença, o que rendeu, à época, inúmeras matérias que, indubitavelmente, divulgaram a figura do artista. Me pergunto se um outro artista dessa geração, que fosse oriundo das faixas mais pobres da população brasileira e igualmente talentoso e contestador dos valores cultuados pela nossa sociedade, teria seu nome perpetuado, sua vida passada a "filme" e objeto de matérias de todo o tipo. Sobre o filme nada comento. Não assisti. Não sei se o farei. Está agora passando na minha pequena cidade e, sinceramente, não tenho dúvidas que já o teria assistido se estivéssemos nos anos 60, e não fosse o adolescente que era à época, e sim o "muito quarentão, semi cinquentão" que sou. Hodiernamente, as horas são poucas para dar conta dos meus interesses. Não sei se o programador mudará o filme antes de eu resolver se vale ou não a pena ter esse encontro com a tela grande (não tão grande quanto as dos anos 60) e correr o risco de me aborrecer ou me divertir. Mas tenho certeza que, independentemente disso, Cazuza existiu, cantou, compôs, agitou, contou e "contou". Se justificou a condição de símbolo daquela geração, não estou certo, ou melhor, acho que não, pois, pensando bem, sua atitude se coaduna mais com a de um artista de outras gerações. A sua, a dos anos 80, seria muita melhor representada por algum artista sarado, saudável, vitaminado, meio-careta, não-politizado, auto-centrado e bem individualista que, a meu juízo, são características mais condizentes com a época.

[Sobre "Cazuza e o retrato do artista quando jovem"]

por Roberto Morrone
15/7/2004 às
08h26 200.158.36.210
(+) Roberto Morrone no Digestivo...
 
O que é bom deve ser exaltado
Sou um cara meio exigente. Só falei teu nome e comentei sobre o Digestivo porque realmente os acompanho. Leitura obrigatória.

[Sobre "Parati, Flip: escritores, leitores –e contradições"]

por Caco Belmonte
14/7/2004 às
23h29 200.154.3.212
(+) Caco Belmonte no Digestivo...
 
Wunderblogs e Ladykillers
Além da não muito sutil referência aos Wunderblogs, gostaria de lembrar que Ladykillers é uma remontagem de um filme de 1955 com Peters Sellers e Alec Guiness. Tal fato passou em branco ao "resenhista" e creio que seu conhecimento tenha certa relevância.

[Sobre "Digestivo nº 183"]

por Bruno Gripp
14/7/2004 às
20h38 200.150.52.211
(+) Bruno Gripp no Digestivo...
 
O nível do site
Fiquei impressionado com a lucidez e a objetividade desse artigo. Foi como um soco no estômago. O colunista falou de uma realidade nossa tão óbvia que a gente não enxerga. Vou levar alguns dias para processar esses parágrafos na minha cabeça, mas posso dizer que alguma coisa mudou na minha vida depois de hoje... Aproveito a chance para parabenizar o Sr. Luis Eduardo Matta e todo o Digestivo Cultural por dar a nós a oportunidade de entrar em contato com o must do novo pensamento intelectual brasileiro. O nível do site nunca esteve tão bom.

[Sobre "Deitado eternamente em divã esplêndido – Parte 1"]

por Gustavo Almeida
14/7/2004 às
16h59 200.222.198.178
(+) Gustavo Almeida no Digestivo...
 
o texto é muito bom!
Engraçado como um mesmo episódio é capaz de produzir sensações diferentes nos seres humanos! Assisti ao filme e confesso que não gostei: pareceu mais um depoimento de uma mãe sobre um filho amado, ofuscando toda a representatividade de Cazuza para a geração que o acompanhou, principalmente em razão da AIDS. O filme mostra um Cazuza em seu mundo, totalmente "desplugado" da sociedade - e não foi assim que eu o vi. O texto, contudo, revela uma opinião diversa da minha com uma excelência invejável. Não concordo com o texto mas, devo admitir, ele é muito bom!

[Sobre "Cazuza e o retrato do artista quando jovem"]

por Angela Santos
14/7/2004 às
14h46 201.9.64.54
(+) Angela Santos no Digestivo...
 
O termo olavete
Olá, apenas informando que processei o senhor pelo uso indevido de um termo cunhado por mim e registrado legalmente como de minha propriedade intelectual (a saber, "olavete"). O t duplo não disfarça, pode esquecer. Aguarde contato de meus advogados, quando voltarem da Samoa Ocidental. Passar bem.

[Sobre "Digestivo nº 183"]

por Daniel Pellizzari
14/7/2004 à
01h54 200.175.74.106
(+) Daniel Pellizzari no Digestivo...
 
Wunderblogs-Olavo de Carvalho
Julio, seria interessante que você explicasse aos seus leitores o motivo de ter associado de tal forma os autores do wunderblogs com o Olavo de Carvalho. Diga-nos, quais são as idéias olavianas que são repetidas por nós? Se você não deixar isso claro, alguém pode pensar que você está interessado apenas em lançar preconceitos.

[Sobre "Digestivo nº 183"]

por Marcelo De Polli
14/7/2004 à
01h28 200.162.240.134
(+) Marcelo De Polli no Digestivo...
 
Sobre a Flip
De um modo geral acho que o encontro esconde seus defeitos no nome, afinal é uma festa literária, não é um encontro acadêmico propriamente dito. Também fiz alguns comentários aqui.

[Sobre "Parati, Flip: escritores, leitores –e contradições"]

por Arquimimo Novaes
13/7/2004 às
17h16 200.164.39.174
(+) Arquimimo Novaes no Digestivo...
 
Observacoes
Como filho de imigrantes sempre achei curioso que no Brasil tentamos desesperadamente atar lacos com a cultura do exterior... Somos muito criativos, e se soubermos encontrar em nossas proprias circunstancias as solucoes para as deficiencias do pais, iremos finalmente entender a identidade do brasileiro. O Rio nao precisa ser Paris, e nenhum autor brasileiro precisa ser Dostoievski. Assim como Paris ou Nova Iorque jamais serao o Rio de Janeiro... Mas em se tratando de cultura, a coisa e complicada, para escapar do "tropicalismo barato" (a visao externa do Brasil levada a serio), e do provincialismo (fingir que somos outra coisa)... Aguardo ansiosamente a continuacao do seu texto !

[Sobre "Deitado eternamente em divã esplêndido – Parte 1"]

por Ram
13/7/2004 às
11h55 129.34.20.19
(+) Ram no Digestivo...
 
Julio Daio Borges
Editor
mais comentários

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




LITERATURA - UM EXERCÍCIO DE VIDA - (COLEÇÃO PERGUNTE AO JOSÉ)
ANDRÉ CARVALHO E ARY QUINTELLA

(1991)
R$ 9,00



O QUE É INFORMÁTICA 2ª EDIÇÃO
ANGELO DOS SANTOS SOARES
BRASILIENSE (SP)
(1988)
R$ 21,82



ESTILHAÇA-ME
TAHEREH MAFI
NOVO CONCEITO
(2012)
R$ 15,00



O DESPERTAR DA FILOSOFIA GREGA - JOHN BURNET
JOHN BURNET
SICILIANO
(1994)
R$ 25,00



INTRODUCTION À LA PSYCHO-LINGUISTIQUE
HANS HÖRMANN
LAROUSSE UNIVERSITÉ
(1972)
R$ 60,00



MÚLTIPLAS FACES DA PSICANÁLISE
REVISTA BRASILEIRA DE PSICANÁLISE VOL 36 Nº 2
RBP
(2002)
R$ 30,28



METODOLOGIA CIENTÍFICA
AURO DE JESUS RODRIGUES E COAUTORES
GRUPO TIRADENTES
(2011)
R$ 51,00



A CAMA DESFEITA - CAPA DURA
FRANÇOISE SAGAN
CÍRCULO DO LIVRO
(1983)
R$ 7,00



MULHER, QUEM ÉS? QUE PROCURAS?
CARDEAL ARNS
SANTUÁRIO
(1990)
R$ 6,00



DESCOLONIZAÇÃO
THEO SANTIAGO (ORGANIZAÇÃO)
FRANCISCO ALVES (RJ)
(1977)
R$ 9,28





busca | avançada
33173 visitas/dia
955 mil/mês