O Plaxil usa o Jardim Botânico | Ram

busca | avançada
33173 visitas/dia
955 mil/mês
Mais Recentes
>>> Inscrições para processo seletivo da Escola de Atores Wolf Maya começa dia 2 de maio
>>> Palestra faz um panorama da gravura brasileira e norte-americana
>>> MANU LAFER APRESENTA SHOW NOBODY BUT YOU - TRIBUTO A KIKA SAMPAIO
>>> Sesc Belenzinho recebe a banda E a Terra Nunca me Pareceu Tão Distante
>>> Sesc Belenzinho recebe a atriz e cantora Zezé Motta
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Era uma casa nada engraçada
>>> K 466
>>> 2 leituras despretensiosas de 2 livros possíveis
>>> Minimundos, exposição de Ronald Polito
>>> Famílias terríveis - um texto talvez indigesto
>>> O Carnaval que passava embaixo da minha janela
>>> A menos-valia na poesia de André Luiz Pinto
>>> Lançamentos de literatura fantástica (1)
>>> Cidadão Samba: Sílvio Pereira da Silva
>>> No palco da vida, o feitiço do escritor
Colunistas
Últimos Posts
>>> Weezer & Tears for Fears
>>> Gryphus Editora
>>> Por que ler poesia?
>>> O Livro e o Mercado Editorial
>>> Mon coeur s'ouvre à ta voix
>>> Palestra e lançamento em BH
>>> Eleições 2018 - Afif na JP
>>> Lançamentos em BH
>>> Lançamento paulistano do Álbum
>>> Pensar Edição, Fazer Livro 2
Últimos Posts
>>> Sem palavras
>>> Kleber Mendonça volta a Cannes com 'Bacurau'
>>> Nem só de ilusão vive o Cinema
>>> As Expectativas de um Recrutador e um Desempregado
>>> A Independência Angolana além de Pepetela
>>> Porque dizer adeus?
>>> Direções da véspera IV
>>> Direções da véspera IV
>>> A pílula da felicidade
>>> Dispendioso
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Legião o quê?
>>> Nas redes do sexo
>>> Em defesa dos cursos de Letras
>>> Geração Coca Zero
>>> O Pedaço da Pizza: novidades depois de uma década
>>> O Vendedor de Passados
>>> O Paulinho da Viola de Meu Tempo é Hoje
>>> Dois dedos a menos
>>> Palavra de Honra
>>> Peru com whisky
Mais Recentes
>>> Nos Passos de Jesus de Edir Macedo pela Universal (2019)
>>> Nos Passos de Jesus de Edir Macedo pela Universal (2019)
>>> Nos Passos de Jesus de Edir Macedo pela Universal (2019)
>>> Perdas e Ganhos de Lya Luft pela Record (2004)
>>> Me Traga de Volta - a Superação do Luto Através do Amor de r Rogério H. Leite pela Supergraf (2012)
>>> Constituição da republica federativa do brasil de Saraiva legislação pela Saraiva (1998)
>>> Como Ganhar sua Eleição para Prefeito de Carlos Manhanelli pela Manhanelli Editorial (2019)
>>> Novo codigo civil de Fazenda Brasil pela Manole (2002)
>>> Como Ganhar sua Eleição Para Vereador de Carlos Manhanelli pela Manhanelli Editorial (2019)
>>> A Vida Breve de Juan Carlos Onetti pela Planeta Literário (2009)
>>> Educação dos Filhos de Edição Constancio C. Vigil pela Melhoramentos
>>> A Região Submersa de Tabajara Ruas pela Record (2001)
>>> Casamento: Ternura & Desafio de etor Família/ Cnbb pela Vozes (1993)
>>> A era dos Reformadores - uma História Ilustrada do Cristianismo Vol. 6 de Justo L. Gonzalez pela Vida Nova (1989)
>>> A Filha do Fabricante de Fogos de Artifício de Philip Pullman pela Bertrand Brasil (2007)
>>> O tapete de penélope - O relacionamento entre as espécies e a evolução orgânica de Walter A. Boeger pela Unesp (2009)
>>> Fé e saber de Jürgen Habermas pela Unesp (2013)
>>> Normas da ABNT de Jamil Ibrahim Iskandar pela Juruá (2012)
>>> A rebeldia e a trama da desobediência de Maria Lúcia de Oliveira pela Unesp (2010)
>>> As aventuras do Barão de Munchausen de Rudolf Erich Raspe pela Ilumiuras (2011)
>>> O poço do Visconde - Edição comentada de Monteiro Lobato pela Globo (2010)
>>> Potência, limites e seduções do poder de Marco Aurélio Nogueira pela Unesp (2008)
>>> História da Evangelização do Brasil de Elben M. Lenz César pela Ultimato (2019)
>>> Esperança Diante da Morte de Christine Longaker pela Rocco (1998)
>>> Filosofando Introdução à filosofia - volume único de Maria Lúcia de Arruda Aranha pela Moderna (2009)
>>> A Grande Esperança de Ellen G. White pela Casa publicadora (2011)
>>> Fé e Paixão de Aline Barros pela Thomas Nelson Brasil (2010)
>>> Vocabulário Bíblico de J. J. Von Allmen pela Aste (1972)
>>> Arquiologia nas teraas Bíblicas de John D. Currid pela Cultura Cristã (2003)
>>> Crime e Castigo de Fiódor Dostoiévski pela Abril (2010)
>>> Introdução à exegese Novo Testamento de Udo Schnelle pela Loyola (2004)
>>> Inventamos ou Erramos de Simón Rodriguez pela Autêntica (2016)
>>> Dicionário do Novo testamento Grego de Grego W. C. Taylor pela Juerp (1996)
>>> Dicionário Bíblico Universal de Buckland pela Vida (1981)
>>> Gestão de Projetos - Uma abordagem global plt- 123 anhanguera de Ralph Keelling pela Saraiva (2008)
>>> Arqueologia do Velho Testamento de Merril F. Unger pela Batista regular (2004)
>>> Álgebra Linear - P l t - 195 Anhanguera de Alfredo Steinbruch pela Pearson Anhanguera (2010)
>>> Tranca-Rua das Almas - do real ao sobrenatural de Omolubá pela Cristalis (2007)
>>> Programação Estruturada - Plp - 193 Anhanguera de Victorine Viviane Mizrahi pela Pearson Anhanguera (2010)
>>> As Três Irmãs de Tchecov pela Nova Cultural (1995)
>>> Nêmesis de Philip Roth pela Companhia das Letras (2011)
>>> Cinquenta Tons Mais Escuros de E. L. James pela Intrínseca (2012)
>>> Cinquenta Tons de Liberdade de E. L. James pela Intrínseca (2012)
>>> Cinquenta Tons de Cinza de E. L. James pela Intrínseca (2012)
>>> Campo da Morte de Jack Higgins pela Record (2011)
>>> A Promessa de Richard Paul Evans pela Lua de Papel (2011)
>>> Desterrado de Michelle Paver pela Rocco (2009)
>>> No Rabo do Cometa de Anna Muylaert pela Globo (1996)
>>> Planejamento Urbano e Ativismos Sociais de Marcelo Lopes de Souza e Glauco Bruce Rodrigues pela Unesp (2004)
>>> Sociedade do Cansaço de byung-Chul Han pela Vozes (2019)
COMENTÁRIOS

Segunda-feira, 12/7/2004
Comentários
Leitores


O Plaxil usa o Jardim Botânico
Tem um remédio americano, Plaxil, que usa o Jardim Botânico, a praia de Ipanema e outros locais cariocas, sem anuncia-los, num comercial. Os atores inclusive falam em inglês... Assim como você, não reconheci de cara, porque o local é anunciado como um genérico :)

[Sobre "Brasil em alemão"]

por Ram
12/7/2004 às
02h05 24.193.107.139
(+) Ram no Digestivo...
 
Bobby Fischer e o xadrez
Eu gosto muito de bobby fischer, e sempre achei ele um jogador fantastico, jogo xadrez por causa dele, li suas historias e me fascinei, ele é realmente um genio, era muito inteligente e resistente, estudava horas por dia praticamente o dia inteiro, e não se cansava, e so se dedicava ao xadrez. Pessoalmente ele foi o melhor enxadrista de que eu ja ouvi falar, o melhor de todos os tempos. Eu sou apenas um amador e certamente não tenho nivel pra julgar quem seja o melhor jogador, mais eu analiso pelas condições e pela sua epoca. Gosto dele pela sua forma arcaica de estudar, hoje em dia é quase impossivel encontrar alguem assim, que seja fanatico como ele era. Os jogadores conteporaneos tambem são muito bons, são otimos, mais para mim apenas bobby fischer merece o titulo de melhor jogador.

[Sobre "Quando éramos reis, bispos, cavalos..."]

por Roberto
12/7/2004 à
00h38 200.151.84.124
(+) Roberto no Digestivo...
 
o fator horário
É verdade que são poucos os brasileiros que trocariam um programa "fútil" (como, infelizmente, a grande parte dos programas que compõem a tv brasileira) por um mais ético, cultural, crítico. Porém acho que o fator horário conta muito. Se ao invés do Sessão da Tarde (filmes repetidíssimos), fosse transmitido um programa "cultural", mais interessante, como Os Maias o nível intelectual dos brasileiros aumentaria. Tudo é hábito! Cresceríamos habituados a assistir bons programas, ler bons livros, filmes, enfim... É uma pena que a tv brasileira priorize o velho ibope e esqueça do grande papel social que deveria exercer. Lamentar a falta de leitura não adianta, dar oportunidades é o principal.

[Sobre "Digestivo nº 182"]

por Isis Correia
10/7/2004 às
23h19 201.9.220.169
(+) Isis Correia no Digestivo...
 
o mundo é seu
Dani, há muito tempo não lia seus textos aqui no digestivo. Gostei muito da coluna e espero retomar o hábito de passar por aqui. Quer dizer que você está em Berlim!? É como o Fabinho disse no Orkut: o mundo é seu. Beijos, Duda

[Sobre "Brasil em alemão"]

por Duda Fleury
9/7/2004 às
16h05 201.1.60.80
(+) Duda Fleury no Digestivo...
 
a imagem do nosso País
Cara Daniela, embora me solidarize com seus sentimentos, sou forçado a lembrar que, infelizmente, essa imagem errada do nosso País foi/é criada/mantida por nós mesmos, com a nossa educação fundamental risível, a grade risível da progamação de nossas redes de televisão, a miopia da maioria de nossos políticos e o espiríto mafioso de parte de nossos governantes. Veja uma sitação interessante: morei quase minha vida toda em Fortaleza-CE. Quando comento esse fato, as pessoas elogiam a cidade, que é bonita, que cresceu, que isso, que aquilo. Ocorre que, faço sempre questão de registar, Fortaleza tem perdido cada vez sua identidade, ela não pertence mais aos seus moradores, mais ao "espírito global" de italianos, argentinos e agora portugueses, que "investem" na cidade, com restaurantes, hotéis, restaurantes, hotéis... Por que acontece isso? Pela pobreza do povo e pela falta de uma cultura local forte (coisa que não ocorre em Salvador ou mesmo em Recife). Um povo assim é presa fácil de qualquer outro povo, de qualquer negócio. Abs e parabéns pelos seus artigos, notadamente o do Dia D.

[Sobre "Brasil em alemão"]

por Bernardo B Carvalho
8/7/2004 às
13h34 200.181.49.139
(+) Bernardo B Carvalho no Digestivo...
 
Por Tutatis!
Puxa, Andréa, a sua descrição com os livros espalhados pela casa e com as histórias espalhadas na nossa memória me é tão familiar que nem sei o que dizer! Por Tutatis!

[Sobre "Por Tutatis!"]

por Heloisa Pait
8/7/2004 às
11h37 151.203.212.210
(+) Heloisa Pait no Digestivo...
 
+ um fã da Ana Elisa
Ana Elisa, peço licença e gostaria de fazer parte do fã clube que a Fabiana Carvalho sugeriu. Posso? Aurélio Prieto, São Paulo Capital

[Sobre "O amor e as prateleiras de livros"]

por Aurélio Prieto
7/7/2004 às
05h44 200.158.52.220
(+) Aurélio Prieto no Digestivo...
 
Filmes de saiote
Sérgio, o que me parece delicioso, estimulante como exercício de divagação (aplicável à criação ficcional), é imaginar como teriam sido as conversas íntimas entre Caio Júlio César e Cleópatra (Cleopatra, sem acento, certo?), por exemplo. Como teria sido o "approach"? Qual teria sido a atitude de um em relação ao outro, quando havia tanto a jogar, a perder e a ganhar? Como cada um dos peões nesse jogo político encarava o "affair" e dele partia para o discurso público, para a atuação política? Consta que o debilitado e decadente Napoleão Bonaparte, na iminência da derrota em Waterloo, teria dito isto aos seus ordenanças: "Reforços! Como esperam que eu lhes dê mais soldados? Esperam que eu possa... pari-los?". O Cinema "épico" ou "histórico" procura trazer ao público (tantas vezes de modo assumidamente desonesto ou apenas irresponsável) exatamente a maneira como personagens históricas agiam, interagiam, como se comportavam, como falavam, e principalmente qual era a força que movia ou motivava as suas vidas. Em um sentido mais abrangente, essas personagens notáveis ajudavam a traçar os parâmetros para um modelo de comportamento aplicável aos seus sucessores, quem sabe à posteridade. Um filme épico cujas falas e cuja atmosfera me pareciam mais elaboradas (The Warlord, direção de Franklin Schaffner), foi impiedosamente arruinado na edição, por imposição dos produtores, que pretendiam vender um filme "movimentado, um filme de ação". Toda vez que revejo esse filme verdadeiramente medieval, fico me perguntando como teria sido se tantas cenas e tantos diálogos não tivessem sido criminosamente eliminados. A lembrança da cena em que a Cleó(o)patra de Elizabeth Taylor faz sua entrada triunfal em Roma deve merecer o meu comentário bem particular. Desde ainda criança, fiquei extasiado, abismado com esse prodígio kitsch de Hollywood. Nenhuma cena poderia ser mais bombástica, majestosa, espetacular. Como se fosse uma alegoria carnavalesca em versão peso-pesado, dezenas de escravos musculosos carregavam nos ombros o peso de uma liteira descomunal em forma de esfinge. Dessa esfinge que parecia de chumbo, pontificava em traje de ouro puro a soberana do Egito, e de certa forma, naquele exato momento, a soberana da própria Roma. A música de Alex North para essa cena é inesquecível. Primeiro as trombetas anunciam em notas clamantes e triunfantes de fanfarra a chegada do séquito real do Egito. Flores são atiradas à passagem veloz dos carros de guerra, e tem iníci

[Sobre "Filmes de saiote"]

por Roberto Valderramos
6/7/2004 às
20h35 200.184.161.120
(+) Roberto Valderramos no Digestivo...
 
mini-séries da Globo
Sempre lamento o fato de a TV Globo transmitir seus melhores programas, que são as mini-séries, sempre tão tarde. Tenho certeza que muitas pessoas que precisam acordar cedo para trabalhar, como eu não, conseguem ficar vendo televisão até esse horário. Se programas primorosos, feito Os Maias, fossem transmitidos em horários mais acessíveis, provavelmente teriam muito mais telespectadores.

[Sobre "Digestivo nº 182"]

por Marilia Araujo
6/7/2004 às
13h56 169.252.4.21
(+) Marilia Araujo no Digestivo...
 
Cazuza: um anti-herói
É bastante confortável ver da poltrona do cinema um anti-herói politicamente incorreto se transformar em herói, de certa maneira nos indicando o que vale a pena na vida. Todavia, em seu texto gostei da percepção dessa inversão, que marca o filme e o determina.

[Sobre "Cazuza e o retrato do artista quando jovem"]

por Martinho Junior
6/7/2004 às
10h05 200.177.9.227
(+) Martinho Junior no Digestivo...
 
Julio Daio Borges
Editor
mais comentários

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




LITERATURA - UM EXERCÍCIO DE VIDA - (COLEÇÃO PERGUNTE AO JOSÉ)
ANDRÉ CARVALHO E ARY QUINTELLA

(1991)
R$ 9,00



O QUE É INFORMÁTICA 2ª EDIÇÃO
ANGELO DOS SANTOS SOARES
BRASILIENSE (SP)
(1988)
R$ 21,82



ESTILHAÇA-ME
TAHEREH MAFI
NOVO CONCEITO
(2012)
R$ 15,00



O DESPERTAR DA FILOSOFIA GREGA - JOHN BURNET
JOHN BURNET
SICILIANO
(1994)
R$ 25,00



INTRODUCTION À LA PSYCHO-LINGUISTIQUE
HANS HÖRMANN
LAROUSSE UNIVERSITÉ
(1972)
R$ 60,00



MÚLTIPLAS FACES DA PSICANÁLISE
REVISTA BRASILEIRA DE PSICANÁLISE VOL 36 Nº 2
RBP
(2002)
R$ 30,28



METODOLOGIA CIENTÍFICA
AURO DE JESUS RODRIGUES E COAUTORES
GRUPO TIRADENTES
(2011)
R$ 51,00



A CAMA DESFEITA - CAPA DURA
FRANÇOISE SAGAN
CÍRCULO DO LIVRO
(1983)
R$ 7,00



MULHER, QUEM ÉS? QUE PROCURAS?
CARDEAL ARNS
SANTUÁRIO
(1990)
R$ 6,00



DESCOLONIZAÇÃO
THEO SANTIAGO (ORGANIZAÇÃO)
FRANCISCO ALVES (RJ)
(1977)
R$ 9,28





busca | avançada
33173 visitas/dia
955 mil/mês