Valeu 2! | Ailton Monteiro

busca | avançada
56138 visitas/dia
1,8 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Centro em Concerto - Palestras
>>> Crônicas do Não Tempo – lançamento de livro sobre jovem que vê o passado ao tocar nos objetos
>>> 10º FRAPA divulga primeiras atrações
>>> Concerto cênico Realejo de vida e morte, de Jocy de Oliveira, estreia no teatro do Sesc Pompeia
>>> Seminário Trajetórias do Ambientalismo Brasileiro, parceria entre Sesc e Unifesp, no Sesc Belenzinho
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> As fezes da esperança
>>> Quem vem lá?
>>> 80 anos do Paul McCartney
>>> Gramática da reprodução sexual: uma crônica
>>> Sexo, cinema-verdade e Pasolini
>>> O canteiro de poesia de Adriano Menezes
>>> As maravilhas do modo avião
>>> A suíte melancólica de Joan Brossa
>>> Lá onde brotam grandes autores da literatura
>>> Ser e fenecer: poesia de Maurício Arruda Mendonça
Colunistas
Últimos Posts
>>> Oye Como Va com Carlos e Cindy Blackman Santana
>>> Villa candidato a deputado federal (2022)
>>> A história do Meli, por Stelleo Tolda (2022)
>>> Fabio Massari sobre Um Álbum Italiano
>>> The Number of the Beast by Sophie Burrell
>>> Terra... Luna... E o Bitcoin?
>>> 500 Maiores Álbuns Brasileiros
>>> Albert King e Stevie Ray Vaughan (1983)
>>> Rush (1984)
>>> Luiz Maurício da Silva, autor de Mercado de Opções
Últimos Posts
>>> Melhores filme da semana em Cartaz no Cinema
>>> Casa ou Hotel: Entenda qual a melhor opção
>>> A lantejoula
>>> Armas da Primeira Guerra Mundial.
>>> Você está em um loop e não pode escapar
>>> O Apocalipse segundo Seu Tião
>>> A vida depende do ambiente, o ambiente depende de
>>> Para não dizer que eu não disse
>>> Espírito criança
>>> Poeta é aquele que cala
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Mas, afinal, qual o futuro da TV?
>>> Vida e morte do Correio da Manhã
>>> Arte, cultura e auto-estima
>>> Publicidade e formação política
>>> Os 33 mineiros e nossa visão limitada
>>> Uma Obra-Prima Sertaneja
>>> As pessoas estão revoltadas
>>> As duas facetas da eternidade
>>> Ilustres convidados
>>> PETITE FLEUR
Mais Recentes
>>> Drácula - Coleção L&pm Pocket de Bram Stoker pela L&pm Pocket (1998)
>>> Ventos ao Sul (literatura Angolana) de Fragata de Morais pela Aetia (2020)
>>> Como contornar situações difíceis em sala de aula de Jairo de Paula pela Ed. Jairo de Paula (2001)
>>> Sonnets and a Lovers Complaint, The de William Shakespeare pela Tuttle Publishing (1995)
>>> Sobre Deuses e Caquis: Teologia, Política e Poesia Em Rubem Alves de Ernesto Barros Cardoso (org.) pela Iser (1988)
>>> Dilbert 7 : Pedindo Aumento de Scott Adams pela L&pm Pocket (2011)
>>> Inconcebível de Ben Elton pela Record (2002)
>>> Manual de Ortopedia - 11ª Edição de John Crawford Adams; David L. Hamblen pela Artes Médicas (1994)
>>> Aisthesis: Cenas do Regime Estético da Arte de Jacques Rancière pela 34 (2021)
>>> O Anticinema de Yasugiro Ozu de Kiju Yoshida pela Cosac Naify (2003)
>>> Alves & Cia. de Eça de Queirós pela L&pm Editores (1997)
>>> Igreja da Vila de Victhor Fabiano pela Barn (2019)
>>> O Caso de Charles Dexter Ward de H. P. Lovecraft pela L&pm Pocket (2018)
>>> Viaje por las Americas de Joaquin Torres pela Buenos Aires (1958)
>>> Casando Com a Amante de Joanna Trollope pela Record (2007)
>>> O Marido Complacente de Marquês de Sade pela L&pm Pocket (2014)
>>> Platão: a Verdade Está Em Outro Lugar de E. A. Dal Maschio pela Salvat (2015)
>>> O Cão dos Baskervilles de Arthur Conan Doyle; Pietro Nassetti pela Melhoramentos (2010)
>>> Michaelis Dicionário Escolar Francês: Francês-port/port-francês de Jelssa Ciardi Avolio pela Melhoramentos (2002)
>>> Anhangaçu Nada Será Como Antes de Leandro Carlos Esteves pela Literatura (2016)
>>> Propaganda e Promoção - 7ª Edição de George E. Belch; Michael A. Belch pela Mcgrawn Hill (2008)
>>> Liderança e a Nova Ciência de Margaret J. Wheatley pela Cultrix (1999)
>>> Liberdade de Jonathan Franzen; Sergio Flaksman pela Companhia das Letras (2011)
>>> Os Sertões de Euclides da Cunha pela L&pm Pocket (2019)
>>> The Risk - o Dilema de Brenna e Jake de Best-seller pela Paralela (2019)
COMENTÁRIOS

Terça-feira, 14/6/2005
Comentários
Leitores


Valeu 2!
Fala, grande Miranda! Rapaz, assim a minha humildade vai pras cucuias. hehehe.. Ficou muito bom o texto, hein. É realmente problemática a situação da crítica de cinema no Brasil. Vemos o exemplo do que foi e do que é a revista SET hoje. Lamentável.

[Sobre "Pílulas blogueiras de cinema"]

por Ailton Monteiro
14/6/2005 às
16h56 201.9.22.219
(+) Ailton Monteiro no Digestivo...
 
Star Wars: um porre
Compartilho da tua opiniao sobre Star Wars. Acho um porre tudo o que diz respeito a esse filme, nao consigo entender o que ha nele de tao fantastico. Nao me dignei a engrossar filas pra assisti-lo. Talvez o faça qdo estiver abandonado na prateleira empoeirada da locadora perto de casa, num sábado a noite, em que nao ha mtas opçoes de filmes pra locar em pequenas locadoras...

[Sobre "A volta"]

por Simone
14/6/2005 às
09h33 200.223.158.4
(+) Simone no Digestivo...
 
thanks!
Ina, meu caro, obrigado pela generosidade. Abração.

[Sobre "Blogo, logo existo"]

por Ruy
13/6/2005 às
20h41 200.221.28.204
(+) Ruy no Digestivo...
 
(Ir)regularmente atualizado
Gostei da definição ali no começo. Curta e precisa. Contudo eu só mudaria aí uma coisinha: "Blog é um site IRREGULARMENTE atualizado".

[Sobre "Blogo, logo existo"]

por Charles Pilger
13/6/2005 às
15h39 200.188.171.28
(+) Charles Pilger no Digestivo...
 
Se soubessem escrever...
Válido um artigo sobre como escrever bem - porque, como outras atividades que todo mundo pensa que sabe, é subestimada. Se as pessoas soubessem realmente escrever, como seria possível haver tantos maus escritores? (Subescritores, eu diria). Aguardo a segunda parte.

[Sobre "Como escrever bem — parte 1"]

por Carla
13/6/2005 às
13h21 200.164.50.147
(+) Carla no Digestivo...
 
Valeu!
Olá, amigo Marcelo! Obrigada pelas indicações de novos blogs. Por um momento, achei que não iria indicar o meu blog preferido: "Impressões Cinéfilas". É bom saber que temos conceituados blogs que fornecem comentários sobre filmes e cinemas. Cansei das rápidas resenhas, de caráter mal informativo, em jornais que avaliam grandes e milionárias produções com um bonequinho às vezes de pé, às vezes sentado, às vezes dormindo! Acredito que um filme seja bem mais do que isso. Novamente agradeço pelas preciosas dicas.

[Sobre "Pílulas blogueiras de cinema"]

por Maurícia Medeiros
13/6/2005 às
12h55 201.8.140.73
(+) Maurícia Medeiros no Digestivo...
 
De volta a Bollywood
O financiamento na Índia, ao menos no que se refere a produção da maioria dos filmes, é sob forma de empréstimos bancários com juros muito baixos. Bem diferente da lei de incentivo brasileira, que "cobre" os produtores do filme com patrocínios, ao menos da maneira como entendo... Eu acho que a lei de mercado deveria agir no cinema brasileiro: que os cineastas brasileiros façam também filmes populares de diversão, que atraiam a população. Está acontecendo mais do que no passado, mas tem que haver algum objetivo de lucro. Ao se restringirem as empreitadas somente a filmes de arte e na busca de patrocínios, o cinema nacional sofre, pois para termos uma indústria cinematográfica, são necessários empresas e lucro. Na Índia, estúdios ou "diretores de marca" que não produzem lucro não conseguem fazer filmes no longo prazo. E hoje já se começa a diversificação, bem aos poucos, com estes mesmos estúdios criando espaço para filmes mais artísticos e autorais, que os usuais blockbusters em hindi. No Brasil, quando comentei isto com um amigo cineasta, a resposta que eu ouvi é que a arte não pode ser gerida pelo capitalismo, e que se não houver "patrocínio" morre a cultura. Me parece o contrário, por falta de gerar uma indústria morre a cultura.

[Sobre "Cinema brasileiro em debate"]

por Ram
13/6/2005 às
11h04 160.39.240.184
(+) Ram no Digestivo...
 
Escrever...
Seu texto me recorda de uma reportagem do NYT, onde um professor comenta que as aulas de redação na escola e na universidade estão cada vez mais focadas no conteúdo do que está sendo escrito, ao invés da técnica de como escrever em bom português, como construir frases e parágrafos e o famoso diálogo com o leitor. Lembro da minha própria experiência com aulas de redação, quando sabia exatamente o que escrever para agradar a professora, e como já não gostava da aula, fiz isso e deixei de aperfeiçoar a técnica de escrever. Vim a fazer isso mais tarde, sozinho, e acho que hoje escrevo o suficiente para me expressar com clareza. A quantidade de pessoas que não escrevem com clareza em engenharia, que superficialmente não tem nada a ver com escrever, é muito grande. Por causa de textos mal escritos vários erros desnecessários são cometidos nos projetos, levando a atrasos de meses. Uma vez quando comentei com alguns de meus colegas que todo engenheiro deveria saber escrever minimamente bem, muitos retrucaram que "isso era coisa de quem não entende de engenharia". Lendo livros e artigos de vários cientistas e engenheiros famosos descobri que não só escrevem bem, como sabem da importância de se escrever bem... Só como uma observação, descobri também que o mesmo vale para quem escreve programas de computador. É bem parecido com escrever bem em português, a pessoa tem que aprimorar a técnica, ler "textos" de outras pessoas que escrevem bem, e se esforçar... E hoje em dia, muitos programas são mal escritos, e telas azuis, bugs, e outros desastres passam desapercebidos porque ninguém entende o que o cidadão fez no programa. Tudo porque as pessoas preferem ignorar técnica e estilo, e acham que sempre se trata de conteúdo... Quem escreve bem, é capaz de convencer um cidadão de quase qualquer coisa.

[Sobre "Como escrever bem — parte 1"]

por Ram
13/6/2005 às
10h50 160.39.240.184
(+) Ram no Digestivo...
 
sobre Brian Wilson
Arcano9, só te achei agora, li sua matéria sobre o Jubileu da Rainha da Inglaterra (2002). Fiquei surpreso com o comentário de que Brian Wilson foi "deprimente"... Att. Marco

[Sobre "Exclusivo: Entrevista com São Paulo"]

por Marco Antonio S. S.
13/6/2005 às
10h34 200.135.44.20
(+) Marco Antonio S. S. no Digestivo...
 
Bollywood
Bollywood tem um esquema misto: existe auxílio do governo, sim, e existe o cinema comercial também. Bollywood produz mais que Hollywood, tem um público fiel que adora o cinema indiano. A questão não é eliminar o financiamento através de lei de incentivo e, sim, aumentar os financiamentos diretos e criar uma verdadeira indústria de cinema. É bom para todo mundo: mais cineastas poderão produzir, mais empregos gerados, mais alternativas para o público, mais gêneros de filmes.

[Sobre "Cinema brasileiro em debate"]

por Daniela Castilho
12/6/2005 às
16h01 200.162.229.222
(+) Daniela Castilho no Digestivo...
 
Julio Daio Borges
Editor
mais comentários

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Moedinhas Tilintantes (2008)
Baila Olidort
Maayanot
(2008)



Em Busca de Jesus - Fé, Fatos e Falsificações
David Gibson e Michael
Fontanar
(2015)



Cancao da Menina Descalca
Ieda Dias
Rhj
(1993)



Adhemar de Barros e o PSP
Regina Sampaio
Global
(1982)



Dinheiro do Céu
Marcos Rey
Global
(2005)



Vigilância Alimentar e Nutricional Limitações e Interfaces Com a Rede
Inês Rugani Ribeiro de Castro
Fiocruz
(1995)



Jóquei - Confira!
Matilde Campilho
Ed. 34
(2015)



Vida Obra e época de Paulo Setúbal um Homem de Alma Ardente
Fernando Jorge
Geração
(2008)



Rijksmuseum Amsterdã - Col. Grandes Museus do Mundo Nº 17
Folha de São Paulo
Folha de S. Paulo
(2009)



Campos dos Goytacazes - Aspectos Culturais
Vários Autores
Prefeitura de Campos
(2008)





busca | avançada
56138 visitas/dia
1,8 milhão/mês