todos os amores são iguais | Liliane Nogueira

busca | avançada
41233 visitas/dia
1,4 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Rinoceronte, poemas em prosa de Ronald Polito
>>> A forca de cascavel — Angústia (FUVEST 2020)
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
Colunistas
Últimos Posts
>>> Revisores de Texto em pauta
>>> Diogo Salles no podcast Guide
>>> Uma História do Mercado Livre
>>> Washington Olivetto no Day1
>>> Robinson Shiba do China in Box
>>> Karnal, Cortella e Pondé
>>> Canal Livre com FHC
>>> A história de cada livro
>>> Guia Crowdfunding de Livros
>>> Crise da Democracia
Últimos Posts
>>> Uma crônica de Cinema
>>> Visitação ao desenho de Jair Glass
>>> Desiguais
>>> Quanto às perdas I
>>> A caminho, caminhemos nós
>>> MEMÓRIA
>>> Inesquecíveis cinco dias de Julho
>>> Primavera
>>> Quando a Juventude Te Ferra Economicamente
>>> Bens de consumo
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Ser intelectual dói
>>> O Tigrão vai te ensinar
>>> O hiperconto e a literatura digital
>>> Aberta a temporada de caça
>>> Se for viajar de navio...
>>> Incompatibilidade...
>>> Alguns Jesus em 10 anos
>>> Blogues: uma (não tão) breve história (II)
>>> Picasso e As Senhoritas de Avignon (Parte I)
>>> Asia de volta ao mapa
Mais Recentes
>>> O Livro da moda de Alexandra Black pela Publifolha (2015)
>>> Rejuvelhecer a saude como prioridade de Sergio Abramoff pela Intrinseca (2017)
>>> O livro das evidencias de John Banville Tradução Fabio Bonillo pela Biblioteca Azul - globo (2018)
>>> O futebol explica o Brasil de Marcos Guterman pela Contexto (2014)
>>> O Macaco e a Essencia de Aldous Huxley pela Globo (2017)
>>> BATISTAS, Sua Trajetória em Santo Antônio de Jesus: o fim do monopólio da fé na Terra do Padre Mateus de Jorgevan Alves da Silva pela Fonte Editorial (2018)
>>> Playboy Bárbara Borges de Diversos pela Abril (2009)
>>> Sarah de Theresa Michaels pela Nova Cultural (1999)
>>> A Bela e o Barão de Deborah Hale pela Nova Cultural (2003)
>>> O estilo na História. Gibbon & Ranke & Macaulay & Burckhardt de Peter Gay pela Companhia das Letras (1990)
>>> Playboy Simony de Diversos pela Abril (1994)
>>> Invasão no Mundo da Superfície de Mark Cheverton pela Galera Junior (2015)
>>> José Lins Do Rego- Literatura Comentada de Benjamin Abdala Jr. pela Abril Educação (1982)
>>> A modernidade vienense e as crises de identidade de Jacques Le Rider pela Civilização Brasileira (1993)
>>> Machado De Assis - Literatura Comentada de Marisa Lajolo pela Abril Educação (1980)
>>> A Viena de Wittgenstein de Allan Janik & Stephen Toulmin pela Campus (1991)
>>> O Velho e o Mar de Ernest Hemingway pela Círculo do livro (1980)
>>> Veneno de Alan Scholefield pela Abril cultural (1984)
>>> O Livreiro de Cabul de Asne Seierstad pela Record (2007)
>>> Os Dragões do Éden de Carl Sagan pela Francisco Alves (1980)
>>> O Espião que sabia demais de John Le Carré pela Abril cultural (1984)
>>> Administração de Materiais de Jorge Sequeira de Araújo pela Atlas (1981)
>>> Introdução à Programação Linear de R. Stansbury Stockton pela Atlas (1975)
>>> Como lidar com Clientes Difíceis de Dave Anderson pela Sextante (2010)
>>> As 3 Leis do Desempenho de Steve Zaffron e Dave Logan pela Primavera (2009)
>>> Curso de Educação Mediúnica 1º Ano de Vários Autores pela Feesp (1996)
>>> Recursos para uma Vida Natural de Eliza M. S. Biazzi pela Casa Publicadora Brasileira (2001)
>>> Jesus enxuga minhas Lágrimas de Elza de Almeida pela Fotograma (1999)
>>> As Aventuras de Robinson Crusoé de Daniel Defoe pela LPM Pocket (1997)
>>> Bulunga o Rei Azul de Pedro Bloch pela Moderna (1991)
>>> Menino de Engenho de José Lins do Rego pela José Olympio (1982)
>>> Terra dos Homens de Antoine de Saint-Exupéry pela Nova Fronteira (1988)
>>> O Menino de Areia de Tahar Ben Jelloun pela Nova Fronteira (1985)
>>> Aspectos Endócrinos de Interesse à Estomatologia de Janete Dias Almeida pela Unesp (1999)
>>> Nociones de Historia Linguística y Estetica Literaria de Antonio Vilanova- Nestor Lujan pela Editorial Teide/ Barcelona (1950)
>>> El Estilo: El Problema y Su Solucion de Bennison Gray pela Editorial Castalia/ Madrid (1974)
>>> El Cuento y Sus Claves de Raúl A. Piérola/ Alba Omil (profs. Univ. Tucumán pela Editorial Nova, Buenos Aires (1955)
>>> Las Fuentes de La Creacion Literaria de Carmelo M. Bonet pela Libr. del Collegio/ B. Aires (1943)
>>> As Hortaliças na Medicina Doméstica/ Encadernado de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar (1976)
>>> A Flora Nacional na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Arlington Park de Rachel Cusk pela Companhia das Letras (2007)
>>> Muitas Vidas, Muitos Mestres de Brian L Weiss pela Salamandra (1991)
>>> As Frutas na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Coleção Agatha Christie - Box 8 de Agatha Christie; Sonia Coutinho; Archibaldo Figueira pela HarperCollins (2019)
>>> As Irmãs Aguero de Cristina García pela Record (1998)
>>> Não Faça Tempestade Em Copo Dágua no Amor de Richard Carlson pela Rocco (2001)
>>> Um Estudo Em Vermelho - Edição De Bolso de Arthur Conan Doyle pela Zahar (2013)
>>> Eu, Dommenique de Dommenique Luxor pela Leya (2011)
>>> Os Cavaleiros da Praga Divina de Marcos Rey pela Global (2015)
>>> O Futuro da Filosofia da Práxis de Leandro Konder pela ExpressãoPopular (2018)
COMENTÁRIOS

Terça-feira, 16/8/2005
Comentários
Leitores


todos os amores são iguais
Concordo totalmente com o colega acima; o texto é excelente! O fato é que, além disso, eu nunca havia lido a minha história contada por outra pessoa!!! Fantástico! Sua vida parece com a minha ou "todos os amores são iguais"? Brincadeira, temos mesmo muito em comum no que diz respeito a opiniões e episódios de nossas vidas. Estou assim espantada porque é muito interessante... Bem, de qualquer modo, sua forma de escrever é muito gostosa e convidativa. Adorei a hora do espanto, digo, o texto!

[Sobre "Todos os amores acabam"]

por Liliane Nogueira
16/8/2005 às
21h05 201.32.200.182
(+) Liliane Nogueira no Digestivo...
 
Sobre o que já foi dito
Estou cansado de ouvir dizerem que meus textos já foram escritos, e de melhor forma. Realmente, escrevi coisas e depois li textos que lembravam o que eu havia escrito. Acredito que pessoas possam ter uma mesma visão de mundo, e escreverem coisas parecidas. Se já foi dito, se um conto lembra o outro, não quero nem saber. Importa para mim é meu desejo de escrever determinada história, se ela parece com a de fulano ou sicrano... Recentemente, me surpreendi ao ler um conto que lembrava muito um outro que eu havia escrito algum tempo a trás. O cara era famoso; eu não, e para mim não importa o fato de outro autor ter escrito coisa semelhante e melhor. Ainda escrevo por uma necessidade quase orgânica, e quando faço isso existe apenas eu e o computador e a imaginação, por pior que ela possa parecer. Sinceramente, nunca li Nelson Rodrigues, e se porventura eu um dia vier escrever algum texto que lembre tão cultuado escritor, mesmo nunca tendo lido nada dele, não me importará que suas palavras foram escritas antes das minhas.

[Sobre "Bendito Nelson Rodrigues "]

por Emerson Wiskow
16/8/2005 às
19h40 200.180.168.172
(+) Emerson Wiskow no Digestivo...
 
Não se envergonhe de Lula
Parei de ler seu artigo quando você comentou que se envergonhou do Lula por ele se portar não adequadamente, como deveria um presidente da nação. Puxa, o que eu gosto no Lula (e olha que adoro gente educada e também já estive em Londres por duas vezes e adoro os britânicos, com sua educação e polidez) é o fato de ele ser espontâneo, ter vindo do nada e galgado tais degraus. Não tenha vergonha do Lula; seria ter vergonha de ser pobre. Vivemos num país em desenvolvimento que já foi muito pobre. Não se esqueça de suas origens porque hospedou um britânico em sua casa; não se esqueça das estrepolias do príncipe Charles. Somos todos humanos, uns mais ricos e bem comportados, outros menos. Abraço!

[Sobre "Se o Lula falasse inglês..."]

por isa fonseca
16/8/2005 às
19h30 200.226.186.3
(+) isa fonseca no Digestivo...
 
Marcelo Mirisola, o intragável
O que eu sei dessa geração dita 90, dos novos, é que muita gente é bem ruinzinha e foi e é sucesso de crítica; vide o tal Marcelo Mirisola, intragável. Enfim, são os tempos. Mas, claro, quanto ao seu texto, todos tentam mas nem todos são escritores merecedores de uma perpetuidade na mídia; todos tentam, mas nem todos irão sobreviver da literatura. Sempre foi assim, creio. Abraço!

[Sobre "Não existe pote de ouro no arco-íris do escritor"]

por isa fonseca
16/8/2005 às
19h25 200.226.186.3
(+) isa fonseca no Digestivo...
 
Leiam, sim!
Leiam Germinal, sim. para conhecer o que se passava na França do século XIX e ver que passamos por problemas semelhantes nos dias de hoje. Aqui no Brasil de 2005, ex-colônia portuguesa, onde o pobre recebe um salário-mínimo e os deputados metem a mão no dinheiro público.

[Sobre "Um conselho: não leia Germinal"]

por Laura
16/8/2005 às
13h45 200.162.127.197
(+) Laura no Digestivo...
 
Uma vez escrevi
Uma vez escrevi que um momento seria uma coisa, que toda a gente que sonha faz por acontecer. Um dia alguém descerá do Alto, estenderá a mão e converterá tudo à sua imagem, à sua volta. Escrever para alguém é denunciar um estado de espírito. Em quaisquer das situações, escrever não faz de nós seres incompreendidos, mas, sim, alguém que pode e deve mostrar ao mundo as suas potenciais fraquezas e virtudes. Uma pena e um rasgo de papel são, muitas vezes, a sombra que nos persegue, naqueles momentos, em que a única pessoa em quem confiamos somos nós próprios. Pelo correr de um fio de tinta, soltam-se as palavras, os pensamentos e a ânsia de mostrarmos ao mundo o que nasce e morre dentro de nós. A mim, ensinaram-me, os meus pais, que a vida é uma estrada, um caminho sinuoso, que por vezes temos de atalhar para evitar os buracos e as curvas mais perigosas. Será? Quanto a mim, prefiro que essa estrada seja uma simples folha, acompanhada de meia dúzia de palavras soltas, onde muitas vezes nos refugiamos, dos buracos e das curvas. É uma forma de contornarmos aqueles que não têm paciência para nos ouvir ou cuja inteligência peca por escassa.

[Sobre "Como escrever bem – parte 3"]

por Henrique Martins
15/8/2005 às
10h44 212.113.164.97
(+) Henrique Martins no Digestivo...
 
É o fim?
Atualizar é preciso, viver não é preciso...

[Sobre "O difícil diálogo"]

por Cintra
14/8/2005 às
06h57 201.26.149.131
(+) Cintra no Digestivo...
 
Jô Soares, o superficial
Duro, duro mesmo, é assistir as entrevistas do Jô Soares com algum astro ou estrela de novelas da Globo. É um festival de frescuras, com perguntas e respostas cretinas. Como entrevistador, penso que o Jô se dá melhor quando fala com outro comediante, ocasião em que sua habitual superficialidade não compromete tanto.

[Sobre "Anti-Jô Soares"]

por João Nilson Dias
12/8/2005 às
21h44 201.1.63.180
(+) João Nilson Dias no Digestivo...
 
Bons tempos
Carioca morando em Brasília em 1972, tinha 19 anos e lembro bem a dificuldade de achar, na capital da ditadura, a Rolling Stone nacional. Guardo minha coleção até hoje com o maior carinho. Bons tempos, muitas saudades e lembranças de dias felizes despertadas lendo seu texto. Valeu, Ana !!!

[Sobre "A Rolling Stone brasileira"]

por Fred Barreto
12/8/2005 às
18h44 200.217.130.158
(+) Fred Barreto no Digestivo...
 
Flip
Olá, Julio. Parabéns! Tanto já se falou sobre a Flip e você ainda teve o que acrescentar. Nesses dias em que estamos vivendo uma crise política e ética sem precedentes, e que só se fala nisso, é muito bom relembrar a Flip. Lembrar que na abertura a senhora Liz Calder falou sobre a impossibilidade de um mundo sem escritores. No momento em que vivemos, só o mergulho nas boas ficções nos dá força para aguentar a realidade.

[Sobre "Flip 2005"]

por vera carvalho
12/8/2005 às
18h01 201.0.82.75
(+) vera carvalho no Digestivo...
 
Julio Daio Borges
Editor
mais comentários

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




A ESTRELA SOBE - 4ª EDIÇÃO - LITERATURA BRASILEIRA CONTEMPORÂNEA
MARQUES REBELO
CIVILIZAÇÃO BRASILEIRA
(1974)
R$ 8,00



A DAMA DO CACHORRINHO E OUTROS CONTOS
ANTON TCHEKHOV
MAX LIMONAD
(1985)
R$ 18,90



TESTEMUNHO DE DOIS HOMENS
TAYLOR CALDWELL
RECORD
(1980)
R$ 10,90



AVENTURAS DO ESCOTEIRO BILA
ODETTE DE BARROS MOTT
BRASILIENSE
(1988)
R$ 5,00



O DIARIO DA PRINCESA
MEG CABOT
RECORD
(2002)
R$ 24,21



OS TRÊS MOSQUETEIROS
ALEXANDRE DUMAS ADAP. MAÉCIO TATI
EDIOURO
(2000)
R$ 15,00



GARIBALDI O LEÃO DA LIBERDADE
YVONNE CAPUANO
TOTALIDADE
(2000)
R$ 35,00
+ frete grátis



O QUARTO PROCEDIMENTO
STANLEY POTTINGER
RECORD
(1995)
R$ 20,00



PAIXAO SEGUNDO A OPERA ( COL DEBATES 289)
JORGE COLI
PERSPECTIVA
(2003)
R$ 20,00



MRS. PINKS PINK SHEEP
DONALDO BUCHWEITZ
CIRANDA CULTURAL
(2010)
R$ 14,90





busca | avançada
41233 visitas/dia
1,4 milhão/mês