Nieztsche et al | Ram

busca | avançada
92061 visitas/dia
2,2 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Pauta: E-books de Suspense Grátis na Pandemia!
>>> Hugo França integra a mostra norte-americana “At The Noyes House”
>>> Sesc 24 de Maio apresenta programação de mágica para toda família
>>> Videoaulas On Demand abordam as relações do Homem com a natureza e a imagem
>>> Irene Ravache & Alma Despejada na programação online do Instituto Usiminas
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> A pintura do caos, de Kate Manhães
>>> Nem morta!
>>> O pai tá on: um ano de paternidade
>>> Prêmio Nobel de Literatura para um brasileiro - I
>>> Contentamento descontente: Niketche e poligamia
>>> Cinemateca, Cinemateca Brasileira nossa
>>> A desgraça de ser escritor
>>> Um nu “escandaloso” de Eduardo Sívori
>>> Um grande romance para leitores de... poesia
>>> Filmes de guerra, de outro jeito
Colunistas
Últimos Posts
>>> A última performance gravada de Jimmi Hendrix
>>> Sebo de Livros do Seu Odilon
>>> Sucharita Kodali no Fórum 2020
>>> Leitura e livros em pauta
>>> Soul Bossa Nova
>>> Andreessen Horowitz e o futuro dos Marketplaces
>>> Clair de lune, de Debussy, por Lang Lang
>>> Reid Hoffman sobre Marketplaces
>>> Frederico Trajano sobre a retomada
>>> Stock Pickers ao vivo na Expert 2020
Últimos Posts
>>> Três tempos
>>> Matéria subtil
>>> Poder & Tensão
>>> Deu branco
>>> Entre o corpo e a alma
>>> Amuleto
>>> Caracóis me mordam
>>> Nome borrado
>>> De Corpo e alma
>>> Lamentável lamento
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Adeus, Orkut
>>> Sabe como é, pode rolar...
>>> Zeitgeist
>>> 9° Festival Internacional do Documentário Musical
>>> Até Faustão apoia os protestos
>>> Zastrozzi
>>> Direita, Esquerda ― Volver!
>>> Como os jornais vão se salvar
>>> É Julio mesmo, sem acento
>>> Concisão e sensibilidade
Mais Recentes
>>> Freud e a Educação - O Mestre do Impossível de Maria Cristina Kupfer pela Scipione (1997)
>>> Freud Antipedagogo de Catherine Millot pela Jorge Zahar (1987)
>>> Formação de professores indígenas: repensando trajetórias de Luis Donizete Benzi Grupioni (Org.) pela Unesco/Secad (2006)
>>> O Freudismo de Mikhail Bakhtin pela Perspectiva (2001)
>>> De Piaget a Freud - A (Psico)Pedagogia Entre o Conhecimento e o Saber de Leandro de Lajonquière pela Vozes (1998)
>>> Uma Breve História do Mundo de Geofrey Blainey pela Fundamento (2007)
>>> Piaget - O Diálogo com a Criança e o Desenvolvimento do Raciocínio de Maria da Glória Seber pela Scipione (1997)
>>> Cem Anos Com Piaget – Substratum Artes Médicas – Volume 1, Nº 1 de Ana Teberosky e Liliana Tolchinsky pela Artes Médicas (1997)
>>> Você e eu- martin buber, presença palavra de Roberto Bartholo Jr. pela Garamond (2001)
>>> Piaget - Experiências Básicas Para Utilização Pelo Professor de Iris Barbosa Goulart pela Vozes (1998)
>>> Revisitando Piaget de Fernando Becker e Sérgio Roberto K. Franco (Org.) pela Mediação (1998)
>>> Eu e Tu de Martin Buber pela Centauro (2001)
>>> Jean Piaget Sobre a Pedagogia - Textos Inéditos de Silvia Parrat e Anastasia Tryphon (Org.) pela Casa do Psicólogo (1998)
>>> Cinco Estudos de Educação Moral de Jean Piaget, Maria Suzana de Stefano Menin, Ulisses Ferreira de Araújo, Yves de La Taille, Lino de Macedo (Org) pela Casa do Psicólogo (1996)
>>> Percursos Piagetianos de Luci Banks-Leite (Org.) pela Cortez (1997)
>>> Piaget e a Intervenção Psicopedagógica de Maria Luiza Andreozzi da Costa pela Olho D'Água (1997)
>>> Fazer e Compreender de Jean Piaget pela Melhoramentos (1978)
>>> Dicionário do Renascimento Italiano de John R. Hale pela Jorge Zahar (1988)
>>> A Tomada de Consciência de Jean Piaget pela Melhoramentos (1978)
>>> Psicologia e Pedagogia de Jean Piaget pela Forense Universitária (1998)
>>> Dicionário Temático do Ocidente Medieval de Jacques Le Goff & Jean-Claude Schmitt pela Edusc (2002)
>>> Como Orientar a Criança Excepcional - vol. 8 - Curso de Orientação Educacional de Jay Aruda Piza pela Pontes (2020)
>>> O Estruturalismo de Jean Piaget pela Difel (1979)
>>> Higiene Mental das Crianças e Adolescentes- vol. 7 - Curso de Orientação e Educacional de Dep. de Instrução Pública de Genebra pela Ponte (1972)
>>> O Pós-dramático de J. Guinsburg e Silvia Fernandes pela Perspectiva (2009)
>>> Poesia soviética de Lauro Machado Coelho pela Algol (2007)
>>> Pétala Soletrada pelo Vento de Mariayne Nana pela Urutau (2018)
>>> Tomidez e Adolescência vol. 6 - Curso de Orientação Educacional de Jean Lacroix pela Pontes (1972)
>>> Ensaios Reunidos (1946-1971), V. 2 de Otto Maria Carpeaux pela Topbooks (2005)
>>> Como compreender seu Potencial de Myles Munroe pela Koinonia Comunidade (1995)
>>> Louvai a Deus Com Danças de Isabel Coimbra pela Profetizando Vida (2000)
>>> A missão de Interceder de Durvalina B. Bezerra pela Descoberta (2001)
>>> O Contrabandista de Deus de Irmão André. John e Elizabeth Sherrill pela Betânia (2003)
>>> Ensaios Reunidos 1942 - 1978 Vol. 1 de Otto Maria Carpeaux pela Topbooks (1999)
>>> O Dízimo e o Sábado não são Cristãos de Fernando César Roelis Padilha pela Xxxxxxxxxxxx (1995)
>>> Socorro, Temos Filhos! de Dr. Bruce Narramore pela Mundo Cristão (1992)
>>> Fale a verdade consigo mesmo de Willian Backus Marie Chapian pela Betânia (1989)
>>> Como controlar as Tensões no Camento de Bill e Vonette Bright pela Candeia (1990)
>>> Satanás está vivo e Ativo no planeta terra de Hal Lindsey pela Mundo Cristão (1981)
>>> Venha O Teu Reino de David W. Dyer pela Ministério Grão de trigo (1985)
>>> Eu, um Servo? Você está Brincando! de Charles Swindoll pela Betânia (1983)
>>> Que Há Por Trás Da Nova Ordem Mundial? de E. G. White pela Vida Plena (1995)
>>> Cerco de Jericó a caminho da vitoria de Pe. Alberto Gambarini pela Ágape (2005)
>>> Comunicação a Chave para o Seu Camento de H. Norman Wright pela Mundo Cristão (1983)
>>> Princípios de Interpretação da Bíblia de Walter A. Henrichsen pela Mundo Cristão (1983)
>>> Apocalipse versículo por versículo de Severino Pedro da Silva pela Cpad (1985)
>>> Boas Esposas de Louisa May Alcott pela Principis (2020)
>>> O que o Ato Conjugal significa para o Homem de Tim e Beverly LaHaye pela Betânia (2020)
>>> Crime e Castigo de Fiódor Dostoiévski pela Principis (2020)
>>> Satanismo de Daniel e Isabela Mastral pela Xxxxxxxxxxxx (2001)
COMENTÁRIOS

Quarta-feira, 19/10/2005
Comentários
Leitores


Nieztsche et al
Adorei o texto sobre Nieztsche, na verdade é o segundo texto seu sobre ele que eu gostei. Para mim, o maior problema de Nieztsche é justamente simplificar a condição humana ao persistir numa dualidade radical. Mas é compreensível, para todo homem inteligente o mundo tem que ser compreensível e dissecável. De qualquer maneira, Nieztsche era fã dos Upanishads indianos, e incorpora algumas idéias destes livros filosóficos em sua filosofia. Eu acho que a maior insconsistência de Nieztsche reside no fato de que... e se você é educado mas insatisfeito? Ninguém se satisfaz em meramente ser superior, no sentido de Nieztsche. Quanto aos livros de auto-ajuda, sinto pena não dos leitores e autores, mas sim do sistema escolar decadente brasileiro que não consegue animar o jovem a ler qualquer coisa. A maioria das pessoas não tem o exemplo da leitura em casa, então é na escola que poderia aprender. É sintomático que na sociedade brasileira, hiper-instável, as pessoas fiquem tristes e desesperadas e vão ler auto-ajuda. Imagine se você, desempregado, nunca leu um livro, família para cuidar, marido ou esposa infiel, quando tem trabalho é algo chato e repetitivo, imagine se você iria procurar um Nieztsche? Acho que as pessoas querem respostas rápidas e práticas. E eu acho que estas respostas existem sim. Num primeiro plano, as pessoas tem que ser informadas que a vida não é deprimente assim, que temos direito de ter um trabalho legal, uma família honesta, etc., etc. E que devemos construir isso... Depois disso, lê-se Schopenhauer, Nieztsche etcetra. Ainda assim prefiro Budha, os Upanishads, e os trechos mais inspirados da Bíblia, que sem muitas delongas deixam claro: em vida, ou você aceita viver altos e baixos, ou você a transcende, e passa a não se importar com seu status, com o que é ser "melhor" etcetra, simplesmente faz o que te deixa feliz. E no seu caso, ser feliz é ler muito. No caso de outra pessoa, pode ser tentar encontrar uma solução para os problemas insolúveis em que estão metidas... PS: Detesto livros de auto-ajuda, mas nao os condeno. Condeno a mim mesmo, que não tem a disciplina para escapar do meu próprio pensamento.

[Sobre "A Auto-desajuda de Nietzsche"]

por Ram
19/10/2005 às
12h42 69.181.208.255
(+) Ram no Digestivo...
 
Novela é tevê
Gostei do seu texto. Já assisti várias novelas brasileiras, algumas excepcionais como O Bem Amado, Roque Santeiro. Não acho que o papel da novela seja levar o cidadão ao livro. Na verdade não acho lógico que uma emissora de tevê seja o caminho para a educação das pessoas... Já faz tempo que os valores, que são pregados na teve, são justamente o contrário daqueles de pessoas curiosas e inteligentes. Mas tem uma razão: o objetivo da teve é ter público e vender produto. Como o Brasil é cada vez menos formalmente educado, fica difícil atingir um mercado maior sem começar a reduzir a "qualidade" dos programas... Mesmo assim, quando Jorge Amado foi levado para tevê, eu não vi nenhum programa ou entrevista em que o cidadão dissesse: li Tieta e é tão bom quanto a novela... Quem tem o papel de educar o cidadão é a escola e a família. Agora imagine só, no Brasil de hoje, Lula se orgulha ao dizer que nunca leu um só livro de ponta a ponta... Mas que já bebeu muito goró. Num país assim, conhecimento e inteligência acabam em último lugar. Televisão é só reflexo de uma sociedade e jamais o motor por trás dela... Vide os EUA onde qualquer pessoa semi-sã evita assistir tevê antes das 8 da noite, pois os programas são podres. E ah, tem audiência. E, crime dos crimes, neste país as pessoas leêm muito, muito mesmo.

[Sobre "Bang bang: tiroteio de clichês"]

por Ram
19/10/2005 às
12h27 69.181.208.255
(+) Ram no Digestivo...
 
veio em boa hora
na época em que tudo que passa na televisão é baixaria e pornografia, os canais da tv aberta não ligam para os telespctadores e o que interessa mesmo é o ibope, o seriado voltou para salvar o que ha' de bom na televisão...

[Sobre "Anos Incríveis"]

por leonardo oliveira
18/10/2005 às
20h42 201.12.182.229
(+) leonardo oliveira no Digestivo...
 
Obrigado por me redimir
Finalmente leio um comentário de que Paulo Coelho não sabe escrever!!! E eu que me achei tão burra por tanto tempo por não enxergar as belezas literárias do livros dele e não entender como ele publica tantos e em tantas línguas!!! Obrigado Marcelo por me redimir. Abraço.

[Sobre "Como escrever bem – parte 3"]

por Iza Sconza
18/10/2005 às
12h59 200.211.216.68
(+) Iza Sconza no Digestivo...
 
Fã de Hoje é Dia de Maria
Marcelo, também assisti à primeira exibição de Hoje é Dia de Maria. E como você, simplesmente, me encantei. A riqueza dentro da simplicidade; a realidade com sutileza; o sonho na intensidade dos anseios. O elenco mais que especial. ATORES! Encantadores de imaginação. À segunda jornada não consegui assistir. O único pecado da Globo foi exibir uma maravilha dessas tão tarde. Acho até que eles poderiam substituir o programinha da Xuxa por seriados como Hoje é Dia de Maria. Há tantos contos a serem acrescentados às nossas vidas... muito do que aqueles desenhos e quadros insignificantes. Se precisarem de um abaixo assinado de fã desse espetáculo, contem comigo. Adriana Nogueira, fã do D. Cult.

[Sobre "Hoje é dia de Maria"]

por Adriana Nogueira
18/10/2005 às
08h56 200.158.104.33
(+) Adriana Nogueira no Digestivo...
 
Acertado!
Acertado esse artículo. Ja' tinha visto o 10 sobre 10, e fiquei seduzido pela estética.

[Sobre "Abbas Kiarostami: o cineasta do nada e do tudo"]

por etzel baez
17/10/2005 às
17h06 200.88.157.102
(+) etzel baez no Digestivo...
 
Obra sem precedentes na tv
Também fiquei fascinado com Hoje é Dia de Maria. Nunca vi nada algo assim na televisão brasileira, tão ambicioso, luxuriante, caprichado, atrevido. Visualmente é irretocável. A música de Tim Rescala é sofisticada, repleta de instrumentos como trompa, oboé e violinos, cheia de climas e crescendos adequados. A trama mistura conto de fadas, Dom Quixote, Homero, Chaplin, Fellini, Bíblia e literatura de cordel. Há várias cenas fantásticas, muito bem dramatizadas. Como no primeiro capítulo, quando Osmar Prado "ressuscita" a boneca vivida por Inês Peixoto. Ou Maria conversando com seu pai através da chama de um fósforo. Ou quando Dom Chicote é julgado em praça pública, numa cena que mistura circo e paranóia comunista: ele reclama da falta de poesia no mundo, a câmara abre e aparece a equipe de filmagem, como se a lição do personagem se estendesse para quem fez a série e também para o telespectador. O tempo todo a série fica no limiar entre onírico e real, urbano e rural, humano e cruel. A direção de Luiz Fernando Carvalho utiliza todos os meios possíveis. Nenhum, nenhum ângulo é óbvio. A edição abusa de efeitos de fast e slow, da possibilidade da repetição como recurso. E o mais incrível é que, ao contrário de quase cem por cento do que passa na telinha hoje, a série não é sentimental, moralista ou edificante. Em uma conversa com amigos surgiu a idéia de que Hoje é Dia de Maria poderia ter sido feita para o cinema. Discordo. Uma rara chance de ver inteligência na televisão não pode ser desperdiçada. Parabéns pelo texto, Marcelo.

[Sobre "Hoje é dia de Maria"]

por Jonas Lopes
17/10/2005 às
16h28 200.138.237.209
(+) Jonas Lopes no Digestivo...
 
A gente só comete erros
Viver neste mundo de hoje se torna uma coisa absurda, mesmo quando a gente tenta acertar só comete erros. Como seria bom que as coisa acontecessem sempre da maneira que a gente planejasse...

[Sobre "Rindo de nossa própria miséria"]

por Maria das Graças
17/10/2005 às
14h24 200.164.89.138
(+) Maria das Graças no Digestivo...
 
Blogs
Amei seu artigo!!! Aprendi muito sobre Blogs. Você escreve muito bem! Mil Beijos.

[Sobre "Blogues: uma (não tão) breve história (I)"]

por Lakshmi Rajagopal
17/10/2005 às
09h00 200.179.247.219
(+) Lakshmi Rajagopal no Digestivo...
 
super homem? super só...
nao eh pra qualquer um ser aceito como o super homem de nietzsche nesta sociedade brasileira católica e com tao pouca cultura, seria se afundar mais ainda dentro de si mesmo a ponto de nao querer existir. parabéns pelo texto

[Sobre "A Auto-desajuda de Nietzsche"]

por Alan Aguinaga
16/10/2005 às
17h18 200.165.116.151
(+) Alan Aguinaga no Digestivo...
 
Julio Daio Borges
Editor
mais comentários

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




A LEI E A REVOLTA - 1934 - 1936
HÉLIO SILVA E Mª CECÍLIA RIBAS CARNEIRO
TRÊS
(1975)
R$ 11,00



O IRMÃO QUE VEIO DE LONGE
MOACYR SCILAR
COMPANHIA DAS LETRINHAS
(2009)
R$ 11,00



MINIATURES INDIENNES
ERWIN GRADMANN
PAYOT LAUSANNE
R$ 14,84



FUN CHAN CHUN!
MARIA ELISE G. B. MACHADO
ICONE
(1998)
R$ 6,90



ELEMENTOS DE LITERATURA COMPARADA
FRANCIS CLAUDON; KAREN HADDAD-WOTLING
INQUÉRITO
(1992)
R$ 20,00



FRAGMENTOS
BELKISS DINIZ
BH
(2009)
R$ 8,00



LA PAROLE DE DIEU: APPROCHES DU MYSTÈRE DES SAINTS ÉCRITURES
GEORGES AUZOU
EDITIONS DE LORANTE
(1960)
R$ 32,82



RECEPCIONISMO, ENGLISH AT THE RECEPTION DESK
YOLANDA GONÇALVES E GRAÇA LEÃO
FIM DE SÉCULO
(1992)
R$ 24,93



CARTILHA DE AMAMENTAÇÃO DOANDO AMOR
JAYME MURAHOVSCHI
ALMED
(1997)
R$ 5,00



O MAIS IMPORTANTE É O AMOR
VÁRIOS AUTORES
LIGA BÍBLICA MUNDIAL
(1973)
R$ 5,00





busca | avançada
92061 visitas/dia
2,2 milhões/mês