O basicão e nada mais | Fabiula

busca | avançada
60303 visitas/dia
1,8 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Neos firma parceria com Unicamp e oferece bolsas de estudo na área de inteligência artificial
>>> EcoPonte apresenta exposição Conexões a partir de 16 de julho em Niterói
>>> Centro em Concerto - Palestras
>>> Crônicas do Não Tempo – lançamento de livro sobre jovem que vê o passado ao tocar nos objetos
>>> 10º FRAPA divulga primeiras atrações
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> As fezes da esperança
>>> Quem vem lá?
>>> 80 anos do Paul McCartney
>>> Gramática da reprodução sexual: uma crônica
>>> Sexo, cinema-verdade e Pasolini
>>> O canteiro de poesia de Adriano Menezes
>>> As maravilhas do modo avião
>>> A suíte melancólica de Joan Brossa
>>> Lá onde brotam grandes autores da literatura
>>> Ser e fenecer: poesia de Maurício Arruda Mendonça
Colunistas
Últimos Posts
>>> Oye Como Va com Carlos e Cindy Blackman Santana
>>> Villa candidato a deputado federal (2022)
>>> A história do Meli, por Stelleo Tolda (2022)
>>> Fabio Massari sobre Um Álbum Italiano
>>> The Number of the Beast by Sophie Burrell
>>> Terra... Luna... E o Bitcoin?
>>> 500 Maiores Álbuns Brasileiros
>>> Albert King e Stevie Ray Vaughan (1983)
>>> Rush (1984)
>>> Luiz Maurício da Silva, autor de Mercado de Opções
Últimos Posts
>>> PANFLETO AMAZÔNICO
>>> Coruja de papel
>>> Sou feliz, sou Samuel
>>> Andarilhos
>>> Melhores filme da semana em Cartaz no Cinema
>>> Casa ou Hotel: Entenda qual a melhor opção
>>> A lantejoula
>>> Armas da Primeira Guerra Mundial.
>>> Você está em um loop e não pode escapar
>>> O Apocalipse segundo Seu Tião
Blogueiros
Mais Recentes
>>> The more you ignore me, the closer I get
>>> Padre chicoteia coquetes e dândies
>>> A poesia afiada de Thais Guimarães
>>> A terra das oportunidades
>>> Epitáfio do que não partiu
>>> Sudório dormiu na despensa
>>> A Mulher-mais-ou-menos
>>> Por que Harry Potter é boa literatura
>>> Cabeça de Francis
>>> Eat the Rich
Mais Recentes
>>> O Último dos Moicanos de J. F. Cooper pela Abril Cultural (1972)
>>> Os Lusiadas de Luís de Camões pela Martin Claret (2004)
>>> Capítulos de geografia tropical e do Brasil de Leo Waibel pela Desconhecido (1958)
>>> Panorama do Pensamento Emergente de Cristiana Tejo (cord.) pela Zouk (2011)
>>> O Mosaico Partido a Economia Além das Equações de Ladislau Dowbor pela Vozes (2000)
>>> Mulheres de Aço e de Flores de Fábio de Melo pela Planeta (2015)
>>> Arthur Ramos Luz e Sombra na Antropologia Brasileira de Maria José Campos pela Biblioteca Nacional
>>> Eu, Tu, Ele, Nós e a Dança: a Dança Sob um Outro Olhar de Deborah Lei pela Scortecci (2007)
>>> Feliz Ano Velho de Marcelo Rubens Paiva pela Brasiliense (1987)
>>> Os Lusíadas - Série Reencontro de Rubem Braga - Adap. pela Scipione (1997)
>>> Querido John de Nicholas Sparks; Patricia de Cia pela Novo Conceito (2010)
>>> Fórmulas Mágicas de Dr. Alex Botsaris pela Nova Era (2006)
>>> Sonhos Delirantes de uma Girafa no Sofá de Tarsila Xavier pela Polobooks (2018)
>>> Architectural Digest: Chateaux and Villas de Vários Autores pela Knapp (1982)
>>> You can get over Divorce de Pat Hudson, Ph. D. pela Prima (1998)
>>> Kalunga de Custódia Wolney pela Ícone (2011)
>>> Poemas In-Significantes de Rubens Bonatelli Moni pela Do Autor (2009)
>>> Greta de Monica de Castro pela Vida & Consciência (2005)
>>> Ultimo Tango Em Paris de Robert Alley pela Civilização Brasileira (1973)
>>> Notas para uma Definição de Cultura de T. S Elliot pela Perspectiva (2013)
>>> Fale Comigo! de Kris Rosenberg pela Ágora (1996)
>>> A Casa da Rússia de John Le Carré pela Record (1989)
>>> The Egyptian cat stage 2 de L L Keane pela Longman
>>> Minha Bela Putana de Wander Piroli pela Papagaio (2004)
>>> O Horror de Dunwich de H. P. Lovecraft; Felipe Castilho; Fred Rubim pela De Cultura (2019)
COMENTÁRIOS

Segunda-feira, 9/8/2010
Comentários
Leitores


O basicão e nada mais
Parabéns pelo texto! Difícil é saber que há escolas privadas de porte nacional que já nos anos 80 faziam o discurso do "basicão e nada mais". Continue sempre nessa luta, Ana. Ela é muito importante.

[Sobre "Por que a Geração Y vai mal no ENEM?"]

por Fabiula
http://www.twitter.com/biulismo
9/8/2010 às
07h51 201.53.204.103
(+) Fabiula no Digestivo...
 
O importante é a arte
A pergunta "o que ficará?" a meu ver separa o artista do resto. Artista é o que vive arte, faz sua arte e ganha o suficiente para poder viver de mostrar sua maneira singular de ver o mundo com sua arte. A partir do momento que começa a se preocupar se será eterno ou não começa a perder o valor. Não acredito que um Michelangelo, um Dali ou outro deste nivel quando fizeram suas grandes obras estavam preocupados se iriam ser vistos e falados ate o século XX ou XXI. Quando começa a preocupação da durabilidade, no fundo é uma certeza de que a qualidade não faz da obra um trabalho "para sempre".

[Sobre "O dia em que Paulo Coelho chorou"]

por José Ramalho
8/8/2010 às
16h53 201.81.8.216
(+) José Ramalho no Digestivo...
 
Medí­ocres e medíocres
Há medí­ocres e medíocres, inclusive os "ironistas".

[Sobre "O dia em que Paulo Coelho chorou"]

por Ravel
7/8/2010 às
22h10 200.193.202.218
(+) Ravel no Digestivo...
 
A falta de liberdade continua
Durante o regime militar o direito dos que desejavam votar não era respeitado. Os militares argumentavam que o povo não estava preparado para exercer o voto. Hoje, no regime "democrático", o direito dos que não desejam votar não é respeitado. Os políticos argumentam que o povo não está preparado para abster-se do voto. O que mudou? Apenas o público alvo. O desrespeito é o mesmo. A falta de liberdade continua.

[Sobre "A favor do voto obrigatório"]

por Marcelo Andriolo
7/8/2010 às
17h01 200.141.104.189
(+) Marcelo Andriolo no Digestivo...
 
Dom Casmurro não é chato
Ao comentar "Dom Casmurro" mais de cem anos depois da sua publicação, e provocar outros comentários dos leitores, Domingos testemunha a força da obra. Um livro absolutamente chato como ele quer fazer ver não resistiria tanto tempo. Acabaria como as obras de Paulo Setúbal, conforme lembra o próprio Pellegrini no texto "O dia em que Paulo Coelho chorou", que ninguém lê mais. Acredito que se lesse "Dom Casmurro" hoje, em condições adequadas (a trilha de Machu Pichu não é exatamente o lugar ideal para desfrutar do livro), teria impressão melhor do romance. Na verdade, ele não simpatizou com o personagem, psicologicamente muito distante dele, transladando a sua antipatia para o livro e seu escritor. Aconteceu comigo ao ler "Adrienne Mesurat", que achei abominável, obra premiada do acadêmico francês Julien Greeen. Considerei o comportamento da personagem principal totalmente absurdo e o livro o pior que eu li. Será que a Academia Francesa de Letras estaria totalmente equivocada?

[Sobre "Machado e Érico: um chato e um amigo"]

por José Frid
http://blogdofrid.blogspot.com
7/8/2010 às
13h13 189.47.212.193
(+) José Frid no Digestivo...
 
Distante dos e-readers
Decerto que as as editoras, assim como livrarias e livreiros, não gostam muito da ideia, porém há um outro lado que deve ser temido, o distanciamento ainda maior de pessoas da leitura. Assim como os livros possuem preços, às vezes elevados para muitos, imagine essa nova tecnologia... Ok, crianças podem ler na escola através desse suporte tecnológico, mas será que só a leitura de escola basta? E nas férias? Diante da nossa realidade, estamos bem distantes do avanço tecnológico).

[Sobre "Alfa, o leitor eletrônico da Positivo"]

por Lilian Gonçalves
http://liliangoncalves.blogspot.com
6/8/2010 às
17h50 187.43.42.87
(+) Lilian Gonçalves no Digestivo...
 
Falta ética na obra de Coelho
Nos livros de Paulo Coelho falta ética, pois fazem apologia a bebedeiras, sexo desenfreado, tortura a animais - touradas, matadouros. Hábitos carnívoros, o que não combina com alta espiritualidade, compaixão, amor ao próximo nem ecologia, nem a saúde, pois milhões morrem com colesterol e ácidos das carnes no mundo todo... A vaidade, a ânsia de ser famoso, atraiu trevosos que influenciaram seu trabalho e ajudaram na expansão da sua obra. Não adianta, somos médiuns. O bem atrai forças do bem, o mal atrai as forças de baixo, ou magnéticas inferiores...

[Sobre "O dia em que Paulo Coelho chorou"]

por Ivone Vebber
http://blog.clickgratis.com.br/bigrendaextra
6/8/2010 às
10h46 187.23.188.113
(+) Ivone Vebber no Digestivo...
 
Escrever para a posteridade?
Excelente crônica. Ou ensaio, como queiram. Também sou artista plástica como a Maria Anna acima. E escritora também, sem me preocupar com vendas e ganhos. Cheguei à conclusão óbvia de que a morte é definitiva, mesmo para Paulo Setúbal (já li livros dele) ou para o Coelho (também já li). De que me vale deixar isto ou aquilo, estes ou aqueles se vou morrer? De que valeu para Machado, Drummond, João Cabral, Picasso etc.? Vale, isto sim, para nos lembrar de que já morreram. Para eles mesmos não faz a menor difereça se gostamos ou não do trabalho deles.

[Sobre "O dia em que Paulo Coelho chorou"]

por Jane Chiesse
6/8/2010 às
09h53 189.24.48.82
(+) Jane Chiesse no Digestivo...
 
Paulo Coelho é um místico
Há uma diferença significativa entre o Augusto Cury e o Paulo Coelho. O Cury é um imitador, que finge conhecer de todo tema comercial (educação, psicologia, psiquiatria, religião). Mas no fundo ele é o pior exemplo de autor que a literatura merece. Porque tudo o que ele deseja é arrancar alguns míseros trocados do bolso do leitor, nem que para isso tenha que penhorar a própria alma. Já o Paulo Coelho tem uma cara só. É um místico, que percorreu diversos caminhos e em todos eles foi garimpando outras novas do misticismo. Portanto, o leitor que aprecia essa espécie de literatura irá se esbaldar. O Paulo não está empenhando a sua alma. Há pouco tempo até lhe propus uma novidade que poderia fazê-lo retornar ao topo da literatura. Mas a sua secretária gentilmente me despistou. É porque ela nem sabia do que eu estava falando. Era assunto de mestres. Pena que não tenha chegado aos ouvidos do Paulo.

[Sobre "O dia em que Paulo Coelho chorou"]

por ROBERTO ESCRITOR
6/8/2010 às
06h52 187.114.226.87
(+) ROBERTO ESCRITOR no Digestivo...
 
Texto maravilhoso
Texto maravilhoso!!! "Que poeta?" Ai como eu queria ouvir merda...

[Sobre "O dia em que Paulo Coelho chorou"]

por Enzo Potel
6/8/2010 às
02h39 200.193.41.129
(+) Enzo Potel no Digestivo...
 
Julio Daio Borges
Editor
mais comentários

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Resumo de Direito Internacional e Comunitário
Jair Teixeira dos Reis
Impetus
(2008)



Livro Varal - Composicao e Decomposicao no Varal
Obra Coletiva
Moderna
(2011)



A janela Entreaberta
Carlos Luz
Nova Era
(1997)



O Cortiço
Aluísio Azevedo
Martin Claret
(2001)



Pioneirismo nos Céus
Roney Cytrynowicz
Narrativa Um
(2006)



O Clube dos Bacanas (coleção Jovens do Mundo Todo)
Odette de Barros Mott
Brasiliense
(1981)



Os Trabalhadores do Mar
Victor Hugo
Itatiaia
(2009)



Novas Perspectivas Linguísticas
Chomsky Jakobson Lenneberg Halle Bach Postal
Vozes
(1970)



Comunicação Tem Remédio
Maria Júlia Paes da Silva
Gente
(1996)



Topique revue freudienne
L'analyste en séance
Dunod
(1996)





busca | avançada
60303 visitas/dia
1,8 milhão/mês