No começo, é fácil | Ed

busca | avançada
34746 visitas/dia
1,3 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Rinoceronte, poemas em prosa de Ronald Polito
>>> A forca de cascavel — Angústia (FUVEST 2020)
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
Colunistas
Últimos Posts
>>> Revisores de Texto em pauta
>>> Diogo Salles no podcast Guide
>>> Uma História do Mercado Livre
>>> Washington Olivetto no Day1
>>> Robinson Shiba do China in Box
>>> Karnal, Cortella e Pondé
>>> Canal Livre com FHC
>>> A história de cada livro
>>> Guia Crowdfunding de Livros
>>> Crise da Democracia
Últimos Posts
>>> Uma crônica de Cinema
>>> Visitação ao desenho de Jair Glass
>>> Desiguais
>>> Quanto às perdas I
>>> A caminho, caminhemos nós
>>> MEMÓRIA
>>> Inesquecíveis cinco dias de Julho
>>> Primavera
>>> Quando a Juventude Te Ferra Economicamente
>>> Bens de consumo
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Ser intelectual dói
>>> O Tigrão vai te ensinar
>>> O hiperconto e a literatura digital
>>> Aberta a temporada de caça
>>> Se for viajar de navio...
>>> Incompatibilidade...
>>> Alguns Jesus em 10 anos
>>> Blogues: uma (não tão) breve história (II)
>>> Picasso e As Senhoritas de Avignon (Parte I)
>>> Asia de volta ao mapa
Mais Recentes
>>> O Livro da moda de Alexandra Black pela Publifolha (2015)
>>> Rejuvelhecer a saude como prioridade de Sergio Abramoff pela Intrinseca (2017)
>>> O livro das evidencias de John Banville Tradução Fabio Bonillo pela Biblioteca Azul - globo (2018)
>>> O futebol explica o Brasil de Marcos Guterman pela Contexto (2014)
>>> O Macaco e a Essencia de Aldous Huxley pela Globo (2017)
>>> BATISTAS, Sua Trajetória em Santo Antônio de Jesus: o fim do monopólio da fé na Terra do Padre Mateus de Jorgevan Alves da Silva pela Fonte Editorial (2018)
>>> Playboy Bárbara Borges de Diversos pela Abril (2009)
>>> Sarah de Theresa Michaels pela Nova Cultural (1999)
>>> A Bela e o Barão de Deborah Hale pela Nova Cultural (2003)
>>> O estilo na História. Gibbon & Ranke & Macaulay & Burckhardt de Peter Gay pela Companhia das Letras (1990)
>>> Playboy Simony de Diversos pela Abril (1994)
>>> Invasão no Mundo da Superfície de Mark Cheverton pela Galera Junior (2015)
>>> José Lins Do Rego- Literatura Comentada de Benjamin Abdala Jr. pela Abril Educação (1982)
>>> A modernidade vienense e as crises de identidade de Jacques Le Rider pela Civilização Brasileira (1993)
>>> Machado De Assis - Literatura Comentada de Marisa Lajolo pela Abril Educação (1980)
>>> A Viena de Wittgenstein de Allan Janik & Stephen Toulmin pela Campus (1991)
>>> O Velho e o Mar de Ernest Hemingway pela Círculo do livro (1980)
>>> Veneno de Alan Scholefield pela Abril cultural (1984)
>>> O Livreiro de Cabul de Asne Seierstad pela Record (2007)
>>> Os Dragões do Éden de Carl Sagan pela Francisco Alves (1980)
>>> O Espião que sabia demais de John Le Carré pela Abril cultural (1984)
>>> Administração de Materiais de Jorge Sequeira de Araújo pela Atlas (1981)
>>> Introdução à Programação Linear de R. Stansbury Stockton pela Atlas (1975)
>>> Como lidar com Clientes Difíceis de Dave Anderson pela Sextante (2010)
>>> As 3 Leis do Desempenho de Steve Zaffron e Dave Logan pela Primavera (2009)
>>> Curso de Educação Mediúnica 1º Ano de Vários Autores pela Feesp (1996)
>>> Recursos para uma Vida Natural de Eliza M. S. Biazzi pela Casa Publicadora Brasileira (2001)
>>> Jesus enxuga minhas Lágrimas de Elza de Almeida pela Fotograma (1999)
>>> As Aventuras de Robinson Crusoé de Daniel Defoe pela LPM Pocket (1997)
>>> Bulunga o Rei Azul de Pedro Bloch pela Moderna (1991)
>>> Menino de Engenho de José Lins do Rego pela José Olympio (1982)
>>> Terra dos Homens de Antoine de Saint-Exupéry pela Nova Fronteira (1988)
>>> O Menino de Areia de Tahar Ben Jelloun pela Nova Fronteira (1985)
>>> Aspectos Endócrinos de Interesse à Estomatologia de Janete Dias Almeida pela Unesp (1999)
>>> Nociones de Historia Linguística y Estetica Literaria de Antonio Vilanova- Nestor Lujan pela Editorial Teide/ Barcelona (1950)
>>> El Estilo: El Problema y Su Solucion de Bennison Gray pela Editorial Castalia/ Madrid (1974)
>>> El Cuento y Sus Claves de Raúl A. Piérola/ Alba Omil (profs. Univ. Tucumán pela Editorial Nova, Buenos Aires (1955)
>>> Las Fuentes de La Creacion Literaria de Carmelo M. Bonet pela Libr. del Collegio/ B. Aires (1943)
>>> As Hortaliças na Medicina Doméstica/ Encadernado de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar (1976)
>>> A Flora Nacional na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Arlington Park de Rachel Cusk pela Companhia das Letras (2007)
>>> Muitas Vidas, Muitos Mestres de Brian L Weiss pela Salamandra (1991)
>>> As Frutas na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Coleção Agatha Christie - Box 8 de Agatha Christie; Sonia Coutinho; Archibaldo Figueira pela HarperCollins (2019)
>>> As Irmãs Aguero de Cristina García pela Record (1998)
>>> Não Faça Tempestade Em Copo Dágua no Amor de Richard Carlson pela Rocco (2001)
>>> Um Estudo Em Vermelho - Edição De Bolso de Arthur Conan Doyle pela Zahar (2013)
>>> Eu, Dommenique de Dommenique Luxor pela Leya (2011)
>>> Os Cavaleiros da Praga Divina de Marcos Rey pela Global (2015)
>>> O Futuro da Filosofia da Práxis de Leandro Konder pela ExpressãoPopular (2018)
COMENTÁRIOS

Quarta-feira, 27/12/2006
Comentários
Leitores


No começo, é fácil
É uma situação engraçada. No começo é fácil nos presentear, a nós leitores: livros, simplesmente livros. Depois esta torna-se uma atividade já não tão simples assim, seja pelas nossas estantes cheias, seja pela nossa seletividade. Eu mesmo sou um chato com livros. Não leio qualquer coisa. Dei pra minha namorada O Apanhador no Campo de Centeio.

[Sobre "Livros de presente reloaded"]

por Ed
http://www.eddcaulfield.wordpress.com
27/12/2006 às
12h17 201.30.142.5
(+) Ed no Digestivo...
 
Encontros e desencontros
Foi muito legal ler seu texto, me encontrei e reencotrei nele várias vezes. Ainda não sou ex-míope, continuo como uma Bela Miope, mas acostumada e conformada com meus 6,5 graus... Um dia, talvez, quem sabe? Parabéns!

[Sobre "Ex-míope ou ficção científica?"]

por Fernanda
27/12/2006 às
09h20 200.198.81.170
(+) Fernanda no Digestivo...
 
Tem que dar o exemplo!
Políticas de leitura!!! Acho que é uma maneira muito sutil de obrigar a pessoa a sentar na cadeira e começar a ler. Em casa, quando criança, não tive nenhuma política para ler que fosse imposta. Lia por curiosidade: quadrinhos, revistas, enciclopédia... Ao livro foi uma sequência natural. Política, mas política mesmo, é obrigar muitos professores a dar o exemplo, e não exercerem a profissão como bico. Conheço poucos, raríssimos professores que cultivam o hábito da leitura. Como querer que estudantes leiam?

[Sobre "Políticas para a leitura"]

por Rodrigo Xavier
http://voosubterraneo.blogspot.com/
27/12/2006 às
04h59 201.24.12.82
(+) Rodrigo Xavier no Digestivo...
 
Seja fiel a si mesmo
Realmente não é fácil mudar de profissão, parece tão mais fácil continuar um caminho do que iniciar outro, ou então, desviar. O mais importante é a determinação. Resolvi mudar totalmente, e apenas a minha mãe me apoiou. O mais importante, ao menos pra mim, é tentar aquilo que eu sempre gostei, aquilo que é intrínseco em mim, e é atrás dessa sensação que guio meus atos. Deixei pra trás um emprego de status, com bom salário, com estabilidade, para fazer o que mais gosto, e vou trilhar este caminho com a certeza de que sou fiel a mim mesma.

[Sobre "A ousadia de mudar de profissão"]

por Deise
26/12/2006 às
13h01 200.212.186.195
(+) Deise no Digestivo...
 
Nada de dramas ou artifícios
Ma-ra-vi-lho-so!! Seu texto emociona e encanta sem dramas ou artifícios. Já vinha lendo o que você publicava com certa regularidade e agora com certeza acompanharei ainda mais de perto. Meus parabéns e bem-vinda às cores, formas e texturas da vida. Feliz ano novo, muita paz e saúde pra você e toda a família.

[Sobre "Ex-míope ou ficção científica?"]

por claudio
26/12/2006 às
11h49 201.22.171.72
(+) claudio no Digestivo...
 
E eu sou uma ex-ex-míope
Que texto legal, Ana! É exatamente tudo isso que você descreveu com maestria. Quanto a: "Não sei quanto isso dura, até meus 40 anos, 50, não sei. Alguma qualidade de vida eu hei de ter nestes anos, enquanto o efeito durar" É isso mesmo: o efeito "maravilhoso" durou uns quinze anos. Depois disso, tive e tenho o desgosto e inconformismo de ficar novamente dependente de óculos!

[Sobre "Ex-míope ou ficção científica?"]

por Basse Silber
26/12/2006 à
00h10 200.179.239.48
(+) Basse Silber no Digestivo...
 
Não pude resistir
Estou lendo os melhores textos de 2006 e não pude resistir a este. Por quê? Por ser o que você definiu de ex-míope. Lindo o texto. É isso mesmo. Inenarrável. Mas você o fez. E no final descobri que li (sem óculos, como boa ex-míope) a maioria de suas crônicas de 2006. Fantásticas. Parabéns pelo talento.

[Sobre "Ex-míope ou ficção científica?"]

por Glaucia Amaral
26/12/2006 à
00h03 200.175.253.181
(+) Glaucia Amaral no Digestivo...
 
Orkut é uma brasa, mora!!!
Tenho 55 anos e, influenciado por minha filha de 16, abri um orkut. Comecei devagar, sem entender muito do que era, mas logo iniciou-se o orkutvicio, como se diz. Faz dois anos que navego nele. E o faço com a maior desenvoltura. Vez por outra, recebo comunicados de filhos de ex-colegas de universidade ou mesmo de quando fiz meu curso ginasial ou científico. Filhos sim, porque os pais, gente de minha idade, parece que têm muito receio de navegar em mares tão tecnológicos. Tenho um amigo que fala que não quer perder tempo, que este Orkut é coisa de big brother, que vai ser vigiado etc. Acho que tudo é preconceito. É uma forma de comunicação como qualquer outra, até mais eficaz. Orkutcídio? Nem pensar. Acrescento apenas quem conheço ou aqueles que passam pela minha avaliação. Fora isso, viva o Orkut!!!!

[Sobre "Tabus do Orkut"]

por Marco Tassinari
25/12/2006 às
23h10 189.6.35.64
(+) Marco Tassinari no Digestivo...
 
A recusa de Luandino
Sempre que um escritor recusa um prêmio literário, está considerando a literatura como coisa menor - do que a ideologia política, do que a visão filosófica, do que o trauma étnico etc. Luandino poderia recebê-lo e doá-lo a uma instituição de seu país tão sofrido, fundar uma ong etc. Recusá-lo simplesmente assim passa a idéia de que está acima dos países e das instituições, bem como de que considera o passado algo bem mais forte e significativo do que o futuro. Enquanto ele recusa o prêmio Camôes, milhares de escritores de língua portuguesa não conseguem sequer editar um livro e permanecem anônimos com obras extraordinárias, mas fora do circuito comercial. Não questiono os motivos íntimos e inconscientes que o levaram a essa atitude, mas é preciso contemplar o óbvio de que a colonização já terminou e essa é a língua que temos, ainda que em meio a tsunamis culturais.

[Sobre "Luandino Vieira, o melhor de 2006"]

por lucila nogueira
25/12/2006 às
22h37 200.141.133.246
(+) lucila nogueira no Digestivo...
 
Jô Soares: um tiro no escuro
Não esqueço uma entrevista do Jô, de muitos anos atrás, na qual ele se revelou incorrigível nessa compulsão de ouvir o galo cantar sem saber aonde e sair declarando asnices, crente que está abafando. Um jovem historiador era o "gancho" da vez. A uma certa altura, mencionou-se a rainha Cleópatra. O Jô, num arroubo de demagogia e amparado numa noção capenga das características das dinastias egípcias, afirmou TAXATIVAMENTE que Cleópatra (produto da endogâmica linhagem do macedônio Ptolomeu) seria negra! Chegou a exigir que o constrangido entrevistado o confirmasse - sendo atendido de pronto. O pobre rapaz preferiu gozar bovinamente seus parcos minutos de notoriedade e jogou fora a oportunidade de se imortalizar numa peleja "histórica" contra esse boquirroto dragão adiposo do pedantismo televisivo. Foi pena. E o pior é que o balofo vaidoso não se cansa de caçoar da carapinha do Bira. É mole? O cara, realmente, adora dar "tiro no escuro", hahaha!

[Sobre "Anti-Jô Soares"]

por Nascimento
25/12/2006 às
19h56 200.196.125.93
(+) Nascimento no Digestivo...
 
Julio Daio Borges
Editor
mais comentários

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




THE REINCARNATION OF EDGAR CAYCE?
WYNN FREE; DAVID WILCOCK
NORTH ATLANTIC BOOKS
(2004)
R$ 50,00



MULHERES CHEIAS DE GRAÇA
BETTY JANE GRAMS
VIDA
(1991)
R$ 10,00



EFICÁCIA PROFISSIONAL
ANTÔNIO CARLOS VALENÇA
QUALITYMARK
(1997)
R$ 40,00



COLEÇÃO #ENSINO MÉDIO - HISTÓRIA 1 - 2ª SEM.
ROSA MARY ISFER CALLUF PICCOLOTO
OPET
(2011)
R$ 15,00



VARIG: UMA ESTRELA BRASILEIRA
JACKSON FLORES JUNIOR
ACTION
R$ 50,00



TEORIA E PRÁTICA DO TESTE DE RORSCHACH
ISABEL ADRADOS
VOZES
(1975)
R$ 15,00



PROSPECT STREET, UMA CASA E SEUS SEGREDOS
EMILIE RICHARDS
BEST SELLERS
(2003)
R$ 9,50



ENCONTROS COM A PAZ
TRIGUEIRINHO
PENSAMENTO
(1998)
R$ 5,00



CANÇÃO DA AMAZÔNIA UMA SAGA NA SELVA
FUSAKO TSUNODA
FRANCISCO ALVES
(1988)
R$ 10,00



AU-DELÀ DU STRUCTURALISME
HENRIO LEFEBVRE
ANTHROPOS (PARIS)
(1971)
R$ 119,82





busca | avançada
34746 visitas/dia
1,3 milhão/mês