77 anos do Mercado Municipal | Eugenia Zerbini

busca | avançada
58188 visitas/dia
2,0 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Conversas no MAB com Sergio Vidal e Ana Paula Lopes
>>> Escola francesa de Design, Artes e Comunicação Visual inaugura campus em São Paulo
>>> TEATRO & PODCAST_'Acervo e Memória', do Célia Helena, relembra entrevista com Nydia Licia_
>>> Projeto Cultural Samba do Caxinha cria arrecadação virtual para gravação de seu primeiro EP
>>> Designer e arquiteto brasileiro, Giovanni Vannucchi participa da VIIBienal Ibero-americana de Design
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Aos nossos olhos (e aos de Ernesto)
>>> Carol Sanches, poesia na ratoeira do mundo
>>> O fim dos livros físicos?
>>> A sujeira embaixo do tapete
>>> Moro no Morumbi, mas voto em Moema
>>> É breve a rosa alvorada
>>> Alameda de água e lava
>>> Entrevista: o músico-compositor Livio Tragtenberg
>>> Cabelo, cabeleira
>>> A redoma de vidro de Sylvia Plath
Colunistas
Últimos Posts
>>> Gente feliz não escreve humor?
>>> A profissão de fé de um Livreiro
>>> O ar de uma teimosia
>>> Zuza Homem de Mello no Supertônica
>>> Para Ouvir Sylvia Telles
>>> Van Halen ao vivo em 1991
>>> Metallica tocando Van Halen
>>> Van Halen ao vivo em 2015
>>> Van Halen ao vivo em 1984
>>> Chico Buarque em bate-papo com o MPB4
Últimos Posts
>>> O poder da história
>>> Caraminholas
>>> ETC. E TAL
>>> Acalanto para a alma
>>> Desde que o mundo é mundo
>>> O velho suborno
>>> Normal!
>>> Os bons companheiros, 30 anos
>>> Briga de foice no escuro
>>> Alma nua
Blogueiros
Mais Recentes
>>> De Kooning em retrospectiva
>>> O Tigrão vai te ensinar
>>> Aquele apoio
>>> A forca de cascavel — Angústia (Fuvest)
>>> Pouca gente sabe
>>> O chilique do cabeleireiro diante da modelo
>>> Paradiso por Metheny
>>> A nova propaganda anda ruim
>>> A Erva do Diabo, de Carlos Castaneda
>>> Manual para o leitor de transporte público
Mais Recentes
>>> Coleção 5 Gibis - Turma da Mônica de Mauricio de Souza pela Panini Comics (1500)
>>> Coleção 5 Gibis - Turma da Mônica de Mauricio de Souza pela Panini Comics (1500)
>>> Coleção 5 Gibis - Turma da Mônica de Mauricio de Souza pela Panini Comics (1500)
>>> A tragédia de um povo: a Revolução Russa (1891 - 1924) de Orlando Figes pela Dom Quixote (2017)
>>> Contabilidade Geral e Avançada Esquematizadotizado de Eugenio Mototo pela Saraiva Jur (2018)
>>> Floriano Peixoto - Vida e Governo de Francolino Camêu e Arthur Vieira Peixoto pela A Noite (1925)
>>> Annaes das Guerras do Brazil com os Estados do Prata e Paraguay de Coronel J. S. Torres Homem pela Imprensa Nacional (1911)
>>> "E o sangue brasileiro correrá..." de Elvaldo de Alarcon pela Du Barry (1942)
>>> O punhal nazista no coração do Brasil de Capitão Antônio Carlos Mourão Ratton (e outros) pela Imprensa Oficial do Estado de Santa Catarina (1943)
>>> História da II Guerra Mundial 1939-1945 (6 volumes) de Edgar Mc Innis pela Globo (1958)
>>> A Canção de Ariel de Martins Fontes pela Comissão glorificadora de Martins Fontes (1938)
>>> Passagens: Estudos sobre a filosofia de Kant de Ricardo Terra pela Ufrj (2003)
>>> Vathek de William Beckford pela L&PM Pocket (2007)
>>> Natureza e ilustração: Sobre o materialismo de Diderot de Maria das Graças de Souza pela Unesp (2002)
>>> Hume et la fin de la philosophie de Yves Michaud pela Quadrige / PUF (1999)
>>> Hume: Une Philosophie Des Contradictions de Jean-Pierre Cléro pela Vrin (1998)
>>> Hume's Philosophy of Religion de J. C. A Gaskin pela MacMillan (1988)
>>> Machado de Assis: equívocos da crítica de Alfredo Jacques pela Iel (1974)
>>> Diálogos com Leuco de Cesare Pavese pela Cosac & Naify (2012)
>>> Subjetividade, Espaço E Tempo Em David Hume de Monica Loyola Stival pela Humanitas / FAPESP (2015)
>>> Biologia 1(ensino médio) biologia das células de Amabis Martho pela Moderna plus (2010)
>>> História conexões de Alexandre Alves, Letícia Fagundes pela Moderna plus (2013)
>>> Geografia conexões de Lygia Terra, Regina Araújo e Raul Borges pela Moderna plus (2012)
>>> Atividade em Feltro Foguete dos Cálculos de Claudia Maria Bertuqui Ribeiro pela Feltro (2020)
>>> Contribuição para a História da Revolução Constitucionalista de 1932 de Euclydes Figueiredo pela Livraria Martins (1954)
>>> Por São Paulo e pelo Brasil de João Neves pela Sem (1933)
>>> A Revolução Constitucionalista de Herculano C. e Silva pela Civilização Brasileira (1932)
>>> Química 1 (ensino médio) de Tito Canto pela Moderna plus (2010)
>>> Prefiero Espanol (ensino médio) 1 de Gretel Eres Fernandez pela Moderna (2010)
>>> A Columna Romão Gomes de Herbert V. Levy pela Saraiva & Cia (1933)
>>> Literatura (ensino médio) 1 de Maria Luiza M. Abaurre e Marcela Pontara pela Moderna plus (2010)
>>> Um Desconhecido de Danielle Steel pela Record (1999)
>>> Capacete de Aço de Affonso de Carvalho pela Civilização Brasileira (1933)
>>> Palmo a Palmo (a Lucta no Sector Sul) de Cap. Alves Bastos pela Sociedade Impressora Paulista (1932)
>>> Preces Atendidas de Danielle Steel pela Record (2009)
>>> Matemática (ensino médio) 1 de Manoel Paiva pela Moderna plus (2013)
>>> Agora Nós! de Paulo Duarte pela Sem (1927)
>>> Um Mundo que Mudou de Danielle Steel pela Record (1996)
>>> Revolucione sua qualidade de vida de Augusto Cury pela Sextante (2002)
>>> O poder de cura da linhaça de Conceição Trucom pela Alaúde (2015)
>>> 1934 de Alberto Moravia pela Riográfica (1986)
>>> 000 Contra Moscou Viagem ao País do Medo de Ibrahim Sued pela Bloch (1965)
>>> 1 de Janeiro de 1993 o Que Vai Mudar na Europa de Peter Sutherland pela Ed 70 (1993)
>>> 10 Anos de Aventuras na História - as Reportagens Fundamentais de Da Editora pela Abril (2013)
>>> 10 Décadas: a História do Santos Futebol Clube de Celso Jatene pela Companhia Ed Nacional (2012)
>>> 10. 000 Anos de Descobertas de Bruno Kaiser pela Melhoramentos
>>> 100 Crônicas Escolhidas Rubem Braga de Rubem Braga pela José Olympio (1958)
>>> 100 Dicas de Marketing Sexual para Homens de Roberto Bo Goldkorn pela Best Seller (2006)
>>> 100 Dicas Infalíveis para Emagrecer e Se Manter Em Forma de Fred A. Stutman M D pela Sextante (2010)
>>> 100 Dicas Infalíveis para Emagrecer e Se Manter Em Forma de Fred A. Stutman pela Sextante (2010)
ENSAIOS

Segunda-feira, 1/2/2010
77 anos do Mercado Municipal
Eugenia Zerbini

+ de 4100 Acessos

No mesmo dia em que São Paulo comemorou os 456 anos de sua fundação, no último 25 de janeiro, o mercado central festejava 77 anos de funcionamento. Quem sabe por ter nascido durante as grandes festas do 4º Centenário, mantenho, desde pequena, uma relação de amor com a cidade. Em um desdobramento desse sentimento, quem sabe ― outra vez ―, dei à luz a minha única filha no alvorecer de um 25 de janeiro, anos atrás.

Não é fácil declarar essa paixão neste momento, em que a cidade revela sua face de Medéia líquida, inclemente sob a força das águas, sorvendo muitos de sua extensa cria. Rilke já escreveu que todo anjo é terrível. Anjos e mães, completaria Freud, seu contemporâneo.

O Mercado Municipal, projetado por Ramos de Azevedo (o mesmo projetista do Theatro Municipal de São Paulo), para mim sempre sintetizou os antagonismos, contradições e paradoxos do materno. Por isso, o programa para a celebração de seu 77º aniversário ― incluindo queima de fogos na passagem de 24 para 25 de janeiro ― serviu de impulso a um retorno àquela suntuosa construção que, antes de ser inaugurada em sua função de mercado, em 1933, serviu de depósito de armas, ao tempo da Revolução Constitucionalista, em 1932.

Uma das lembranças mais caras de minha infância é a de uma ida ao Mercado Municipal, acompanhando minha avó, nos preparativos para a ceia de Natal. Entre as várias compras que realizou, ela não apenas separara uma caixa de papelão vermelho onde eu, recém-alfabetizada, podia ler "sultanas", como também pedira ao vendedor um quarto de quilo de figos secos da Turquia. As sultanas do pacote eram uvas passas brancas, mas, ao ouvir esse nome, somado à referência àquele país cuja capital já foi Bizâncio, me vi personagem de um dos contos das Mil e uma noites.

Mais adiante, minha avó encomendou um peru vivo, que ela mesma matou, depois que o vendedor mandou entregá-lo em casa, no dia seguinte. A comodidade das carnes congeladas nem sempre existiu e as boas donas de casa eram obrigadas a cometer certas selvagerias.

As comemorações do aniversário do Mercado começaram no dia 19 de janeiro, com cursos de culinária dedicados ao público feminino e masculino. Seguidos temporais impediram-me de comparecer, como o planejado. Acabei fazendo apenas uma visita, no dia 24.

Apesar da vizinhança cinza, suja e molhada, como sempre me lembro de ter sido o entorno do Mercado Municipal, foram precisos poucos passos em direção a seu interior para que eu recobrasse o encanto que ele em mim há décadas despertara.

Quase tudo é ainda anunciado com um adjetivo: o orégano é chileno; o anis, estrelado; a pimenta é da Jamaica. As azeitonas podem ser portuguesas, espanholas, libanesas, gregas ou sírias, todas coloridas, luzentes e carnudas. A lata de curry indiano deixa explícita que é da marca escolhida pelo governador de Bombaim. Apenas nomes, mas que têm o condão de despertar ― ao menos em mim ― um leque de fantasias.

Não se vendem mais aves e pequenos animais, como coelhos e carneiros, vivos. Os peixes e crustáceos, porém, estavam lá, lindos, sobre leitos de gelo fresco: atum, salmão, carapau, meca, tainha e vermelho, ao lado de lagostas, camarões, lulas, polvos e tamarutacas (sem mencionar nos práticos mexilhões "desconchados"). As ostras pareciam em baixa, poucas e anêmicas. Fraca, também, a variedade de hortaliças (talvez pelo excesso de chuva).

A nota máxima ficou por conta da barraca de frutas exóticas (Empório das frutas, rua K, box 20/22), onde o preço é dado em gramas, ao contrário de todos os outros lugares, em que o cálculo é feito por quilo. Assim, a custo quase de caviar, estavam expostas fruta do dragão (pitaya), rambutan (olho do dragão ou lichia maláia), chirimóia do Chile, atemóia (criação hibrida, cruzamento da fruta-do-conde com esta última), mangostim (anunciada como a rainha das frutas da Malásia) e abiu da Amazônia.

Tentando fugir do lugar-comum, em vez de pastel de bacalhau e de sanduíche de mortadela, duas especialidades do Mercado Municipal, preferi um pote de salada de frutas, para saborear enquanto flanava pelos seus corredores, admirando seus vitrais. Evitei o mezanino, agregado ao prédio em uma das reformas por que passou: esse novo espaço mais parece a praça de alimentação de um dos shoppings da capital. A estrela do lugar são mesmo os boxes numerados, alinhados em corredores denominados por letras, organizados pela natureza dos produtos oferecidos. Esses corredores, ou "ruas", são sinalizados por placas indicativas em cada cruzamento.

Através de um dos largos portões, vi que a chuva recomeçara. Com ela veio ao pensamento uma história antiga, por meio da qual eu aprendi que os seres humanos tinham a opção de dar fim à própria vida. Pouco depois de minha primeira visita ao Mercado, minha mãe me contara que uma das empregadas de minha avó (a quem eu acompanhara) se suicidara, atirando-se às águas do rio Tamanduateí, que hoje corre em galerias sob a Avenida do Estado, vizinha ao Mercado. De certa forma, aquela que me dera a vida, passara-me a consciência de ser possível dar o basta final.

São Paulo, anjos e mães são terríveis e guardam mistérios, de vida e de morte. Para poder encará-los é necessário um recuo, um afastamento. Quando criança, tinha a mania de arregalar os olhos e forçá-los em direção ao nariz. Ficava com um semblante idiota; essa manobra, entretanto, me propiciava imagens distorcidas do mundo, o que me agradava. Um jeito particular de ver as coisas, assim, meio fora de prumo. O artista plástico Gregório Gruber, ao retratar São Paulo, revelou-a atrás de uma névoa onírica, que parece com o resultado que eu obtinha com o estrabismo forçado de minha infância.

O aguaceiro lá fora se adensava. Havia a possibilidade de esperar para ver os preparativos do gigantesco bolo de 300 quilos que seria oferecido no dia seguinte, na festa de aniversário da cidade. Ou de até voltar mais tarde para assistir ao desfile da escola de samba Mocidade Alegre, programado para à noite, antes dos fogos. Porém, ainda que escondido sob o asfalto, corria lá fora o Tamanduateí (o rio que os índios já sabiam ser de muitas voltas), simples amostra da força aquosa que tem abalado a cidade.

Era hora, decidi, de voltar para casa.

Nota do Editor
Eugenia Zerbini venceu o Prêmio SESC Literatura 2004 na categoria romance, com o livro As netas da Ema. Tem contos publicados no jornal Rascunho, revista Cult e no blog do caderno "Prosa e Verso" de O Globo. Leia também o Especial "SP 450".


Eugenia Zerbini
São Paulo, 1/2/2010

Mais Eugenia Zerbini
Mais Acessados de Eugenia Zerbini
01. O diabo veste Prada - 2/10/2006
02. Para o Daniel Piza. De uma leitora - 16/1/2012
03. O romance sobre o nada - 28/5/2007
04. De vinhos e oficinas literárias - 2/7/2007
05. Retrato edulcorado de uma rainha - 9/4/2007


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




SALVANDO UM VIRA-LATA
MARK R LEVIN
EDIOURO
(2008)
R$ 5,00



FALLEN - VOL. 2 - TORMENTA - 1ª EDIÇÃO
KATE LAUREN
GALERA RECORD
(2011)
R$ 39,95



MANDADO DE SEGURANÇA COLEÇÃO PRÁTICA DO DIREITO 8
MARGARETH MICHELS BILHALVA
SARAIVA
(2012)
R$ 12,00



TECHNIQUES HOSPITALIÈRES MÉDICO - SOCIALES ET SANITAIRES Nª 163 ABR...
DIVERSOS AUTORES
LA REVUE DE L ÉQUIPE DES TECH
(1959)
R$ 10,05



SOBOTTA: ATLAS DE ANATOMIA HUMANA VOLUME 2
SABOTTA
GUANABARA
(2000)
R$ 149,90



RISÍVEIS AMORES
MILAN KUNDERA
NOVA FRONTEIRA
(1985)
R$ 15,90



PLANEJAMENTO URBANO
ASSOCIAÇÃO INTERNACIONAL DE ADMINISTRADORES MUN...
FGV
(1965)
R$ 88,00



REVISTA FLAP INTERNACIONAL Nº 371 - ANO 40 - AGOSTO 2003
CARLOS ANDRÉ SPAGAT DIRETOR
EDITORIAL SPAGAT
(2003)
R$ 7,00



O REI DE FERRO
MAURICE DRUON
ABRIL
R$ 10,00



A QUE NO SABES...?
LOURDES MIGUEL LOPEZ
EDELSA
(1989)
R$ 5,60





busca | avançada
58188 visitas/dia
2,0 milhões/mês