Pare, Lola, Pare - e veja este filme | Daniela Sandler | Digestivo Cultural

busca | avançada
32696 visitas/dia
1,3 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Rinoceronte, poemas em prosa de Ronald Polito
>>> A forca de cascavel — Angústia (FUVEST 2020)
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
Colunistas
Últimos Posts
>>> Revisores de Texto em pauta
>>> Diogo Salles no podcast Guide
>>> Uma História do Mercado Livre
>>> Washington Olivetto no Day1
>>> Robinson Shiba do China in Box
>>> Karnal, Cortella e Pondé
>>> Canal Livre com FHC
>>> A história de cada livro
>>> Guia Crowdfunding de Livros
>>> Crise da Democracia
Últimos Posts
>>> Uma crônica de Cinema
>>> Visitação ao desenho de Jair Glass
>>> Desiguais
>>> Quanto às perdas I
>>> A caminho, caminhemos nós
>>> MEMÓRIA
>>> Inesquecíveis cinco dias de Julho
>>> Primavera
>>> Quando a Juventude Te Ferra Economicamente
>>> Bens de consumo
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Companheiro dileto
>>> O Vendedor de Passados
>>> Eugène Delacroix, um quadro uma revolução
>>> Meus Livros
>>> Quem é (e o que faz) Julio Daio Borges
>>> Plágio
>>> O filho eterno e seus prêmios literários
>>> Entrevista com Antonio Henrique Amaral
>>> Entrevista com Antonio Henrique Amaral
>>> Entrevista com Antonio Henrique Amaral
Mais Recentes
>>> Diário de uma Paixão de Sparks,Nicholas pela Novo Conceito (2019)
>>> Gestão de pessoas de Idalberto Chiavenato pela Campus (1999)
>>> Administração de Marketing de Philip Kotler pela Atlas (1998)
>>> Cinquenta Tons de Liberdade de James,E. L. pela Intrínseca (2012)
>>> Cinquenta Tons Mais Escuros de James,E. L. pela Intrínseca (2012)
>>> Mecânica vetorial para engenheiros Estática (vol. I) de ferdinand P. Beer e E. Russell Johnston, Jr. pela McGraw-Hill (1980)
>>> Cinquenta Tons de Cinza de James,E. L. pela Intrínseca (2012)
>>> A quinta disciplina de Peter M. Senge pela Best Seller
>>> Marketing Internacional de Edmir Kuazaqui pela Makron Books (1999)
>>> A cozinha das crianças (espertas) de Hervé This pela Degustar (2006)
>>> O Sagrado Selvagem de Roger Bastide pela Companhia das Letras (2006)
>>> Alternativas à Crise de José Oscar Beozzo (Org.) pela Cortez (2009)
>>> Dentro da Noite Veloz (1a Edição) de Ferreira Gullar pela Civilização Brasileira (1975)
>>> Poesia Comprometida com a Minha e a tua Vida de Thiago de Mello pela Civilização Brasileira (1980)
>>> Que País É Este? e Outros Poemas de Affonso Romano de Sant'Anna pela Civilização Brasileira (1980)
>>> Uma Razão para Respirar de Rebecca Donovan pela Pandorga (2014)
>>> Par Delà le Bien et le Mal de Frédéric Nietzsche pela Mercure de France (1907)
>>> Poesia de Alphonsus de Guimaraes pela Agir (1976)
>>> Princesa à Espera / Princesa Apaixonada de Meg Cabot pela Saraiva (2010)
>>> Portugal e seus Sabores de Angélica Santa Cruz (Org.) pela Abril (2017)
>>> La Volonté de Puissance Tome I de Frédéric Nietzsche pela Mercure de France (1909)
>>> Viagem ao Centro do Computador de Edith Modesto pela Ática (2000)
>>> A Rosa de Sarajevo de Margaret Mazzantini pela Companhia das Letras (2011)
>>> Um Pedaço de TI de Patricia Bittencourt pela Ledriprint (2017)
>>> Bala XXI - Casos, Crônicas, Piadas e Contos de Augusto José Vieira Neto pela Mandamentos (2000)
>>> Filhos Especiais Para Pessoas Especiais - O Milagre do Dia-a-dia de Neusa Maria pela Paulinas (2010)
>>> Pensées Étranglées de E. M. Cioran pela Gallimard (2014)
>>> Le Voyageur et son Ombre de F. NNietzsche pela Denoel (1979)
>>> Colder than Ice de David Patneaude pela Albert Whitman & Company (2003)
>>> Misericordiae Vultus / O Rosto da Misericórdia de Papa Francisco pela Paulinas (2015)
>>> Manual do Agricultor Brasileiro de Carlos Augusto Taunay pela Companhia das Letras (2001)
>>> O Ingenuo de Voltaire pela Dcl (2013)
>>> O Evangelho Segundo O Espiritismo de Allan Kardec pela Feb (1999)
>>> A Princesa de Babilonia de Voltaire pela Dcl (2013)
>>> A Campanha Abolicionista de Jose do Patrocinio pela Dcl (2013)
>>> Zollinger - Atlas de Cirurgia de E. Christopher Ellison, Robert M. Zollinger pela Guanabara Koogan; (2017)
>>> O Hobbit: A batalha dos cinco exercítos : guia ilustrado de Jude Fisher pela WMF Martins Fontes (2014)
>>> Radiografia da Alma de Pe. Hewaldo Trevisan pela Planeta (2010)
>>> Convênios e outros instrumentos de "Administração Consensual"na Gestão Pública do século XXI - Restrições em Ano Eleitoral de Jessé Torres Pereira Junior e Marinês Restelatto Dotti pela Fórum (2010)
>>> Estalos e Rabiscos - Mãos à Obra Literária de Walter Galvani pela Novaprova (2011)
>>> Distrito Federal Paisagem, População e Poder de Marília Peluso e Washington Candido pela Harbra (2006)
>>> Parto de Mim de Vera Pinheiro pela Pallotti (2005)
>>> Deuses americanos de Neil Gaiman pela Intrínseca (2016)
>>> A Ilha dos Prazeres de André Rangel Rios pela Uapê (1996)
>>> A pequena pianista de Jane Hawking pela Única (2017)
>>> Tradição e Novidade na Ciência da Linguagem de Eugenio Coseriu pela Presença- Usp (1980)
>>> Jovens Sem-Terra - Identidade em movimento de Maria Teresa Castelo Branco pela Ufpr (2003)
>>> Os Segredos das Mulheres Inteligentes de Julia Sokol e Steven Carter pela Sextante (2010)
>>> Lettres et Maximes de Épicure pela Librio (2015)
>>> Um Mundo a Construir de Marta Harnecker pela Expressão Popular (2018)
COLUNAS

Quarta-feira, 22/8/2001
Pare, Lola, Pare - e veja este filme
Daniela Sandler

+ de 4100 Acessos
+ 1 Comentário(s)

Yara Mitsuishi

Você se lembra de Corra, Lola, Corra? A mesma dupla - o diretor Tom Tykwer e a atriz Franka Potente - está em A Princesa e o Guerreiro (Alemanha, 2000), em cartaz aqui nos Estados Unidos. Com Tykwer não dá para usar o clássico "se você gostou de..., não perca este...". Não é que a obra do cineasta não tenha a sua marca. Muito ao contrário - o acento do diretor sempre está lá, para quem quiser ver: no rigor compositivo, na sensibilidade e atenção às minúcias emocionais dos personagens, na obsessão por temas como destino, coincidências e acaso. No entanto, a maioria das pessoas ainda associa Lola ao grafismo das cenas, à estética pop-quadrinhos e ao humor quase histérico. Ainda bem, no entanto, que Tykwer não se prende a fórmulas - nem às próprias.

Mantendo a identidade criativa do diretor, cada um de seus filmes explora temas e estéticas diversas, de modo sempre surpreendente. Foi assim com Wintersleepers - Inverno Quente, a história delicada e emocionante de um grupo de pessoas que têm suas vidas subitamente interligadas por um acidente de carro numa gelada cidadezinha de montanha. Nesse filme, a estilização que é óbvia em Corra, Lola, Corra aparece em registro sutil - por exemplo, na identificação de cada personagem com uma cor básica. A garota passional e afetuosa só veste vermelho; sua amiga séria e sensível só usa verde; o homem misterioso com problemas de memória só usa preto... o recurso é tão bem utilizado que um amigo meu, que assistiu ao filme comigo, nem percebeu. O mesmo fenômeno ocorre agora com A Princesa e o Guerreiro, em que vários temas e modos dos filmes anteriores aparecem transformados.

De uma certa forma, dá até para dizer que A Princesa... é um cruzamento entre Lola (1998) e Wintersleepers (1997). Corra, Lola, Corra é um filme frenético e estimulante, em que até mesmo a morte aparece com leveza, não apenas pelo recurso narrativo dos três finais diferentes como também pelo tratamento formal. Wintersleepers, por sua vez, é denso, suave, lento; triste e esperançoso ao mesmo tempo. Wintersleepers destila dor e encantamento; em Corra, Lola, Corra não há tempo para sentir nada que não a vertigem "montanha-russa" do filme. Em A Princesa e o Guerreiro, há ação de sobra, seqüências vertiginosas, socos no estômago (do espectador e dos personagens). As pessoas da platéia cravam as mãos no braço da poltrona, tensas; algumas não contêm o grito de susto ou espanto. No entanto, a história do filme é uma história de amor: de dor e de encantamento, costurada com fios sutis mas certeiros. E quanto mais se pensa na história, mais bonita e sensível ela parece.

Em suma: é filme de deixar as pernas bambas de tanta ação, mas ao mesmo tempo é filme de fazer pensar depois que a sessão acaba.

A admirável Franka Potente, a ruiva Lola, agora é chamada Simone e está de cabelos loiros. Seus traços fortes e sua interpretação intensa carregam um pouco da Lola para este filme, mas a sensação de familiaridade inicial logo se dissolve diante de mais uma caracterização forte. Simone, ou Sissi, como é chamada (não há de escapar a associação com os filmes sobre a princesa Sissi, que virou imperatriz, interpretada por Romy Schneider), é enfermeira num manicômio. Sissi é afetuosa, atenciosa, magnética, rodeada pela corte de pacientes que a adoram.

De novo, Tykwer fala de destino. Em Corra, Lola, Corra, era a especulação sobre o acaso e sobre as "conjunções de fatores" necessárias à ocorrência de um evento. Por um lado, um questionamento do destino - como se o evento final, resultado de pura chance, não tivesse maior importância que os demais possíveis desfechos. Por outro lado, a confirmação da "força" do destino: afinal, o desfecho não estava nas mãos de Lola nem ao alcance de uma decisão racional, mas determinado por uma conjuntura maior que vontades e indivíduos. Já Wintersleepers era estruturado pela coincidência - pelo fio tortuoso e inesperado que ligava as vidas dos vários personagens. Poderia parecer um simples elogio do acaso - o destino das pessoas, no entanto, engendrava-se tanto por fatos externos como por suas decisões pessoais e sua conduta.

A Princesa e o Guerreiro ecoa esses temas: acaso versus coincidência versus vontade autônoma. Um ato aparentemente isolado e sem conseqüência acaba por transformar a vida de Sissi e por ligá-la indelevelmente à vida de Bodo (o guerreiro). Esse ato, no entanto - a mão do acaso, a chance - não teria seu efeito se não fosse potencializado por uma série de coincidências e pela intervenção decidida e voluntariosa de Sissi.

O ato está no começo do filme - uma carta que Sissi recebe de Meike, uma moça misteriosa (não dá para saber se é amiga, namorada ou parente de Sissi) que mora numa mansão encastelada num penhasco à beira-mar. Se o título do filme sugere romantismo medieval, a imagem confirma a impressão... como sempre, porém, a estilização é sutil, e, como nas cores de Wintersleepers, o tom épico e cavalheiresco pode passar despercebido sob a roupagem naturalista e discreta do filme.

Vou resistir à tentação de contar o que acontece depois - a surpresa dos fatos e cenas é sempre uma das delícias de um filme. Digo este tanto: Tykwer mistura situações delicadas e comoventes com cenas chocantes e violentas; trata os personagens, inclusive sua Sissi, de forma quase impiedosa (e, se você tem estômago sensível, prepare-se para uma aflitiva cena de traqueostomia); e acaba até enfiando uma cena em que um personagem corre no meio do trânsito pesado (citando seu próprio Lola...). A Princesa e o Guerreiro funde conto-de-fadas e filme policial; a mistura, longe de indigesta, funciona. Mesmo porque os contos-de-fadas originais - estórias populares européias - primam tanto pela fantasia romântica quanto pelo terror e violência.

De todo modo, a platéia torce pela heroína, que, além de princesa, revela-se a verdadeira guerreira da história. Não adianta destino, coincidência ou ser "feito um para o outro" se não houver esforço e luta. Os apaixonados que assistirem ao filme hão de sair convencidos de que, sim, devem lutar e dar a cara a bater...

Para saber mais

http://www.spe.sony.com/classics/buyitonvideo/2001/princesswarrior.html



Daniela Sandler
Rochester, 22/8/2001


Mais Daniela Sandler
Mais Acessadas de Daniela Sandler em 2001
01. O primeiro Show do Milhão a gente nunca esquece - 8/8/2001
02. Quiche e Thanksgiving - 21/11/2001
03. A língua da comida - 29/5/2001
04. Mas isso é arte??? - 29/8/2001
05. Notícias do fim-do-mundo - 24/10/2001


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
18/4/2002
13h29min
Eu adoro qualquer filme que a Franka Potente trabalhe....Por isso sou suspeito para dar a minho opinião!!!!
[Leia outros Comentários de Joao Luiz Palma ]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.




Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




GETÚLIO VARGAS, MEU PAI
ALZIRA VARGAS DO AMARAL PEIXOTO
GLOBO
(1960)
R$ 16,00



TÉCNICAS INDUSTRIAIS JAPONESAS
RICHARD J. SCHONBERGER
PIONEIRA
(1984)
R$ 13,00



OUTROS HÁBITOS - A HISTÓRIA DO AMOR PROIBIDO ENTRE DUAS FREIRAS
ANNA FRANÇA
GARAMOND
(2000)
R$ 13,39



PROBLEMAS DE VOZ EM CRIANÇAS - 3A EDIÇÃO
D. KENNETH WILSON
MANOLE
(1994)
R$ 22,00



OSWALD CANIBAL
BENEDITO NUNES
PERSPECTIVA
R$ 13,00



ALEIJADINHO - PASSOS E PROFETAS
MYRIAM ANDRADE RIBEIRO DE OLIVEIRA
ATATIAIA
(1985)
R$ 50,00



FUTEBOL INESQUECÍVEL - OS ANOS 90 2000
VÁRIOS AUTORES
GLOBO
(2013)
R$ 39,00



COMPLEXO DE PORTNOY
PHILIP ROTH
ABRIL CULTURAL
(1982)
R$ 23,00
+ frete grátis



BEDA FOMM UMA VITÓRIA CLÁSSICA
KENNETH MACKSEY
RENES
(1978)
R$ 24,79
+ frete grátis



PASSES E CURAS ESPIRITUAIS
WENEFLEDO DE TOLEDO
PENSAMENTO
R$ 12,00





busca | avançada
32696 visitas/dia
1,3 milhão/mês