O caso Luis Suárez | Humberto Pereira da Silva | Digestivo Cultural

busca | avançada
39917 visitas/dia
1,1 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Rinoceronte, poemas em prosa de Ronald Polito
>>> A forca de cascavel — Angústia (FUVEST 2020)
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
Colunistas
Últimos Posts
>>> Revisores de Texto em pauta
>>> Diogo Salles no podcast Guide
>>> Uma História do Mercado Livre
>>> Washington Olivetto no Day1
>>> Robinson Shiba do China in Box
>>> Karnal, Cortella e Pondé
>>> Canal Livre com FHC
>>> A história de cada livro
>>> Guia Crowdfunding de Livros
>>> Crise da Democracia
Últimos Posts
>>> Uma crônica de Cinema
>>> Visitação ao desenho de Jair Glass
>>> Desiguais
>>> Quanto às perdas I
>>> A caminho, caminhemos nós
>>> MEMÓRIA
>>> Inesquecíveis cinco dias de Julho
>>> Primavera
>>> Quando a Juventude Te Ferra Economicamente
>>> Bens de consumo
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Ser intelectual dói
>>> O Tigrão vai te ensinar
>>> O hiperconto e a literatura digital
>>> Aberta a temporada de caça
>>> Se for viajar de navio...
>>> Incompatibilidade...
>>> Alguns Jesus em 10 anos
>>> Blogues: uma (não tão) breve história (II)
>>> Picasso e As Senhoritas de Avignon (Parte I)
>>> Asia de volta ao mapa
Mais Recentes
>>> O Livro da moda de Alexandra Black pela Publifolha (2015)
>>> Rejuvelhecer a saude como prioridade de Sergio Abramoff pela Intrinseca (2017)
>>> O livro das evidencias de John Banville Tradução Fabio Bonillo pela Biblioteca Azul - globo (2018)
>>> O futebol explica o Brasil de Marcos Guterman pela Contexto (2014)
>>> O Macaco e a Essencia de Aldous Huxley pela Globo (2017)
>>> BATISTAS, Sua Trajetória em Santo Antônio de Jesus: o fim do monopólio da fé na Terra do Padre Mateus de Jorgevan Alves da Silva pela Fonte Editorial (2018)
>>> Playboy Bárbara Borges de Diversos pela Abril (2009)
>>> Sarah de Theresa Michaels pela Nova Cultural (1999)
>>> A Bela e o Barão de Deborah Hale pela Nova Cultural (2003)
>>> O estilo na História. Gibbon & Ranke & Macaulay & Burckhardt de Peter Gay pela Companhia das Letras (1990)
>>> Playboy Simony de Diversos pela Abril (1994)
>>> Invasão no Mundo da Superfície de Mark Cheverton pela Galera Junior (2015)
>>> José Lins Do Rego- Literatura Comentada de Benjamin Abdala Jr. pela Abril Educação (1982)
>>> A modernidade vienense e as crises de identidade de Jacques Le Rider pela Civilização Brasileira (1993)
>>> Machado De Assis - Literatura Comentada de Marisa Lajolo pela Abril Educação (1980)
>>> A Viena de Wittgenstein de Allan Janik & Stephen Toulmin pela Campus (1991)
>>> O Velho e o Mar de Ernest Hemingway pela Círculo do livro (1980)
>>> Veneno de Alan Scholefield pela Abril cultural (1984)
>>> O Livreiro de Cabul de Asne Seierstad pela Record (2007)
>>> Os Dragões do Éden de Carl Sagan pela Francisco Alves (1980)
>>> O Espião que sabia demais de John Le Carré pela Abril cultural (1984)
>>> Administração de Materiais de Jorge Sequeira de Araújo pela Atlas (1981)
>>> Introdução à Programação Linear de R. Stansbury Stockton pela Atlas (1975)
>>> Como lidar com Clientes Difíceis de Dave Anderson pela Sextante (2010)
>>> As 3 Leis do Desempenho de Steve Zaffron e Dave Logan pela Primavera (2009)
>>> Curso de Educação Mediúnica 1º Ano de Vários Autores pela Feesp (1996)
>>> Recursos para uma Vida Natural de Eliza M. S. Biazzi pela Casa Publicadora Brasileira (2001)
>>> Jesus enxuga minhas Lágrimas de Elza de Almeida pela Fotograma (1999)
>>> As Aventuras de Robinson Crusoé de Daniel Defoe pela LPM Pocket (1997)
>>> Bulunga o Rei Azul de Pedro Bloch pela Moderna (1991)
>>> Menino de Engenho de José Lins do Rego pela José Olympio (1982)
>>> Terra dos Homens de Antoine de Saint-Exupéry pela Nova Fronteira (1988)
>>> O Menino de Areia de Tahar Ben Jelloun pela Nova Fronteira (1985)
>>> Aspectos Endócrinos de Interesse à Estomatologia de Janete Dias Almeida pela Unesp (1999)
>>> Nociones de Historia Linguística y Estetica Literaria de Antonio Vilanova- Nestor Lujan pela Editorial Teide/ Barcelona (1950)
>>> El Estilo: El Problema y Su Solucion de Bennison Gray pela Editorial Castalia/ Madrid (1974)
>>> El Cuento y Sus Claves de Raúl A. Piérola/ Alba Omil (profs. Univ. Tucumán pela Editorial Nova, Buenos Aires (1955)
>>> Las Fuentes de La Creacion Literaria de Carmelo M. Bonet pela Libr. del Collegio/ B. Aires (1943)
>>> As Hortaliças na Medicina Doméstica/ Encadernado de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar (1976)
>>> A Flora Nacional na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Arlington Park de Rachel Cusk pela Companhia das Letras (2007)
>>> Muitas Vidas, Muitos Mestres de Brian L Weiss pela Salamandra (1991)
>>> As Frutas na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Coleção Agatha Christie - Box 8 de Agatha Christie; Sonia Coutinho; Archibaldo Figueira pela HarperCollins (2019)
>>> As Irmãs Aguero de Cristina García pela Record (1998)
>>> Não Faça Tempestade Em Copo Dágua no Amor de Richard Carlson pela Rocco (2001)
>>> Um Estudo Em Vermelho - Edição De Bolso de Arthur Conan Doyle pela Zahar (2013)
>>> Eu, Dommenique de Dommenique Luxor pela Leya (2011)
>>> Os Cavaleiros da Praga Divina de Marcos Rey pela Global (2015)
>>> O Futuro da Filosofia da Práxis de Leandro Konder pela ExpressãoPopular (2018)
COLUNAS >>> Especial Copa 2014

Quarta-feira, 16/7/2014
O caso Luis Suárez
Humberto Pereira da Silva

+ de 3100 Acessos

Um dos acontecimentos mais insólitos desta Copa foi a mordida do atacante uruguaio Luis Suárez no defensor italiano Giorgio Chiellini. Julgado pelo gesto incomum em Copa do Mundo, ele pegou nove jogos de suspensão pela celeste. A mordida tirou o uruguaio da competição e, além dos nove jogos pela seleção, ele está impedido de jogar futebol por quatro meses.

Os uruguaios não se conformaram com a punição. Com ela, fizeram as mais diferentes insinuações. Tudo, como a mordida, no clima de provocações e catimbas que fazem parte do folclore do futebol. Aqui no Brasil também se discutiu o exagero na punição. Para muitos, tirar Suárez da Copa do Mundo foi uma decisão de bastidor que privou o público de ver uma de suas estrelas.

Fosse uruguaio, não perdoaria o jogador. A celeste tinha nele, e em sua recuperação de cirurgia recente, a grande esperança para fazer uma grande Copa do Mundo. Quarto colocado na Copa passada, o Uruguai não se renovou, veio para o Brasil com uma equipe envelhecida. Mas Suárez, aos 27 anos, artilheiro da liga inglesa na temporada passada, tinha tudo para honrar as cores do país.

Acontece que ele, com histórico pouco animador de polêmicas e suspensões por indisciplina, fez valer o que sabido por quem conhece sua carreira: não suportar pressão e jogar no limite da expulsão. Perdoa-lo é esquecer seu histórico, fazer de conta que ele apenas caiu em tentação e desconsiderar as consequências de seu ato.

Ele fez o que já havia feito e, provavelmente, não deixará de fazer o que fez: defender com unhas e dentes a equipe que defende. Não há, portanto, o que o perdoar. A não ser que se entenda que ele cedeu a pulsões bestiais, que não consiga dominar seus instintos e que seja do ponto de vista moral um fraco, que assim merece antes de censura a compaixão.

Não sustento que Suárez seja um fraco e que mereça compaixão. Pelo contrário, para mim um jogador provocador e catimbeiro. Sendo assim, nas minhas contas ele jogou com o risco de deixar sua seleção em apuros e, em consequência, ser desclassificada do mundial. Esse um ponto que não foi devidamente lembrado por muitos aqui no Brasil que se manifestaram contrariados com a punição imposta pela FIFA.

Ora, não é o caso, sem um riso de desfaçatez, de os leigos se expressarem sobre jurisprudência: não vá o sapateiro além do sapato, diz o dito grego sobre o sapateiro que corrigiu um pintor. Nove jogos é uma punição pesada? Mas só foi preciso um jogo para o Uruguai ser eliminado da Copa, o jogo que ele cumpriria necessariamente em razão da mordida. Ou não houve mordida?

Passada a Copa, é quase certo que muitos que se manifestaram contrários à punição se, subitamente, forem lembrados do nome Luis Suárez pensem tratar-se de um pintor espanhol contemporâneo de Diego Velásquez... Tenho grandes suspeitas de que a grande maioria que se expressou contrária à punição sequer sabe onde ele joga...

Quer dizer, no fervor do momento, defender que a punição foi exagerada. Mas ao mesmo tempo perder de vista que qualquer que fosse a punição isso implicaria o Uruguai não ter seu melhor jogador no jogo decisivo nas oitavas de final.

O que se viu foi o que não deveria passar despercebido em quem passou da primeira dentição. Uma seleção da qual já se tinha desconfiança perdeu o prumo completamente e foi eliminada.

Colocar a eliminação na conta de Luisito Suárez? Sim, mas também lembrar que os que o defenderam com a alegação de que a punição foi exagerada não consideraram que foi preciso só um jogo, não mais que um, para a eliminação uruguaia no mundial.

Mais que isso, os oito jogos de punição ele cumprirá contra quem, e isso resultará em quê? Pois, todos sabem, a próxima Copa na Rússia será em 2018. Quem lembrará sua ausência no próximo jogo do Uruguai? Possivelmente nas eliminatórias para a Copa de 2018? Certo, mas nesta, o que importa, ao jogar roleta russa, Suárez jogou com a possibilidade de haver bala no tambor; havia, e disparou; agora seu caso é história.


Humberto Pereira da Silva
São Paulo, 16/7/2014


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Have a nice day de Adriane Pasa
02. O Bigode de Carina Destempero
03. A firma como ela é de Adriane Pasa
04. Era uma vez de Carina Destempero
05. Mamilos de Adriane Pasa


Mais Humberto Pereira da Silva
Mais Acessadas de Humberto Pereira da Silva em 2014
01. Tectônicas por Georgia Kyriakakis - 13/8/2014
02. O medo como tática em disputa eleitoral - 8/10/2014
03. Gustavo Rezende: uno... duplo... - 22/1/2014
04. Monticelli e a pintura Provençal no Oitocentos - 5/2/2014
05. O momento do cinema latino-americano - 11/6/2014


Mais Especial Copa 2014
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




A ESCRAVA ISAURA
BERNARDO GUIMARÃES
L&PM
(2009)
R$ 6,00



PESQUISA SOBRE O AMOR
J. HERCULANO PIRES
DICESP
(1983)
R$ 10,00



O ADIANTADO DA HORA
CARLOS EDUARDO LINS DA SILVA
SUMMUS
(1991)
R$ 5,00



INVERNO RUSSO
DAPHNE KALOTAY
RECORD
(2012)
R$ 13,00



TRISTE FIM DE POLICARPO QUARESMA
LIMA BARRETO
ATICA
(2006)
R$ 13,00



THE REAVERS OF SKAITH
LEIGH BRACKETT
A DEL REY
(1976)
R$ 20,00



FREIGESPANNTE HOLZBINDER
G. HEMPEL
BRUDER VERLAG
(1973)
R$ 120,00



INTERNACIONALISMO POP
PAUL KRUGMAN
CAMPUS
R$ 7,00



ROSICLER
HERMAN WOUK
ANCHIETA
(1948)
R$ 14,99



NA LINHA DE FRENTE PELA CIDADANIA - A CRIMINALIDADE DOS POTENTES
WALTER FANGANIELLO MAIEROVITCH
MICHAELI
(2008)
R$ 12,00





busca | avançada
39917 visitas/dia
1,1 milhão/mês