Meus álbuns: '00 - '09 ― Pt. 4 | Rafael Fernandes | Digestivo Cultural

busca | avançada
41731 visitas/dia
1,1 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
>>> Leminski, estações da poesia, por R. G. Lopes
>>> Crônica em sustenido
Colunistas
Últimos Posts
>>> O recente choque do petróleo
>>> Armínio comenta Paulo Guedes
>>> Jesus não era cristão
>>> Analisando o Amazon Prime
>>> Amazon Prime no Brasil
>>> Censura na Bienal do Rio 2019
>>> Tocalivros
>>> Livro Alma Brasileira
>>> Steve Jobs em 1997
>>> Jeff Bezos em 2003
Últimos Posts
>>> O céu sem o azul
>>> Ofendículos
>>> Grito primal V
>>> Grito primal IV
>>> Inequações de um travesseiro
>>> Caroço
>>> Serial Killer
>>> O jardim e as flores
>>> Agradecer antes, para pedir depois
>>> Esse é o meu vovô
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Cyrano de Bergerac
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Marco Lisboa na Globonews
>>> Bibliotecas públicas, escolares e particulares
>>> O Vendedor de Passados
>>> Entre a crise e o espectro do humor a favor
>>> Dicas para a criação de personagens na ficção
>>> Tiros, Pedras e Ocupação na USP
>>> Oficina de conto na AIC
>>> Crônica em sustenido
Mais Recentes
>>> O Enigma da Pirâmide de Alan Arnold pela Circulo do Livro (1985)
>>> Adrienne Mesurat (prefáco Inédito) de Julien Green/ (Nota): Josué Montello pela Nova Fronteira (1983)
>>> Viagens de Gulliver (em 04 Partes) de Jonathan Swift/ Trad.: Octavio Mendes Cajado pela Globo/ RJ. (1987)
>>> O Mochileiro das Galáxias - Volume 5 - Praticamente Inofensiva de Douglas Adams pela Arqueiro (2010)
>>> Viagens de Gulliver (em 04 Partes)/ Encadernado de Jonathan Swift/ Prefácio: Almir Andrade pela W. M. Jackson (1970)
>>> Viagens de Gulliver (em 04 Partes)/ Encadernado de Jonathan Swift/ Prefácio: Almir Andrade pela W. M. Jackson (1970)
>>> Amigos de Todo Mundo: Romance de um Jardim Zoológico de Felix Salten/ Ilustrações: Philipp Arlen pela Edições Melhoramentos (1952)
>>> Lembranças Obscuras de um Judeu Polonês Nascido na França de Pierre Goldman pela Francisco Alves (1984)
>>> El Hombre de Annie Besant pela Glem (1957)
>>> Lo Spiritismo Nella Umanita de Casimiro Bonfiglioli pela Bologna (1888)
>>> Santo Tomas de Aquino de P.J. Weber pela Poblet (1949)
>>> Rumo a Consciência Cómica de Pagina de ouro de Ramasar pela Curitiba (1969)
>>> Reencarnação de J.H. Brennan pela O Hemus
>>> Rezando com o Evangelho de Pe. Lucas Caravina pela Paulus (1997)
>>> Resolução para o novo milênio de Jennifer Fox pela Ediouro (1999)
>>> Los Maestros sus Retratos Meditaciones y Graficos de David Anrias pela Horus (1973)
>>> La Doctrina Cosmica de Dion Fortune pela Luis Cárcamo (1981)
>>> Remotos Cânticos de Belém de Wallace Leal V. Rodrigues pela O Clarim (1986)
>>> Reencarnação e Imortalidade de Alexandra David Neel pela Ibrasa (1989)
>>> Raios de Luz Espiritual de Francisco Valdomiro Lorenz pela Pensamento
>>> Does God Exist? de A.E. Taylor pela The Macmillan Company (1947)
>>> Administração Básica de Adelphino Teixeira da Silva pela Atlas (2011)
>>> Como Resolver Conflitos no Trabalho de Jerry Wisinski pela Campus (1994)
>>> Administração de Investimentos de Peter L. Bernstein pela Bookman (2000)
>>> Sistemas Organização e Métodos de Tadeu Cruz pela Atlas (1998)
>>> Os 100 melhores livros de negócios de todos os Tempos de Todd Sattersten Jack Covert pela Campus (2010)
>>> Propaganda de Plínio Cabral pela Atlas (1980)
>>> Empresa Como Organizar e Dirigir de Antônio Carlos Ferreira pela Ouro
>>> Marketing Cultural ao Vivo de Vários pela Francisco Alves (1992)
>>> A Dose Certa de John C. Bogle pela Campus (2009)
>>> Já tenho idade para saber de Michael W. Smith pela BomPastor
>>> Sobreviver não é o Bastante de Seth Godin pela Campus (2002)
>>> Jesus, o maior psicólogo que já existiu de Mark W. Baker pela Sextante
>>> Aspectos Legais da Documentação em Meios Micrográficos Magnéticos e Ópticos de Ademar Stringher pela Cenadem (1996)
>>> Go Pro de Eric Worre pela Rumo (2019)
>>> Avaliação da aprendizagem - Componente do ato pedagógico de Cipriano Carlos Luckesi pela Cortez (2011)
>>> Pílulas do Bem-Estar de Daniel Martins de Barros pela Sextante (2019)
>>> Trilha de Diversos pela EuBlack
>>> Apostila de Vestibular Semi FGV 2 de Não Informado pela Cpv (2003)
>>> Documentos Maranhenses Pantheon Maranhense 2 Volumes de Antônio Henrique Leal pela Alhambra (1987)
>>> Economia de João Paulo de Almeida magalhães pela Não sei (2019)
>>> Curso de Eletrotécnica Vol 6 Corrente Alternada de Chester L. Dawes pela Globo (1979)
>>> Curso de Eletrotécnica Vol 5 Corrente Alternada de Chester L. Dawes pela Globo (1979)
>>> Curso de Eletrotécnica Vol 3 Corrente Contínua de Chester L. Dawes pela Globo (1979)
>>> Técnica Moderna de Primeiros Socorros de Dr. Marcelo A. Hammerly pela Casa Publicadora Brasileira (1969)
>>> Matemática nos Vestibulares Volume 5 de Álvaro Z. Aranha Carlos Nely C. de Oliveira e Outros pela Policarpo (2011)
>>> O Caso do Segredo da Enteada de Erle Stanley Gardner pela Livros do Brasil
>>> Curso Audio Prático de Inglês Vol 1 de Prof. Antonio da Silva Duarte pela Líbra
>>> Curso Audio Prático de Inglês Vol 3 de Prof. Antonio da Silva Duarte pela Líbra
>>> Deuses de Barro Coleção Shangri-lá de Lloyd C. Douglas pela Edart (1962)
COLUNAS >>> Especial Melhores de 2000-2009

Quarta-feira, 28/7/2010
Meus álbuns: '00 - '09 ― Pt. 4
Rafael Fernandes

+ de 6400 Acessos

A seguir a quarta parte de meus álbuns musicais favoritos entre 2000 e 2009. Já estão no ar a primeira, a segunda e a terceira partes. Novamente escrevo sobre lançamentos brasileiros.

31) Maria Rita ― Maria Rita (2003)
Produzido por Tom Capone

Fiquei curioso a respeito de Maria Rita quando ela fazia as elogiadas apresentações no finado Crowne Plaza, no início de sua carreira. Fui conferir e, como muitos, fiquei embasbacado. Ela mostrava algo mais, que ia além dos rótulos de "filha" ou "irmã". Um talento nato. Em seguida, gravou seu primeiro disco, que é muito bom. Não é genial, mas foi a continuação natural dos shows. É honesto e apresenta boas músicas. Seu segundo é mais fraco, meio perdido. Em seu terceiro disco ela optou pelo samba, que, se peca por ainda não mostrar qual é sua personalidade musical, fortaleceu sua confiança e a consolidou no mainstream. Agora, o desafio é achar seu próprio DNA sonoro.

Minhas preferidas do álbum: "A festa", "Menininha do portão", "Cara valente", "Encontros e despedidas", "Cupido".


Ouça um trecho de "Menininha do portão"

* * *

32) Lenine ― Falange Canibal (2002)
Produzido por Tom Capone, Mauro Manzoli e Lenine

Falange Canibal tem uma música que já entrou para minha lista de preferidas: "O silêncio das estrelas". Uma linda canção, com um arranjo de cordas ao mesmo tempo belo e insinuante. A letra, de Dudu Falcão, diz muito: "Solidão, o silêncio das estrelas / A ilusão / Eu pensei ter o mundo em minhas mãos como um Deus / E amanheço mortal". Claro que o disco não é só isso. Tem boas músicas como "Rosebud (O verbo e a verba)", que, além de boas sacadas na letra, tem um riff bem roqueiro. "Lavadeira do rio" começa "cool" e se abre para um refrão marcante. Já "Nem sol, nem lua, nem eu" é uma bela balada, com vários climas sonoros.

Minhas preferidas do álbum: "O silêncio das estrelas", "Nem sol, nem lua, nem eu", "Lavadeira do rio", "Rosebud (O verbo e a verba)", "Sonhei", "O homem dos olhos de raio-x".


Ouça um trecho de "O silêncio das estrelas"

* * *

33) Ná Ozzetti e André Mehmari ― Piano e voz (2005)
Produzido por André Mehmari e Ná Ozzetti

Piano e voz é cheio de elegância, sutilezas e emoção. Os músicos se complementaram muito bem: a exuberância de Mehmari e a precisão de Ná. O disco abre com uma das melhores músicas da década, "Pérolas aos poucos", de Zé Miguel Wisnik. Forte e ao mesmo tempo doce e delicada. "Because" tem uma introdução já clássica de Mehmari, com uma citação de Sonata ao luar, de Beethoven, alterada para se fundir à canção dos Beatles. A boa interpretação de "A ostra e o vento" nos lembra de como essa é uma das melhores músicas de Chico Buarque, apesar de pouco lembrada. A última faixa traz a união improvável de Lupicínio Rodrigues ("Felicidade") com Egberto Gismonti ("Sete anéis" e "Infância"). E dá muito certo. Um encerramento precioso de um disco tão belo quanto poderoso.

Minhas preferidas do álbum: "Pérolas aos poucos", "Because", "Felicidade ― Sete anéis ― Infância", "A ostra e o vento", "Luz negra", "Gabriela".


Ouça um trecho de "Felicidade ― Sete anéis ― Infância"

* * *

34) Lobão ― Acústico MTV (2007)
Produzido por Carlos Eduardo Miranda

Entre um de seus melhores discos, A vida é doce, de 1999, e outro disco forte, Canções dentro da noite escura, de 2005, Lobão acabou ficando mais marcado por sua persona, suas opiniões bombásticas e por ficar "amigo" da MTV. Esse acústico foi uma boa oportunidade de voltarmos nossa atenção ao ótimo compositor que ele é. Além de ter mostrado sua evolução musical. De boas músicas pop como "Do jeito que for", "Bambina" e "Me chama" até as mais recentes, mais maduras e tão marcantes quanto, como "Vou te levar", "A vida é doce" e "A gente vai se amar". O acústico de Lobão é ótimo do começo ao fim.

Minhas preferidas do álbum: "Bambina", "Vou te levar", "Por tudo que for", "A vida é doce", "A gente vai se amar", "A queda", "Pra onde você vai", "Quente".


Ouça um trecho de "A gente vai se amar"

* * *

35) Toninho Ferragutti ― Nem Sol Nem Lua (2006)
Produção e Direção Musical Toninho Ferragutti

Ferragutti é um dos acordeonistas mais requisitados do país, por unir profissionalismo, virtuosismo e bom gosto. Em Nem sol nem lua ele mostrou mais uma de suas facetas: a de compositor de extrema qualidade. E, ainda, tendo seu instrumento como protagonista. Logo ele, tão maltratado por bandas de forró toscas... As músicas do disco conseguem mesclar bem algumas influências do erudito e do popular ― como o baião brasileiro e o tango argentino. Elas também entrelaçam belas melodias, cheias de vida. "Sanfoneon", bem Piazzolla, é excelente. E continuo achando "Sanfonema" uma das grandes músicas brasileiras. É envolvente, com sua bela dramaticidade.

Minhas preferidas do álbum: "Sanfonema", "Sanfoneon", "Na sombra da asa branca", "Nem sol, nem lua", "Dominguinhos no parque".


Ouça um trecho de "Sanfonema"

* * *

36) Yamandu ― Ao Vivo (2003)
Produzido por Maria Célia Borges

Quando surgiu, Yamandu deixava todos de queixo caído. Parecia que o violão era continuação de seu corpo. Seu tocar une fluência e visceralidade. Um violonista tocando música brasileira, mas com uma pegada roqueira. Ele venceu o extinto prêmio Visa e o resultado foi um primeiro e autointitulado disco. Não é ruim, mas muito polido e com arranjos cheios, o que não fazia jus ao que era no palco. Isso foi resolvido com o lançamento seguinte, esse Ao Vivo, que gravou no também extinto Crowne Plaza, ao lado de Edu Ribeiro (bateria) e Tiago Espírito Santo (baixo). Ali, apareceu toda aquela potência sonora que precisava explodir. A abertura, com "Valsa no. 1", de Baden Powell, é sensacional. Outros destaques são "Taquito militar", "Disparada" e "Nuages".

Minhas preferidas do álbum: "Valsa no. 1", "Taquito militar", "Disparada", "Nuages", "O bem e o mal", "Vou deitar e rolar", "Brasiliana no. 1".


Ouça um trecho de "Valsa no. 1"

* * *

37) Marcus Tardelli ― Unha e Carne (2006)
Produção musical: Guinga

O violonista Marcus Tardelli se expressa no instrumento com um som potente, limpo e técnico, mas sempre a serviço da música. Se destacou inicialmente como integrante do Maogani. Depois, acabou seguindo o caminho solo. Unha e carne é um disco muito bom e também evidencia a força instrumental da obra de Guinga. As duas primeiras músicas do disco mostram as armas de Tardelli: a abertura com "Baião de Lacan" é veloz, técnica e potente. "Igreja da penha (carta de pedra)" é sutil e emotiva. Elas mostram a versatilidade e os recursos do músico.

Minhas preferidas do álbum: "Baião de Lacan", "Igreja da penha (carta de pedra)", "Unha e carne", "Cheio de dedos", "Dichavado", "Constance", "Baiões", "Choro-réquiem".


Ouça um trecho de "Choro-réquiem"

* * *

38) Banda Mantiqueira ― Terra Amantiquira (2005)
Direção artística: Nailor Proveta

A banda Mantiqueira é uma seleção de músicos que joga bonito e ainda ganha o campeonato. É uma big band bem brasileira que transita com tranquilidade em estilos diversos, indo de uma veia mais jazzística até climas brasileiros diversos. Com direção artística de Nailor Proveta, um dos maiores músicos brasileiros, Terra Amantiquira tem grandes músicas e belos arranjos, além, claro, de um desfile de performances precisas dos músicos. "Vovô Manuel", de Proveta, lembra as cores de uma gafieira. "Eu e a brisa", clássico de Johnny Alf, que faleceu no começo deste ano, tem algo do cool jazz. "Santos Jundiaí" é um samba jazz em estado puro.

Minhas preferidas do álbum: "Eu e a brisa", "Vovô Manuel", "Santos Jundiaí", "samba da minha terra/Saudade da Bahia", "Feminina".


Ouça um trecho de "Vovô Manuel"

* * *

39) Ney Matogrosso e Pedro Luís e a Parede ― Vagabundo (2004)
Direção musical: Ney Matogrosso e Pedro Luis e a Parede

Vagabundo é um disco divertido. Traz a boa levada do samba, mas sem se prender à tal "tradição", junto da leveza do pop. O álbum abre com uma versão arrebatadora de "A ordem é samba" (Jackson do Pandeiro e Severino Ramos). Outra versão de destaque é a ótima "Assim assado" (João Ricardo), clássico do Secos e Molhados. Vagabundo mostra um pop abrasileirado que não apela para facilidades nem é metido à besta. Conta com boas canções que não agridem a inteligência do ouvinte. Tem músicas nas quais podemos achar boas sacadas nas letras e nos arranjos e nas quais humor e seriedade aparecem na hora certa.

Minhas preferidas do álbum: "A ordem é samba", "Assim assado", "Interesse", "Inspiração", "Finalmente".


Ouça um trecho de "A ordem é samba"

* * *

40) Luciana Souza ― Brazilian Duos (2003)
Produzido por Luciana Souza e Eduardo Souza

É preciso muita qualidade para uma cantora conseguir enfrentar um disco inteiro só acompanhada de um violão. E não estamos falando de músicas pop para tocar em boteco. Mas de grandes canções brasileiras, com arranjos de instrumentistas de primeira grandeza. E foi isso que Luciana Souza fez em Brazilian Duos. Ela aparece ao lado de Marco Pereira, Romero Lubambo e seu pai, Walter Santos. Uma das minhas preferidas é "Pra que discutir com madame", clássico de Janet de Almeida e Haroldo Barbosa, numa interpretação fabulosa dela e de Romero Lubambo. Destaque para o uníssono final, que enrolaria a língua de muita cantora por aí.

Minhas preferidas do álbum: "Baião medley", "Pra que discutir com madame", "Pradizer adeus", "Doce de côco", "As praias desertas", "Docemente", "Saudade da Bahia".


Ouça um trecho de "Pra que discutir com madame"



Rafael Fernandes
Araçoiaba da Serra, 28/7/2010


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Romance quebrado de uma era fraturada de Daniel Lopes
02. Matrix, ou o camarada Buda de Alexandre Ramos
03. O homem da paz celestial de Alexandre Ramos


Mais Rafael Fernandes
Mais Acessadas de Rafael Fernandes em 2010
01. Os piores músicos da década - 22/9/2010
02. Futebol: 10 mandamentos e 5 mitos - 9/6/2010
03. Meus álbuns: '00 - '09 ― Pt. 1 - 17/2/2010
04. Meus álbuns: '00 - '09 ― Pt. 3 - 26/5/2010
05. Meus álbuns: '00 - '09 ― Pt. 4 - 28/7/2010


Mais Especial Melhores de 2000-2009
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




É MENTIRA, TERTA?
CHICO ANÍSIO
JOSÉ OLYMPIO
(1974)
R$ 5,00



A DUPLA PERSONALIDADE - O ESTRANHO CASO DE ROSE RAMIRES - 3ª ED.
EDGARD ARMOND
ALIANÇA
(1998)
R$ 14,00



ESTA ÁRVORE DOURADA QUE SUPOMOS
NEY LOPES
DADE
(2011)
R$ 25,90
+ frete grátis



A ILUSTRE CASA DE RAMIRES
EÇA DE QUEIROZ
VILLA RICA
R$ 10,00



SOB O SIGNO DE GÊMEOS
ROSAMUNDE PILCHER
BERTRAND
(2002)
R$ 29,90
+ frete grátis



PEIXE VIVO
STEPHEN C . LUNDIN
CAMPUS
(2003)
R$ 9,00



O INCIDENTE DA BOLA DE CACHORRO
AGATHA CHRISTIE; JOHN CURRAN
LEYA
(2014)
R$ 10,00



ÉTICA E CIDADANIA
SEMINARIO IBERO AMERICANO DE ADOLESCÊNCIA
ASSOCIAÇÃO BRAS DE ADOLESCÊNCI
(2000)
R$ 19,28



QUESTÕES DE GÉNERO ENTRE DIPLOMADOS DO ENSINO SUPERIOR
ARLINDA CABRAL
NOVAS EDIÇÕES ACADÊMICAS
R$ 524,00



CEZANNE
YVON TAILLANDIER
FLAMMARION
(1967)
R$ 30,00





busca | avançada
41731 visitas/dia
1,1 milhão/mês