O jornalismo cultural na era das mídias sociais | Fabio Gomes | Digestivo Cultural

busca | avançada
20714 visitas/dia
829 mil/mês
Mais Recentes
>>> TV Brasil exibe especial 'Sonho Meu' em homenagem a Dona Ivone Lara nesta sexta (20)
>>> Alexandre Hallais, um dos escritores mais evidentes da atualidade fecha parceria com a Soul Editora
>>> Juiz federal estreia na literatura com contos sobre heróis históricos
>>> Alessandro Ferrari Jacinto e Marisa Folgato lançam 'Alzheimer' na Livraria Martins Fontes
>>> Programa de Edição de Textos de Docentes da Unesp 2018
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Nobel, novo romance de Jacques Fux
>>> De Middangeard à Terra Média
>>> Dos sentidos secretos de cada coisa
>>> O pai da menina morta, romance de Tiago Ferro
>>> Joan Brossa, inéditos em tradução
>>> Sebastião Rodrigues Maia, ou Maia, Tim Maia
>>> 40 anos sem Carpeaux
>>> Minha plantinha de estimação
>>> Corot em exposição
>>> Existem vários modos de vencer
Colunistas
Últimos Posts
>>> Arte da Palavra em Pernambuco
>>> Conceição Evaristo em BH
>>> Regina Dalcastagné em BH
>>> Leitores e cibercultura
>>> Sarau Libertário em BH
>>> Psiu Poético em BH esta semana
>>> Existem vários modos de vencer
>>> Lauro Machado Coelho
>>> Jeff Bezos é o mais rico
>>> Stayin' Alive 2017
Últimos Posts
>>> Pierrô
>>> Lugar comum
>>> Os galos
>>> Cenas do bar - Wilsinho, o feio.
>>> Desenhos a lápis na poesia de Oleg Almeida
>>> Eloquência
>>> Cenas do bar - Vladimir, o solteiro.
>>> Deu na primeira página...
>>> Palavra vício
>>> Premissas para reflexão
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Quem é Gian Danton
>>> Um conselho: não leia Germinal
>>> O pós-modernismo morreu
>>> Nelson ao vivo, como num palco
>>> Furo
>>> Parangolé: anti-obra de Hélio Oiticica
>>> Adagio ma non troppo
>>> E Benício criou a mulher...
>>> As 48 Leis do Poder, por Robert Greene
>>> Gramado e a ausência de favoritismo
Mais Recentes
>>> 3 revistas Deutsch Perfekt
>>> As esganadas
>>> Jeremias 1 a 6
>>> A Nova Jerusalém- A Noiva Ataviada
>>> Perversão - Coleção Conceitos da Psicanálise
>>> Contando Gatos
>>> Toda a Mudança Começa em Você
>>> Antes que Seja Tarde
>>> A Bíblia do Vencedor
>>> O Investidor Inteligente
>>> Segredos de Administração de Tempo
>>> Você e Seu Sangue
>>> Segredos de Liderança
>>> As Práticas Para a Prosperidade Extraídas de O Homem Mais Rico da Babilônia
>>> O Ciclo da Autossabotagem
>>> Como Convencer Alguém em 90 Segundos
>>> O Manuscrito Original - As Leis Do Triunfo E Do Sucesso
>>> Pense e Enriqueça
>>> O Maior Vendedor do Mundo
>>> Você Merece Uma Segunda Chance
>>> Pense Simples
>>> Escola de Negócios
>>> A Ciência de Ficar Rico
>>> HBase: The Definitive Guide (livro em Inglês)
>>> Big Data (livro em português) - Como Extrair Volume, Variedade, Velocidade e Valor da Avalanche de Informação Cotidiana 
>>> Quem Roubou Minha Motivação?
>>> O Negócio do Século XXI
>>> Os Segredos da Mente Milionária
>>> Atitude Mental Positiva
>>> Aprendendo Inteligência
>>> Basta Pensar Diferente
>>> A Lei do Triunfo
>>> Pai Rico Pai Pobre
>>> Como Fazer Amigos
>>> Go Pro
>>> Filha das Trevas
>>> A Revolução das Mulheres
>>> Nevernight - A Sombra Do Corvo 01 - Crônicas Da Quasinoite
>>> Casa Das Fúrias
>>> Quase 1000 Absurdos De Todos Os Tempos
>>> 1000 Curiosidades Olímpicas Que Todo Recordista Deveria Saber
>>> Quase 1000 Dados Nojentos Para Saber Que Este Mundo É Imundo
>>> 1000 Curiosidades Do Mundo Da Bola - Que Todo Craque Deveria Saber
>>> 1000 Curiosidades Insólitas
>>> 1000 Coisas Inúteis Que Um Garoto Deveria Saber Antes De Crescer
>>> Tríade Deutsch Perfekt - revistas
>>> Os Terceiros 2000 anos
>>> João Ternura
>>> Fauna de Venezuela
>>> El Libro De La Salsa
COLUNAS

Segunda-feira, 11/9/2017
O jornalismo cultural na era das mídias sociais
Fabio Gomes

+ de 3300 Acessos

Com o advento das redes sociais, os artistas (em especial os da música) passaram a se comunicar diretamente com seu público, não necessitando mais da antiga "ponte" que o jornalismo cultural representava. Este é o tema central de um texto que escrevi no ano passado, intitulado Caiu na rede, virou social, saído primeiro no blog Roraima Rock'n'Roll, e republicado aqui. E também a ideia principal do artigo Tribalistas não precisam de jornalismo, escrito por Pedro Varoni e publicado no site Observatório da Imprensa em 15 de agosto deste ano.


Capa do novo CD dos Tribalistas


Varoni se referia à live que o supergrupo formado por Arnaldo Antunes, Carlinhos Brown e Marisa Monte fizera no Facebook, sem aviso prévio, na noite de 9 de agosto. No dia seguinte, anunciaram o lançamento de um EP no inédito formato Hand Album, criado em dois dias (!) a pedido de Marisa por engenheiros brasileiros com suporte de colegas europeus e norte-americanos do Facebook e Spotify. O formato visa proporcionar a quem ouve um álbum no smartphone uma experiência similar à de se ouvir um CD físico (saiba mais neste texto de Igor Ribeiro para o site Meio & Mensagem). Varoni também destaca a queixa de Nando Reis, ao participar do programa de Pedro Bial em 19 de junho, dando conta de que o"caderno de cultura do maior jornal de São Paulo" não dedicara uma "única linha ao trabalho" - no caso, o mais recente CD de Nando, Jardim Pomar (2016).

Não encontrei dados sobre vendas (ainda se fala nisso??) ou audições do CD de Nando, mas é evidente que, mesmo que um jornal não tenha falado do disco, outros falaram e as próprias redes sociais do artista se encarregaram de espalhar a notícia (apenas no Instagram ele tem 403 mil seguidores). Sobre os Tribalistas, o próprio Varoni refere que a live foi vista por 5,62 milhões de pessoas em 52 países. Isto o leva a afirmar que "As novas formas de circulação são mais democráticas e não precisam do antigo modelo de mediação que dependia de critérios eletivos dos jornalistas culturais, quando não do poder econômico das gravadoras" - conclusão que endosso inteiramente. Já falei certa vez que no antigo sistema gravadoras e jornalismo cultural (mais aquelas que este, evidentemente) decidiam "quem podia" ser artista. Hoje a internet possibilita que todos possam mostrar o seu trabalho sem intermediários.

Embora eu tenha um blog com o nome de Jornalismo Cultural, creio que o espaço onde mais exerci de fato o que entendo como jornalismo cultural foi o Som do Norte, de sua criação em 2009 até 2015. Comecei o ano retrasado parando de postar agenda de shows no blog, já que a audiência dessas postagens era pequena; as pessoas hoje se atualizam sobre shows em sua cidade através das redes sociais. Decidi então investir em entrevistas com músicos, porém lá pro meio do ano comecei a ter algumas recusas. Entendi então que, como disse Varoni no trecho citado acima, o antigo modelo de mediação representado pelo jornalismo cultural "clássico" não era mais necessário nos tempos atuais. Mais ou menos na mesma época, em 30 de julho de 2015, o cineasta Jorge Furtado declarou à TV Carta, a propósito de seu filme O Mercado de Notícias, que "a imprensa praticamente perdeu o sentido" de existir. Eu não iria tão longe, mas o fato de eu ser um jornalista pode estar influindo na minha percepção...

Evidentemente eu não tenho como dizer para onde o jornalismo cultural como um todo deverá ir, ou tentar prever o que vai acontecer. O que posso é decidir o que vou fazer a partir do quadro atual. Nesses últimos dois anos tenho priorizado meu trabalho ligado às imagens, sejam fixas (Fotografia), sejam em movimento (Cinema), com o jornalismo cultural presente em vários destes trabalhos, como o projeto As Tias do Marabaixo, por exemplo. Quanto ao jornalismo propriamente dito, tenho preferido escrever artigos como este tanto para meus blogs quanto na coluna do Digestivo Cultural, ao lado da republicação de textos meus escritos em épocas diversas e que nunca postei em meus próprios blogs. A quantidade de acessos não chega a ser muito expressiva, mas de todo modo creio que estou oferecendo um conteúdo menos perecível do que fazia quando minha prioridade era postar agenda de shows - em sua maioria, estes posts jamais voltavam a ser acessados após a realização do evento.




Fabio Gomes
Maceió, 11/9/2017


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Claudio Willer e a poesia em transe de Renato Alessandro dos Santos
02. A vida dos pardais e outros esquisitos pássaros de Elisa Andrade Buzzo
03. Os Doze Trabalhos de Mónika. Epílogo. Ambaíba de Heloisa Pait
04. Os Doze Trabalhos de Mónika. 12. Rumo ao Planalto de Heloisa Pait
05. Entrevista com o poeta mineiro Carlos Ávila de Jardel Dias Cavalcanti


Mais Fabio Gomes
Mais Acessadas de Fabio Gomes em 2017
01. O jornalismo cultural na era das mídias sociais - 11/9/2017
02. Longa vida à fotografia - 20/2/2017
03. Noel Rosa - 2/10/2017
04. O que te move? - 29/5/2017
05. Inquietações de Ana Lira - 24/4/2017


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




O RAIO DA POSITIVIDADE
IEDA DE OLIVEIRA
QUINTETO
(1998)
R$ 14,00



ALMAS MORTAS - NICOLAI GOGOL (LITERATURA RUSSA)
NICOLAI GOGOL
ABRIL CULTURAL
(1972)
R$ 17,00



O PODER DO JOVEM - 62ª EDIÇÃO
LAURO TREVISAN
DA MENTE
(1981)
R$ 5,49



CORINTHIANS E PALESTRA ITÁLIA: FUTEBOL EM TERRAS BANDEIRANTES
ALFREDO OSCAR SALUN
TODAS AS MUSAS
(2015)
R$ 35,00
+ frete grátis



AMIGOS PARA SEMPRE
ANNE GEDDES
ALLES TRADE
(2008)
R$ 50,00



MAX PERKINS - UM EDITOR DE GÊNIOS
A. SCOTT BERG
INTRÍNSECA
(2014)
R$ 39,99



O FUTURO DOS EMPREGOS
THOMAS W. MALONE
M. BOOKS DO BRASIL
(2006)
R$ 33,90



BLING RING: A GANGUE DE HOLLYWOOD
NANCY JO SALES
INTRINSECA
(2013)
R$ 10,00



MANGÁ VARIANTE REQUIEM FOR THE WORLD Nº 2
IQURA SUGIMOTO
SAMPA ARTE / LAZER
(2004)
R$ 11,90



NADA É POR ACASO
ZIBIA GASPARETTO
VIDA E CONSCIÊNCIA
(2005)
R$ 11,54





busca | avançada
20714 visitas/dia
829 mil/mês