Samba Meu, o show de Maria Rita | Digestivo Cultural

busca | avançada
79202 visitas/dia
2,3 milhões/mês
Mais Recentes
>>> 7ª edição do Fest Rio Judaico acontece no domingo (16 de junho)
>>> Instituto SYN realiza 4ª edição da campanha de arrecadação de agasalhos no RJ
>>> O futuro da inteligência artificial: romance do escritor paranaense Roger Dörl, radicado em Brasília
>>> Cursos de férias: São Paulo Escola De Dança abre inscrições para extensão cultural
>>> Doc 'Sin Embargo, uma Utopia' maestro Kleber Mazziero em Cuba
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> A pulsão Oblómov
>>> O Big Brother e a legião de Trumans
>>> Garganta profunda_Dusty Springfield
>>> Susan Sontag em carne e osso
>>> Todas as artes: Jardel Dias Cavalcanti
>>> Soco no saco
>>> Xingando semáforos inocentes
>>> Os autômatos de Agnaldo Pinho
>>> Esporte de risco
>>> Tito Leite atravessa o deserto com poesia
Colunistas
Últimos Posts
>>> Jensen Huang, da Nvidia, na Computex
>>> André Barcinski no YouTube
>>> Inteligência Artificial Física
>>> Rodrigão Campos e a dura realidade do mercado
>>> Comfortably Numb por Jéssica di Falchi
>>> Scott Galloway e as Previsões para 2024
>>> O novo GPT-4o
>>> Scott Galloway sobre o futuro dos jovens (2024)
>>> Fernando Ulrich e O Economista Sincero (2024)
>>> The Piper's Call de David Gilmour (2024)
Últimos Posts
>>> O mais longo dos dias, 80 anos do Dia D
>>> Paes Loureiro, poesia é quando a linguagem sonha
>>> O Cachorro e a maleta
>>> A ESTAGIÁRIA
>>> A insanidade tem regras
>>> Uma coisa não é a outra
>>> AUSÊNCIA
>>> Mestres do ar, a esperança nos céus da II Guerra
>>> O Mal necessário
>>> Guerra. Estupidez e desvario.
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Vestibular, Dois Irmãos e Milton Hatoum
>>> Circo Roda Brasil
>>> Van Halen ao vivo em 1984
>>> O corpo-reconstrução de Fernanda Magalhães
>>> Contra os intelectuais
>>> Sem música, a existência seria um erro
>>> Orkut, um sonho impossível?
>>> Charges e bastidores do Roda Viva
>>> Pensamento do dia
>>> Por que votei nulo
Mais Recentes
>>> Ser Terapeuta - Depoimentos de Ieda Borchat - Paulo Barros pela Summus (1985)
>>> Coleção Tim Maia - 1970 - Livreto + CD de Abril - Tim Maia pela Abril (2014)
>>> Coleção Tim Maia V.3 - 1973 - sem o CD de Abril - Tim Maia pela Abril (2013)
>>> Aurélio - O Dicionário Da Língua Portuguesa - C/ Cd-rom de Aurélio Buarque De Holanda Ferreira pela Positivo (2004)
>>> C ++ Como Programar - sem Cd-rom de H.M Deitel - P J Deitel pela Bookman (2004)
>>> Fradim do Velho Nº 30 de Henfil pela Vozes (1980)
>>> Lobo de Ray-Ban - Revista da Peça - Raul Cortez - Christiane Torloni de Renato Borgui - José Possi Neto pela Tarot Pruduões - Ray-Ban (1991)
>>> O Heroi dos Tabuleiros - Col. Espelhos de Ricardo Criez pela FTD (2024)
>>> O Livro das Letras - um Alef Beit Místico de Lawrence Kushner pela Madras (2002)
>>> Box - Jornalismo Sitiado - [ 2dvds + Livro ] de Eugenio Bucci - Sidnei Basile pela Log on Cultura Marcas (2004)
>>> Ressignificando Sua Vida de Dr Mohamad Barakat pela Vital (2018)
>>> O Brincar E A Criança Do Nascimento Aos Seis Anos de Vera Barros De Oliveira pela Vozes (2010)
>>> Tua cor é o que eles olham (C/ autografo) de Sonia Euler Mororo pela H. P. Comunicação (2017)
>>> Lonely Planet Italy de Paula Hardy, Alison Bing, Abigail Blasi, Cristian Bonetto, Kerry Christiani, Gregor Clark, Joe Fullman, Duncan Garwood, Robert Landon, Vesna Maric pela Lonely Planet (2012)
>>> O Martelo Das Feiticeiras de Heinrich Kramer E James Sprenger pela Rosa Dos Tempos (2020)
>>> O Último Dia De Dava Shastri de Kirthana Ramisetti pela Astral Cultural (2023)
>>> A Economia Feminista: Por Que A Ciência Econômica Precisa Do Feminismo E Vice-versa de Hélène Périvier pela Bazar Do Tempo (2023)
>>> Abolicionismo. Feminismo. Já. de Angela Y. Davis; Gina Dent; Erica R. Meiners; Beth E. Richie pela Companhia das letras (2023)
>>> Imagens Do Além de Heigorina Cunha; Espírito Lucius pela Instituto De Difusão Espírita (2007)
>>> O livro mágico de aniversário com música e luzes de N/a pela Todolivro (2015)
>>> Wicca - Por Trás Da Bruxaria Branca de William Schnoebelen pela Proposito Eterno (2007)
>>> Quem se esconde na fazenda? de Debbie Tarbett pela Nobel (2018)
>>> From Immigrant to Ethnic Culture de Rakhmiel Peltz pela Stanford (1998)
>>> Revista Cinemin nº63 (5ª série) de Ebal pela Ebal (1990)
>>> Um Dono Para Buscapé de Giselda Laporta Nicolelis; Elisabeth Teixeira pela Moderna (2017)
DIGESTIVOS >>> Notas >>> Música

Quarta-feira, 26/3/2008
Samba Meu, o show de Maria Rita
Julio Daio Borges
+ de 11200 Acessos
+ 4 Comentário(s)




Digestivo nº 360 >>> Maria Rita não vai conseguir escapar da controvérsia tão cedo. Quem assistiu à estréia do seu show Samba Meu, no Citibank Hall em São Paulo, comprovou. Não é só a sombra de Elis Regina que persegue a intérprete. Desde que se lançou, Maria Rita sofre com a contradição de ser uma cantora nata, cuja alma foi vendida ao mainstream a prazo. Assim, ao mostrar, ao vivo, que tem provavelmente "ouvido absoluto", é obrigada a encarnar uma nova personagem a cada turnê, possivelmente sob as ordens do marketing de sua gravadora — que, atualmente, não hesitaria em transformar uma diva negra do jazz americano em uma spice girl loira do pop britânico, se as "pesquisas" de hábitos do consumidor indicassem nessa direção. Logo, Maria Rita até quer cantar "samba de raiz", e sua escolha de compositores faz algum sentido (ela entende mesmo de música), mas, paralelamente, desvia a atenção para questionáveis decotes (para os quais não tem corpo), para seu bronzeamento de laboratório e para seu novo abdômen "tanquinho". Elis Regina — e é quase atávica a comparação aqui — também se entusiasmava com o mise-en-scène do palco, nesse sentido é paradigmático seu show Falso Brilhante, mas ela tinha propósito, tinha até discurso, pensava saber para onde estava caminhando, e não simplesmente cedia aos ditames da moda (ainda mais aos ditames de uma indústria falida, a do disco...). A chave para a compreensão do fenômeno Maria Rita, portanto, é que ela tem, decididamente, talento musical, mas falta-lhe senso histórico, falta-lhe consciência, por exemplo, de seu lugar na história da MPB e falta-lhe, sobretudo, um projeto artístico. Sem isso, Maria Rita pode até impressionar pelo virtuosismo em estúdio mas vai continuar perdendo na comparação com a mãe ao vivo.
>>> Maria Rita
 
Julio Daio Borges
Editor
Quem leu esta, também leu essa(s):
01. A morte do jornal, pela New Yorker (Imprensa)
02. A Pantera Cor de Rosa, com Steve Martin (Cinema)
03. Quatros Anos Esta Noite (Televisão)


Mais Notas Recentes
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
26/3/2008
11h57min
Mas será que ela realmente precisa ser comparada com a mãe o tempo todo? Sinceramente, isso já está parecendo falta de criatividade dos jornalistas e da crítica. Diante da falta do que dizer a respeito da artista, vão pelo caminho mais fácil, a comparação com a mãe...
[Leia outros Comentários de João B]
27/3/2008
10h49min
Uma exausta Maria Rita nos surge a cada novo show, carregando o peso morto de ser a filha da Elis... Tendo como herança toda a musicalidade e o talento de sua mãe, não é, porém, uma Elis renascida (o que seria a realização de um sonho coletivo). Herdeira, é vista por muitos como usurpadora de uma "deusa" que, com sua morte desastrosa, traiu um mundo de admiradores fiéis. Maria Rita não convence por não ser, a qualquer custo e risco, uma "cover" da saudosa e insubstituível Elis Regina. É importante que Maria Rita se respeite mais! Que cante o que sabe, que escolha o que cante, que interprete a seu modo, que se orgulhe do que é, não de onde veio... Afinal, não foi ela que escolheu o ventre abençoado que a gerou, com tamanho talento! A sombra que a persegue é a do sucesso. Que a deixem livre desse limbo, para ser finalmente vista, sob a sua própria luz!
[Leia outros Comentários de Elizabeth Castro]
24/8/2008
13h27min
Assim como todo fã de Maria Rita foi e é fã de Elis Regina, é normal que se queira fazer algumas comparações, mas não a chegar ao ponto de querer ver na filha cantora o que foi e o que é ainda a imagem de Elis Regina, tendo nela seus valores e popularidade. Cada cantor é aquilo que quer representar sua imagem. Se Maria Rita tivesse a intenção de "imitar " sua mãe, ela seria, sem sombra de dúvida, muito mais criticada. Mas o fato é que Maria Rita é Maria Rita.
[Leia outros Comentários de Felipe de Alcântara]
17/1/2009
10h50min
O sorriso dura somente um instante, mas seus efeitos duram para sempre... este é o sorriso contagiante de Maria Rita. Obrigado por ser brasileira e nossa cantora!
[Leia outros Comentários de carla]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Vexame - os Bastidores do Fmi na Crise Que Abalou
Paul Blustein
Record
(2002)



Livro Filosofia Fundar a Moral
François Julien
Discurso
(2001)



Nostradamus o Milenio
John Hougue
Nova Fronteira
(1988)



Demolidor: o homem sem medo
Paul Crilley
Novo Século
(2017)



Arte e Tecnologia na Cultura Contemporânea
Maria Beatriz de Meeiros
Unb
(2002)



Os Bichos
Manoel Herzog
Realejo
(2012)



A Dignidade da Pessoa Humana
Vander Ferreira de Andrade
Cautela
(2007)



Sob Custódia
Anita Desai
Rocco
(1988)



O Mundo Ou Tratado Da Luz
René Descartes
Hedra
(2008)



A Practical English Grammar Exercises 1 e 2
A. J. Thomson / A. V. Martinet
Oxford
(1984)





busca | avançada
79202 visitas/dia
2,3 milhões/mês