Dias de Luta, de Ricardo Alexandre | Digestivo Cultural

busca | avançada
60272 visitas/dia
2,0 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Festival Som na Faixa apresenta edição online com atrações da música instrumental
>>> Leituras Urbanas começa novo ciclo literário
>>> Unil oferece abordagem diferenciada da gramática a preparadores e revisores de texto
>>> Conversas no MAB com Sergio Vidal e Ana Paula Lopes
>>> Escola francesa de Design, Artes e Comunicação Visual inaugura campus em São Paulo
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Aos nossos olhos (e aos de Ernesto)
>>> Carol Sanches, poesia na ratoeira do mundo
>>> O fim dos livros físicos?
>>> A sujeira embaixo do tapete
>>> Moro no Morumbi, mas voto em Moema
>>> É breve a rosa alvorada
>>> Alameda de água e lava
>>> Entrevista: o músico-compositor Livio Tragtenberg
>>> Cabelo, cabeleira
>>> A redoma de vidro de Sylvia Plath
Colunistas
Últimos Posts
>>> Gente feliz não escreve humor?
>>> A profissão de fé de um Livreiro
>>> O ar de uma teimosia
>>> Zuza Homem de Mello no Supertônica
>>> Para Ouvir Sylvia Telles
>>> Van Halen ao vivo em 1991
>>> Metallica tocando Van Halen
>>> Van Halen ao vivo em 2015
>>> Van Halen ao vivo em 1984
>>> Chico Buarque em bate-papo com o MPB4
Últimos Posts
>>> O poder da história
>>> Caraminholas
>>> ETC. E TAL
>>> Acalanto para a alma
>>> Desde que o mundo é mundo
>>> O velho suborno
>>> Normal!
>>> Os bons companheiros, 30 anos
>>> Briga de foice no escuro
>>> Alma nua
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Dublinenses
>>> Robinson Shiba do China in Box
>>> A Lógica do Cisne Negro, de Nassim Nicholas Taleb
>>> Villa-Lobos tinha dias de tirano
>>> Abbas Kiarostami: o cineasta do nada e do tudo
>>> White Blues Boys
>>> 21º de Mozart: Pollini e Muti
>>> Mentiras diplomáticas 1: a Copa do Mundo é nossa
>>> Separar-se, a separação e os conselhos
>>> Eu não uso brincos
Mais Recentes
>>> Os Lusíadas de Luís de Camões pela Abril (1979)
>>> Os Trabalhadores do Mar de Victor Hugo pela Abril (1979)
>>> Decamerão (2 volumes) de Giovanni Boccaccio pela Abril (1981)
>>> Relações entre a Igreja e o Estado de Rafael Llano Cifuentes pela José Olympio (1989)
>>> A Interpretação do Homem de Renato Kehl pela Francisco Alves (1951)
>>> Envelheça Sorrindo de Renato Kehl pela Francisco Alves (1949)
>>> O Milagre de Lourdes de Ruth Cranston pela Melhoramentos (1955)
>>> Diário de um pároco de aldeia de Georges Bernanos pela Agir (1964)
>>> A Doutrina Social da Igreja de G. C. Rutten, O. P. pela Agir (1947)
>>> Maria e o Evangelho de Jean Galot pela Aster (1961)
>>> O que sobrou do paraíso? de Jean Delumeau pela Companhia das letras (2003)
>>> Senhores de engenho, judeus em Pernambuco colonial 1542-1654 de José Alexandre Ribemboim pela 20-20 Comunicação (2002)
>>> Os magnatas do tráfico negreiro de José Gonçalves Salvador pela Pioneira, Edusp (1981)
>>> A comunidade judaico-cristã de Mateus de Anthony J. Saldarini pela Paulinas (2000)
>>> A Formação da Terra - Biblioteca Salvat de Grandes Temas de Vários Colaboradores pela Salvat (1979)
>>> As origens do Novo Testamento de C. F. D. Moule pela Paulinas (1979)
>>> Mártires do coliseu romano de Emma Leslie pela Aeebar (1984)
>>> Filosofia para entender teologia de Diogenes Allen e Eric Springsted pela Paulus, Academia cristã (2011)
>>> Nigella Bites de Nigella Lawson pela Ediouro (2019)
>>> Minidicionário da Língua Portuguesa de Francisco da Silveira Bueno pela FTD (1996)
>>> Desenho Técnico de Thomas E. French pela Globo (1958)
>>> Métodos de Ensaios nas Indústrias de Celulose e Papel de Alfred Halward e Outro pela Brusco
>>> Minha Vida na Estrada de Gloria Steinem pela Bertrand Brasil (2017)
>>> Quantitative Analysis de V. Alexeyer pela Mir
>>> Pulp Technology and Treatment For Paper de James d'A. Clark pela Miller Freeman (1978)
>>> A Bíblia mais Bela do Mundo 47 de Pe. Antônio Charbel pela Abril (1965)
>>> A Bíblia mais Bela do Mundo 46 de Pe. Antônio Charbel pela Abril (1965)
>>> A Bíblia mais Bela do Mundo 43 de Pe. Antônio Charbel pela Abril (1965)
>>> A Bíblia mais Bela do Mundo 41 de Pe. Antônio Charbel pela Abril (1965)
>>> A Bíblia mais Bela do Mundo 40 de Pe. Antônio Charbel pela Abril (1965)
>>> A Bíblia mais Bela do Mundo 39 de Pe. Antônio Charbel pela Abril (1965)
>>> A Bíblia mais Bela do Mundo 38 de Pe. Antônio Charbel pela Abril (1965)
>>> Cinco Minutos e a Viuvinha de José de Alencar pela Ciranda Cultural / W. Bucb (2009)
>>> A Bíblia mais Bela do Mundo 37 de Pe. Antônio Charbel pela Abril (1965)
>>> A Bíblia mais Bela do Mundo 36 de Pe. Antônio Charbel pela Abril (1965)
>>> A Bíblia mais Bela do Mundo 35 de Pe. Antônio Charbel pela Abril (1965)
>>> A Bíblia mais Bela do Mundo 34 de Pe. Antônio Charbel pela Abril (1965)
>>> Fim de Fernanda Torres pela Companhia das Letras (2013)
>>> A Bíblia mais Bela do Mundo 33 de Pe. Antônio Charbel pela Abril (1965)
>>> A Bíblia mais Bela do Mundo 32 de Pe. Antônio Charbel pela Abril (1965)
>>> A Bíblia mais Bela do Mundo 31 de Pe. Antônio Charbel pela Abril (1965)
>>> Cinco Minutos e a Viuvinha de José de Alencar pela Ática (2002)
>>> A Bíblia mais Bela do Mundo 30 de Pe. Antônio Charbel pela Abril (1965)
>>> A Bíblia mais Bela do Mundo 29 de Pe. Antônio Charbel pela Abril (1965)
>>> Cardiologia Baseada em Relatos de Casos de Carlos V. Serrano Jr.; Flávio Tarasoutchi; Outros pela Manole (2006)
>>> A Bíblia mais Bela do Mundo 28 de Pe. Antônio Charbel pela Abril (1965)
>>> A Bíblia mais Bela do Mundo 27 de Pe. Antônio Charbel pela Abril (1965)
>>> A Bíblia mais Bela do Mundo 26 de Pe. Antônio Charbel pela Abril (1965)
>>> Um Encontro Inesperado de Rosamunde Pilcher pela Bertrand Brasil (2003)
>>> Temas de Marcapasso de Celso Salgado De Melo; Oswaldo Tadeu Greco; Outros pela Leitura Médica (2011)
DIGESTIVOS >>> Notas >>> Música

Segunda-feira, 17/6/2013
Dias de Luta, de Ricardo Alexandre
Julio Daio Borges

+ de 4800 Acessos




Digestivo nº 492 >>> Os anos da bossa nova mereceram um livro de Ruy Castro. Já as memórias de Nelson Motta, que atravessam desde a bossa nova até os anos 90, de Marisa Monte, se consagraram como Noites Tropicais. Ruy Castro pensa como Paulo Francis, que ouvinte de rock é "animal invertebrado" (quanto mais de rock brasileiro). E Nelson Motta fala en passant do rock brasileiro dos anos 80 ― mas o foco de suas memórias é, naturalmente, ele mesmo, e seus empreendimentos musicais. Faltava um livro que se consagrasse como "a biografia" do rock brasileiro dos anos 80. Mas Ruy Castro jamais iria escrevê-lo. Fernando Morais, outro dos nossos grandes biógrafos, prefere historicamente temas políticos, a não ser quando o assunto é Paulo Coelho. E Nelson Motta ― aparentemente ― já havia esgotado o que tinha a dizer sobre o tema. Acontece que, para surpresa geral da Nação, a biografia do rock brasileiro dos anos 80 já foi escrita. E, publicada ― em 2002. Sim, há mais de uma década. Guilherme Bryan e seu alentado volume pela Record que nos perdoem, mas estamos falando de Dias de Luta ― O Rock e o Brasil dos Anos 80, de Ricardo Alexandre. Sim, o mesmo autor de Nem vem que não tem ― A Vida e o Veneno de Wilson Simonal (2009).Um clássico instantâneo sobre um "elo perdido" entre a bossa nova, a jovem guarda, o tropicalismo e a MPB. A biografia definitiva sobre o maior cantor brasileiro desde João Gilberto. Mas voltemos a Dias de Luta... No bojo de tantos lançamentos, no início dos anos 2000, entre blogueiros-escritores (e escritores-blogueiros), o livro de Ricardo Alexandre terminou eclisado. Foi publicado pela DBA e Alexandre, circunstancialmente, misturou-se com outros "autores iniciantes". Acabou confundido com ficcionistas muito barulhentos e pouco representativos (da propalada Geração 90 e depois). Ocorre que Dias de Luta é um grande livro. E sua reedição, agora pela Arquipélago Editorial, é a chance que temos, como leitores, para nos redimir. Para quem não egole o tema do rock, e menos ainda o rock brasileiro, Dias de Luta não é apenas sobre música. Tem um escopo cultural mais amplo, desde teatro e cinema até rádio e televisão. E tem um escopo social, desde a "abertura", a chamada redemocratização, até a primeira eleição direta e a era Collor. Dias de Luta tem o cuidado jornalístico de um Ruy Castro e tem ― ora, vejam ― os depoimentos de Nelson Motta (!). Além de contar a melhor história dos anos 80 até agora, Ricardo Alexandre juntou os méritos de Chega de Saudade e de Noites Tropicais. Desde a vanguarda do Lira Paulistana e Rita Lee como fenômeno pop, Dias de Luta parte do Vímana, e do rock brasileiro progressivo (sim), até os mesmos anos 90, de Marisa Monte e Sepultura. Passando, evidentemente, pela Gang 90, por Lulu Santos, a Blitz, os Paralamas, João Penca e seus Miquinhos, Kid Abelha, Magazine, Ira!, Barão Vermelho, Ultraje a Rigor, Titãs, Legião Urbana e RPM. Entre outros. Ricardo Alexandre tem a paciência de esmiuçar o movimento punk de São Paulo (do primeiro Ratos de Porão), o rock gaúcho (de Engenheiros do Hawaii) e até o hip-hop (de Thaíde e DJ Hum). E para a música em si, Alexandre tem o olhar generoso de quem não julga peremptoriamente, levantando o papel de cada um na construção da cena, sem esquecer das "armações", das "máfias", das "panelinhas" e dos excessos típicos do rock'n'roll em qualquer época. O texto é informativo, guardando uma ironia "na medida". A divisão em "primórdios", "ascensão", "auge" e "queda", digamos assim, transforma o livro num verdadeiro ensaio de interpretação. E os capítulos, no tamanho certo, encadeiam a leitura até o final. Para quem viveu, os anos 80 foram mitológicos. Mesmo que discutíveis, esteticamente falando. Dias de Luta é o melhor esforço no sentido de reviver essa época, apresentá-la às novas gerações e entender o passado recente, com desdobramentos até hoje. E, em termos autorais, os livros de Ricardo Alexandre são tão importantes quanto os romances de Daniel Galera.
>>> Dias de Luta ― O Rock e o Brasil dos Anos 80
 
Julio Daio Borges
Editor

Quem leu esta, também leu essa(s):
01. A Eclosão do Twitter, de Nick Bilton (Internet)
02. Correspondência Walter Benjamin e Gershom Scholem (Literatura)
03. O Mundo Pós-Americano, de Fareed Zakaria (Literatura)
04. Berkeley Webcasts (Internet)
05. A arte de ter bons sonhos (Literatura)


Mais Notas Recentes
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




PROJETO CIRANDO DO BRASIL CONVIVER PARA CRER
FELIPE FAGUNDES
CIA DAS PALESTRAS
(2007)
R$ 5,00



PANDEMÔNIO
GERALDO CARNEIRO
ART
(1993)
R$ 12,00



QUINZE DIAS EM SETEMBRO
RYOKI INOUE
COMPANHIA NACIONAL
(2008)
R$ 12,00



MEU DENTE CAIU !
VIVINA DE ASIS VIANA

(1986)
R$ 18,38



O FUTURO JÁ COMEÇOU
ROBERT JUNGK
MELHORAMENTOS
(1968)
R$ 10,00



SÃO PAULO - FREGMENTOS DE UMA PAISAGEM URBANA
LILY SVERNER E ANDRÉ BOCCATO
SVER E BOCCATO
(1988)
R$ 120,00



LAÇOS DO ESPÍRITO
RICHELLE MEAD
AGIR
(2011)
R$ 76,00



PRIMEIROS SOCORROS VOL 12 BIBLIOTECA MÉDICA DA FAMÍLIA
CHARLES B. CLAYMAN
CIVILIZAÇÃO
(1993)
R$ 32,38



DISTRITO FEDERAL - PAISAGEM, POPULAÇAO E PODER
WASHINGTON CANDIDO; MARILIA PELUSO
HARBRA
(2006)
R$ 10,00
+ frete grátis



COMO O BRASIL AJUDA OS E. U. A.
ARNALDO RAMOS E OUTROS
PROTEMPO (UNE)
(1963)
R$ 20,00





busca | avançada
60272 visitas/dia
2,0 milhões/mês