I’ve been up, I’ve been down | Digestivo Cultural

busca | avançada
83662 visitas/dia
2,6 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Sesc 24 de Maio apresenta o último episódio do Música Fora da Curva
>>> Historiador Russell-Wood mergulha no mundo Atlântico português da Idade Moderna
>>> Livro ensina a lidar com os obstáculos do Transtorno do Déficit de Atenção
>>> 24 e 25/04: últimas apresentações do projeto 48h_48min acontecem neste fim de semana
>>> João Trevisan: Corpo e Alma || Museu de Arte Sacra
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Cem encontros ilustrados de Dirce Waltrick
>>> Poética e política no Pântano de Dolhnikoff
>>> A situação atual da poesia e seu possível futuro
>>> Um antigo romance de inverno
>>> O acerto de contas de Karl Ove Knausgård
>>> Assim como o desejo se acende com uma qualquer mão
>>> Faça você mesmo: a história de um livro
>>> Da fatalidade do desejo
>>> Cuba e O Direito de Amar (3)
>>> Isto é para quando você vier
Colunistas
Últimos Posts
>>> Hemingway by Ken Burns
>>> Cultura ou culturas brasileiras?
>>> DevOps e o método ágil, por Pedro Doria
>>> Spectreman
>>> Contardo Calligaris e Pedro Herz
>>> Keith Haring em São Paulo
>>> Kevin Rose by Jason Calacanis
>>> Queen na pandemia
>>> Introducing Baden Powell and His Guitar
>>> Elon Musk no Clubhouse
Últimos Posts
>>> Geração# terá estreia no feriado de 21 de abril
>>> Patrulheiros Campinas recebem a Geração#
>>> Curtíssimas: mostra virtual estreia sexta, 16.
>>> Estreia: Geração# terá sessões virtuais gratuitas
>>> Gota d'agua
>>> Forças idênticas para sentidos opostos
>>> Entristecer
>>> Na pele: relação Brasil e Portugal é tema de obra
>>> Single de Natasha Sahar retrata vida de jovem gay
>>> A melancolia dos dias (uma vida sem cinema)
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Machado e a AR-15
>>> Notas confessionais de um angustiado (V)
>>> Festival de interatividades
>>> O melhor de Steve Jobs
>>> Jane Fonda em biografia definitiva
>>> Leituras, leitores e livros – Parte I
>>> Abertura de Guillaume Tell
>>> Sabemos pensar o diferente?
>>> Vianinha corpo-a-corpo
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
Mais Recentes
>>> Um Amor Alem Do Tempo de Leila R. Iannone pela Moderna (1990)
>>> O Novo Mapa do Mundo de Demétrio Magnoli pela Moderna (1999)
>>> Olhinhos de gato de Cecília Meireles pela Modernao (1983)
>>> As Maiores Historias do Superman de Jerry Siegel e Joe Shuster. Capa: Alex Ross pela Panini Comics (2008)
>>> DC Especial vol.3 - Lanterna Verde de Ben Raab, Charlie Adlard, Tatjana Wood pela Panini Comics (2004)
>>> Superman versus Exterminador do Futuro de Alan Grant (roteiro), Steve Pugh (desenhos, arte-final e capa), Mike Perkins (arte-final) e David Stewart (cores) pela Abril (2000)
>>> X-Men - Filhos do Átomo de Joe Casey, Steve Rude, Esad Ribic pela Abril (2001)
>>> Anjos e Demônios: a primeira aventura de Robert Langdon de Dan Brown pela Sextante (2004)
>>> Ponto de Impacto de Dan Brown pela Sextante (2005)
>>> Fortaleza Digital de Dan Brown pela Sextante (2005)
>>> Simbad - Uma Historia Das Mil E Uma Noites de Ludmila Zeman pela Projeto (2010)
>>> Geografia Geral e do Brasil. Espaço Geográfico e Globalização de João Carlos Moreira; Eustáquio de Sene pela Scipione (2021)
>>> Você Com Você de Marcos Leão - Calunga pela Casa dos Espíritos (2011)
>>> Conselhos para o Ceo - Como Lidar Com a Mídia de J. Holstein pela Campus (2008)
>>> Matemática. Ciência e Aplicações Ensino Medio - Volume 2 de Gelson Iezzi, Osvaldo Dolce, David Degenszajn, Roberto Périgo, Nilze de Almeida pela Atual (2010)
>>> Cem Dias Entre Céu e Mar de Amir Klink pela José Olympio (1986)
>>> Santos Dumont - Sim, Sou Eu, Alberto de Marleine Cohen pela Globo (2006)
>>> Trópico de Câncer de Henry Miller pela Biblioteca Folha (2003)
>>> A Magia das Estrelas de Chiang Sing pela Renovar (1985)
>>> Manual de Cinesiologia Estrutural de R.T Floyd pela Manole (2011)
>>> Sonho Grande de Cristiane Correa pela Primeira Pessoa (2013)
>>> O ABC da Fisioterapia Respiratória de George Jerre Vieira Sarmento pela Manole (2009)
>>> A Filha de Galileu - um Relato Biográfico de Ciência, Fé e Amor de Dava Sobel pela Companhia das Letras (2000)
>>> Religião Para Ateus de Alain de Botton pela Intrinseca (2011)
>>> Política Urbana no Brasil de Michael L. Conniff pela Relume Dumará (2006)
DIGESTIVOS >>> Notas >>> Música

Segunda-feira, 8/3/2004
I’ve been up, I’ve been down
Julio Daio Borges

+ de 4000 Acessos




Digestivo nº 165 >>> Sting participou da melhor banda de rock dos anos 80 (o Police), saiu em carreira solo, amigou-se com a Anistia e o Raoni, fez-se jazzista, tocou ao lado dos maiores instrumentistas, gravou com Tom Jobim e com Jacques Morelembaum (com este no 11 de setembro), flertou com a “dance music” e com os orientalismos... o que mais faltava? Nada. Eis então que ele lança um disco depois que todas as possibilidades foram esgotadas: “Sacred Love” (2003). É uma espécie de “lounge” – que não incomoda mas que também não enche barriga. Há mais ou menos 10 anos, Sting emplacava seu grande divisor de águas: “Ten Summoner’s Tales”, onde registrava um bem-sucedido retorno à forma canção. Seus recursos de compositor estavam afinados com a sofisticação instrumental de seu conjunto. Depois daquele CD, Sting não precisava provar mais nada. Mas seguiu gravando. “Mercury Falling” (1996) é um filho menos inspirado de “Ten Summoner’s Tales”, e “Brand New Day” (1999) não compromete embora não acrescente nada. “Sacred Love” vem nesse ritmo descendente, quase como um fim de contrato de gravadora. Sting continua cantando bem e tirando alguns lampejos de gente como Dominic Miller (guitarra) e Vincent Colaiuta (bateria), mas nada que justifique uma entrada em estúdio, mais o desgaste de um novo álbum. As letras estão longas e ele nunca pareceu tão verborrágico (vide “Inside”). Fica difícil decorar e não há nada que aponte para um possível “hit” (apesar da aposta da indústria ser na dançante [e orientalizante] “Send Your Love”). A melhor: “Stolen Car”, com um clima de “Blade Runner” e Stephen King no início, mas que embarca numa “levada” convincente como o refrão. O resto são tiros a esmo: blues, blues-rock, eletrônico, sons de cítara e até coro gospel. Como salada, não chega a ser intragável (porque Sting nunca é). Em compensação, o mundo pop não vai sentir a menor falta de “Sacred Love”.
>>> Sacred Love - Sting - Universal
 
Julio Daio Borges
Editor

Quem leu esta, também leu essa(s):
01. Bartleby, o escrivão de Herman Melville (Literatura)
02. Onda desaba, alva grinalda, bordado a beira-mar (Música)


Mais Notas Recentes
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




O Abc da Metodologia
Paulo Leandro Maia
Leud
(2007)



A Polícia por Dentro: o Humorismo É a Caricatura da Vida
Aureo Araújo
Lerfixa (rj)
(1992)



Do Direito Constitucional ao Meio Ambiente Equilibrado
Paulo Natalicio Weschenfelder
Educs
(2012)



A Controvérsia Estruturalista - as Linguagens da Crítica
Richard Macksey e Eugenio Donato
Cultrix
(1976)



Uma Delicada Transição: Adolescência, Anorexia e Escrita;
Revista Latinoamericana Psicopatologia, Nº 4
Ass Univ Pesq Em Psicopatologi
(2012)



Prazos no Direito Processual Civil
Rubens B. Minguzzi (capa Dura)
Resenha Universitária
(1976)



@praserfeliz
Lisete Frohlich
Literare Books International
(2015)



Inovaçao e Sociedade - uma Estrategia e Sociedade
Joao Paulo dos Reis Velloso
José Olympio
(1994)



Des Textes a Loeuvre Français 2de
Nicole Laguigne
Hachette
(2000)



O Oficial de Justiça na Prática - Guia de Atuação
Luis Cláudio de Jesus Silva
Forense
(2004)





busca | avançada
83662 visitas/dia
2,6 milhões/mês