Faux pas | Digestivo Cultural

busca | avançada
71995 visitas/dia
2,6 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Relacionamentos amorosos com homens em cárcere é tema do espetáculo teatral ‘Cartas da Prisão’, monó
>>> Curso da Unil examina aspectos da produção editorial
>>> “MEU QUINTAL É MAIOR DO QUE O MUNDO - ON LINE” TERÁ TEMPORADA ONLINE DE 10 A 25 DE ABRIL
>>> Sesc 24 de Maio apresenta Música Fora da Curva: bate-papos sobre música experimental
>>> Música instrumental e natureza selvagem conectadas em single de estreia de Doug Felício
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Poética e política no Pântano de Dolhnikoff
>>> A situação atual da poesia e seu possível futuro
>>> Um antigo romance de inverno
>>> O acerto de contas de Karl Ove Knausgård
>>> Assim como o desejo se acende com uma qualquer mão
>>> Faça você mesmo: a história de um livro
>>> Da fatalidade do desejo
>>> Cuba e O Direito de Amar (3)
>>> Isto é para quando você vier
>>> 2021, o ano da inveja
Colunistas
Últimos Posts
>>> Hemingway by Ken Burns
>>> Cultura ou culturas brasileiras?
>>> DevOps e o método ágil, por Pedro Doria
>>> Spectreman
>>> Contardo Calligaris e Pedro Herz
>>> Keith Haring em São Paulo
>>> Kevin Rose by Jason Calacanis
>>> Queen na pandemia
>>> Introducing Baden Powell and His Guitar
>>> Elon Musk no Clubhouse
Últimos Posts
>>> Gota d'agua
>>> Forças idênticas para sentidos opostos
>>> Entristecer
>>> Na pele: relação Brasil e Portugal é tema de obra
>>> Single de Natasha Sahar retrata vida de jovem gay
>>> A melancolia dos dias (uma vida sem cinema)
>>> O zunido
>>> Exposição curiosa aborda sobrevivência na Amazônia
>>> Coral de Piracicaba apresenta produção virtual
>>> Autocombustão
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Vida de aspirante a escritor
>>> Cesar Huesca
>>> 24 de Maio #digestivo10anos
>>> O Tigrão vai te ensinar
>>> 22 de Maio #digestivo10anos
>>> Intravenosa
>>> A primeira batalha do resto da guerra
>>> Metal for babies, o disco
>>> Luz sob ossos e sucata: a poesia de Tarso de Melo
>>> Sidney Lumet, invisível
Mais Recentes
>>> A moreninha de Joaquim Manuel De Macedo pela Martinn Claret
>>> Ciências Telares 8º ano de Fernando Gewandsznajder e Helena Pacca pela Atica (2019)
>>> Morte e vida Severina Capa Dura de João Cabral de Melo Neto pela Grandes Escritores Brasileiros (1955)
>>> Papisa Joana - romance de Donna Woolfolk Cross pela Geração (2009)
>>> Crown of Midnight de Sarah J Maas pela Bloomsbury (2013)
>>> Ragtime de E.L. Doctorow pela Record (2017)
>>> Procura-se um coração de Lucia Seixas pela Ftd (2010)
>>> A Tulipa Negra de Alexandre dumas tradução e adaptação de Francisco Balthar Peixoto pela Ftd (2015)
>>> Por Que Amamos - O Que Os Mitos E A Filosofia Têm A Dizer Sobre O Amor de Renato nogueira pela Harper collins (2020)
>>> Os Mistérios Rosacruzes de Max Heindel pela Pensamento (1993)
>>> Grammatica - enciclopedia: iltaliana-inglese per gli it. deli stati uniti de Alberto pecorini pela Libreria nuova italia
>>> O Príncipe Destemido: a Saga de Prahlada Maharaja de Sri Srimad Bhaktivedanta Narayana Gosvami Maharaja pela Igvi (2011)
>>> O Príncipe Destemido: a Saga de Prahlada Maharaja de Sri Srimad Bhaktivedanta Narayana Gosvami Maharaja pela Igvi (2011)
>>> O Avatara Dourado de Sri Srimad Bhaktivedanta Narayana Gosvami Maharaja pela Braja (2011)
>>> A Verdade Sobre os Incas de Roselis Von Sass pela Ordem Do Graal (2011)
>>> Eurico o Presbítero de Alexandre Herculano pela Folha
>>> Amor de perdição de Camilo Castelo Branco pela Folha
>>> Memórias de um Sargento de Milícias de Manuel Antônio de Almeida pela Folha
>>> Memórias de um Sargento de Milícias de Manuel Antônio de Almeida pela O globo
>>> Muito Além do Nirvana: Biografia da Filosofia Mayavada de Srila Bhakti Prajanana Kesava Gosvami Maharaja pela Braja (2012)
>>> Lírica, redondilhas e sonetos de Camões pela Folha
>>> Espumas Flutuantes de Castro Alves pela Folha
>>> Senhora de José de Alencar pela Folha
>>> Brás, Bexiga e Barra Funda: Laranja da China de Antônio de Alcântara Machado pela O globo
>>> O noviço de Martins Pena pela O globo
DIGESTIVOS >>> Notas >>> Literatura

Segunda-feira, 24/5/2004
Faux pas
Julio Daio Borges

+ de 3200 Acessos




Digestivo nº 176 >>> Alexandre Soares Silva se consagrou, na internet, como dândi. Essa figura do século XIX, que Oscar Wilde foi, e que projetava a imagem de aristocrata esnobe, patrono das “decorative arts”, cheio de “witty” e apaixonado por uma disputa (pelo simples prazer da disputa). Mas, antes disso, Alexandre Soares Silva se apresentou como escritor, como o autor de “A Coisa Não-Deus” (Becca, 2000) – um livro de título difícil, que não foi imediatamente lido. Em março último, mais uma vez, investiu nas letras: “Morte e Vida Celestina”, lançado pela editora Candide. Então seus leitores de internet, entre eles Geneton de Moraes e Diogo Mainardi, ficaram se perguntando que tipo de escritor era Alexandre Soares Silva. E a resposta veio: o mesmo dândi virtual. Com uma diferença: se na World Wide Web os seus alvos são os nossos contemporâneos, suas vulgaridades e seus ataques de mau gosto, na literatura, Alexandre criou um mundo fantasioso, uma “realidade” que se situa no paraíso, para mandar – de lá – os seus recados críticos. Suas duas obras, que formam uma seqüência, são de um escritor hábil, criativo e cheio de recursos – infelizmente, porém, misturam gêneros que poderiam funcionar muito melhor separados. Traduzindo: Alexandre deveria insistir na sua crítica social, ferina, e até compor sátiras; mas que abordassem diretamente, e sem rodeios, esta nossa época. Alexandre deveria continuar com seus romances infanto-juvenis, de detetive inclusive, mas poderia simplificá-los, com menos citações eruditas e com menos nomes de intrincada pronúncia. Alexandre Soares Silva é – em suma – muito capaz como artífice, e ninguém duvida que ele seja um dos maiores talentos de sua geração (pelo menos, na Web), mas poderia ser menos ambicioso ao tentar dizer “tudo” em um ou dois livros. Como tem uma obra pela frente, deveria se exercitar em categorias estanques como, por exemplo, “crítica de costumes”, “ensaísmo” e “romance policial” – cada uma a seu tempo, e cada uma em um livro. Os leitores agradeceriam, e o verdadeiro escritor, que está por detrás do dândi, enfim surgiria.
>>> Morte e Vida Celestina - Alexandre Soares Silva - 164 págs. - Candide
 
Julio Daio Borges
Editor

Quem leu esta, também leu essa(s):
01. Reflexões ou Sentenças e Máximas Morais, de La Rochefoucauld (Literatura)
02. É Isto um Homem?, de Primo Levi (Além do Mais)
03. Bartleby, o escrivão de Herman Melville (Literatura)
04. A Flip como Ela é... (Literatura)
05. O senhor é escritor? (Literatura)


Mais Notas Recentes
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




A História do Homem Que Levou o Banco Barings á Falência
Nick Leeson
Record
(1997)



Entre Ossos E A Escrita
Maitê Proença
Ediouro
(2004)



Starter Homes: 200 Easy to Build Plans For Starter and Low Budget
Home Planners,
Home Planeers
(1994)



Confissões de um Vira-Lata
Orígenes Lessa
Global
(2016)



Diario em topicos
Rachjel Wilkerson miller
Sextante
(2017)



A Mulher e Seu Coração
Marie Paul Vinay
Edipa
(1969)



Juvenal Ouriço Repórter
Carlos Eduardo Novaes
Nórdica
(1977)



Mediunidade Seus Aspectos, Desenvolvimento e Utilização
Edgard Armond
Aliança
(1989)



Hermenêutica Jurídica e Paradigmas Interpretativos: perspectivas
Haradja Leite Torrens
Letra Legal
(2004)



Contratos Estudos Sobre a Moderna Teoria Geral
Wellington Pacheco Barros
Do Advogado
(2004)





busca | avançada
71995 visitas/dia
2,6 milhões/mês