Nanda Rovere por Nanda Rovere | Nanda Rovere | Digestivo Cultural

busca | avançada
31816 visitas/dia
1,4 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Rinoceronte, poemas em prosa de Ronald Polito
>>> A forca de cascavel — Angústia (FUVEST 2020)
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
Colunistas
Últimos Posts
>>> Revisores de Texto em pauta
>>> Diogo Salles no podcast Guide
>>> Uma História do Mercado Livre
>>> Washington Olivetto no Day1
>>> Robinson Shiba do China in Box
>>> Karnal, Cortella e Pondé
>>> Canal Livre com FHC
>>> A história de cada livro
>>> Guia Crowdfunding de Livros
>>> Crise da Democracia
Últimos Posts
>>> Uma crônica de Cinema
>>> Visitação ao desenho de Jair Glass
>>> Desiguais
>>> Quanto às perdas I
>>> A caminho, caminhemos nós
>>> MEMÓRIA
>>> Inesquecíveis cinco dias de Julho
>>> Primavera
>>> Quando a Juventude Te Ferra Economicamente
>>> Bens de consumo
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Ser intelectual dói
>>> O Tigrão vai te ensinar
>>> O hiperconto e a literatura digital
>>> Aberta a temporada de caça
>>> Se for viajar de navio...
>>> Incompatibilidade...
>>> Alguns Jesus em 10 anos
>>> Blogues: uma (não tão) breve história (II)
>>> Picasso e As Senhoritas de Avignon (Parte I)
>>> Asia de volta ao mapa
Mais Recentes
>>> O Livro da moda de Alexandra Black pela Publifolha (2015)
>>> Rejuvelhecer a saude como prioridade de Sergio Abramoff pela Intrinseca (2017)
>>> O livro das evidencias de John Banville Tradução Fabio Bonillo pela Biblioteca Azul - globo (2018)
>>> O futebol explica o Brasil de Marcos Guterman pela Contexto (2014)
>>> O Macaco e a Essencia de Aldous Huxley pela Globo (2017)
>>> BATISTAS, Sua Trajetória em Santo Antônio de Jesus: o fim do monopólio da fé na Terra do Padre Mateus de Jorgevan Alves da Silva pela Fonte Editorial (2018)
>>> Playboy Bárbara Borges de Diversos pela Abril (2009)
>>> Sarah de Theresa Michaels pela Nova Cultural (1999)
>>> A Bela e o Barão de Deborah Hale pela Nova Cultural (2003)
>>> O estilo na História. Gibbon & Ranke & Macaulay & Burckhardt de Peter Gay pela Companhia das Letras (1990)
>>> Playboy Simony de Diversos pela Abril (1994)
>>> Invasão no Mundo da Superfície de Mark Cheverton pela Galera Junior (2015)
>>> José Lins Do Rego- Literatura Comentada de Benjamin Abdala Jr. pela Abril Educação (1982)
>>> A modernidade vienense e as crises de identidade de Jacques Le Rider pela Civilização Brasileira (1993)
>>> Machado De Assis - Literatura Comentada de Marisa Lajolo pela Abril Educação (1980)
>>> A Viena de Wittgenstein de Allan Janik & Stephen Toulmin pela Campus (1991)
>>> O Velho e o Mar de Ernest Hemingway pela Círculo do livro (1980)
>>> Veneno de Alan Scholefield pela Abril cultural (1984)
>>> O Livreiro de Cabul de Asne Seierstad pela Record (2007)
>>> Os Dragões do Éden de Carl Sagan pela Francisco Alves (1980)
>>> O Espião que sabia demais de John Le Carré pela Abril cultural (1984)
>>> Administração de Materiais de Jorge Sequeira de Araújo pela Atlas (1981)
>>> Introdução à Programação Linear de R. Stansbury Stockton pela Atlas (1975)
>>> Como lidar com Clientes Difíceis de Dave Anderson pela Sextante (2010)
>>> As 3 Leis do Desempenho de Steve Zaffron e Dave Logan pela Primavera (2009)
>>> Curso de Educação Mediúnica 1º Ano de Vários Autores pela Feesp (1996)
>>> Recursos para uma Vida Natural de Eliza M. S. Biazzi pela Casa Publicadora Brasileira (2001)
>>> Jesus enxuga minhas Lágrimas de Elza de Almeida pela Fotograma (1999)
>>> As Aventuras de Robinson Crusoé de Daniel Defoe pela LPM Pocket (1997)
>>> Bulunga o Rei Azul de Pedro Bloch pela Moderna (1991)
>>> Menino de Engenho de José Lins do Rego pela José Olympio (1982)
>>> Terra dos Homens de Antoine de Saint-Exupéry pela Nova Fronteira (1988)
>>> O Menino de Areia de Tahar Ben Jelloun pela Nova Fronteira (1985)
>>> Aspectos Endócrinos de Interesse à Estomatologia de Janete Dias Almeida pela Unesp (1999)
>>> Nociones de Historia Linguística y Estetica Literaria de Antonio Vilanova- Nestor Lujan pela Editorial Teide/ Barcelona (1950)
>>> El Estilo: El Problema y Su Solucion de Bennison Gray pela Editorial Castalia/ Madrid (1974)
>>> El Cuento y Sus Claves de Raúl A. Piérola/ Alba Omil (profs. Univ. Tucumán pela Editorial Nova, Buenos Aires (1955)
>>> Las Fuentes de La Creacion Literaria de Carmelo M. Bonet pela Libr. del Collegio/ B. Aires (1943)
>>> As Hortaliças na Medicina Doméstica/ Encadernado de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar (1976)
>>> A Flora Nacional na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Arlington Park de Rachel Cusk pela Companhia das Letras (2007)
>>> Muitas Vidas, Muitos Mestres de Brian L Weiss pela Salamandra (1991)
>>> As Frutas na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Coleção Agatha Christie - Box 8 de Agatha Christie; Sonia Coutinho; Archibaldo Figueira pela HarperCollins (2019)
>>> As Irmãs Aguero de Cristina García pela Record (1998)
>>> Não Faça Tempestade Em Copo Dágua no Amor de Richard Carlson pela Rocco (2001)
>>> Um Estudo Em Vermelho - Edição De Bolso de Arthur Conan Doyle pela Zahar (2013)
>>> Eu, Dommenique de Dommenique Luxor pela Leya (2011)
>>> Os Cavaleiros da Praga Divina de Marcos Rey pela Global (2015)
>>> O Futuro da Filosofia da Práxis de Leandro Konder pela ExpressãoPopular (2018)
COLUNAS >>> Especial Apresentações

Terça-feira, 30/1/1973
Nanda Rovere por Nanda Rovere
Nanda Rovere

+ de 6100 Acessos

Nanda Rovere e seu amigo Muzzi

Começar um texto nem sempre é fácil; mas complicado mesmo é expressar, em poucas palavras, quem eu sou!

Meu nome é Chananda Rovere Bento, mas assino Nanda Rovere. Eu nasci em Campinas/SP em 30 de janeiro de 1973. Sou filha única e durante muitos anos morei com minha mãe na casa dos meus avós. Agora resido com a minha mãe num apartamento num bairro central de Campinas e um dos meus prazeres é visitar os meus avós.

Posso dizer que sou uma pessoa privilegiada porque tenho uma família e amigos maravilhosos. Procuro sempre estar de bom humor, mesmo com o nosso mundo atual não colaborando para isso; as guerras, a falta de respeito ao próximo e a ganância de muitos seres humanos me entristece. Por outro lado, acredito que ainda existe muita gente boa e conseguiremos construir um mundo mais justo.

Para descansar e adquirir energia para enfrentar o meu dia-a-dia, eu procuro assistir a espetáculos teatrais freqüentemente. Sempre fui apaixonada por teatro e me pergunto: "De onde vem esse sentimento?". Provavelmente isso nasce com a gente! De qualquer maneira, meu bisavô era ator nos anos 50 e 60. Pode ser que venha dele minha admiração (muitas vezes obsessiva pelo teatro).

Meu bisavô, Domingos Fernandes, era Português e veio para o Brasil com um ano de idade. Morou em Campinas, onde se casou. Logo em seguida, mudou-se com a minha bisavó para Rio Claro, pois foi trabalhar na Companhia Paulista de Estradas de Ferro. Na Paulista formou um grupo de teatro amador; ora atuava, ora dirigia. Meu "vovô-vovô", como eu o chamava carinhosamente, devia ser talentoso. Foi até convidado para trabalhar num filme da Vera Cruz! Não aceitou porque precisava sustentar três filhos e a mulher; ele achou loucura largar um emprego fixo para tentar a vida como artista em São Paulo. Além de atuar e dirigir, ele chegou a escrever uma peça teatral. Denominada "Confissão", ela foi apresentada na Rádio Educadora de Campinas. Infelizmente, quando ele faleceu em 1986, eu ainda não havia "descoberto" o teatro e nunca conversamos sobre o assunto.

Minha avó sempre comentava que o seu pai tinha sido ator e, alguns anos após a morte do meu querido "bisa", eu resolvi estudar teatro, para entender porquê ele amava tanto essa manifestação artística. Entrei para um curso na escola em que eu cursava a oitava série. Participei de um grupo de teatro amador e a magia do teatro me encantou. Sonhava em ser atriz, mas achei que não tinha talento suficiente...

Na hora de prestar vestibular, acabei escolhendo História e cursei a PUC/São Paulo. Meu objetivo era (e continua sendo) contribuir, através da minha profissão, para uma maior conscientização das pessoas sobre a importância da preservação de nossa memória histórica e cultural; essencial para compreendermos/conhecermos o passado e buscarmos um futuro melhor, na medida em que somos - todos - agentes históricos.

Poderia ter estudado em Campinas, só que tenho familiares na capital paulista e aprendi a gostar da cidade. Nos anos que morei lá, ia praticamente toda semana ao teatro.

Durante a graduação sempre uma pergunta me tirava o sono: Como aliar História e Teatro?

Confesso que ainda não consegui conciliar essas duas áreas profissionalmente (gostaria de cursar Artes Cênicas e quem sabe um dia lecionar História do Teatro)... Sempre que posso procuro resgatar a História do nosso teatro e dos nossos artistas, através dos textos que eu escrevo. Pretendo fazer uma pós-graduação que una essas duas paixões... Isso já é papo para outra conversa...

Num primeiro momento, assisti muitos espetáculos teatrais com atores famosos, mas depois comecei a prestar mais atenção nos atores de teatro (que não necessariamente fazem TV), no circo, no teatro de rua e na cultura popular. Nada contra os artistas famosos, o artista anônimo ou conhecido somente no teatro, no entanto, merece muitos aplausos, pois fazer teatro é apaixonante sem deixar de ser um trabalho árduo!

Meu "gosto teatral" é eclético, mas tenho especial admiração pelo teatro de rua, pelo estilo circence e pelo chamado "teatro experimental". Isso não quer dizer que não respeite o chamado "teatrão comercial", mas vejo poucos espetáculos que merecem esse "rótulo".

O teatro me deixou mais segura, mais consciente da riqueza da arte e do talento dos artistas brasileiros. Também me mostrou que unir reflexão e diversão é muito legal.

Na minha opinião, o teatro pode melhorar o mundo em que vivemos e muitos artistas e grupos trabalham com esse objetivo. Quando vou ao teatro me sinto feliz, me transporto para um mundo mágico e gosto muito quando uma montagem me faz refletir sobre algum assunto e/ou me possibilita ampliar os meus conhecimentos.

Muitos espetáculos marcaram a minha vida e merecem destaque: "Romeu e Julieta" do Grupo Galpão; "Ventania" e "A Ponte e a Água de Piscina" de Alcides Nogueira e direção do Gabriel Villela; "Muro de Arrimo" com Antonio Fagundes - direção do Antonio Abujamra; "A Secreta Obscenidade de Cada Dia" com direção do Ulysses Cruz; "Gertrude Stein, Alice Toklas e Pablo Picasso" com direção do Abujamra/Marcio Aurélio e texto do Alcides Nogueira; "Pólvora e Poesia" também do Alcides; "Interior"; "Uma relação Tão Delicada" com direção do William Pereira; "PPP@WLLMSHKPR.BR" dos Parlapatões Patifes e Paspalhões; "Deus Sabia de Tudo e Não Fez Nada" e "A Mulher do Trem", com a Cia Os Fofos Encenam.

Como eu gostaria de viajar por todo o Brasil e conhecer as produções teatrais do nosso interior e das capitais mais distantes do eixo Rio-São Paulo! Este ano eu estou muito feliz, pois fui conferir o Festival de Teatro de Curitiba/PR e irei para Paraty/RJ, na Mostra de Teatro de Rua Rio São Paulo. Além disso, assisti espetáculos excelentes, como "A Mulher do Trem" (em cartaz em São Paulo/SP), "Novas Diretrizes Em Tempos de Paz", "Norma", "Interior", "Deus Sabia de Tudo e Não Fez Nada", entre outros.

A minha vida sem o teatro não tem graça e eu espero sempre poder prestigiar os nossos artistas, que aliás, merecem todos os aplausos!

Uma maneira que eu encontrei de colaborar - pelo menos um pouquinho - para a valorização da nossa cultura e divulgação dos artistas brasileiros, foi através da criação de um blog (lá eu sempre faço homenagens a artistas, divulgo e critico eventos culturais). Além disso, comecei a escrever colunas para dois sites: Digestivo Cultural e Barão em Revista.

Preciso me desculpar com os leitores do "Digestivo", pois tenho um espaço para publicar meus textos, desde agosto como colunista - e no ano passado como convidada - e ainda não havia me apresentado!

No dia em que publiquei a minha primeira coluna, planejava fazer uma breve apresentação, mas havia assistido a um espetáculo teatral muito interessante e não consegui deixar de publicar uma resenha sobre o mesmo.

Mas não é só o teatro que me fascina! Diariamente escuto Música Popular Brasileira e a maioria dos textos, eu elaboro ao som de Chico Buarque, Flávio Venturini, Milton Nascimento ou Zeca Baleiro.

Literatura é outra paixão. No momento estou lendo "Budapeste" do Chico e, quando tiver oportunidade, conto o que eu achei.

Acabamos de comemorar o Dia Nacional do Teatro - 19 de setembro - e esse meu depoimento é uma pequena homenagem aos nossos artistas, que iluminam os palcos! Um abraço especial à minha colega de "Digestivo", Rennata Airoldi, atriz de talento que nos brinda com ótimos textos.

Bom, apresentação feita, só me resta desejar uma boa leitura a todos que prestigiam a minha coluna e agradecer pela atenção.

Como se diz no teatro: Merda pra todos!

Nanda Rovere por Nanda Rovere
Uma pessoa em busca da felicidade, que acredita no amor e na amizade!

(Deixo aqui um trecho da música "Tempo e Artista" do Chico Buarque, em homenagem especial ao meu bisavô: "No anfiteatro, sob o céu de estrelas/ Um concerto eu imagino/ Onde, num relance, o tempo alcance a glória/ E o artista, o infinito".)


Nanda Rovere
São Paulo, 30/1/1973


Quem leu este, também leu esse(s):
01. O jornalismo cultural na era das mídias sociais de Fabio Gomes
02. Um parque de diversões na cabeça de Renato Alessandro dos Santos
03. Aquarius, quebrando as expectativas de Guilherme Carvalhal
04. A futebolização da política de Luís Fernando Amâncio
05. Intervenção militar constitucional de Gian Danton


Mais Nanda Rovere
Mais Acessadas de Nanda Rovere
01. As 16 Datas que Mudaram o Mundo - 12/1/2004
02. Por Mares Nunca Dantes, de Geraldo Carneiro - 8/3/2004
03. Patrícia Melo mergulha no ciúme e na loucura - 15/9/2003
04. A Borboleta sem Asas - 14/8/2002
05. O Diário de Anne Frank - 6/10/2003


Mais Especial Apresentações
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




A HISTÓRIA NATURAL E AS POPULAÇÕES, VOL 3 TRATADO DO SER VIVO,
JACQUES RUFFIÉ
FRAGMENTOS
(1982)
R$ 39,70



TUDO QUE VOCÊ PRECISA SABER SOBRE TWITTER
TADEU CARMONA
DIGERATI BOOKS
(2009)
R$ 4,00



UM MUNDO DESCONHECIDO
HEINZ G. KONSALIK
RECORD
R$ 8,00



TODOS OS PRONUNCIAMENTOS DO PAPA NO BRASIL
EDIÇÕES LOYOLA
LOYOLA
(1980)
R$ 14,00



AS MINAS DO REI SALOMÃO
HENRY RIDER HAGGARD
VIA LEITURA / EDIPRO
(2017)
R$ 39,90



BRINCANDO COM ADIVINHAS
CLAUDIO SCATAMACCHIA
PAULUS
(2006)
R$ 9,90



MALDIVES
JAMES LYON
LONELY PLANET
(1997)
R$ 4,99



A CAPACIDADE PARA GOVERNAR: INFORME AO CLUBE DE ROMA
YEHEZKEL DROR
EDICOES FUNDAP
(1994)
R$ 20,00



TRIÂNGULO VERMELHO
CATHERINE ROUX
OTTO PIERRE
(1980)
R$ 4,24



UMBANDA E MEIO AMBIENTE: AÇÕES SUSTENTÁVEIS E NOVOS PARADGMAS - 1ª ED.
GIOVANI MARTINS
ÍCONE
(2013)
R$ 33,54





busca | avançada
31816 visitas/dia
1,4 milhão/mês