As 16 Datas que Mudaram o Mundo | Nanda Rovere | Digestivo Cultural

busca | avançada
24646 visitas/dia
922 mil/mês
Mais Recentes
>>> Comédia dirigida por Darson Ribeiro, Homens no Divã faz curta temporada no Teatro Alfredo Mesquita
>>> Companhia de Danças de Diadema leva projeto de dança a crianças de escolas públicas da cidade
>>> Cia. de Teatro Heliópolis encerra temporada da montagem (IN)JUSTIÇA no dia 19 de maio
>>> Um passeio imersivo pelos sebos, livrarias e cafés históricos do Rio de Janeiro
>>> Gaitista Jefferson Gonçalves se apresenta em quinteto de blues no Sesc Belenzinho
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> A cidade e o que se espera dela
>>> De pé no chão (1978): sambando com Beth Carvalho
>>> Numa casa na rua das Frigideiras
>>> Como medir a pretensão de um livro
>>> Nenhum Mistério, poemas de Paulo Henriques Britto
>>> Nos braços de Tião e de Helena
>>> Era uma casa nada engraçada
>>> K 466
>>> 2 leituras despretensiosas de 2 livros possíveis
>>> Minimundos, exposição de Ronald Polito
Colunistas
Últimos Posts
>>> Jornada Escrita por Mulheres
>>> Pensar Edição, Fazer Livro 3
>>> Juntos e Shallow Now
>>> Dicionário de Imprecisões
>>> Weezer & Tears for Fears
>>> Gryphus Editora
>>> Por que ler poesia?
>>> O Livro e o Mercado Editorial
>>> Mon coeur s'ouvre à ta voix
>>> Palestra e lançamento em BH
Últimos Posts
>>> Diagnóstico falho
>>> Manuscrito
>>> Expectativas
>>> Poros do devir
>>> Quites
>>> Pós-graduação
>>> Virtuosismo
>>> Evanescência
>>> Um Certo Olhar de Cinema
>>> PROCURA-SE
Blogueiros
Mais Recentes
>>> O Barril
>>> Como escrever bem — parte 1
>>> Quatro Mitos sobre Internet - parte 1
>>> Da capo
>>> Elesbão: escravo, enforcado, esquartejado
>>> 5ª MUMIA em BH
>>> Celebrity killer
>>> Em nome do caos
>>> Chiaroscuro
>>> Chico Buarque falou por nós
Mais Recentes
>>> Amamentação Um Hibrido Natureza -Cultura de João Aprigio Guerra de Almeida pela Fiocruz (1999)
>>> Mikhail Gorbachev de Anna Sproule pela Globo (1990)
>>> Heroides de Walter Vergna pela Edições Granet Lawer (1975)
>>> Mutações de Liv Ullman pela Circulo do Livro (1986)
>>> Ligação Direta Com Deus de Bobtrask pela Nova Era (1994)
>>> Betsabé de Tofgny Lindgren pela Record (1984)
>>> O livro dos sinais de Trigueirinho pela Pensamento (1997)
>>> De Carta Em Carta de Ana Maria Machado pela Salamandra (2002)
>>> Cura entre Gerações de Pe.Robert DeGrantis pela Louva Deus (1994)
>>> Letras de exortação e reflexão para homens que se atrevem a ser cristãos de Dom Antonio Duarte S.R. pela Scortecci (2019)
>>> A Ditadura Escancarada de Elio Gaspari pela Companhia das Letras (2002)
>>> Como investigar crimes com a ajuda Divina de Daniel Gomes pela Cpad (1999)
>>> O Diário de Um Mago de Paulo Coelho pela Klick (1990)
>>> Compendio de botânica de Paulo Benzzoni pela Itatiaia (1973)
>>> A Ditadura Derrotada de Elio Gaspari pela Companhia das Letras (2003)
>>> O despertar do Buda de Vicente Blasco Ibanez pela Landy (2000)
>>> Católicos Perguntam de Estevão Tavarez Bettencourt ,Osb pela Mensageiros de Santo Antonio (1998)
>>> God Is Dead de Ron Currie Jr pela Penguin Paperbacks (2008)
>>> Frankenstein de Mary Shelley pela Cia das Letras (1994)
>>> Novo Testamento de Conferencia Nacional dos Bispos do Brasil pela Sbb-Rao (1969)
>>> Fogo Morto de José Lins do Rego pela Circulo do Livro (1987)
>>> Filho de ninguém: dualismo e bastardia no romance "Dois imãos", de Milton Hatoum de Vera Ceccarello pela Luminária Academia (2016)
>>> Quando se pretende falar da vida de Francisco Candido Xavier ,Roberto Muskat,David Muszkat pela Grupo Espírita Emmanuel -Sociedade Civil (1984)
>>> Eu sou o Mensageiro de Markus Zusak pela Intrínseca (2007)
>>> Almas Gemeas de Monica Buonfiglio pela Oficina Culturl Esotérica (1996)
>>> Meditações de Frei Sandro Grimani,OCD pela Letra Capital (2006)
>>> Esta Noite a Liberdade de Larry Collins e Dominique Lapierre pela Circulo do Livro (1976)
>>> Era uma vez em São Bernardo: o Discurso Sindical dos Metalúrgicos (1971-1982) de Kátia Rodrigues Paranhos pela Unicamp (2011)
>>> Ensaios Mínimos de Eustáquio Gomes pela Pontes (1987)
>>> Educação, Cultura e Ideologia em Moçambique: 1975-1985 de Brazão Mazula pela Edições Afrontamento (1995)
>>> O Brasil Tatuado e outros mundos de Tono Marques pela Rocco (1997)
>>> O dOM DOS MILAGRES de Pe.Robert DeGrantis pela Loyola (1996)
>>> Édipo Africano de Marie- Cecíle Ortigues e Edmond Ortigues pela Escuta (1989)
>>> Goya 2 todas Sua Pinturas de Pierre Cassier pela Biblioteca grafica Nogler (1981)
>>> Dom Quixote de la Mancha - Volume I de Miguel de Cervantes pela Martin Claret (2012)
>>> O Zahir coleção de Paulo Coelho pela Gold
>>> Fazendo Ecumenismo de Enrique Cambón pela Cidade Nova (1994)
>>> Il Cavaliere Inesistente de Italo Calvino pela Mondadori (1993)
>>> O Espião que Sabia de Demais de John Le Carré pela Abril Cultural (1987)
>>> A Sociedade do Espetáculo de Guy Debord pela Contraponto (2007)
>>> As Crianças Aprendem o que Vivenciam de Doroty Law Nolte pela Sextante (2003)
>>> Cidade Eerna de Hall Caine pela Clássica (1939)
>>> Aventuras da Maleta Negra - Tradução Rachel de Queiroz de A. J. Cronin pela José Olympio (1948)
>>> O Centauro no jardim de Moacyr Scliar pela Companhia de bolso (2011)
>>> As Armas secretas de Júlio Cortázar pela Best bolso (2012)
>>> Todos os fogos de Júlio Cortázar pela Best bolso (2015)
>>> O Mapa do Amor de Ahdaf Soueif pela Ediouro (2006)
>>> As Melhores histórias de Sherlock Holmes de Sir Arthur Conan Doyle pela L&pm Pocket (2013)
>>> Memória da Casa dos Mortos de Dostoiévski pela L&pm Pocket (2009)
>>> O Velho Jazz - suas raízes e seu desenvolvimento musical de Gunther Schuller pela Cultrix (1970)
COLUNAS

Segunda-feira, 12/1/2004
As 16 Datas que Mudaram o Mundo
Nanda Rovere

+ de 20400 Acessos
+ 1 Comentário(s)

Em outubro fui passar uns dias em Fortaleza/CE. Estava em um restaurante na praia de Cumbuco, não vi um degrau, caí e quebrei duas costelas. Por esse motivo, passei dois meses um pouco distante do computador e não escrevi para o Digestivo.

Neste tempo, li alguns livros, entre eles As 16 Datas que Mudaram o Mundo, de autoria do historiador Pierre Miquel (professor emérito da Sorbonne).

Assim que acabei de ler, fiquei pensando nos motivos que me levaram a estudar História.

No colégio sempre me interessei pelo passado (do Brasil, do mundo e da minha família). Estudava com muita dedicação os temas propostos em sala de aula, mas tinha vontade de me aprofundar nos assuntos; entender, por exemplo, o porquê de tanta guerra, de tanta miséria e desrespeito no mundo.

Gostava de estudar História Antiga, Medieval e Contemporânea, mas sentia falta de uma abordagem por parte dos professores e dos livros didáticos sobre a História "mais atual" (no colégio nunca vi, por exemplo, nada sobre o Estado Novo, sobre a Primeira Guerra Mundial...).

No cursinho tive um professor maravilhoso que me animou a prestar vestibular para História. Acabei passando na PUC/SP e terminei o curso há alguns anos. Confesso que ainda não compreendo muitas coisas, mas consegui ter uma idéia geral sobre a História do Brasil e do Mundo e senti falta de um estudo sobre a África, por exemplo. E por que isso não acontece, ou ao menos não acontecia? Ora, a valorização da cultura americana e européia sempre permeou o universo da maioria dos pensadores, escritores, historiadores, etc., tanto que as datas e fatos considerados importantes num âmbito mundial estão ligadas a países pertencentes a essas regiões Ocidentais e à formação dos mesmos!

Neste sentido, As 16 Datas que Mudaram o Mundo não é um livro inovador. Obviamente os critérios usados na escolha das 16 datas, em detrimento de outras, foram subjetivas, mas o Historiador não deixou de seguir basicamente o que a "História Oficial" estabeleceu como marco. Não que essas datas não sejam importantes, pois realmente elas contribuíram para a transformação do mundo e traçaram a nossa realidade presente, mas sempre me pergunto: "Será que não é preciso dar mais valor à História dos países que sempre foram renegados ao segundo plano, será que a História desses países teve realmente papel secundário na modificação do panorama mundial?

Quanto mais eu leio e estudo, percebo que ainda tenho muito o que aprender. Por isso deixo essa questão em aberto...

Mas voltando à abordagem do livro, As 16 Datas que Mudaram o Mundo, vale a pena ressaltar que a leitura desta obra é interessante por oferecer ao leitor um painel dos momentos considerados mais importantes da História Mundial.

Escolher os 16 acontecimentos em detrimento de outros também importantes não foi uma tarefa muito fácil, mas segundo Pierre Miquel esses 16 fatos oferecem uma sequência significativa da História, útil aos contemporâneos.

O autor estabeleceu como ponto de partida o nascimento de Cristo e como término o atentado de 11 de setembro de 2001, em Nova York. Ao todo, são 16 capítulos onde o professor Pierre Miquel analisa cada fato histórico, explicando a causa desses acontecimentos e as transformações ocorridas após os mesmos, pois na sua concepção o depois sempre dá seu sentido ao antes.

Analisa acontecimentos como o nascimento de Cristo, A Hégira (a fuga de Maomé de Meca), O Descobrimento da América, Martinho Lutero, A Revolução Francesa, A Declaração Balfour (Inglaterra dá apoio ao povo judeu para estabelecer-se na Palestina), a Independência da Índia e do Paquistão, o 11 de Setembro em Nova York, etc.

A Independência da Índia (1947), por ex., tornou-se inevitável pela quantidade de revoltas eclodidas no país e pela resistência passiva de Gandhi. O antes de 1947 era a persistência do sistema colonial em todo o mundo. Depois da Independência da Índia, vários países começaram a lutar pela sua independência, deflagrando uma longa marcha de descolonização em todo o mundo.

Também achei interessante a abordagem sobre A Declaração Balfour, pois apesar dos conflitos entre Israelenses e Palestinos, terem a sua origem na Antigüidade, A Declaração impulsionou a ida de judeus para a Palestina (ocupada pelos árabes durante a expansão islâmica). Desde então, a região se tornou palco de conflitos entre esses dois povos... Desconhecia esse episódio histórico, importante para a compreensão da atual situação no Oriente Médio.

O Historiador não vai "a fundo" nas discussões - e nem esse foi o seu objetivo, mas certamente acende no leitor uma curiosidade de estudar mais profundamente os assuntos abordados. Após cada capítulo há uma cronologia,que sintetiza os fatos e orienta os leitores interessados em procurar mais informações sobre os conteúdos.

Consegue atingir qualquer tipo de leitor, visto que a obra não é direcionada aos acadêmicos, mas a todos que se interessam por História. Este é um dos méritos do livro, pois muitos historiadores analisam os fatos históricos utilizando uma linguagem inacessível à maioria das pessoas.

Confesso que não conhecia Pierre Miquel e fiquei um pouco decepcionada ao procurar alguma informação sobre ele na Internet, porque não encontrei nada em Português.

De qualquer maneira, esse trabalho merece ser prestigiado e criticado - pelo menos, na minha opinião, a importância de uma obra está na discussão que ela proporciona, não importa se favorável ou não às idéias que o autor defende.

Através do estudo da nossa História, podemos compreender a origem das guerras e desigualdades existentes no mundo atual. Quem não conhece o seu passado, não entende o seu presente (dificilmente consegue refletir sobre a realidade em que vive) e não tem condições de lutar por um mundo mais justo. Por esse motivo, todos os livros que buscam discutir a nossa História são bem-vindos.

Para ir além






Nanda Rovere
São Paulo, 12/1/2004


Quem leu este, também leu esse(s):
01. O Voto de Meu Pai de Heloisa Pait
02. A barata na cozinha de Luís Fernando Amâncio
03. Cães, a fúria da pintura de Egas Francisco de Jardel Dias Cavalcanti
04. Dilúvio, de Gerald Thomas de Jardel Dias Cavalcanti
05. Como se me fumasse: Mirisola e a literatura do mal de Jardel Dias Cavalcanti


Mais Nanda Rovere
Mais Acessadas de Nanda Rovere em 2004
01. As 16 Datas que Mudaram o Mundo - 12/1/2004
02. Por Mares Nunca Dantes, de Geraldo Carneiro - 8/3/2004
03. Com Ela presta homenagem à Cássia Eller - 2/2/2004
04. União entre música e poesia - 16/2/2004
05. Impressões sobre São Paulo - 26/1/2004


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
24/1/2004
00h29min
História é realmente muito fascinante... pretendo estudar após a faculdade de jornalismo... enquanto isso, pretendo me render a esses livros que tentam explicar, cada um à sua maneira, o antes, o agora e o depois... acho que por isso a história é fascinamente.
[Leia outros Comentários de Alan - desacomodado]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.




Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




MAIS COM MAIS DÁ MENOS
BARTOLOMEU CAMPOS DE QUEIRÓS
RHJ
(2001)
R$ 6,90



A COMPANHEIRA DE VIAGEM
FERNANDO SABINO (CAPA DURA) 8ª EDIÇÃO
RECORD
(1984)
R$ 10,00



CAT
B. KLIBAN
WORKMAN PUBLISHING CO
(1975)
R$ 14,00



AS ORIGENS DA ALMA - OS GREGOS E O CONCEITO ALMA HOMERO A ARISTÓTELES
THOMAS M. ROBINSON
ANNABLUME
(2010)
R$ 119,90



VIAGEM PELO TERRITÓRIO DAS LETRAS
MARISA VIEIRA FERRAZ CUNHA NUBILE
NOVAS EDIÇÕES ACADÊMICAS
R$ 524,00



A SELVA ESCURA
WALMIR AYALA
ATHENEU CULTURA
(1990)
R$ 15,00



SEGREDOS DO MERCADO DE AÇÕES
MARCUS PADLEY
FUNDAMENTO
(2010)
R$ 75,00



DESORDEM DOS FATORES, A
ARON KREMER
ORNITORRINCO
(2016)
R$ 31,84



BRASIL 110 COLORFOTOS
ALPINA
ALPINA
R$ 12,00



SEREIAS SENSUAIS DO CINEMA
DAVE WORRALL, LEE PFEIFFER
MADRAS
(2012)
R$ 70,00





busca | avançada
24646 visitas/dia
922 mil/mês