Poesia, Crônica, Conto e Charge | Ricardo de Mattos | Digestivo Cultural

busca | avançada
29791 visitas/dia
1,1 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
>>> Leminski, estações da poesia, por R. G. Lopes
>>> Crônica em sustenido
Colunistas
Últimos Posts
>>> Banco Inter É uma BOLHA???
>>> Não Aguento Mais a Empiricus
>>> Nubank na Hotmart
>>> O recente choque do petróleo
>>> Armínio comenta Paulo Guedes
>>> Jesus não era cristão
>>> Analisando o Amazon Prime
>>> Amazon Prime no Brasil
>>> Censura na Bienal do Rio 2019
>>> Tocalivros
Últimos Posts
>>> O céu sem o azul
>>> Ofendículos
>>> Grito primal V
>>> Grito primal IV
>>> Inequações de um travesseiro
>>> Caroço
>>> Serial Killer
>>> O jardim e as flores
>>> Agradecer antes, para pedir depois
>>> Esse é o meu vovô
Blogueiros
Mais Recentes
>>> O Salão e a Selva
>>> Ed Catmull por Jason Calacanis
>>> Por que a Geração Y vai mal no ENEM?
>>> Por que a Geração Y vai mal no ENEM?
>>> A massa e os especialistas juntos no mesmo patamar
>>> Entrevista com Jacques Fux, escritor e acadêmico
>>> Nuno Ramos, poesia... pois é
>>> Literatura e interatividade: os ciberpoemas
>>> O Valhalla em São Paulo
>>> Por dentro do Joost: o suco da internet com a TV
Mais Recentes
>>> Aprenda Xadrez com Garry Kasparov de G. Kasparov pela Ediouro (2003)
>>> Poemas para Viver de P. C. Vasconcelos Jr. pela Salesiana Dom Bosco (1982)
>>> A Casa dos Bronzes de Ellery Queen pela Círculo do livro (1976)
>>> Warcraft Roleplaying Game de Christopher Aylott e outros pela Blizzard / Arthaus / wizards (2004)
>>> A Dama do Lago de Raymond Chandler pela Abril cultural (1984)
>>> ABC do Vôo Seguro de Manoel J. C. de Albquerque Filho pela O Popular (1981)
>>> A Relíquia de Eça de Queirós pela Klick (1999)
>>> Manual Completo de Aberturas de Xadrez de Fred Reinfeld pela Ibrasa (1991)
>>> Para Sempre - Os Imortais - volume 1 de Alyson Noel pela Intrínseca (2009)
>>> A Máscara de Dimítrios de Eric Ambler pela Abril cultural (1984)
>>> Rômulo e Júlia - Os Caras-Pintadas de Rogério Andrade Barbosa pela Ftd (1993)
>>> O Nariz do Vladimir de José Arrabal pela Ftd (1989)
>>> Perigosa e Fascinante de Merline Lovelace pela Nova Cultural (2002)
>>> Brincar de Viver de Maggie Shayne pela Nova Cultural (2001)
>>> O Grande Conquistador de Rita Sofia Mohler pela Escala (1978)
>>> Comédias para se Ler na Escola de Luis Fernando Veríssimo pela Objetiva (2001)
>>> As 21 Irrefutáveis Leis da Liderança de John C. Maxwell pela Agir (2007)
>>> Dungeon master guide de Jonathan Tweet / Skip Williams pela Core Rulebook II (2000)
>>> Disfunção Cerebral Mínima de Antonio Branco Lefévre - Beatriz Helena Lefevre pela Sarvier (1983)
>>> Viagem Fantástica II - Rumo ao Cérebro de Isaac Asimov pela Best Seller (1987)
>>> Tpm Número 57 Maio 2009 de Caetano Veloso pela Trip (2009)
>>> Incorporações Imobiliárias de J. Nascimento Franco/ Nisske Gondo pela Revista dos Tribunais (1984)
>>> Cavalo-Marinho no Céu de Edmund Cooper pela Hemus
>>> Suspensão de Liminares e Sentenças Contrárias ao Poder Público de Elton Venturi pela Revista dos Tribunais (2019)
>>> Revista Trip número 184 de Lyoto Machida pela Trip (2009)
>>> Revista Trip número 132 de Melaine, 21, o primeiro ensaio de uma trip girl na cadeia pela Trip (2005)
>>> A Casa do Penhasco de Agatha Christie pela Nova Fronteira (1996)
>>> A Brasileira de Prazins de Camilo Castelo Branco pela Nova Fronteira (1995)
>>> Seitas e Novos Movimentos Religiosos de Coleção Quinta Conferência pela Paulus (2006)
>>> O Dia da Sua Morte de Neimar de Barros pela Shalom (1987)
>>> A Interpretação Sistemática do Direito de Juarez Freitas pela Malheiros (2002)
>>> Tiras de Letra de Diversos pela Virgo (2003)
>>> O Guia dos Curiosos de Marcelo Duarte pela Cia das letras (2001)
>>> Ensaio sobre a Cegueira de José Saramago pela Cia. das Letras (1998)
>>> Quebrando o Código da Vinci de Darrell L. Bock, Ph.D. pela Novo século (2004)
>>> O Caso dos Irmãos Naves de João Alamy Filho pela Círculo do livro (1978)
>>> Hercólubus ou Planeta Vermelho de V. M. Rabolú pela Milenium Edições do Brasil (2003)
>>> Anjo da Morte de Pedro Bandeira pela Moderna (1996)
>>> História Social da Criança e da Família de Philippe Ariès pela Guanabara (1973)
>>> Homo Loquens - O Homem como Animal Falante de Dennis Fry pela Zahar (1977)
>>> Homem Total e Parapsicologia de Albino Aresi pela Albino Aresi (1982)
>>> Ilusões - As Aventuras de um Messias Indeciso de Richard Bach pela Record (1977)
>>> Buddha de Ordem do Graal na Terra pela Círculo do livro (2002)
>>> Você verdadeiramente nasceu de Novo da Água e do Espírito? de Paul C. Jong pela Hefzibá (2002)
>>> Trip número 139 de Danielli Freitas pela Trip (2005)
>>> 500 Perguntas sobre Sexo de Laura Muller e Nélson Vitiello pela Objetiva (2002)
>>> Direito Eleitoral Brasileiro:... (acompanha Cd) de Thales Tácito Pontes Luz de Pádua Cerqueira pela Del Rey/ Belo Horizonte (2004)
>>> Iniciação à Sociologia de Nelson Dacio Tomazi pela Atual (1993)
>>> Memórias do Armandinho Do Bixiga de Depoimento a Júlio Moreno pela Senac de SP./ SP. (1996)
>>> Convite a filosofia de Marilena Chauí pela Ática (1998)
COLUNAS

Quinta-feira, 13/11/2003
Poesia, Crônica, Conto e Charge
Ricardo de Mattos

+ de 33600 Acessos
+ 1 Comentário(s)

O Melhor da Poesia Brasileira, O Melhor da Crônica Brasileira e O Melhor do Conto Brasileiro são os três livros formadores d'uma pequena colecção destinada a apresentar aos jovens alunos alguns dos nossos escritores e poetas. Três volumes pequenos com quatro autores cada. O termo comum aos títulos revela certa pretensão: O Melhor ... Dificilmente qualquer antologia traz "o melhor" de alguma coisa, sempre há faltas apontadas e escolhas lamentadas. O termo é perigoso inclusive se considerado o público alvo, cuja preguiça é critério de selecção: se o volume encerra exemplos da nata, para que ir além? Os livrinhos, todavia, não decepcionam, mormente o de contos. No mais são relançamentos autênticos, parece não ter havido substituição ou acréscimo de textos, desconfiança surgida ao deparar-me com referências aos militares da ditadura, ao governo de Getúlio Vargas e às Copas anteriores.

O volume de poesias foi o meu primeiro em muitos anos, pois entre estrofe e parágrafo prefiro este último. Seria melhor nomeado como O Melhor da Poesia Modernista Brasileira, por trazer os poetas Carlos Drummond de Andrade, Manuel Bandeira, João Cabral de Melo Neto e Vinícius de Moraes. Mesmo restringindo ao Modernismo, ainda faltariam nomes como Mário de Andrade e Cecília Meireles. Os poemas de Carlos Drummond de Andrade e Manuel Bandeira são aqueles velhos conhecidos de qualquer um a cursar o segundo grau, tantas as apostilas que os trazem. De Drummond, Cidadezinha Qualquer, Quadrilha, José; de Manuel Bandeira, Os Sapos, Pneumotórax, Poética, Tragédia Brasileira e outros tantos. Marcante, enfim, a intenção de levar à primeira leitura destes poetas. Vinícius de Moraes tem exemplificada sua cansativa e derramada indefinição entre prosa e verso em poemas como (O desespero da piedade) e Elegia ao primeiro amigo. Versos longos Manuel Bandeira também os fez - e posiciono-o entre meus preferidos ao lado do árcade Gonzaga e de Augusto dos Anjos -, porém com melhor engenho. O modus operandi de Vinícius parece ser aquele transbordamento delineado no poema O falso mendigo: "Minha mãe, manda comprar um quilo de papel almaço na venda/Quero fazer uma poesia...".

O volume de crónicas vela um perigo. Tomemos como exemplo Luis Fernando Verissimo, o grande cronista da actualidade. Não me lembro o tempo exacto, mas digamos que ele já acumule seus trinta anos de jornalismo, trabalhando simultaneamente para vários jornais, dentre os quais alguns exigindo contratualmente o ineditismo. Além disso, escreve para mais de um caderno do mesmo jornal - o de esportes e o de cultura. Com estas premissas, como escolher suas dez melhores crônicas? Por este motivo o volume da colecção, com textos de Ferreira Gullar, José Lins do Rego, Rachel de Queiroz - Deus receba-a - e Sérgio Porto, não é o mais "forte". As crónicas são de datação evidente e entre as de José Lins do Rego incluíram extratos de seus romances.

Acredito que nenhuma antologia de crónicas esteja completa sem trazer algo escrito por Humberto de Campos (1.886/1.934). Nascido no Maranhão e projectado à fama quando mudou-se para o Rio de Janeiro, foi o principal cronista de sua geração, assinando seus textos com o pseudónimo "Conselheiro XX". Variou do humor de salão à sátira impiedosa, do lírico aos escritos de cunho moralizante. Os galicismos tornam o texto afectado, porém condizente com o momento. Quando dava lugar à sátira, tornava-se acre a ponto de oferecerem um prémio em dinheiro por sua mão direita. Algo como o governo de hoje pedir a mão de Diogo Mainardi. Seus livros trazem centenas de crónicas. Até mesmo sua crítica e seus perfis seguem o formato breve da crónica. Nos dias de hoje, falar em lirismo faz-nos lembrar do pastor protestante e psicanalista de origem mineira Rubem Alves. Quem se julga "lírico" deve começar a ler seus livros, começando pelo singelo Tempus Fugit e verificar se sua pretensão confirma-se.

O volume de contos é o melhor. Novamente Raquel de Queiroz, acompanhada de Origines Lessa, Josué Montello e Aníbal Machado. Os dois aprazíveis contos de Josué Montello - Vidas Apagadas e Numa Véspera de Natal - excluíram uma reserva imotivada de minha parte. Há uma harmonia impressionante entre as descrições das personagens e dos ambientes onde vivem e se esta é uma característica de sua obra, considero-a mui saudável. O mesmo preciosismo encontrei no simpaticíssimo conto Tati, a Garota escrito por Aníbal Machado, empatia quiçá provocada pelo convívio com um novo filhote em casa. A Casa do Morro Branco, de Rachel de Queiroz, lembrou-me bastante a primeira parte do romance Lucas Procópio de Autran Dourado. N'um conto biográfico, Orígines Lessa - de quem uma das netas trabalha no Fórum aqui de Taubaté - dá-nos um perfil de raro humanismo ao retratar o trabalho missionário de seu pai junto a doentes e moribundos; no outro trata com humor a estória de um time interiorano de futebol. Gostei do conto embora não goste do esporte.

Sobre Quino, o autor da Mafalda
Merece atenção o álbum Potentes, Prepotentes e Impotentes continente de charges políticas publicadas em jornais de Buenos Aires. Os livros referidos na coluna de hoje trazem muitos textos publicados inicialmente em jornais. Creio mesmo na imprensa periódica como a base por excelência do trabalho de cartunistas. A compreensão da charge é imediata e cada uma encerra sua ideia, dificilmente relacionando-se com a publicada no dia seguinte. Se há continuidade e estabelecimento de personagens fixos, talvez seja mais correcto falar-se de história em quadrinhos. Isso não significa que uma charge exija desenho único. O álbum traz algumas divididas em quadros e acredito que este fraccionamento não prejudique a caracterização. Acredito também que para o leitor diário não haja preocupação em saber até onde o trabalho deva ser considerado charge e a partir de qual ponto temos uma história em quadrinhos. Busca-se a ideia hilária, bem expressa através do desenho que a concentra, quer de linhas simples (página 86), quer extremamente rebuscado (página 85). E subtil: nem tão profunda que atrapalhe o leitor na leitura do jornal, nem tão superficial a ponto de ser tola. Novamente invoco Luis Fernando Verissimo, autor de tiras e charges com notável economia de traços e competentes na transmissão da mensagem.

Para ir além















Ricardo de Mattos
Taubaté, 13/11/2003


Quem leu este, também leu esse(s):
01. A Poética do Chá de Felipe Leal
02. O Aspirante a Corrupto de Carla Ceres
03. Trem na Espanha de Eduardo Mineo
04. Meus álbuns: '00 - '09 ― Pt. 3 de Rafael Fernandes
05. Diversões de Eduardo Carvalho


Mais Ricardo de Mattos
Mais Acessadas de Ricardo de Mattos em 2003
01. Da Poesia Na Música de Vivaldi - 6/2/2003
02. Poesia, Crônica, Conto e Charge - 13/11/2003
03. Da Biografia de Lima Barreto - 26/6/2003
04. Estado de Sítio, de Albert Camus - 4/9/2003
05. A Euforia Perpétua, de Pascal Bruckner - 5/6/2003


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
13/5/2009
10h52min
Eu adoro os textos de Manuel Bandeira. Sou terceira série e já li vários livros dele, e até hoje eu gostei de todos! Beijos!
[Leia outros Comentários de larissa maria farias]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.




Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




DECLARANDO-SE CULPADO
SCOTT TUROW
RECORD
(1993)
R$ 15,00



PRIORIZAÇÃO DE EMPREENDIMENTOS HIDRELÉTRICOS SOB LIMITAÇÃO DE RECURSOS
FAUSTO ALFREDO CANALES, CARLOS ANDRÉ B. MENDES UND ALEXANDRE BELUCO
NOVAS EDIÇÕES ACADÊMICAS
R$ 391,00



ALMANAQUE DO PENSAMENTO - 100 ANOS
VARIOS AUTORES
PENSAMENTO
(2012)
R$ 16,99



NORMAS DE APRESENTAÇÃO TABULAR
RAUL ROMERO DE OLIVEIRA
IBGE
(1967)
R$ 30,00



GRUNDWORTSCHATZ DEUTSCH; ESSENTIAL GERMAN; ALEMAN FUNDAMENTAL
HEINZ OEHLER; CARL HEUPEL
ERNST KLETT VERLAG
(1968)
R$ 22,28



O GENE DO MILAGRE
MICHAEL CORDY
RECORD
(1997)
R$ 4,00



MATEMÁTICA AULA POR AULA 3ª SÉRIE DO ENSINO MEDIO
XAVIER & BARRETO
FTD
(2005)
R$ 14,00



DICIONARIO PRATICO ILUSTRADO HISTORIA GEOGRAFIA TOMO III
DICIONÁRIO LELLO
LELLO LAROUSSE
R$ 5,00



MACHADO DE ASSIS - LITERATURA COMENTADA
ABRIL
ABRIL
(1980)
R$ 4,00



IMPACTOS ECONOMICOS E FINANCEIROS DA UNESP PARA OS MUNICIPIOS
JOSÉ MURARI BOVO - ORG
UNESP
(2003)
R$ 5,00





busca | avançada
29791 visitas/dia
1,1 milhão/mês