Precisamos ouvir tudo | Mario Marques | Digestivo Cultural

busca | avançada
37376 visitas/dia
1,1 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
>>> Leminski, estações da poesia, por R. G. Lopes
>>> Crônica em sustenido
Colunistas
Últimos Posts
>>> O recente choque do petróleo
>>> Armínio comenta Paulo Guedes
>>> Jesus não era cristão
>>> Analisando o Amazon Prime
>>> Amazon Prime no Brasil
>>> Censura na Bienal do Rio 2019
>>> Tocalivros
>>> Livro Alma Brasileira
>>> Steve Jobs em 1997
>>> Jeff Bezos em 2003
Últimos Posts
>>> O céu sem o azul
>>> Ofendículos
>>> Grito primal V
>>> Grito primal IV
>>> Inequações de um travesseiro
>>> Caroço
>>> Serial Killer
>>> O jardim e as flores
>>> Agradecer antes, para pedir depois
>>> Esse é o meu vovô
Blogueiros
Mais Recentes
>>> A insustentável leveza da poesia de Sérgio Alcides
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
>>> Millôr e eu
>>> As armas e os barões
>>> Quem é o autor de um filme?
>>> Cyrano de Bergerac
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Marco Lisboa na Globonews
>>> Bibliotecas públicas, escolares e particulares
>>> O Vendedor de Passados
Mais Recentes
>>> Psicanálise da maternidade: uma crítica a Freud a partir da mulher e de Nancy Chodorow pela Rosa dos Tempos (1999)
>>> O Preço de Uma Vida de Cristiane Krumenauer pela Novo Século (2018)
>>> Revista de História USP Nº 60 1964 de Diversos Autores pela Ffcl/USP (1964)
>>> Kerata O Colecionador de Cérebros de Juliana R. S. Duarte pela Novo Século (2017)
>>> Revista de História USP Nº 50 1962 de Diversos Autores pela Ffcl/USP (1962)
>>> Crepúsculo - Livro de Anotações da Diretora de Catherine Hardwicke pela Intrínseca Ltda (2019)
>>> Os Sertões de Euclides da Cunha pela Nova Cultural (2002)
>>> O Segredo e outras Histórias de Descoberta de Lygia Fagundes Tellles pela Companhia das Letras (2012)
>>> Uma Família Feliz de David Safier pela Planeta (2013)
>>> O Enigma da Pirâmide de Alan Arnold pela Circulo do Livro (1985)
>>> Adrienne Mesurat (prefáco Inédito) de Julien Green/ (Nota): Josué Montello pela Nova Fronteira (1983)
>>> Viagens de Gulliver (em 04 Partes) de Jonathan Swift/ Trad.: Octavio Mendes Cajado pela Globo/ RJ. (1987)
>>> O Mochileiro das Galáxias - Volume 5 - Praticamente Inofensiva de Douglas Adams pela Arqueiro (2010)
>>> Viagens de Gulliver (em 04 Partes)/ Encadernado de Jonathan Swift/ Prefácio: Almir Andrade pela W. M. Jackson (1970)
>>> Viagens de Gulliver (em 04 Partes)/ Encadernado de Jonathan Swift/ Prefácio: Almir Andrade pela W. M. Jackson (1970)
>>> Amigos de Todo Mundo: Romance de um Jardim Zoológico de Felix Salten/ Ilustrações: Philipp Arlen pela Edições Melhoramentos (1952)
>>> Lembranças Obscuras de um Judeu Polonês Nascido na França de Pierre Goldman pela Francisco Alves (1984)
>>> El Hombre de Annie Besant pela Glem (1957)
>>> Lo Spiritismo Nella Umanita de Casimiro Bonfiglioli pela Bologna (1888)
>>> Santo Tomas de Aquino de P.J. Weber pela Poblet (1949)
>>> Rumo a Consciência Cómica de Pagina de ouro de Ramasar pela Curitiba (1969)
>>> Reencarnação de J.H. Brennan pela O Hemus
>>> Rezando com o Evangelho de Pe. Lucas Caravina pela Paulus (1997)
>>> Resolução para o novo milênio de Jennifer Fox pela Ediouro (1999)
>>> Los Maestros sus Retratos Meditaciones y Graficos de David Anrias pela Horus (1973)
>>> La Doctrina Cosmica de Dion Fortune pela Luis Cárcamo (1981)
>>> Remotos Cânticos de Belém de Wallace Leal V. Rodrigues pela O Clarim (1986)
>>> Reencarnação e Imortalidade de Alexandra David Neel pela Ibrasa (1989)
>>> Raios de Luz Espiritual de Francisco Valdomiro Lorenz pela Pensamento
>>> Does God Exist? de A.E. Taylor pela The Macmillan Company (1947)
>>> Administração Básica de Adelphino Teixeira da Silva pela Atlas (2011)
>>> Como Resolver Conflitos no Trabalho de Jerry Wisinski pela Campus (1994)
>>> Administração de Investimentos de Peter L. Bernstein pela Bookman (2000)
>>> Sistemas Organização e Métodos de Tadeu Cruz pela Atlas (1998)
>>> Os 100 melhores livros de negócios de todos os Tempos de Todd Sattersten Jack Covert pela Campus (2010)
>>> Propaganda de Plínio Cabral pela Atlas (1980)
>>> Empresa Como Organizar e Dirigir de Antônio Carlos Ferreira pela Ouro
>>> Marketing Cultural ao Vivo de Vários pela Francisco Alves (1992)
>>> A Dose Certa de John C. Bogle pela Campus (2009)
>>> Já tenho idade para saber de Michael W. Smith pela BomPastor
>>> Sobreviver não é o Bastante de Seth Godin pela Campus (2002)
>>> Jesus, o maior psicólogo que já existiu de Mark W. Baker pela Sextante
>>> Aspectos Legais da Documentação em Meios Micrográficos Magnéticos e Ópticos de Ademar Stringher pela Cenadem (1996)
>>> Go Pro de Eric Worre pela Rumo (2019)
>>> Avaliação da aprendizagem - Componente do ato pedagógico de Cipriano Carlos Luckesi pela Cortez (2011)
>>> Pílulas do Bem-Estar de Daniel Martins de Barros pela Sextante (2019)
>>> Trilha de Diversos pela EuBlack
>>> Apostila de Vestibular Semi FGV 2 de Não Informado pela Cpv (2003)
>>> Documentos Maranhenses Pantheon Maranhense 2 Volumes de Antônio Henrique Leal pela Alhambra (1987)
>>> Economia de João Paulo de Almeida magalhães pela Não sei (2019)
COLUNAS

Quinta-feira, 25/12/2003
Precisamos ouvir tudo
Mario Marques

+ de 3100 Acessos

Todos os dias, recebemos discos, muitos discos, nas redações afora. São discos de multinacionais, discos independentes, discos de amigos, singles, demos, até, pasmem, fitas-cassete. Hoje, distanciado dessa realidade e vivendo até bem pouco tempo do lado de cá, ou seja, do lado dos que esperam uma opinião sobre seu trabalho fonográfico, entendo mais a ansiedade de quem quer que você diga algo sobre seu produto.

Para que eu conseguisse que meus amigos jornalistas escutassem o disco do Acid X foi um suplício. É claro que, na Folha, no Globo, no JB ou Estadão o CD estava no meio da estréia da Maria Rita, do novo do Ed Motta, do Lulu, do Frejat, do Los Hermanos e de uma penca de outros lançamentos. Às vezes minha bolsa chegava vazia na redação e voltava para casa com a bolsa repleta e mais um complemento de umas cinco bolsas de gravadora.

Aí você me pergunta: qual o critério de escolha? As gravadoras multinacionais têm prioridade? Claro que não. Mas como fechar os olhos para o novo do Radiohead ou do Coldplay? Não dá. Infelizmente o filtro tem que acontecer e é aí que muitos bons discos se perdem. Tantas vezes me enfurnei num quarto com dezenas deles e, fadigado, desisti na vigésima audição.

O Linkin Park é um caso. Não ouvi, nunca escrevi sobre quando o disco saiu e só descobri o que era tempos depois. Nenhum jornalista, eu disse nenhum, ouve todos os discos que chegam. Ainda mais aqueles cujo segmento não se enquadra em seu veículo. No caso do Globo e do JB, quem vai criticar o disco do Rouge ou de qualquer banda de pagode?

A minha casa virou um depósito de discos. Num certo momento estava contando seis mil CDs, que entulharam a casa de meus pais durante um bom tempo. Hoje fico em casa na internet baixando músicas e pouco compro discos. Acho que virou um trauma particular.

Mas pelo menos mudei o foco de minha observação. Hoje qualquer disco que recebo, e até fita cassete (pois não foi assim que resolvi fazer uma reportagem com o então desconhecido, saudoso e querido Farofa Carioca?), paro, penso e ouço com carinho. Porque do outro lado sei que a pessoa está esperando qualquer coisa, qualquer palavra. É óbvio que nem eu nem ninguém vamos empurrar ninguém para o estrelato. Mas tudo que a pessoa do outro lado precisa é de uma simples avaliação, opinião, referência. Porque as opiniões que eles ouvem são dos amigos e amigos são sempre amigos. É claro que eles esperam sempre o melhor, a opinião mais classuda e mais grandiloqüente ao seu trabalho. E isso às vezes não acontece.

Foi assim que, no show do Acid X, duas pessoas me deram seus discos, uma demo e um CD cheio. Um deles é João Suplicy, irmão do Supla, que está lançando seu segundo disco e se aproximou da minha mesa, gentil, com sua bolacha. O Outro é Gustavo Coelho, baterista da banda Quem?! (gente, ainda é tempo de pensar em outro nome porque já existe o Cidadão Quem, no Sul), que saltou de Olaria para o Humaitá para assistir ao show do Acid X. São casos díspares, um de uma banda que está começando e outro que leva um sobrenome nas costas de reconhecimento nacional, embora ainda não artisticamente.

Resolvi então começar tudo de novo. Para mim, claro. Prometi-me que vou ouvir de tudo, mesmo que seja um novo disco da Pelvs. Não mais filtrarei nada. É claro que só escreverei sobre o que gosto ou pelo menos sobre o que acho que tem chance de acontecer. Mandamentos meus.

* * *

Chego ao assunto jabá, na qual discuti num papo recente com meu amigo Antonio Carlos Miguel. Há uma lei tramitando no Congresso contra o jabá, que, de tão demorada a ser posta em pauta, já caducou. É que as rádios se anteciparam e chegaram agora com a tal da "mídia". O jabá agora é oficial - e infelizmente legal. Explico: você chega lá na rádio que tem a cara de sua música, põe a música para o o o o o o (não posso dizer que é programador, que é diretor, sei lá o que pode se chamar o porta-voz da rádio)... e aí ele ouve, diz o que achou, pode escolher uma outra faixa e manda o preço, que, aí chegamos à "mídia", será transformado em chamadas comerciais para seus próximos shows ou até para seu disco, com nota fiscal e tudo. Enfim, o cara vende dificuldade e compra facilidade. O valor fica em X, a música toca duas vezes por dia durante um mês. E depois... reze ou se esquematize para que todo mundo que você conhece ligue para a rádio pedindo a música. Senão... ela sai no trigésimo dia e dá lugar a outra.

Eu passei por essa situação. Não dá para ficar mais de dez minutos com esse tipo de gente numa sala. O que se espera desse governo é que se façam auditorias em todas as rádios, que as concessões sejam revistas urgentemente. Porque isso é uma máfia bancada por deputados e senadores. Quando chega a campanha eleitoral, os donos das rádios não param de oferecer contribuições em troca da renovação de suas concessões. É preciso tirar das mãos dos sujos e dar as rádios para pessoas idôneas ligadas à cultura, às artes, à música. Isso, sim, seria uma revolução no Brasil. Mas tem que ter muita força para peitar...

* * *

Filosofo, porque assim existo: a vida não é a que escolhemos. Então precisamos dar os passos certos agora porque o futuro cobra da gente todos os atos errados. É preciso pensar muito, porque agora tudo pode estar lindo, ou você acredita que esteja, mas no fundo, lá no fundo, você sabe que fez tanta burrada, tanta burrada, que é melhor esquecer que fez e tentar seguir em frente. Porque, acredite, lá na frente o arrependimento pesa forte. E aí já é tarde.

Digo isso porque essa geração nova, de 23, 24, até 26, está muito perdida. Bebe à beça, fuma à beça, não sabe para onde ir, o que fazer, que profissão escolher, se traveste de punk, de revoltado, de independente, de maduro. Mas é só pose. Por dentro corre um nada, o cérebro padece.

Senta, respira, pensa, decide e vai.

Porque a vida é uma só.

Nota do Editor
Texto gentilmente cedido pelo autor. Originalmente publicado no site London Burning.


Mario Marques
Rio de Janeiro, 25/12/2003


Quem leu este, também leu esse(s):
01. As histórias magras de Rubem Fonseca de Cassionei Niches Petry
02. O turista imobiliário de Marta Barcellos
03. O Direito mediocrizado de Celso A. Uequed Pitol
04. O nosso patriarca e o deles de Celso A. Uequed Pitol
05. Quatro dias em São Paulo de Rafael Rodrigues


Mais Mario Marques
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




OS PASTORES DA NOITE
JORGE AMADO
RECORD
(1983)
R$ 18,00



SONHOS E REALIDADE: PRIMEIRA METADE DO SÉCULO XX, A
NEREIDE SCHILARO SANTA ROSA
PINAKOTHEKE
(2002)
R$ 17,56



COLEÇÃO MODERNA DE ESTUDOS PRIMÁRIOS MATEMÁTICA - 9685
VICENTE KOSIEN
ECLAL
(1969)
R$ 10,00



BIBLIOGRAFIA DE HISTÓRIA DO BRASIL
NÃO DEFINIDO
MINISTÉRIO DE RELAÇÕES EXT.
(1946)
R$ 12,00



À PRIMEIRA VISTA
NICHOLAS SPARKS
ARQUEIRO
(2012)
R$ 10,00



RETRATOS DE UMA ÉPOCA: O ACERVO PICTÓRICO DO HOSPITAL PORTUGUÊS
FRANCIANE LINS
SECRETARIA DE CULTURA SÃO LUÍS
(2005)
R$ 27,28



FILTRO ACTIVO DE POTÊNCIA PARA INTERFACE DA REDE COM CARGAS ELÉCTRICAS
MANUEL JOÃO SEPÚLVEDA MESQUITA DE FREITAS
NOVAS EDIÇÕES ACADÊMICAS
R$ 524,00



DANO MORAL- 4ª EDIÇÃO
CLAYTON REIS
FORENSE (RJ)
(1997)
R$ 9,82



MAINSTREAMING THE ENVIRONMENT: THE WORLD BANK GROUP AND THE
JOCELYN MASON
WORLD BANK
(1995)
R$ 19,28



CONTABILIDADE PARA MBAS - TEXTOS E CASOS
JOSIR SIMEONE GOMES
CAMPUS
(2000)
R$ 6,93





busca | avançada
37376 visitas/dia
1,1 milhão/mês