Ele é o Rei | Andréa Trompczynski | Digestivo Cultural

busca | avançada
71132 visitas/dia
2,6 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Rinoceronte, poemas em prosa de Ronald Polito
>>> A forca de cascavel — Angústia (FUVEST 2020)
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
Colunistas
Últimos Posts
>>> Revisores de Texto em pauta
>>> Diogo Salles no podcast Guide
>>> Uma História do Mercado Livre
>>> Washington Olivetto no Day1
>>> Robinson Shiba do China in Box
>>> Karnal, Cortella e Pondé
>>> Canal Livre com FHC
>>> A história de cada livro
>>> Guia Crowdfunding de Livros
>>> Crise da Democracia
Últimos Posts
>>> Uma crônica de Cinema
>>> Visitação ao desenho de Jair Glass
>>> Desiguais
>>> Quanto às perdas I
>>> A caminho, caminhemos nós
>>> MEMÓRIA
>>> Inesquecíveis cinco dias de Julho
>>> Primavera
>>> Quando a Juventude Te Ferra Economicamente
>>> Bens de consumo
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Ser intelectual dói
>>> O Tigrão vai te ensinar
>>> O hiperconto e a literatura digital
>>> Aberta a temporada de caça
>>> Se for viajar de navio...
>>> Incompatibilidade...
>>> Alguns Jesus em 10 anos
>>> Blogues: uma (não tão) breve história (II)
>>> Picasso e As Senhoritas de Avignon (Parte I)
>>> Asia de volta ao mapa
Mais Recentes
>>> O Livro da moda de Alexandra Black pela Publifolha (2015)
>>> Rejuvelhecer a saude como prioridade de Sergio Abramoff pela Intrinseca (2017)
>>> O livro das evidencias de John Banville Tradução Fabio Bonillo pela Biblioteca Azul - globo (2018)
>>> O futebol explica o Brasil de Marcos Guterman pela Contexto (2014)
>>> O Macaco e a Essencia de Aldous Huxley pela Globo (2017)
>>> BATISTAS, Sua Trajetória em Santo Antônio de Jesus: o fim do monopólio da fé na Terra do Padre Mateus de Jorgevan Alves da Silva pela Fonte Editorial (2018)
>>> Playboy Bárbara Borges de Diversos pela Abril (2009)
>>> Sarah de Theresa Michaels pela Nova Cultural (1999)
>>> A Bela e o Barão de Deborah Hale pela Nova Cultural (2003)
>>> O estilo na História. Gibbon & Ranke & Macaulay & Burckhardt de Peter Gay pela Companhia das Letras (1990)
>>> Playboy Simony de Diversos pela Abril (1994)
>>> Invasão no Mundo da Superfície de Mark Cheverton pela Galera Junior (2015)
>>> José Lins Do Rego- Literatura Comentada de Benjamin Abdala Jr. pela Abril Educação (1982)
>>> A modernidade vienense e as crises de identidade de Jacques Le Rider pela Civilização Brasileira (1993)
>>> Machado De Assis - Literatura Comentada de Marisa Lajolo pela Abril Educação (1980)
>>> A Viena de Wittgenstein de Allan Janik & Stephen Toulmin pela Campus (1991)
>>> O Velho e o Mar de Ernest Hemingway pela Círculo do livro (1980)
>>> Veneno de Alan Scholefield pela Abril cultural (1984)
>>> O Livreiro de Cabul de Asne Seierstad pela Record (2007)
>>> Os Dragões do Éden de Carl Sagan pela Francisco Alves (1980)
>>> O Espião que sabia demais de John Le Carré pela Abril cultural (1984)
>>> Administração de Materiais de Jorge Sequeira de Araújo pela Atlas (1981)
>>> Introdução à Programação Linear de R. Stansbury Stockton pela Atlas (1975)
>>> Como lidar com Clientes Difíceis de Dave Anderson pela Sextante (2010)
>>> As 3 Leis do Desempenho de Steve Zaffron e Dave Logan pela Primavera (2009)
>>> Curso de Educação Mediúnica 1º Ano de Vários Autores pela Feesp (1996)
>>> Recursos para uma Vida Natural de Eliza M. S. Biazzi pela Casa Publicadora Brasileira (2001)
>>> Jesus enxuga minhas Lágrimas de Elza de Almeida pela Fotograma (1999)
>>> As Aventuras de Robinson Crusoé de Daniel Defoe pela LPM Pocket (1997)
>>> Bulunga o Rei Azul de Pedro Bloch pela Moderna (1991)
>>> Menino de Engenho de José Lins do Rego pela José Olympio (1982)
>>> Terra dos Homens de Antoine de Saint-Exupéry pela Nova Fronteira (1988)
>>> O Menino de Areia de Tahar Ben Jelloun pela Nova Fronteira (1985)
>>> Aspectos Endócrinos de Interesse à Estomatologia de Janete Dias Almeida pela Unesp (1999)
>>> Nociones de Historia Linguística y Estetica Literaria de Antonio Vilanova- Nestor Lujan pela Editorial Teide/ Barcelona (1950)
>>> El Estilo: El Problema y Su Solucion de Bennison Gray pela Editorial Castalia/ Madrid (1974)
>>> El Cuento y Sus Claves de Raúl A. Piérola/ Alba Omil (profs. Univ. Tucumán pela Editorial Nova, Buenos Aires (1955)
>>> Las Fuentes de La Creacion Literaria de Carmelo M. Bonet pela Libr. del Collegio/ B. Aires (1943)
>>> As Hortaliças na Medicina Doméstica/ Encadernado de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar (1976)
>>> A Flora Nacional na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Arlington Park de Rachel Cusk pela Companhia das Letras (2007)
>>> Muitas Vidas, Muitos Mestres de Brian L Weiss pela Salamandra (1991)
>>> As Frutas na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Coleção Agatha Christie - Box 8 de Agatha Christie; Sonia Coutinho; Archibaldo Figueira pela HarperCollins (2019)
>>> As Irmãs Aguero de Cristina García pela Record (1998)
>>> Não Faça Tempestade Em Copo Dágua no Amor de Richard Carlson pela Rocco (2001)
>>> Um Estudo Em Vermelho - Edição De Bolso de Arthur Conan Doyle pela Zahar (2013)
>>> Eu, Dommenique de Dommenique Luxor pela Leya (2011)
>>> Os Cavaleiros da Praga Divina de Marcos Rey pela Global (2015)
>>> O Futuro da Filosofia da Práxis de Leandro Konder pela ExpressãoPopular (2018)
COLUNAS

Segunda-feira, 12/7/2004
Ele é o Rei
Andréa Trompczynski

+ de 5500 Acessos
+ 3 Comentário(s)

Tenho uma fascinação pelo sórdido e por algumas coisas doentias e feias. Para ficar mais moderno, direi trash. Apesar de preferir a expressão "Culto ao Feio". Faz parte deste meu hobby um prazer que é observar a expressão facial e corporal dos fanáticos quando estão cultuando ou falando sobre seus deuses. Seja o que for. Religiões, marcas, stars, Brizola... Posso ficar horas olhando para aquelas faces satisfeitas, embriagadas, aquele ar de quem tem todas as respostas, a paixão com que falam sobre seu objeto de adoração. E como estes apaixonados ficam feios, trash, divertidos.

O fanatismo preenche aquele buraco na alma com o qual todos nascemos, e desesperados tentamos esconder, tapar, fingir que não temos. O anestésico perfeito (e, claro, uma fábrica de dinheiro para os que não estão tão ceguinhos e anestesiados assim).

Meu favorito e do qual sinto muita saudade de assistir o programa na televisão é o R.R. Soares (foto acima). Ele é o rei! Uma espécie de Sílvio Santos da Igreja Internacional da Graça de Deus. Ele é Bispo Macedo da Igreja da Graça e, para mim, um gênio do marketing para as massas. Tem o magnetismo que os pastores da Universal perderam com os cursos de oratória que fizeram, agressividade do tom de voz e muita ênfase em "encostos" (por falar nisso, no último programa desses que vi numa madrugada no Brasil, descobri que tenho uns dez encostos porque tenho todos os sintomas que o pastor falou que indicam a presença de um espírito maligno junto de nós. Caso o leitor queira saber, alguns são: dores-de-cabeça freqüentes, insônia, depressão, azar no amor, doenças, cigarro ou outro vício qualquer, e, essa é covardia, dívidas. Viu só, fizeram um trabalho para você e é por isso que sua conta bancária está assim. Mas é só ir na Sessão do Descarrego que tudo se resolverá, caro leitor, e você se tornará um próspero empresário como o Sr. Pereira Gomes que era alcoólatra, vivia em boates e jogava e hoje é um respeitável pai de família).

R.R. Soares descobriu a melhor maneira: não pode assustar o povo, deve-se falar calmamente, hipnoticamente, como um velho pai dando conselhos. Ele tem o carisma. É o homem com mais tempo de programação na tevê, 100 horas semanais em quatro redes de televisão. Somente para a Bandeirantes ele paga 2 milhões de reais por mês. Nos anos 70, Soares foi co-fundador da Universal com Edir Macedo e após divergências, fundou a Igreja Internacional da Graça de Deus, cujo crescimento tem assustado a Universal, que para revidar coloca os programas no mesmo horário em redes concorrentes.

Mas não é meu assunto o show das igrejas evangélicas na televisão, a concorrência com a Universal, os rios de dinheiro, os exorcismos e apelações e o domínio sobre a mente do povo desesperado com dívidas ou doenças, que isso todo mundo já sabe. O ponto é: entendo perfeitamente porque as pessoas ficam tão felizes na Igreja dele. Entendo perfeitamente porque as velhinhas choram e os casais se abraçam, juram amores eternos e perdoam passados escusos. Entendo porque nos intervalos correm para assinar os cupons para ser mais um "sócio-colaborador" ou assinar a Revista da Graça ou comprar CDs da Graça Music. Ele é tão confortador... Esquece-se de tudo assistindo o Show da Fé. Os olhares fascinados, os hinos cantados de braços erguidos, êxtase total, lágrimas e mais lágrimas, arrependimentos e promessas de vida nova. É o trash mais perfeito do mundo por ser inconsciente da sua "trashilidade".

Para quem ainda não se convenceu que ele é o maior, depois desta se convence ou desisto: no fim de todos os cultos ele pergunta se alguém recebeu alguma cura, se sentia alguma dor e a dor desapareceu. Disputam o microfone para contar as graças recebidas, e então, ahnnnnn, o final perfeito, ele pergunta se caroços, sim, caroços, sumiram nesta noite, e as senhoras e senhores mostram os braços ou apertam o corpo mostrando o lugar onde estava o caroço que sumiu. E ele repete a palavra caroço umas cinco vezes em cada caso. Que tamanho era o caroço, minha irmã? Há quanto tempo o senhor sofria com esse caroço, irmão?

Tem palavra que mais simbolize o Culto ao Feio do que "caroço"?

Brazilian Boys Naked
Onde é que o nome "Brasil" mais aparece aqui? Ham? Ham? Escort girls (antigamente tinha outro nome, acho que era prostituta); surfistas cariocas pelados em vídeos por $19,90; carnaval carioca em cenas quentes por $15,99; biquínis brasileiros e mulatas sambando na televisão. Eles pensam que somos todos tão lindos e malhados no Brasil e que todas as mulheres tem a bunda da Scheila Carvalho. E que somos hot. Somos? Um dia me perguntaram se existia pizza no Brasil. Que o céu caia sobre minha cabeça se eu estiver mentindo, juro. Acho que somos uma porcaria mesmo e merecemos a fama de selvagens. Bem feito para nós, índios botocudos. Quando meu inglês melhorar vou mentir que nasci na Polônia. Na maioria das vezes é constrangedor quando perguntam, por perceberem o sotaque where are you from? abaixo a cabeça resignadamente para responder baixinho, torcendo para que a máquina de espressos faça bastante barulho e o senhor alto, branco, católico e bem-educado não ouça minha triste resposta.
Ah, tive uma idéia, posso dizer Portugal!

Os Evangélicos Que Aqui Gorjeiam Não Gorjeiam Como Lá
Passei uns dias de "molho" por motivos de saúde e assisti muita televisão. Os pastores daqui não são bons como os daí. São tão calminhos, não gritam e nem fazem exorcismos de manhã. Tão sem graça... E até os espíritos malignos são comportadinhos, nem se manifestam nas sessões de culto como os nossos daí, que são rebeldes e gritam e fazem literalmente "o diabo". Que engraçado, talvez aqueles onze círculos do inferno de Dante Alighieri sejam cada um embaixo de um lugar e por isso os demônios são culturalmente diferentes e, claro, os que ficam embaixo da América do Norte são mais educados, sei lá.

O Poderoso Brando
Marlon Brando era uma exceção à minha teoria de que certos artistas deveriam fazer o favor de morrer com uns trinta, trinta e poucos anos. Para não dar vexames depois e matar uma obra que poderia ser perfeita. Marilyn sabia disso. James Dean, Mário de Sá-Carneiro. Quem diria que o Paul McCartney ficaria tão chato? E o Michael Jackson (este deveria morrer aos vinte) tão incrivelmente louco? E alguns tropicalistas e roqueiros dos anos 70 e 80 tão mentalmente adolescentes precisando "chocar" o tempo todo? E que a Hebe usaria mini-saia com quase oitenta anos? Para não falar da Brigitte Bardot que é a pior de todas (se o guaxinim azulado do oeste do Sri Lanka está em extinção, nada mais natural, que se extingua, mas, o guaxinim azulado do oeste do Sri Lanka tem uma linda pelagem, é preciso fazer passeatas, campanhas, ficar pelado em protesto à extinção do guaxinim azulado do oeste do Sri Lanka). Mas nunca Marlon Brando, ele não se tornou uma piada. Até mesmo em seus chiliques em estúdios e fugas da enfermeira nas madrugadas para buscar sorvete no supermercado, havia aquele charm, aquele olhar. Ele era mais.

"A violência está em todas as partes do mundo. Acho que a indignação é a causa daquilo que se diz e se pensa e também é perigosa. Por que matamos uns aos outros? Vou lhe dizer por que motivo. Tudo o que se tem a fazer é tirar uma gota de água de um lago no verão, colocá-la sob o microscópio para ver aquelas criaturas microscópicas matando umas às outras. A vida é matança."
(Marlon Brando)


Andréa Trompczynski
Vancouver, 12/7/2004


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Aquarius, quebrando as expectativas de Guilherme Carvalhal
02. Mais espetáculo que arte de Guilherme Carvalhal
03. Hitler e outros autores de Marta Barcellos
04. Man in the Arena 100 (e uma história do Gemp) de Julio Daio Borges
05. Have a nice day de Adriane Pasa


Mais Andréa Trompczynski
Mais Acessadas de Andréa Trompczynski em 2004
01. Um conselho: não leia Germinal - 8/11/2004
02. Gênios e seus Amores Loucos - 26/7/2004
03. Em defesa da Crítica - 25/10/2004
04. Escrever para não morrer - 3/5/2004
05. Um Elogio à Loucura - 31/5/2004


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
19/7/2004
08h07min
Também gosto do R.R. Acho até que ele é um Silvio Santos gospel.
[Leia outros Comentários de David Nadalini]
21/7/2004
10h43min
Um. O R.R. Soares é realmente um grande orador e possue magnetismo impressionante. Já me peguei parado em frente à TV, totalmente amortecido pela sua elequência. A cena aproximou-se de um filme de ficção científica - uma TV ligada em um programa ruim, mas o indivíduo sem forças para mudar de canal, totalmente entregue ao locutor. Um bom candidato à qualquer cargo público deveria contratá-lo para seu palanque. Dois. Se estrangeiro gostasse mesmo do Brasil, passaria a escrever Brasil com "ésse" (linguodental fricativa surda, segundo o Aurélio) e não com "z". Não estão nem aí para a língua portuguesa. Aliás devem desconhecer o português do Brazil. Sugiro uma campanha pelas bandas do Canadá para a inclusão de Lei que determine a escrita de Brazil com s em respeito ao povo brazileiro. Criar lei para estas impropriedades culturais é conozco. Vamos à luta!
[Leia outros Comentários de Pedro Washington]
23/7/2004
20h27min
Simplesmente adorei o toque sobre o gorjeio daqui e de lá... Toda semana a gente lê o que há de melhor por aqui no Digestivo. Muito obrigada.
[Leia outros Comentários de Gisele Lemper]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.




Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




SUCESSOS DA COZINHA SAUDÁVEL
ELISA BIAZZI
NATUREZA
(1997)
R$ 7,00



A HERDEIRA
HENRY JAMES
CÍRCULO DO LIVRO
(1999)
R$ 8,90



CONTABILIDADE DE CUSTOS
MARCOS FREIRE GUIMARÃES
VESTCON
(2003)
R$ 5,00



A CORAGEM DA DESESPERANÇA LACRADO NOVO
SLAVOJ ZIZEK
ZAHAR
R$ 59,90



CASA DE PENSÃO - 3ª ED. - SÉRIE BOM LIVRO
ALUÍSIO AZEVEDO
ÁTICA
(1981)
R$ 7,00



DEMOGRAFIA BRASILEIRA
PAUL HUGON
ATLAS
(1973)
R$ 11,00



TEX EDIÇÃO HISTÓRICA 89 - FANTASMAS NO DESERTO
G. L. BONELLI
MYTHOS
(2014)
R$ 14,87



O DESAFIO DAS DROGAS E O DIREITO
MENNA BARRETO
RENES
(1971)
R$ 6,00



INTRODUCCION A LA EXPLORACION CLINICA EM PEDIATRIA
PROF. A. GALDÓ
QUESADA GRANADA
(1959)
R$ 15,00



OS ECONOMISTAS - TEORIA DA ECONOMIA POLÍTICA
JEVONS
NOVA CULTURAL
(1996)
R$ 6,90





busca | avançada
71132 visitas/dia
2,6 milhões/mês