Ele é o Rei | Andréa Trompczynski | Digestivo Cultural

busca | avançada
35344 visitas/dia
1,6 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Ciclo de leitura online e gratuito debate renomados escritores
>>> Nano Art Market lança rede social de nicho, focada em arte e cultura
>>> Eric Martin, vocalista do Mr. Big, faz show em Porto Alegre dia 13 de abril
>>> Gabriel Cândido lança livro no Sesc São Caetano que aborda a aborda diáspora negra
>>> 'Estilhaços', o novo livro de Luís Fernando Amâncio
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Obra traz autores do século XIX como personagens
>>> As turbulentas memórias de Mark Lanegan
>>> Gatos mudos, dorminhocos ou bisbilhoteiros
>>> Guignard, retratos de Elias Layon
>>> Entre Dois Silêncios, de Adolfo Montejo Navas
>>> Home sweet... O retorno, de Dulce Maria Cardoso
>>> Menos que um, novo romance de Patrícia Melo
>>> Gal Costa (1945-2022)
>>> O segredo para não brigar por política
>>> Endereços antigos, enganos atuais
Colunistas
Últimos Posts
>>> Lula de óculos ou Lula sem óculos?
>>> Uma história do Elo7
>>> Um convite a Xavier Zubiri
>>> Agnaldo Farias sobre Millôr Fernandes
>>> Marcelo Tripoli no TalksbyLeo
>>> Ivan Sant'Anna, o irmão de Sérgio Sant'Anna
>>> A Pathétique de Beethoven por Daniel Barenboim
>>> A história de Roberto Lee e da Avenue
>>> Canções Cruas, por Jacque Falcheti
>>> Running Up That Hill de Kate Bush por SingitLive
Últimos Posts
>>> Saudades, lembranças
>>> Promessa da terra
>>> Atos não necessários
>>> Alma nordestina, admirável gênio
>>> Estrada do tempo
>>> A culpa é dele
>>> Nosotros
>>> Berço de lembranças
>>> Não sou eterno, meus atos são
>>> Meu orgulho, brava gente
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Para amar Agostinho
>>> Discos de MPB essenciais
>>> Conceitos musicais: blues, fusion, jazz, soul, R&B
>>> O Passado, de Hector Babenco
>>> Curtas e Grossas
>>> Caneando o blog
>>> Arte é entropia
>>> Amor fati
>>> 50 anos da língua de Riobaldo
>>> Dando nome aos progres
Mais Recentes
>>> Introdução à Engenharia Ambiental: O Desafio do Desenvolvimento Sustentável de Benedito Braga pela Pearson Universidades (2005)
>>> Magia e cura Kahuna: Saúde holística e práticas de cura da Polinésia de Serge Kahili King pela Madras (2004)
>>> Dicionário De Filosofia de Nicola Abbagnano pela WMF Martins Fontes (2000)
>>> PNF: Facilitação neuromuscular proprioceptiva: Um guia ilustrado de Susan S. Adler pela Manole (2007)
>>> Teoria Do Estado E Da Constituição de Jorge miranda pela Forense (2009)
>>> Livro Completo De Etiqueta De Amy Vanderbilt de Nancy Tuckerman pela Nova Fronteira (2000)
>>> Faça Como Steve Jobs de Carmine Gallo pela Lua de Papel (2010)
>>> A Chave do Reino Interior Inner Work de Robert A. Johnson pela Mercuryo (1989)
>>> O Livro de Deus - a Bíblia Romanceada de Walter Wangerin Jr. pela Mundo Cristão (1998)
>>> Araribá Plus. Geografia - 9º Ano de Cesar brumuni dellore pela Moderna (2018)
>>> Araribá Plus Artes 9º Ano de Denis Rafael pereira pela Moderna (2018)
>>> Projeto do Submarino Nuclear Brasileiro de Fernanda das Graças Corrêa pela Capax Dei (2010)
>>> Um Futuro Moldado por Deus de Ron Phillips pela Graça (2013)
>>> Mudança de Mo Yan pela Cosac & Naify (2013)
>>> Cem anos de solidao de Gabriel Garcia pela Mediasat (1967)
>>> Quando uma Garota Entra Em um Bar de Helena S. Paige pela Novo Conceito (2013)
>>> História do Japão: Origem, Desenvolvimento e Tradição de um País Milenar de Associação Cultural e Esportiva Saúde pela Graftipo Ltda (1995)
>>> Minha formação de Joaquim Nabuco pela Topbooks (2004)
>>> 64 Contos de Rubem Fonseca de Rubem Fonseca pela Cia das Letras (2004)
>>> Processo de Enfermagem de Wanda de Aguiar pela E.p.u. (1979)
>>> Paganism: An Introduction to Earth-Centered Religions de Joyce Higginbotham pela Llewellyn Publications (2011)
>>> Fantasma - Edição Histórica nº 14 A invasão de Bengala e A vitória em Bengala de Vários Autores pela King Features Syndicate (1995)
>>> Penguin Minis, Legend: 1 de Marie Lu pela Penguin (2019)
>>> Sem Tesão não há Solução de Roberto Freire pela Sol e Chuva (1990)
>>> A Arte De Amar de Erich Fromm pela Itatiaia (1995)
COLUNAS

Segunda-feira, 12/7/2004
Ele é o Rei
Andréa Trompczynski
+ de 6500 Acessos
+ 3 Comentário(s)

Tenho uma fascinação pelo sórdido e por algumas coisas doentias e feias. Para ficar mais moderno, direi trash. Apesar de preferir a expressão "Culto ao Feio". Faz parte deste meu hobby um prazer que é observar a expressão facial e corporal dos fanáticos quando estão cultuando ou falando sobre seus deuses. Seja o que for. Religiões, marcas, stars, Brizola... Posso ficar horas olhando para aquelas faces satisfeitas, embriagadas, aquele ar de quem tem todas as respostas, a paixão com que falam sobre seu objeto de adoração. E como estes apaixonados ficam feios, trash, divertidos.

O fanatismo preenche aquele buraco na alma com o qual todos nascemos, e desesperados tentamos esconder, tapar, fingir que não temos. O anestésico perfeito (e, claro, uma fábrica de dinheiro para os que não estão tão ceguinhos e anestesiados assim).

Meu favorito e do qual sinto muita saudade de assistir o programa na televisão é o R.R. Soares (foto acima). Ele é o rei! Uma espécie de Sílvio Santos da Igreja Internacional da Graça de Deus. Ele é Bispo Macedo da Igreja da Graça e, para mim, um gênio do marketing para as massas. Tem o magnetismo que os pastores da Universal perderam com os cursos de oratória que fizeram, agressividade do tom de voz e muita ênfase em "encostos" (por falar nisso, no último programa desses que vi numa madrugada no Brasil, descobri que tenho uns dez encostos porque tenho todos os sintomas que o pastor falou que indicam a presença de um espírito maligno junto de nós. Caso o leitor queira saber, alguns são: dores-de-cabeça freqüentes, insônia, depressão, azar no amor, doenças, cigarro ou outro vício qualquer, e, essa é covardia, dívidas. Viu só, fizeram um trabalho para você e é por isso que sua conta bancária está assim. Mas é só ir na Sessão do Descarrego que tudo se resolverá, caro leitor, e você se tornará um próspero empresário como o Sr. Pereira Gomes que era alcoólatra, vivia em boates e jogava e hoje é um respeitável pai de família).

R.R. Soares descobriu a melhor maneira: não pode assustar o povo, deve-se falar calmamente, hipnoticamente, como um velho pai dando conselhos. Ele tem o carisma. É o homem com mais tempo de programação na tevê, 100 horas semanais em quatro redes de televisão. Somente para a Bandeirantes ele paga 2 milhões de reais por mês. Nos anos 70, Soares foi co-fundador da Universal com Edir Macedo e após divergências, fundou a Igreja Internacional da Graça de Deus, cujo crescimento tem assustado a Universal, que para revidar coloca os programas no mesmo horário em redes concorrentes.

Mas não é meu assunto o show das igrejas evangélicas na televisão, a concorrência com a Universal, os rios de dinheiro, os exorcismos e apelações e o domínio sobre a mente do povo desesperado com dívidas ou doenças, que isso todo mundo já sabe. O ponto é: entendo perfeitamente porque as pessoas ficam tão felizes na Igreja dele. Entendo perfeitamente porque as velhinhas choram e os casais se abraçam, juram amores eternos e perdoam passados escusos. Entendo porque nos intervalos correm para assinar os cupons para ser mais um "sócio-colaborador" ou assinar a Revista da Graça ou comprar CDs da Graça Music. Ele é tão confortador... Esquece-se de tudo assistindo o Show da Fé. Os olhares fascinados, os hinos cantados de braços erguidos, êxtase total, lágrimas e mais lágrimas, arrependimentos e promessas de vida nova. É o trash mais perfeito do mundo por ser inconsciente da sua "trashilidade".

Para quem ainda não se convenceu que ele é o maior, depois desta se convence ou desisto: no fim de todos os cultos ele pergunta se alguém recebeu alguma cura, se sentia alguma dor e a dor desapareceu. Disputam o microfone para contar as graças recebidas, e então, ahnnnnn, o final perfeito, ele pergunta se caroços, sim, caroços, sumiram nesta noite, e as senhoras e senhores mostram os braços ou apertam o corpo mostrando o lugar onde estava o caroço que sumiu. E ele repete a palavra caroço umas cinco vezes em cada caso. Que tamanho era o caroço, minha irmã? Há quanto tempo o senhor sofria com esse caroço, irmão?

Tem palavra que mais simbolize o Culto ao Feio do que "caroço"?

Brazilian Boys Naked
Onde é que o nome "Brasil" mais aparece aqui? Ham? Ham? Escort girls (antigamente tinha outro nome, acho que era prostituta); surfistas cariocas pelados em vídeos por $19,90; carnaval carioca em cenas quentes por $15,99; biquínis brasileiros e mulatas sambando na televisão. Eles pensam que somos todos tão lindos e malhados no Brasil e que todas as mulheres tem a bunda da Scheila Carvalho. E que somos hot. Somos? Um dia me perguntaram se existia pizza no Brasil. Que o céu caia sobre minha cabeça se eu estiver mentindo, juro. Acho que somos uma porcaria mesmo e merecemos a fama de selvagens. Bem feito para nós, índios botocudos. Quando meu inglês melhorar vou mentir que nasci na Polônia. Na maioria das vezes é constrangedor quando perguntam, por perceberem o sotaque where are you from? abaixo a cabeça resignadamente para responder baixinho, torcendo para que a máquina de espressos faça bastante barulho e o senhor alto, branco, católico e bem-educado não ouça minha triste resposta.
Ah, tive uma idéia, posso dizer Portugal!

Os Evangélicos Que Aqui Gorjeiam Não Gorjeiam Como Lá
Passei uns dias de "molho" por motivos de saúde e assisti muita televisão. Os pastores daqui não são bons como os daí. São tão calminhos, não gritam e nem fazem exorcismos de manhã. Tão sem graça... E até os espíritos malignos são comportadinhos, nem se manifestam nas sessões de culto como os nossos daí, que são rebeldes e gritam e fazem literalmente "o diabo". Que engraçado, talvez aqueles onze círculos do inferno de Dante Alighieri sejam cada um embaixo de um lugar e por isso os demônios são culturalmente diferentes e, claro, os que ficam embaixo da América do Norte são mais educados, sei lá.

O Poderoso Brando
Marlon Brando era uma exceção à minha teoria de que certos artistas deveriam fazer o favor de morrer com uns trinta, trinta e poucos anos. Para não dar vexames depois e matar uma obra que poderia ser perfeita. Marilyn sabia disso. James Dean, Mário de Sá-Carneiro. Quem diria que o Paul McCartney ficaria tão chato? E o Michael Jackson (este deveria morrer aos vinte) tão incrivelmente louco? E alguns tropicalistas e roqueiros dos anos 70 e 80 tão mentalmente adolescentes precisando "chocar" o tempo todo? E que a Hebe usaria mini-saia com quase oitenta anos? Para não falar da Brigitte Bardot que é a pior de todas (se o guaxinim azulado do oeste do Sri Lanka está em extinção, nada mais natural, que se extingua, mas, o guaxinim azulado do oeste do Sri Lanka tem uma linda pelagem, é preciso fazer passeatas, campanhas, ficar pelado em protesto à extinção do guaxinim azulado do oeste do Sri Lanka). Mas nunca Marlon Brando, ele não se tornou uma piada. Até mesmo em seus chiliques em estúdios e fugas da enfermeira nas madrugadas para buscar sorvete no supermercado, havia aquele charm, aquele olhar. Ele era mais.

"A violência está em todas as partes do mundo. Acho que a indignação é a causa daquilo que se diz e se pensa e também é perigosa. Por que matamos uns aos outros? Vou lhe dizer por que motivo. Tudo o que se tem a fazer é tirar uma gota de água de um lago no verão, colocá-la sob o microscópio para ver aquelas criaturas microscópicas matando umas às outras. A vida é matança."
(Marlon Brando)


Andréa Trompczynski
Vancouver, 12/7/2004

Mais Andréa Trompczynski
Mais Acessadas de Andréa Trompczynski em 2004
01. Um conselho: não leia Germinal - 8/11/2004
02. Gênios e seus Amores Loucos - 26/7/2004
03. Em defesa da Crítica - 25/10/2004
04. Escrever para não morrer - 3/5/2004
05. Um Elogio à Loucura - 31/5/2004


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
19/7/2004
08h07min
Também gosto do R.R. Acho até que ele é um Silvio Santos gospel.
[Leia outros Comentários de David Nadalini]
21/7/2004
10h43min
Um. O R.R. Soares é realmente um grande orador e possue magnetismo impressionante. Já me peguei parado em frente à TV, totalmente amortecido pela sua elequência. A cena aproximou-se de um filme de ficção científica - uma TV ligada em um programa ruim, mas o indivíduo sem forças para mudar de canal, totalmente entregue ao locutor. Um bom candidato à qualquer cargo público deveria contratá-lo para seu palanque. Dois. Se estrangeiro gostasse mesmo do Brasil, passaria a escrever Brasil com "ésse" (linguodental fricativa surda, segundo o Aurélio) e não com "z". Não estão nem aí para a língua portuguesa. Aliás devem desconhecer o português do Brazil. Sugiro uma campanha pelas bandas do Canadá para a inclusão de Lei que determine a escrita de Brazil com s em respeito ao povo brazileiro. Criar lei para estas impropriedades culturais é conozco. Vamos à luta!
[Leia outros Comentários de Pedro Washington]
23/7/2004
20h27min
Simplesmente adorei o toque sobre o gorjeio daqui e de lá... Toda semana a gente lê o que há de melhor por aqui no Digestivo. Muito obrigada.
[Leia outros Comentários de Gisele Lemper]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.




Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Evolucao dos Seres Vivos
Nelio Bizzo
Atica
(1994)



A Carruagem Alada: Memórias
Maria de Lourdes Teixeira
Pioneira
(1986)



Homeopatia: o Que é e o Que Não é
Gerson Rodrigues Marins
Nacional
(1986)



Outro Diálogo é Possivel na Cooperação Norte - Sul
Varios Autores
Peirópolis
(2003)



Nutrição e Atividade Física
Dilson Kamel / José Kamel
Sprint
(1998)



Bts - Reis do K-pop
Helen Brown
Astral Cultural
(2019)



Livro - Lúcifer - Volume um - a Infernal Comédia - Peço por Comida
Neil Gaiman, Dan Watters, Max Fiumara
Panini
(2019)



Uma Vida Tratando Águas - Memórias do Engenheiro Armando Fonzari Pera
Manoel Henrique Campos Botelho
Engenho
(2000)



Magia do Caminho Real
Anna Sharp
Rosa dos Tempos
(1994)



Guia de Restaurantes Japoneses 2010 (são Paulo Rio e Janeiro
Vários Autores
Jbc
(2010)





busca | avançada
35344 visitas/dia
1,6 milhão/mês