Gênios e seus Amores Loucos | Andréa Trompczynski | Digestivo Cultural

busca | avançada
29791 visitas/dia
1,1 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
>>> Leminski, estações da poesia, por R. G. Lopes
>>> Crônica em sustenido
Colunistas
Últimos Posts
>>> Não Aguento Mais a Empiricus
>>> Nubank na Hotmart
>>> O recente choque do petróleo
>>> Armínio comenta Paulo Guedes
>>> Jesus não era cristão
>>> Analisando o Amazon Prime
>>> Amazon Prime no Brasil
>>> Censura na Bienal do Rio 2019
>>> Tocalivros
>>> Livro Alma Brasileira
Últimos Posts
>>> O céu sem o azul
>>> Ofendículos
>>> Grito primal V
>>> Grito primal IV
>>> Inequações de um travesseiro
>>> Caroço
>>> Serial Killer
>>> O jardim e as flores
>>> Agradecer antes, para pedir depois
>>> Esse é o meu vovô
Blogueiros
Mais Recentes
>>> O Salão e a Selva
>>> Ed Catmull por Jason Calacanis
>>> Por que a Geração Y vai mal no ENEM?
>>> Por que a Geração Y vai mal no ENEM?
>>> A massa e os especialistas juntos no mesmo patamar
>>> Entrevista com Jacques Fux, escritor e acadêmico
>>> Nuno Ramos, poesia... pois é
>>> Literatura e interatividade: os ciberpoemas
>>> O Valhalla em São Paulo
>>> Por dentro do Joost: o suco da internet com a TV
Mais Recentes
>>> Direito Romano - Vol. II de José Carlos Moreira Alves pela Forense (2003)
>>> Divinas Desventuras: Outras Histórias da Mitologia Grega de Heloisa Prieto pela Companhia das Letrinhas (2011)
>>> Le Nouveau Sans Frontières 1 - Méthode de Français de Philippe Dominique e Jacky Girardet e Michele Verdelhan e Michel Verdelhan pela Clé International (1988)
>>> Sobrevivência de Gordon Korman pela Arx Jovem (2001)
>>> Ética Geral e Profissional de José Renato Nalini pela Revista dos Tribunais (2001)
>>> Mas Não se Mata Cavalos ? de Horace McCoy pela Abril (1982)
>>> O Menino no Espelho de Fernando Sabino pela Record (2016)
>>> Labirintos do Incesto: O Relato de uma Sobrevivente de Fabiana Peereira de Andrade pela Escrituras-Lacri (2004)
>>> Mas Não se Mata Cavalos ? de Horace McCoy pela Círculo do Livro (1975)
>>> Ponte para Terabítia de Katherine Patersin pela Salamandra (2006)
>>> O Desafio da Nova Era de José M. Vegas pela Ave-Maria (1997)
>>> Casa sem Dono Encadernado de Heinrich Boll pela Círculo do Livro (1970)
>>> Trabalho a Serviço da Humanidade de Escola Internacional da Rosa Cruz Áurea pela Rosacruz (2000)
>>> Casa sem Dono Encadernado de Heinrich Boll pela Círculo do Livro (1976)
>>> Ensinando a Cuidar da Criança de Nébia Maria Almeida de Figueiredo (org.) pela Difusão (2004)
>>> Ensinando a Cuidar da Mulher, do Homem e do Recém-nascido de Nébia Maria Almeida de Figueiredo (org.) pela Difusão (2004)
>>> Luxúria Encadernado de Judith Krantz pela Círculo do Livro (1978)
>>> Fundamentos, Conceitos, Situações e Exercícios de Nébia Maria Almeida de Figueiredo (org.) pela Difusão (2004)
>>> Personality: How to Unleash your Hidden Strengths de Dr. Rob Yeung pela Pearson (2009)
>>> Um Mês Só de Domingos de John Updike pela Record (1975)
>>> Um Mês Só de Domingos Encadernado de John Updike pela Círculo do Livro (1980)
>>> Um Mês Só de Domingos Encadernado de John Updike pela Círculo do Livro (1980)
>>> Caravanas de James Michener pela Record (1976)
>>> A Terra Ainda é Jovem de J.M. Simmel pela Nova Fronteira (1981)
>>> A Terra Ainda é Jovem de J. M. Simmel pela Nova Fronteira (1981)
>>> Deus Protege os Que Amam de J.M. Simmel pela Nova Fronteira (1977)
>>> Um Ônibus do Tamanho do Mundo de J. M. Simmel pela Nova Fronteira (1976)
>>> Um Ônibus do Tamanho do Mundo de J. M. Simmel pela Nova Fronteira (1976)
>>> O Quarto das Senhoras de Jeanne Bourin pela Difel (1980)
>>> Beco sem Saída de John Wainwright pela José Olympio (1984)
>>> Casais Trocados de John Updike pela Abril (1982)
>>> O Hotel New Hampshire Encadernado de John Irving pela Círculo do Livro (1981)
>>> As Moças de Azul de Janet Dailey pela Record (1985)
>>> Amante Indócil Encadernado de Janet Dailey pela Círculo do Livro (1987)
>>> A Rebelde Apaixonada de Frank G. Slaughter pela Nova Cultural (1986)
>>> Escândalo de Médicos de Charles Knickerbocker pela Record (1970)
>>> A Turma do Meet de Annie Piagetti Muller pela Target Preview (2005)
>>> O Roteiro da Morte de Marc Avril pela Abril (1973)
>>> Luz de Esperança de Lloyd Douglas pela José Olympio (1956)
>>> Confissões de Duas Garotas de Aluguel de Linda Tracey e Julie Nelson pela Golfinho (1973)
>>> Propósitos do Acaso de Ronaldo Wrobel pela Nova Fronteira (1998)
>>> Olho Vermelho de Richard Aellen pela Record (1988)
>>> A Comédia da Paixão de Jerzy Kosinski pela Nova Fronteira (1983)
>>> Casa sem Dono Encadernado de Heinrich Böll pela Círculo do Livro (1976)
>>> Ventos sem Rumo de Belva Plain pela Record (1981)
>>> Ventos sem Rumo de Belva Plain pela Record (1981)
>>> O Caminho das Estrêlas de Christian Signol pela Círculo do Livro (1987)
>>> Longo Amanhecer de Joe Gores pela Best-seller (1988)
>>> As Damas do Crime de B. M. Gill pela Círculo do Livro (1986)
>>> Os Melhores Contos de Alexandre Herculano de Alexandre Herculano pela Círculo do Livro (1982)
COLUNAS

Segunda-feira, 26/7/2004
Gênios e seus Amores Loucos
Andréa Trompczynski

+ de 12800 Acessos
+ 1 Comentário(s)

Lou Andreas-Salomé, Paul Reé e Friedrich Nietzsche

Como as pessoas que assistem televisão e leêm Contigo! para conhecer a vida privada de seus ídolos, nós, leitores, também gostamos de saber a vida pessoal dos nossos. A Vida das Musas, de Francine Prose, é um retrato papparazzi de alguns amados ou odiados artistas. E mesmo assim ou exatamente por isso foi um dos melhores livros que li este ano. São nove histórias, de musas e artistas, dramas, paixões e crises de ciúme. E quase todas de infalível decadência, drama e morte. Ou seja, a fórmula perfeita .

Os mais sórdidos detalhes como as excentricidades do dr. Samuel Jonhnson, sua paixão por algemas, cadeados e sonhos de dominação e o medo de ir para o inferno por isso. Apaixonado pela jovem senhora casada Hester Thrale, sonhava em ser trancado por ela num quarto como um escravo. Seu demorado balé ritual antes de passar por uma porta, devido ao Transtorno Obsessivo-Compulsivo e a necessidade dos Thrale em manter um criado em pé na porta do quarto do excêntrico escritor, segurando uma peruca nova e limpa porque o dr. Jonhnson sempre queimava a sua por ler muito perto da lamparina. Gala e Dalí, e seus delírios de grandeza ("César ou nada!") numa composição de auge na juventude e decadência no fim da vida que faz o leitor sentir medo do tempo. A ninfomania de Gala e o escárnio que faziam dela na velhice, as fobias, voyerismo e obsessões de Dalí. E o horrível (e um perfeito quadro surrealista que Dalí nunca pintaria) translado do cadáver de Gala, num vestido Dior vermelho, encostada no assento de seu Cadillac, para ser transportada até seu castelo. Detalhes, detalhes sórdidos.

Imagine Nietzsche posando para uma foto onde está no lugar do cavalo com o amigo e terceiro lado do triângulo amoroso, Paul Reé, enquanto uma bela jovem russa segura um chicote sentada na carroça (foto acima). Imagine Nietzsche escrevendo cartas desaforadas, de amante desprezado e nadando em auto-comiseração como: "Não se perturbe com as explosões da minha vaidade ferida. Mesmo que eu porventura venha dar fim à minha vida por causa de uma ou outra paixão, não haveria muito o que lamentar. O que minhas fantasias importam para você?". Ou então Freud confessando "Senti sua falta na palestra de ontem à noite (...) Adotei o hábito de dirigir minha palestra para um determinado membro da audiência, e ontem mantive o olhar, como se enfeitiçado, no lugar que havia sido reservado para a senhora." E Rilke, com 22 anos e apaixonado por uma senhora casada de 36, para quem escreveu "Tudo o que sou / desperta por sua causa", alimentando-se de grãos integrais e frutas da floresta para agradar à amada, procurando com ela personagens dostoievskianos e camponeses de Tolstói em viagens à Rússia.

É possível quando a mulher russa em questão for Lou Andreas-Salomé. Lou tinha o poder de fazê-los acreditar em si próprios. Despertava os gênios, criticava, conduzia. Depois os deixava em profundas dores de amor, que era sempre o período mais fértil de suas produções. Romancista e ensaísta famosa, com experimentações na psicanálise, as idéias de Lou estão entrelaçadas nas idéias de seus homens: o "abraçar da solidão", a insistência na auto-superação como analgésico, o ideal de tornar-se um super-homem, a procura do deus interno, o gozo maior na arte, a única satisfação real na arte. Ela era, como disse Freud, "um domingo".

Histórias de amor e drama, quando precisamos ver os antes jovens, belos e sonhadores Rilke, morrendo de leucemia num sanatório na Suíça e importunando os médicos para que consultassem Lou Andreas-Salomé que saberia dar um sentido àquela morte terrível; e Nietzsche, depois de um estressante período de crises sucessivas de mania e euforia crescentes, surtando em uma rua de Turim, abraçado ao pescoço de um cavalo que havia levado uma surra.

Eles não puderam amar convencionalmente. Apaixonaram-se desvairadamente. Não há um caso de amor equilibrado, se é que ele existe. Todos enlouqueceram de amor. Talvez não sejam as mais socialmente bonitas histórias, mas que estão vivas gritando, estão.

No Fundo é Tudo Igual III
Não há mais maneiras de controlar o crack. O que vejo em Downtown é uma cópia perfeita da Av. Cruz Machado, a "cracolândia" de Curitiba. Olhos esbugalhados, lábios queimados, prostitutas esqueléticas. Mas, explicação não tenho, sinto simpatia por eles. Na maioria das vezes não sei onde está o real sentido do acordar-trabalhar-comer-dormir-até-a-morte. Acredito que fujo nos livros da mesma coisa que eles fogem no crack. Somos iguais.

Lucas, 19 anos, praça Tiradentes, Curitiba
Você pode encontrar o Lucas na Praça Tiradentes à noite. É moreno, olhos amendoados e tristes como de um Buendía. Falará com você num português perfeito. Você se espantará com a inteligência e os olhos de poeta. Pode perguntar à vontade, ele adora conversar. Foi morar na rua porque a mãe se "juntou" com um homem desempregado e alcoólatra e o barraco ficou pequeno para dois homens do mundo. Trabalhou como auxiliar de pedreiro e diz fazer isto muito bem. Enquanto estava esperando por algum trabalho, começou a cuidar de carros no Largo da Ordem. Um dia, apareceu um moço que ofereceu um negócio melhor, vender umas "pedras" e tal, coisa fácil. Ganhou algum dinheiro no começo, até alugou um quarto por dez reais a diária. Mas o moço então disse que se ele vendesse três, em troca do pagamento, podia fumar uma. Às vezes, ele conta, ainda nem vendeu as três e já fumou mais do que podia. Aí tem que dar um jeito. Se penso em socialismo quando encontro pessoas como o Lucas? Não sei se o nome é esse, mas creio que é o mais próximo. Um dia me perguntaram se não me venderia por um casarão com piscina, numa praia maravilhosa. Sim, me venderia. Se fosse o Lucas quem a construísse.

Para ir além






Andréa Trompczynski
Vancouver, 26/7/2004


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Carta ao(à) escritor(a) em sua primeira edição de Ana Elisa Ribeiro
02. Famílias terríveis - um texto talvez indigesto de Ana Elisa Ribeiro
03. Do canto ao silêncio das sereias de Cassionei Niches Petry
04. A barata na cozinha de Luís Fernando Amâncio
05. O tigre de papel que ruge de Celso A. Uequed Pitol


Mais Andréa Trompczynski
Mais Acessadas de Andréa Trompczynski em 2004
01. Um conselho: não leia Germinal - 8/11/2004
02. Gênios e seus Amores Loucos - 26/7/2004
03. Em defesa da Crítica - 25/10/2004
04. Escrever para não morrer - 3/5/2004
05. Um Elogio à Loucura - 31/5/2004


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
27/7/2004
20h48min
Também eu enlouqueci e surgi redivivo dos braços de um louco amor (aliás foi o meu período mais produtivo, então). Todos esses gênios viveram intensamente, caso contrário não nos teriam legado tantos e tão sólidos ensinamentos... Quanto ao Lucas, infelizmente temos tantos iguais a ele por aqui que não há muito o que fazer.
[Leia outros Comentários de Gui]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.




Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




I CHING (ESPANHOL)
JOHN TAMPION E OUTROS
SIRIO
(1987)
R$ 10,00



FISIOLOGIA MÉDICA
WILLIAM F. GANONG
ATHENEU
(1977)
R$ 64,00



CARTAS A FREUD
FLÁVIO FORTES D ANDREA
BERTRAND BRASIL
(1990)
R$ 22,82



TEX EDIÇÃO HISTÓRICA Nº 02
BONELLI E GALLEPPINI
MYTHOS
(1993)
R$ 20,00



VIAGEM AOS SEIOS DE DUÍLIA
ANÍBAL MACHADO
O DIA
(1998)
R$ 25,00
+ frete grátis



LENIN, TROTSKY E O FIM DO SOCIALISMO REAL; POR QUE PARLAMENTARISM
REVISTA ARCHÈ, ANO 2 - Nº 4
FACULDADE CÂNDIDO MENDES
(1993)
R$ 18,28



COZINHA MARAVILHOSA DE OFÉLIA PEIXES & FRUTOS DO MAR
VARIOS AUTORES
ED. KLICK
R$ 4,90



ETERNAMENTE FEMININA
ROBERT A. WILSON
EDAMERIS
(1966)
R$ 10,00



O VALOR DOS RECURSOS HUMANOS NA ERA DO CONHECIMENTO
VICENTE FALCONI CAMPOS
INDG
(2004)
R$ 29,90
+ frete grátis



COMPRAS EM BUENOS AIRES - COLEÇÃO VIAGEM DE BOLSO
EDITORA ABRIL
ABRIL
(2011)
R$ 10,00





busca | avançada
29791 visitas/dia
1,1 milhão/mês