A Dança das Rosas, por Consuelo de Paula | Fabio Silvestre Cardoso | Digestivo Cultural

busca | avançada
44867 visitas/dia
1,2 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Rinoceronte, poemas em prosa de Ronald Polito
>>> A forca de cascavel — Angústia (FUVEST 2020)
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
Colunistas
Últimos Posts
>>> Revisores de Texto em pauta
>>> Diogo Salles no podcast Guide
>>> Uma História do Mercado Livre
>>> Washington Olivetto no Day1
>>> Robinson Shiba do China in Box
>>> Karnal, Cortella e Pondé
>>> Canal Livre com FHC
>>> A história de cada livro
>>> Guia Crowdfunding de Livros
>>> Crise da Democracia
Últimos Posts
>>> Uma crônica de Cinema
>>> Visitação ao desenho de Jair Glass
>>> Desiguais
>>> Quanto às perdas I
>>> A caminho, caminhemos nós
>>> MEMÓRIA
>>> Inesquecíveis cinco dias de Julho
>>> Primavera
>>> Quando a Juventude Te Ferra Economicamente
>>> Bens de consumo
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Ser intelectual dói
>>> O Tigrão vai te ensinar
>>> O hiperconto e a literatura digital
>>> Aberta a temporada de caça
>>> Se for viajar de navio...
>>> Incompatibilidade...
>>> Alguns Jesus em 10 anos
>>> Blogues: uma (não tão) breve história (II)
>>> Picasso e As Senhoritas de Avignon (Parte I)
>>> Asia de volta ao mapa
Mais Recentes
>>> O Livro da moda de Alexandra Black pela Publifolha (2015)
>>> Rejuvelhecer a saude como prioridade de Sergio Abramoff pela Intrinseca (2017)
>>> O livro das evidencias de John Banville Tradução Fabio Bonillo pela Biblioteca Azul - globo (2018)
>>> O futebol explica o Brasil de Marcos Guterman pela Contexto (2014)
>>> O Macaco e a Essencia de Aldous Huxley pela Globo (2017)
>>> BATISTAS, Sua Trajetória em Santo Antônio de Jesus: o fim do monopólio da fé na Terra do Padre Mateus de Jorgevan Alves da Silva pela Fonte Editorial (2018)
>>> Playboy Bárbara Borges de Diversos pela Abril (2009)
>>> Sarah de Theresa Michaels pela Nova Cultural (1999)
>>> A Bela e o Barão de Deborah Hale pela Nova Cultural (2003)
>>> O estilo na História. Gibbon & Ranke & Macaulay & Burckhardt de Peter Gay pela Companhia das Letras (1990)
>>> Playboy Simony de Diversos pela Abril (1994)
>>> Invasão no Mundo da Superfície de Mark Cheverton pela Galera Junior (2015)
>>> José Lins Do Rego- Literatura Comentada de Benjamin Abdala Jr. pela Abril Educação (1982)
>>> A modernidade vienense e as crises de identidade de Jacques Le Rider pela Civilização Brasileira (1993)
>>> Machado De Assis - Literatura Comentada de Marisa Lajolo pela Abril Educação (1980)
>>> A Viena de Wittgenstein de Allan Janik & Stephen Toulmin pela Campus (1991)
>>> O Velho e o Mar de Ernest Hemingway pela Círculo do livro (1980)
>>> Veneno de Alan Scholefield pela Abril cultural (1984)
>>> O Livreiro de Cabul de Asne Seierstad pela Record (2007)
>>> Os Dragões do Éden de Carl Sagan pela Francisco Alves (1980)
>>> O Espião que sabia demais de John Le Carré pela Abril cultural (1984)
>>> Administração de Materiais de Jorge Sequeira de Araújo pela Atlas (1981)
>>> Introdução à Programação Linear de R. Stansbury Stockton pela Atlas (1975)
>>> Como lidar com Clientes Difíceis de Dave Anderson pela Sextante (2010)
>>> As 3 Leis do Desempenho de Steve Zaffron e Dave Logan pela Primavera (2009)
>>> Curso de Educação Mediúnica 1º Ano de Vários Autores pela Feesp (1996)
>>> Recursos para uma Vida Natural de Eliza M. S. Biazzi pela Casa Publicadora Brasileira (2001)
>>> Jesus enxuga minhas Lágrimas de Elza de Almeida pela Fotograma (1999)
>>> As Aventuras de Robinson Crusoé de Daniel Defoe pela LPM Pocket (1997)
>>> Bulunga o Rei Azul de Pedro Bloch pela Moderna (1991)
>>> Menino de Engenho de José Lins do Rego pela José Olympio (1982)
>>> Terra dos Homens de Antoine de Saint-Exupéry pela Nova Fronteira (1988)
>>> O Menino de Areia de Tahar Ben Jelloun pela Nova Fronteira (1985)
>>> Aspectos Endócrinos de Interesse à Estomatologia de Janete Dias Almeida pela Unesp (1999)
>>> Nociones de Historia Linguística y Estetica Literaria de Antonio Vilanova- Nestor Lujan pela Editorial Teide/ Barcelona (1950)
>>> El Estilo: El Problema y Su Solucion de Bennison Gray pela Editorial Castalia/ Madrid (1974)
>>> El Cuento y Sus Claves de Raúl A. Piérola/ Alba Omil (profs. Univ. Tucumán pela Editorial Nova, Buenos Aires (1955)
>>> Las Fuentes de La Creacion Literaria de Carmelo M. Bonet pela Libr. del Collegio/ B. Aires (1943)
>>> As Hortaliças na Medicina Doméstica/ Encadernado de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar (1976)
>>> A Flora Nacional na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Arlington Park de Rachel Cusk pela Companhia das Letras (2007)
>>> Muitas Vidas, Muitos Mestres de Brian L Weiss pela Salamandra (1991)
>>> As Frutas na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Coleção Agatha Christie - Box 8 de Agatha Christie; Sonia Coutinho; Archibaldo Figueira pela HarperCollins (2019)
>>> As Irmãs Aguero de Cristina García pela Record (1998)
>>> Não Faça Tempestade Em Copo Dágua no Amor de Richard Carlson pela Rocco (2001)
>>> Um Estudo Em Vermelho - Edição De Bolso de Arthur Conan Doyle pela Zahar (2013)
>>> Eu, Dommenique de Dommenique Luxor pela Leya (2011)
>>> Os Cavaleiros da Praga Divina de Marcos Rey pela Global (2015)
>>> O Futuro da Filosofia da Práxis de Leandro Konder pela ExpressãoPopular (2018)
COLUNAS

Terça-feira, 17/8/2004
A Dança das Rosas, por Consuelo de Paula
Fabio Silvestre Cardoso

+ de 3200 Acessos
+ 1 Comentário(s)

Num passado não tão remoto, a produção de álbuns independentes era um trabalho que funcionava a duras penas. Fosse porque a realização era por demais amadora (o que acabava por comprometer o trabalho todo), fosse porque o "conteúdo" era excessivamente experimental (sendo objeto de culto e adoração só para os especialistas e musicólogos), muitas "promessas" ou ficavam guardadas em estúdio, ou sucumbiam ao trabalho de intérprete dos sucessos fáceis, abandonando qualquer característica que os diferenciava do lugar-comum daquilo que se deve esperar da música brasileira - que, apesar de ser cantada em verso e prosa como diversificada, não consegue escapar da mesmice dos (esdrúxulos) padrões de qualidade da maioria das gravadoras.

Recentemente, porém, pode-se dizer que a música brasileira tem conhecido alguma parcela dessa produção. É claro que ainda há muito a ser descoberto. Entretanto, se essa descoberta for da mesma qualidade que a Dança das Rosas, da cantora e compositora mineira Consuelo de Paula, o público ouvinte terá ótimas surpresas no campo musical. Isso porque a cantora não utiliza o regionalismo barato para evocar os ritmos das raízes do Brasil. Tampouco faz uso dos clássicos da MPB. Felizmente. E quais são as características que a fazem diferente das demais? Ora, nada mais nada menos do que a boa música, a saber: a mistura de belas melodias com letras bem trabalhadas, com oscilações (que fique claro), mas que não comprometem o disco de maneira alguma.

De fato, Consuelo demarca seu terreno nos 36 minutos deste álbum. É bom que se diga que Dança das Rosas é a concretização da trilogia que começou com Samba, Seresta e Baião (1998) e Tambor e Flor (2002). Na presente audição, os ouvintes são conduzidos, de maneira suave, pela voz cadenciada da cantora. É interessante, a propósito, verificar como a ela interpreta as próprias canções (que contam com a co-autoria de Rubens Nogueira): tem-se a impressão de que é nessa etapa - da interpretação - que ela dá o toque final da composição e, de quebra, faz isso sem recorrer aos artifícios dos agudos exagerados. Tal decisão é muito acertada, uma vez que há um realce natural das letras e da performance de Consuelo em estúdio.

Desse modo, até mesmo aqueles que não tiveram contato com sua música sentem-se à vontade para ouvir a produção independente de Consuelo de Paula. Em "Dança para um poema", música que abre o disco, a cantora introduz o ouvinte ao seu universo: "Sou um continente desconhecido/ um salão de dança/ a imensidão/ a minha pele/ a minha mão/ eu vou te dar/ te convidar/ para dançar". Entre os versos, a melodia é pontuada pelo toque da percussão.

Já a melodia e a letra de "Canto de Guerra" trazem à tona Consuelo de Paula como estudiosa da música brasileira, como no trecho: "Eu já mandei pro céu/ com arma de ferro/ uma branca flor/ a rosa que avoou/ de um verso popular". Novamente, o ritmo faz jus ao espírito faceiro e folclórico dos versos. "Estrada de água", por sua vez, destaca-se pelo lirismo da voz da intérprete. No último verso dessa canção, há o mais belo casamento entre a letra e a interpretação. De um lado, a poesia: "O amor e o meu rio/ água e sol dentro de mim/ já desvio minha dor/ por prazer e por calor/ vai me amar e já podia/ com o rio o meu amor". De outro, o ritmo dos violões de Mário Gil, arranjador do disco, e Jardel Castanho, nylon e aço respectivamente.

Por volta da quarta ou quinta faixa, o ouvinte aprende que o nome do disco não foi ao acaso. Consuelo faz menção às rosas em todas as canções do disco. Tais referências dão uma unidade quase absoluta ao álbum, enfatizando a preocupação com a música e com o trabalho como pesquisadora musical. Entretanto, isso não impede que em determinados momentos a premissa das rosas venha se tornar cansativa. É o caso de "Rosa e Amarela". Nessa canção, os jogos de palavras servem mais como exercícios de linguagem, aliteração, a saber: "Samba de rosa/ palma rosada/ o nome da rosa/ é o nome dela/ samba de roda/ roda rosada/ o nome de amar/ é rosa amarela". Em outros trechos, o que é excesso aparece sem esforço: "O artista avista essa planta/ num canto canteiro/ a visão que ele canta/ será que por ser flor/ ou por ser cor".

A despeito desses detalhes, faz-se necessário ressaltar a performance de Consuelo de Paulo nas 11 canções de Dança das Rosas. Tanto faz se a música possui um andamento rápido, como "Sete trovas", ou se é cadenciada, como "Retina": a cantora sabe emprestar vivacidade a ambos estilos, sem tentar impor às canções características que são inexistentes. Em "Os terços do samba", por exemplo, fica claro o clima de uma alegre roda de samba. É certo que o ritmo imposto pelo arranjo é responsável por parte dessa sensação. Ainda assim, a sustentação desse clima não seria a mesma se não fosse a interpretação radiante de Consuelo de Paula. A letra tem como co-autora a poetisa Etel Frota, que também assina a supracitada "Sete trovas".

Em Dança das Rosas, Consuelo de Paula consegue não só manter a unidade temática, mas também apresenta um trabalho consistente de pesquisa da música e de ritmos brasileiros. Para isso, a cantora não faz concessões, nem ao sucesso fácil muito menos ao experimentalismo vago. Tal como seu canto, ela prefere seguir em busca de qualidade de maneira suave e constante.

Para ir além



Fabio Silvestre Cardoso
São Paulo, 17/8/2004


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Bruta manutenção urbana de Elisa Andrade Buzzo
02. O espírito de 1967 de Celso A. Uequed Pitol
03. Literatura, quatro de julho e pertencimento de Guilherme Carvalhal
04. Inquietações de Ana Lira de Fabio Gomes
05. Mais espetáculo que arte de Guilherme Carvalhal


Mais Fabio Silvestre Cardoso
Mais Acessadas de Fabio Silvestre Cardoso em 2004
01. Desonra, por J.M. Coetzee - 21/12/2004
02. Teoria da Conspiração - 10/2/2004
03. Cem anos de música do cinema - 8/6/2004
04. Eleições Americanas – fatos e versões - 9/11/2004
05. Música instrumental brasileira - 12/10/2004


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
29/11/2008
20h07min
Maravilhoso este texto sobre "Dança das rosas": um marco da discografia brasileira.
[Leia outros Comentários de Fátima Cabral]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.




Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




NOVOS ESTUDOS CEBRAP 88
VARIOS
EDIÇÕES CEBRAP
(2010)
R$ 14,90



DEMOLIDOR: FIM DOS DIAS - VOLUME 1
BRIAN MICHAEL BENDIS & DAVID MACK
PANINI COMICS / MARVEL
(2015)
R$ 20,00



C++ PARA UNIVERSITÁRIOS (AUTOGRAFADO)
LINCOLN CÉSAR ZAMBONI E SERGIO VICENTE PAMBOUKIAN
PÁGINAS E LETRAS
(2006)
R$ 35,00



MATEMÁTICA APLICADA À GESTÃO CADERNO DE APOIO
JOSÉ MANUEL ZORRO MENDES
UNIVERSIDADE ABERTA
(1997)
R$ 24,97



PESQUISAS SOBRE O SENTIDO DA VIDA
PAULO FINOTTI
DO AUTOR
R$ 6,90



A HISTÓRIA DE DORA VOADORA LACRADO
TONI BRANDÃO
STUDIO NOBEL
(2003)
R$ 14,00



SIGNO SOLAR SIGNO LUNAR
CHARLES HARVEY E SUZI HARVEY
NOVA ERA
(1998)
R$ 12,00



DISCOURSES VOL 2
MEHER BABA
SUFISM REORIENTED
(1971)
R$ 29,82



A VERDADE DE CADA UM
AMIR LABAKI (ORG.)
COSAC NAIFY
(2015)
R$ 149,90



A ROMANA
ALBERTO MORAVIA
ABRIL
(1972)
R$ 15,00





busca | avançada
44867 visitas/dia
1,2 milhão/mês